Em Lizzo:

Lizzo leva as novas para tocar no “Saturday Night Live”. Levou a mãe, inclusive

>>

Captura de Tela 2022-04-25 às 18.13.12

* A cantora americana bombator Lizzo foi até o programa “Saturday Night Live”, ao vivo no sábado à noite (adoro!), a cantar seu delicioso single novo “About Damn Time”, lançado na semana passada. Até sua flauta classe ela tocou na performance da música, meio Chic, meio Dua Lipa, total Lizzo. A canção foi estourada ao primeiro lugar do nosso Top 50 da semana passada.

Neste último “SNL”, Lizzo não só foi a atração do programa como era também a anfitriã. Na hora da performance de “About Damn Time”, ela mesmo fez a famosa apresentação: “Ladies and Gentleman… Me!!”

A outra música tocada por Lizzo foi, em primeira mão, “Special”, que dá nome ao seu próximo álbum, o quarto, a ser lançado em 15 de julho. Para desempenhar “Special”, Lizzo foi anunciada por sua mãe, que estava na plateia. Luxo essa mulher.

Sim, “Special” é meio “romântica”, andamento mais devagar, mas é bem boa.

>>

Top 10 Gringo – Lizzo volta logo no topo. Fontaines D.C. entra em segundo para dar chances à galera. Ravyn Lenae traz o R&B ao ranking

>>

* Seria uma semana boa para um empate. De um lado, uma artista que amamos e estamos com saudade. Do outro nossa banda favorita, prestes a lançar seu melhor disco. A treta também é que nas outras oito posições tem muita coisa que poderia andar ali na primeira casa, viu. Já ouviu falar na Ravyn Lenae? Ela é incrível. Escuta.

lizzotopquadrada

1 – Lizzo – “About Damn Time”
A onda atual aposta freneticamente em lançamentos. Parece sempre que quem está bombando não merece férias. Tem vez que mal a gente escutou um álbum e a pessoa já tem três singles novos e por aí vai. Daí que é bacana ver que a Lizzo tirou um tempo bom do sucesso de “Cuz I Love You”, seu disco lançado em 2019. Teve ali um feat. com a Cardi B, mas ela deixou suas músicas incríveis respirarem mais. E sem dúvida é um pouco desse silêncio e saudade que deixa a chegada de “About Damn Time” tão forte. Fora o fato de ser uma música de dar orgulho a Nile Rodgers, do Chic. Dá maior vontade de ir direto relembrar um pouco do álbum anterior porque não estamos cansados da Lizzo. Vale muito dar uma sacada no vídeo da música, com ela visitando um grupo de ajuda para pessoas “estressadas e sexys”.

2 – Fontaines D.C – “Roman Holiday”
A gente não aguentava mais de ansiedade, mas nesta semana a espera acabou. “Skinty Fia”, terceiro álbum dos irlandeses do Fontaines D.C., chegou. E tipo assim: se o público brasileiro (e as rádios rock deste país) não começar a cair de amores pelo Fontaines agora, a gente desiste (desiste nada, na real) de convencer que eles são uma das melhores banda de rock no mundo hoje. “Roman Holiday”, single mais recente de tantos já adiantados, é uma boa mostra do quanto a banda amadureceu e ficou um tiquinho mais pop sem abrir mão das raízes – aliás, raízes são um dos temas que cercam esse álbum do Fontaines, que aborda muito da questão política local, imigração e o lugar da Irlanda perante ao mundo. Tudo isso em música boa, para melhorar.

3 – Ravyn Lenae – “M.I.A”
É a segunda vez que a gente conta essa, ok? Mas é que é nossa aposta, temos que insitir. Ravyn, cantora de R&B de Chicago que já dividiu palco com nomes como SZA e Noname, vai bombar. A gente já tinha recomendado uma parceria dela com o Steve Lacy, o espertíssimo guitarrista do grupo-conceito The Internet, e o sucesso da vez leva o nome de “M.I.A”, uma música sobre estar confortável consigo mesma. Também é a canção que anuncia o disco de estreia de Ravyn, “Hypnos”, que sai em maio. Chega antes, conta que descobriu primeiro e tal.

4 – Andrew Bird – “Underlands”
Mandando uma ideia sincera sobre este homem de Illinois. Falta sentar para escutar com mais atenção os álbuns que o cantor e multiinstrumentista americano solta por aí desde 1996, mas talvez seja uma boa hora com o anúncio de “Inside Problems”, o novo disco, que sai em junho. “Underlands”, este single do futuro lançamento, fica em um lugar muito interessante. Ela é cheia de diferentes momentos, quase como se fossem diferentes músicas, flerta com jazz, com pop, com soul, de repente parece ser trilha de um musical antigo. Delícia de som.

