Em leon bridges:

Top 10 Gringo – Wet Leg mete duas músicas no top 3. Mas o primeirão da semana é o/a Carpetgarden

>>

* A semana foi mais devagar lá na gringa, mas ainda assim arrumamos o fino entre lançamentos e alguns relançamentos. Se deixamos escapar algo, a culpa é das seis horas vendo o filme dos Beatles, né? Quem não se perdeu naquelas seis horinhas tão boas desde que o doc foi lançado?

carpetgardentopquadrada

1 – Carpetgarden – “IDC”
Jovem de 20 e poucos anos que se declara sem gênero, David Sweet é a pessoa por trás do projeto Carpetgarden. Pessoa californiana (só podia, pela voz e pelas letras certeiras, ácidas e sem medo), suas ideias musicais passam dos sons mais ásperos até uma suavidade pop (ouça também a excelente “Break My Heart”, onde ela explora esse lado mais tranquilo), dá para dizer que estamos perto de um(a) artista prestes a explodir. Se bem que David já acumula algumas centenas de milhares de ouvintes mensais no Spotify. Mas deve bombar mais logo. Fica de olho daí que estamos de olho daqui.

2/3 – Wet Leg – “Too Late Now/Oh No”
As meninas inglesas Rhian Teasdale e Hester Chambers lideram uma das bandas mais interessantes do ano, a explosiva Wet Leg. Pelo menos até aqui são quatros singles e nenhum erro. É muita empolgação com tão pequeno repertório? Talvez, mas elas prometem e já estão escaladas para tocar no México abrindo para o Idles e tudo – e logo mais vem o primeiro álbum por aí. Logo mais, entenda, é 8 de abril de 2022. O mundo indie está preparado para o disco de estreia das Wet Leg?

4 – Years & Years – “Sweet Talker”
O pequeno gênio Olly Alexander, dono do Years & Years, conseguiu fazer um hit aqui. Se a música vai alcançar o tamanho da gigantesca “King”, seu maior sucesso até aqui, é questão de tempo para ver. Tem potencial, viu.

5 – Ovlov – “Strokes”
Apesar do nome desse som, a onda do Ovlov, banda de Connecticut, passa longe dos Strokes, o grupo. Com um rock com fortes influências emo, a vibe aqui é para quem curte melodias pop com guitarras que alternam entre a limpeza extrema e a pura sujeira. Se essa é a sua praia, como é a nossa, eles entregam tudo.

6 – Bloc Party – “Traps”
É interessante ver os ingleses do Bloc Party reaparecerem em uma nova alta do pós-punk na ilha. Se eles já tinham renovado o gênero uma outra vez lá no começo do grupo, no distante 2005, agora eles já têm alguma autoridade para avisar a molecada como é que se tira um som. E eles conseguem recuperar a energia dos melhores momentos da banda neste single. Queremos um álbum novo, com certeza.

7 – Leon Bridges – “Summer Rain feat. Jazmine Sullivan”
Com participação de Jazmine Sullivan (se ligue em “Pick Up Your Feeling”, som dela e um dos hits do ano), o grande Leon Bridges traz sua bela voz em uma canção extra para seu álbum “Gold-Digger Sound”, agora em versão de luxo.

8 – Fontaines D.C. – “Sha Sha Sha – Live at Kilmainham Gaol”
Enquanto o Fontaines, uma das nossas bandas favoritas, não desembarca por aqui, temos que nos contentar com esse excelente álbum ao vivo que eles soltaram, que dá boa dimensão de como a banda é firme no palco. Além de ser uma boa sugestão para outros grupos ainda novinhos de já se arriscarem em discos ao vivo logo cedo. Mal não faz.

9 – Billy Preston – “I’ve Got a Feeling”
Um dos baratos de “Get Back”, novo documentários dos Beatles, é ver em alta definição a mudança de humor que Billy Preston provoca na banda quando aparece para ajudar o grupo em alguns números. “I’ve Got a Felling”, uma das crias dos tempos de “Let It Be”, seria regravada por Billy em uma versão tão boa quanto a dos Beatles em seu álbum lançado em 1970, “Encouraging Words”. Beleza total.

