Em knebworth:

“Devido a fenomenal demanda”, Liam Gallagher abre segunda data para show na mitológica Knebworth. Ingressos serão vendidos nesta sexta

>>

Captura de Tela 2021-10-07 às 6.02.45 PM

* Vai ser “bíblico”, parte 2. O inesgotável Liam Gallagher, irmão do Noel, ex-cantor daquela banda Oasis e que costuma em seus shows tocar (cantar) 80% do repertório daquela banda Oasis, volta a fazer história com seu envolvimento com Knebworth, o lugar mítico no norte da Inglaterra em que, em 1996, fizeram dois shows para 250 mil pessoas, movimentando 5% da população britânica atrás de ingressos, foi falado. Os mesmos shows que viraram documentário neste ano e passou em cinemas até no Brasil, agora em setembro. Você sabe bem a história.

Recentemente, foi papo aqui na Popload, Liam anunciou um show dele como headliner do mesmo Knebworth Park, para junho de 2022, agora com uma capacidade reduzida para 80 mil pessoas, o que ainda é muita gente, digamos. Com um line-up de minifestival bem decente: Kasabian, Michael Kiwanuka, Fat White Family e Goat Girl.

Captura de Tela 2021-10-07 às 6.02.24 PM

A procura de ingressos hoje, dia de pré-venda, causou tanta comoção que foi anunciada uma nova data, colada à original. O que foi divulgado pelos lados britânicos é que a demanda para essa pré-venda foi “fenomenal”. Liam Gallagher mesmo separado ainda abala a Inglaterra.

O mais legal: os ingressos para as duas datas, 3 e 4 de junho do ano que vem, uma sexta e um sábado, começam a ser vendidos AMANHÃ, sexta. Obviamente, ainda que com uma capacidade “reduzida”, vamos acompanhar as movimentações para saber se 25 anos depois…

Os shows de Knebworth no ano que vem vão acontecer no calor do lançamento do terceiro álbum solo de Liam Gallagher, “C’mon You Know”, que sai no dia 27 de maio.

O agito vai ser grande.

Interessados no Brasil em comprar os ingressos de algum ou dos dois dias de Liam Gallaghter em Knebworth ano que vem têm que acordar tipo 6 da manhã. E ir aqui disputar com sangue sua entrada.

kneb

>>

Filme dos shows “bíblicos” do Oasis ganha trailer oficial. E o Liam ganha até elogio do Noel

>>

Captura de Tela 2021-08-10 às 7.38.05 PM

* Saiu hoje o trailer oficial dos “shows bíblicos” que a banda inglesa Oasis fez em 1996 num parque da cidadezinha de Knebworth, no norte da Inglaterra, que reuniu 280 mil fãs no total em seus dois dias de realização.

A data do lançamento deste preview foi escolhida a dedo, porque hoje, 10 de agosto, completam-se 25 anos do primeiro daqueles concertos que, numa era pré-internet, pararam a Inglaterra (2,5 milhões de pessoas tentaram comprar as entradas, naquela que foi a maior demanda de tickets da história do Reino Unido).

“Oasis Knebworth 1996” está programado para passar nos “cinemas do mundo” a partir do dia 23 de setembro, é a notícia que vem lá de fora. Sobre entrar em cartaz no Brasil devemos saber se vai rolar ou não mais perto da data. Os ingressos para as sessões da Inglaterra já estão sendo vendidos há um mês. Foi revelado ainda que só em Nova York cerca de seis salas exibirão o filme do Oasis.

“Oasis Knebworth 1996” é dirigido pelo cineasta e documentarista Jake Scott, que já ganhou Grammy. As duas apresentações abordadas no doc são da turnê do famooooooooooooso segundo álbum deles, o grande “(What’s the Story) Morning Glory?”, lançado no ano anterior

Em novembro, um álbum ao vivo e um DVD Chamados “Oasis Knebworth 1996” chegarão às lojas, misturando performances de ambas as noites. Os formatos serão em CD duplo, vinil triplo e uma versão digital masterizada. A versão em DVD será tripla, com os dois concertos na íntegra e o documentário incluído.

Abaixo, o trailer oficial e uma entrevista de Noel Gallagher falando em dois minutos sobre os shows de Knebworth para a Absolute Radio inglesa. Dizendo que o Liam estava em seu melhor momento, até. Se você arranha no inglês, vale dar uma conferida.

>>

Lá vem o documentário dos shows “bíblicos” do Oasis. Filme sobre Knebworth estreia nos cinemas em setembro. A princípio, na Inglaterra

>>

* Outra produção para se juntar à enorme lista de filmes e documentários de música que existem à disposição nos últimos anos, novos ou “novos”, o doc “Oasis Knebworth 1996” ganhou data de estreia nos cinemas. Ingleses a princípio, mas o plano é passar no planeta todo logo.

A produção que revela bastidores e outras revisitações às duas noites que 25 anos atrás reuniu 250 mil pessoas no vilarejo inglês ao norte do país e na época foi o evento musical ao ar livre da história, entra em cartaz no dia 23 de setembro.

Os ingressos para o filme estarão disponíveis, pelo menos na Inglaterra, a partir do dia 10 de agosto, exatamente o mesmo dia em que em 1996 a banda dos Gallagher abria a série de dois shows em Knebworth para entrar para a história.

