Em lana del rey:

Feliz ano novo e feliz Lana Fucking Del Rey bombando. Musa indie continua mostrando trechos do disco “Norman Fucking Rockwell”

>>

110119_lana2

Nossa musa Laninha Del Rey começou 2019 com o pé no acelerador. Só nesta semana, ela divulgou uma nova música – “hope is a dangerous thing for a woman like me to have – but i have it” – e ainda soltou o trecho de outra na manhã desta sexta-feira, chamada “Happiness Is A Butterfly”.

A cantora vai lançar dia 29 de março seu sexto disco de estúdio, “Norman Fucking Rockwell”, nome inspirado no pintor que, entre sua longa vida nas artes, ganhou fama retratando tanto a cara de presidentes americanos quanto a América Branca Caipira, dessas que vota no Trump. É ao mesmo tempo cafona, supercriticado no meio, e algo cult, depois que morreu, nos anos 70.

Lana disse que via em Norman Rockwell uma “alegria na tristeza” e é isso que dita o ritmo de seu novo disco.

Os registros podem ser conferidos abaixo.

>>

Os álbuns mais esperados de 2019. Parte 4/6: LANA DEL REY

>>

discos_lana4

Nossa eterna musa Lana Del Rey é a quarta pedida de discos esperados para 2019. Ela andou dando pistas e mostrando de forma oficial e não-oficial trechos de canções que estarão em “Norman Fucking Rockwell”, álbum que ainda não tem data de lançamento definida.

Além de mostrar algumas músicas em eventos, como um da Apple no fim do ano, Lana já lançou os singles “Venice Bitch” e “Mariners Apartment Complex”.

“Venice Bitch” tem tipo DEZ MINUTOS. Uma viagem psicodélica bem californiana. “Eu toquei ‘Venice Bitch’ para meus managers e disse: ‘Então, acho que este é o single que eu quero lançar’. E eles: ‘Você está zoando, né? A música tem dez minutos de duração. E se chama Venice Bitch. Por que você nunca facilita nada para nós? Não rola fazer uma versão dela de três minutos como toda canção pop’?”

Norman Rockwell é um pintor que, entre sua longa vida nas artes, ganhou fama retratando tanto a cara de presidentes americanos quanto a América Branca Caipira, dessas que vota no Trump. É ao mesmo tempo cafona, supercriticado no meio, e algo cult, depois que morreu, nos anos 70.

Lana disse, em entrevista ao Zane Lowe, na Beats 1 (Apple Music), entre muitas coisas e viagens e pirações que o nome é inspirado no artista porque ele esteve na cabeça dela desde maio do ano passado e que não pensou em outra coisa melhor. Que Rockwell passa alguma coisa para ela a captar alguma alegria na tristeza, mesmo achando que o que ele faz é merda, num sentido humanitário, mas dane-se. Lana achou mérito nesse comportamento do retratista dessa América particular.

>>

Hmmm… Lana Del Rey senta no banquinho e mostra duas músicas novas com o produtor Jack Antonoff

>>

061218_lana2

Na noite de ontem, o produtor Jack Antonoff realizou mais uma edição do Antonoff’s Ally Coalition, um evento beneficente na cidade de Nova York. Entre as cantores convidadas, estiveram Taylor Swift, Regina Spektor e Lana Del Rey, que cantou músicas novas e tudo.

Jack é um dos produtores do novo álbum de Lana, “Norman Fucking Rockwell”, que será lançado ano que vem. Na apresentação, a cantora mostrou as já conhecidas “How to Disappear” e “Venice Bitch”, e ainda uma canção country, que, dizem, se chama “Making Me Blue”, e uma segunda, “I Must Be Stupid for Feeling So Happy”.

No palco, a cantora chegou a comentar que o disco novo está quase pronto.

Os registros das músicas inéditas, claro, já começaram a aparecer na internet.

>>

Em evento da Apple, Lana Del Rey mostra nova música que pode parecer uma leve alfinetada no Radiohead. Ou não, claro

>>

301018_lana2

Lana Del Rey foi uma das atrações de um evento da Apple nesta terça-feira, realizado no Brooklyn, para apresentar os novos modelos do iPad Pro e MacBook Air, entre outros produtos.

A diva indie aproveitou toda a atenção em cima do evento para mostrar mais uma música inédita, que estará em “Norman Fucking Rockwell”, seu disco que será lançado em 2019.

Acompanhada do produtor do projeto, Jack Antonoff, Laninha mostrou a bela “How to Disappear”, que alguns fãs, claro, fizeram lembrar a faixa de nome parecido do Radiohead, “How to Disappear Completely”, botando um pequeno fogo na rivalidade entre as duas partes pelo embate judicial envolvendo um suposto plágio de “Creep” na canção “Get Free”.

>>

No gás, Lana Del Rey antecipa trecho de mais uma música inédita

>>

090915_lanadelrey

A fofura Lana Del Rey publicou em seu Instagram o trecho de mais uma música nova. Chamada “Sylvia Plath”, a canção estará em “Norman Fucking Rockwell”, que será lançado ano que vem.

A amostra parece ser um recorte do vídeo que vai acompanhar este novo single, o terceiro que a norte-americana lança nas últimas semanas. Antes, ela já havia divulgado “Mariners Apartment Complex” e “Venice Bitch”, ambas produzidas por Jack Antonoff.

>>