10 – David Bowie – “Ashes to Ashes”
Ah, os relançamentos seguem nos pegando. E na nova coleção que reúne a obra de David Bowie entre 1992 e 2001 temos ele em uma apresentação para a BBC com muitos hits em ótimas versões. É sempre um prazer escutar a clássica “Ashes to Ashes”, ainda mais nos moldes que a superbanda que acompanhava David nos anos 2000 sabia dar para esta musicaça em especial.

*****

*****

* A imagem que ilustra este post é de David Sweet, do Carpetgarden.
** Este ranking é formulado pelo duo Lúcio Ribeiro e Vinícius Felix.

Com time de estrelas que vai de Jamie xx ao Perry Farrell, The Avalanches anuncia novo álbum absurdo com 25 faixas

>>

theavalanches_122421950_825487914879090_4263369048439376240_n

O incrível coletivo australiano The Avalanches, velho de guerra numa certa “alta-cultura musical”, vai lançar no mês que vem um novo disco recheado de participações especialíssimas, naquele que desponta como o projeto mais eclético da carreira dos caras, que são marcados especialmente pela eletrônica de vanguarda.

“We Will Always Love You” terá nada menos que 25 canções e reunirá, talvez, o maior time de estrelas em um disco indie em todos os tempos.

theavalanches_123357894_840170886730348_3793806242873652967_n

Estão no projeto estrelas como Mick Jones (The Clash), Johnny Marr (The Smiths), Karen O (Yeah Yeah Yeahs), Perry Farrell (Mr. Lollapalooza / Jane’s Addiction), Rivers Cuomo (Weezer), Leon Bridges, MGMT, Kurt Vile, Jamie xx, Blood Orange… E nem citamos todo mundo.

Junto com o anúncio, o Avalanches soltou um teaser de um minuto ao som de “Always Black”, canção que tem a participação de Pink Siifu. Este será o primeiro disco dos australianos em quatro anos e estará nas lojas dia 11 de dezembro.

TRACKLIST
01. Ghost Story (feat. Orono)
02. Song For Barbara Payton
03. We Will Always Love You (feat. Blood Orange)
04. The Divine Chord (feat. MGMT & Johnny Marr)
05. Solitary Ceremonies
06. Interstellar Love (feat. Leon Bridges)
07. Ghost Story Pt. 2 (feat. Orono & Leon Bridges)
08. Reflecting Light (feat. Sananda Maitreya & Vashti Bunyan)
09. Carrier Waves
10. Oh The Sunn! (feat. Perry Farrell)
11. We Go On (feat. Cola Boyy & Mick Jones)
12. Star Song.IMG
13. Until Daylight Comes (feat. Tricky)
14. Wherever You Go (feat. Jamie xx, Neneh Cherry & CLYPSO)
15. Music Makes Me High
16. Pink Champagne
17. Take Care In Your Dreaming (feat. Denzel Curry, Tricky & Sampa The Great)
18. Overcome
19. Gold Sky (feat. Kurt Vile)
20. Always Black (feat. Pink Siifu)
21. Dial D For Devotion (feat. Karen O)
22. Running Red Lights (feat. Rivers Cuomo & Pink Siifu)
23. Born To Lose
24. Music Is The Light (feat. Cornelius & Kelly Moran)
25. Weightless

>>

Khruangbin e Leon Bridges se unem em EP colaborativo e soltam uma das músicas mais deliciosas do ano

>>

041219_khruangbin2

O incrível Khruangbin, que recentemente passou pelo Popload Festival com show bastante elogiado, se uniu ao talentoso músico Leon Bridges e, juntos, lançarão um novo EP.

Este EP se chamará “Texas Sun” e ele já conhecemos a faixa que dá título ao projeto que terá quatro canções novas. A data de lançamento é 4 de fevereiro.

Tanto o cantor neo-soul quanto o trio de funk psicodélico (e outras nuances) são do Texas, o que deixa o projeto ainda mais encorpado.

“Tentamos não ter muita intenção, porque isso atrapalha o que a música quer fazer. Se você deixar a música fazer o que deveria, ela se revelará sozinha. Tentamos adotar a mesma abordagem com Leon. Para nós, estavámos abrindo nosso mundo para ter outra pessoa nele. Mas tudo parece Texas para mim”, disse a baixista Laura Lee.

O primeiro resultado da parceria de responsa pode ser conferido abaixo.

Texas Sun – Tracklist
01. Texas Sun
02. Midnight
03. C-Side
04. Conversion

>>