5 – Kurt Vile – “Flyin (Like a Fast Train)”
Ainda não deu tempo de avaliar com calma o novo álbum do Kurt Vile, mas estamos chegando lá. O disco “(Watch My Moves)” é relativamente longo, mas não é preciso ser expert ainda em Kurt Vile para ficar encantado com a delicadeza folk psicodélica de uma música como esta “Flyin (Like a Fast Train)”. Ela tem uma melodia que permanece intacta entre os versos e o refrão. Não é um Bob Dylan com ácido, mas provavelmente ele tomou alguma coisa depois dessa música ou no dia anterior, talvez.

6 – Zola Jesus – “Desire”
E outra que não lança álbum há um tempo é a norte-americana Zola Jesus, que vai soltar agora em 2022 o sucessor de Okovi, lá de 2017. “Desire” é um piano (com muito eco) e voz daquelas de emocionar. A música cresce e Zola apresenta de maneira muito crua uma voz imensa – indo do grave até um delicado agudo como se fosse uma brincadeira esse tipo de alcance vocal.

7 – Cancer Bats – “Pyschic Jailbreak”
8 – Monuments – “Lavos”
Tem semanas que a gente posta tão pouca guitarra na playlist, né? E falta sempre um olhar para o mundo do metal. Então, duas dicas para quem curte altos berros e bumbo duplo. A primeira é uma banda canadense que está mais perto do punk e do hardocore, a segunda é uma banda britânica mais perto do progressivo. Se é a sua onda, você vai gostar.

9 – Little Simz – “Woman”
Importante trazer a Litte Simz no Top 10 desta semana não por um lançamento, mas pelo texto que ela soltou recentemente sobre o cancelamento de sua turnê pelos Estados Unidos. Entre os motivos listados por ela está uma questão delicada: grana. Por ser uma artista independente que banca sozinha muitos dos custos das viagens, ela calculou que seria um prejuízo encarar um mês longe de casa – para evitar esse stress mental e financeiro, desistiu da tour. É para a gente refletir sobre o mercado de música que pode ser cruel até para uma artista dona do melhor álbum do ano passado. Algo está muito errado.

10 – Wilco – “Reservations” (Live at the Pageant)
Manja aquelas edições de luxo com 11 vinis, 80 músicas inéditas? O Wilco já chegou na idade de começar a relançar seus principais discos nessas megaedições, e vem aí a versão luxoosa daquele que talvez é o maior álbum da banda, o “Yankee Hotel Foxtrot”. A primeira mostra do material novo que chega nessa coleção é esta pegada ao vivo maravilhosa para a grande “Reservations”.

*****

*****

* A imagem que ilustra a vinheta do nosso ranking internacional é da cantora e flautista americana Lizzo.
** Este ranking é formulado por Lúcio Ribeiro e Vinícius Felix.

>>

POPNOTAS – A nova da Lizzo. O anúncio bizarrinho do novo Kendrick Lamar. Enfim, o show da Rosalía em São Paulo (e tem vídeo novo). Coldplay anuncia mais duas apresentações, com a H.E.R. junto

>>

– O super-rapper americano Kendrick Lamar anunciou novo disco, que vai se chamar, atenção, “Mr. Morale & The Big Steppers” e sai em menos de um mês, dia 13 de maio. Kendrick, não confundir com o cracaço Endrick, do Palmeiras, fez o aviso de seu novo álbum tuitando um link que levava a seu site, o Oklama. O pronunciamento sobre o novo disco estava lá. “Mr. Morale & The Big Steppers” vai ser o primeiro disco de Lamar depois do extrafamosíssimo “Damn.”, de 2017.

Captura de Tela 2022-04-18 às 16.12.52

– O que a gente sabia desde a semana passada saiu em comunicado oficial hoje. A explosiva cantora espanhola Rosalía vai dar uma passadinha por São Paulo em agosto com sua “Motomami World Tour”. A data exata em que ela se apresenta no Tokio Marine Hall, antiga Tom Brasil, é dia 22/8. “Motomami”, o álbum novo cheio de singles bons, o terceiro da artista catalã, saiu há um mês. Os ingressos para esta apresentação única de Rosalía neste ano começam a ser vendidos a partir desta sexta-feira, 22 de abril, às 10h, aqui e na bilheteria do Tokio Marine Hall. Hoje também Rosalía soltou um novo e sempre incrível vídeo, desta vez para a faixa “Motomami”, que dá título ao álbum. Tem apenas 1min, a música e o vídeo, e, beleza, dá conta do recado. Veja isso! Se tem moto desta vez? Quase…

– O grupo pop colorido (!) britânico Coldplay anunciou hoje mais dois shows extras da turnê “Music of the Spheres”, que aterrissa no Brasil em outubro. Uma segunda data no Rio de Janeiro e uma terceira em São Paulo foram confirmadas. Agora o Coldplay toca no dia 11 e 12/10 no estádio Nilton Santos, o Engenhão, e 15, 16 e 18/10 no Allianz Parque, em São Paulo. Tudo isso, e essa é a melhor notícia de todas, tendo a ótima cantora H.E.R. como atração de abertura. H.E.R. é o nome artístico da californiana com traços de sangue filipino Gabriella Wilson, 24 anos, até Oscar já ganhou.

