Em kexp:

Idles crava session linda em Seattle, com duas inéditas (ao vivo). Onde? Na KEXP, óbvio

>>

* Óbvio que nesse último enoooorme rolê de shows e apresentações diversas pelos Estados Unidos, nossa banda inglesa Idles, atração master do Lolla BR de março, ia passar na KEXP para uma session.

Gravada nos domínios da rádio de Seattle em novembro, quando passaram pela cidade do grunge para dois shows no “complexo indie” Showbox, o quinteto chefiado por Joe Talbot fez performance feroz de quatro músicas do incrível “Crawler”, o quarto álbum, lançado por aqueles dias do começo do mês passado.

Duas das músicas tocadas, “When the Lights Come on” e “Meds”, tiveram suas primeiras aparições live. As outras pedradas foram “The Wheel” e a absurda “Car Crash”.

Que banda!!

>>

Mais Geese. Veja a banda sensação de Nova York ao vivo, em session para rádio

>>

geese3

* A KEXP, de Seattle, uma das rádios mais legais do universo, até pelo que ela faz fora do dial, não perdeu tempo e arrastou os meninos da banda Geese, do Brooklyn, para uma de suas maravilhosas sessions, que municiam de áudio a emissora e ganham importante vídeos de Youtube, para o nosso deleite.

A Geese, você leu aqui ontem, é o quinteto do Brooklyn de adolescentes amigos que tocavam no high school deles e estava planejado para acabar no final dos cursos, no ano passado, porque cada um ia fazer faculdade num canto.

Mas a banda foi descoberta por um olheiro musical, que despertou no selo Partizan o desejo de ter os rapazes em seu preciso cast, junto com nomes como Idles e Fontaines DC.

Nessas, a universidade vai ter que esperar um pouco. Porque o Geese lançou, há algumas semanas, seu disco de estreia, o espertííííssimo “Projector”, com elogios rasgados de todo lado. Até vindos da Inglaterra.

Depois de terem se apresentado “escondidinhos” no Shaky Knees Festival, em outubro, os meninos de 19 anos cada têm uns shows marcados para novembro, incluindo um outro festival, o indie Desert Daze, na Califórnia, cujo headliner é o lindo The War on Drugs. O Geese toca no sábado, 13, mesmo dia que Kamasi Washington e Devendra Banhart.

Na KEXP, olha a importância dessa session, eles apresentaram cinco músicas: três do único disco, uma cover de Beatles e uma inédita. Assim:

– Disco
– Low Era
– Exploding House
– Everybody’s Got Something To Hide Except Me And My Monkey (Beatles cover)
– untitled

Maravilhoso. Além de tuuuuudo, olha esse vocalista, o Cameron Winter:

>>

Banda australiana Amyl and the Sniffers manda session de oito músicas para Seattle se reconectar com o punk

>>

* A ótima rádio KEXP, de Seattle, que nos serve deliciosas sessions tipo semanalmente, encomendou uma performance exclusiva para a explosiva banda punk australiana Amyl and the Sniffers, da Amy Taylor. |

O quarteto de Melbourne enviou um minishow logo, com oito músicas, registrado no último dia 14 de outubro na casa-estúdio em que gravaram o álbum “Comfort to Me”, o segundo deles, lançado em setembro. Um dos discos do ano para quem é meio nervoso para músicas novas.

Tem entrevistinha também, permeando a conexão Melbourne-Seattle. A lista das músicas tocadas (sete delas do disco novo) e a performance em vídeo em si estão tudo aqui abaixo:

– Some Mutts (Can’t Be Muzzled)
– Hertz
– Guided By Angels
– Security
– Knifey
– Capital
– I Don’t Need A Cunt (Like You To Love Me)
– Maggot

>>

Goon Sax, mais uma banda linda da Austrália, vira hit indie nos EUA por causa de session para rádio

>>

* Outra das bandas australianas que quando cruzam os oceanos e quebram a barreira geográfica nos deixam sonoramente muito felizes, a novinha Goon Sax tem colhido os frutos do lançamento de seu delicioso disco de estreia, “Mirror II”, lançado em julho.

Veja bem: primeiro álbum para o Ocidente, porque o trio de Brisbaine, que tem dois rapazes em baixo e guitarra e a loirinha Riley Jones na bateria, já tem disco desde 2016, inclusive com uns showzinhos já computados em Londres e tudo mais. “Mirror II”, a rigor, é o terceiro álbum deles.

Shows mesmos, o trio só resolveu marcar em 2022, quando já começam o ano novo uma tour britânica e já emenda uma americana.

Mas tem feito muito barulho uma excelente session que o Goon Sax gravou em Brisbaine mesmo e enviou para a rádio americana KEXP, de Seattle, uma de nossas preferidas. Virou das mais pedidas na programação da emissora e tem um vídeo circulando bastante nas redes, com quatro músicas: três desse citado recém-lançado álbum (“In the Stone”, “Psychic” e “Desire”) e “Steel My Machine”, cover de um hit da banda canadense Len, dos anos 90.

Uma belezura tudo isso.

>>

Pom Pom Squad, finalmente, toca seu primeiro álbum ao vivo. Em session para a KEXP e em tour americana a partir de hoje

>>

Captura de Tela 2021-08-20 às 12.53.09 PM

* Uma de nossas bandinhas prediletas, a nova-iorquina Pom Pom Squad, da incrível vocalista e guitarrista fofura-ativista Mia Berrin, soltou seu disco grunge de estreia no começo deste ano e agora prepara para voar com ele em shows de hoje até novembro, acompanhando ou sendo acompanhada por bandas como Nada Surf e Bully.

Nesta noite a Pom Pom Squad abre a apresentação do projeto da guitarrista cool Alicia Bognanno, a Bully, em Birmingham, só que a do Alabama. Vamos acompanhar.

Ontem a ótima rádio KEXP, de Seattle, botou no ar em vídeo a session + entrevista que Mia Berrin e sua Pom Pom Squad gravada no comecinho de agosto. O quarteto do Brooklyn fez performance de cinco músicas do disco e Mia conversou com a grande Cheryl Waters, prata da casa. Todas do “Death of a Cheerleader”. São elas:

“Drunk Voicemail”
“Be Good”
“Crying”
“Lux”
“Head Cheerleader”

Tudo aqui embaixo, conversa e showzinho:

>>