Captura de Tela 2021-07-14 às 10.53.49 AM

Vale lembrar, os dois concertos, que juntou 125 mil fãs por dia, fizeram parte da turnê do segundo álbum deles, o trilionário “(What’s the Story) Morning Glory?”, lançado no ano anterior. A procura por ingressos quando os dois shows foram anunciados provocou, numa época pré-internet, a maior demanda de entradas da história do Reino Unido. Segundo números divulgados, 2.5 milhões de pessoas aplicaram por esses 250 mil ingressos, o que significa que QUATRO POR CENTRO DA POPULAÇÃO BRITÂNICA queria ir ver pelo menos um desses shows do Oasis em Knebworth. Equivale ainda a dizer que, se toda a procura fosse atendida, daria para esgotar 20 datas no gigantesco parque de Knebworth, onde ocorreram as apresentações.

Só para situar a nova geração sobre como se comprava ingressos em 1996: ou era por telefone, ou nas bilheterias dos locais dos shows, ou em postos designados para aliviar as filas quilométricas quando os shows eram disputados. Olhando de hoje, era uma tosqueira “tecnológico-analógica”.

“Oasis Knebworth 1996” é dirigido pelo cineasta e documentarista Jake Scott, ganhador de Grammy até.

“Knebworth foi para mim o Woodstock dos anos 90”, falou o Liam a respeito daqueles shows. “Eu não lembro direito sobre eles, mas nunca vou esquecê-los…” Oi, Liam?

“Foi bíblico.”

>>

Olha eles aí. Shows históricos do Oasis em Knebworth vão ganhar documentário

>>

oasissld

* Aquele grupo famoso renegado pelos donos, o Oasis, anunciou hoje o lançamento de um documentário que faz uma retrospectiva dos colossais shows em Knebworth realizados há quase 25 anos, concertos estes que com certeza estão no panteão das grandes apresentações da história do rock.

Em agosto de 1996, a banda dos polêmicos irmãos Gallagher tocou para um público de 250 mil pessoas, em dois dias de festival, no auge da banda, numa era pré-internet, registrando a maior demanda de ingresso da história do Reino Unido (outra menção de “história” aqui, para você ver o nível), com mais de QUATRO POR CENTRO DA POPULAÇÃO BRITÂNICA solicitando ingressos (!!!). PENSA QUE LOUCURA!!! Na época era por telefone, fila em bilheteria etc., meios analógicos de venda, tadinho de todo mundo envolvido. Fora que, ficar sem ingresso para um show com capacidade para 125.000/dia era frustrante demais!

Dá uma olhadinha nesta aglomeração histórica (3) delícia:

Captura de Tela 2021-05-11 às 12.05.12 PM

O lineup também contou com uma galera sussa: The Charlatans, Manic Street Preachers, The Chemical Brothers e The Prodigy, entre outros. Ou seja: baita festival!

Voltando ao documentário, dirigido por Jake Scott, diretor de vídeos do Oasis, R.E.M. e U2, ainda não tem data de estreia nos cinemas, mas deve chegar ainda este ano, para já bombar as comemorações dos 25 anos do sensacional evento.

Scott disse que “não haverá entrevistas ou ‘lembranças desnecessárias de celebridades'” no filme. Apenas os registros selecionados de um vasto arquivo de imagens do festival mostrando uma das maiores bandas da história (4) inglesa em seu auge.

Nesta era de muitos documentários e filmes de música que vivemos, nem errando muito na edição este aqui do Oasis em Knebworth vai deixar de arrancar uns “WOW”.

***

* A foto de Liam na home da Popload é de Roberta Parkin, da Redferns. A do povo, deste post, é de Mick Hutson, também para a Redferns.

>>

“Maiores shows da história da Inglaterra” completam 20 anos. E o Oasis comemora com gravações inéditas

>>

Foto: REX

Foto: REX

Tudo bem que grandes bandas fazem grandes shows a todo momento. Mas este é um tanto diferente e constantemente lembrado. O ano era 1996, época em que o Oasis era uma espécie de novo Jesus Cristo, especialmente para a juventude inglesa.

O Britpop vivia seu auge e foi coroado – e ao mesmo tempo começou a ser morto – pelos famosos shows do Oasis em Knebworth, que aconteceram nas noites de 10 e 11 de agosto daquele ano, considerados pela mídia britânica os maiores shows que a Inglaterra já viu. Só para se ter uma ideia, os shows de abertura do Oasis foram de bandas como The Charlatans, Cast, Manic Street Preachers, The Prodigy e Ocean Colour Scene.

Os números absurdos envolveram nada menos que uma procura de 3 milhões de pessoas por ingressos. “Apenas” 250 mil sortudos conseguiram a façanha e assistiram aos dois shows, quando o Oasis tinha apenas dois anos estourado, considerando que seu discão de estreia, “Definitely Maybe”, havia sido lançado em agosto de 1994. Isso significa dizer que, se quisesse, o Oasis teria feito tipo 20 shows seguidos para 125 mil pessoas. Enfim.

250 mil pessoas acompanharam o Oasis por duas noites em Knebworth, no ano de 1996

250 mil pessoas acompanharam o Oasis por duas noites em Knebworth, no ano de 1996

Em outubro, dia 7, a ex-banda dos tretas Noel e Liam Gallagher relança seu terceiro disco, “Be Here Now”, que seria lançado um ano depois de Knebworth. “My Big Mouth”, que faz parte do disco, entrou no setlist dos shows, em uma espécie de prévia do que estava por vir.

Os shows foram transmitidos e registrados em áudio e vídeo, mas só agora começa a pintar um material com qualidade mais decente. O grande Steve Lamacq vai botar no ar em seu programa na tarde de hoje na BBC 6 Music (a partir de meio-dia daqui) o show completo. O canal oficial do Oasis no YouTube liberou a “My Big Mouth” com imagens aéreas que ostentam o feito. A versão estará no material bônus do relançamento do “Be Here Now”, em outubro.

>>