– No meio do fuzuê do Coachella, a cantora e flautista bombator Lizzo (foto na home), rapper também, lançou sua nova música, “About Damn Time”, o single que puxa seu novo álbum, “Special”, a ser lançado no dia 15 de julho. “About Damn Time” saiu com um vídeo divertido, com duas Lizzo aparecendo, uma estressada e outra sexy. A música até parece que tem o Nile Rodgers na guitarra, de tão disco linha Chic que é. “Special”, o disco, é o quarto de Lizzo e vem para suceder o explosivo “Cuz I Love You”, lançado naquele outro mundo, 2019.

>>

Super Bowl: a nova da Lizzo; Doja Cat fazendo Courtney Love; e o megashow no comando do Dr. Dre

>>

* O gigantesco evento esportivo do futebol americano, o Super Bowl, aconteceu ontem em Los Angeles com aquilo de sempre: comerciais novos milionários e o show mais bombástico do planeta, preparado especialmente para a ocasião. Ah, claro, o jogo em si, do final da temporada, vencido pelo time da casa, o Rams, em cima do Cincinnati Bengals.

Da parte que nos toca, a música, aconteceram algumas coisas bem notáveis no intervalo maior e nos menores (dos quartos) da partida. Sem contar o supergrupo rap, formado por Dr. Dre, Kendrick Lamar, Mary J. Blige, Eminem (foto na home), 50 Cent e ele: Snoop Dogg, muitos comerciais de TV/internet foram sonorizados por gente do calibre de André 3000, Megan Thee Stallion, Willie Nelson, para citar alguns.

Mas a gente escolheu estes três momentos:

* A cantora, rapper e, por que não?, flautista Lizzo lançou uma música nova na propaganda do Google Pixel 6, que deixa suas fotos mais bonitas com a nova tecnologia Real Tone, mas no caso deixou a música pop mais bonita com esse trecho da nova “romântica” dela. Depois do enorme álbum “”Cuz I Love You”, de outros tempos, lá de 2019, Lizzo só mostrou sua voz na canção “Rumors”, lançada em agosto de 2021, que nem se sabe vai fazer parte de seu próximo disco ou não. E, agora, seu vozeirão marcante em um minutinho de música nova foi assim:

***

* Num dos intervalos menores do jogo, teve o comercial do Taco Bell que a “nossa” Doja Cat, uma das estrelas do Lollapalooza BR do mês que vem, é a, hum…, estrela também. A peça tem o nome de “The Grande Escape” e a cantora e rapper assume um lado roqueiro pesado para simular a grade “Celebrity Skin”, maravilhosa música da banda Hole, da Courtney Love, dos anos 90. No comercial, podemos dizer que Doja Cat lidera uma pequena revolução em uma escola de palhaços. Com o “Celebrity Skin” ao fundo.

***

* E o grande momento da noite, comandado pelo Dr. Dre, que transportou seu estúdio ao estádio, tudo bancado pela Pepsi e com participações gigantes e hinos gigantes nesta pegada:

0:20 The Next Episode (Dr. Dre ft. Snoop Dogg)
2:03 California Love (Just Dr. Dre)
3:08 In Da Club (50 Cent)
4:37 Family Affair (Mary J. Blige)
5:42 No More Drama (Mary J. Blige)
7:04 m.A.A.d city (Kendrick Lamar)
7:28 Alright (Kendrick Lamar)
9:14 Em’s grand entrance! (Forgot about Dre)
9:31 Lose Yourself (Eminem)
11:23 Dr. Dre Piano solo (Ain’t Mad At Cha- 2Pac)
12:11 Still D.R.E (Dr. Dre ft. Snoop Dogg)

O caminho para ver o vídeo está aqui embaixo:

>>

Top 10 Gringo – Jungle emplaca o topo e não é difícil entender por quê. Killers novo cola na segundona. A “nova” Courtney Barnett completa o pódio, para o nosso gosto…

>>

* Mais uma semana de grandes lançamentos lá fora. E desta vez diversos climas comtemplados. Tem a alegria do Jungle, o épico do Killers e o minimalismo de Courtney Barnett. Mas também tem climas parecidos, no caso do shade da Lizzo, shade da Billie. Ou nas loucuras sonoras de Indigo De Souza, Magdalena Bay e Monaleo. Nessa diversidade a gente segue com a melhor playlist de novidades gringas que se tem notícia. Pelo menos nesta semana :)

jungletopquadrada

1 – Jungle – “Romeo (feat. Bas)”
“Este é um álbum sobre liberdade”, declarou Josh Lloyd-Watson, metade do Jungle ao lado de Tom McFarland. E essa alegria e ar de recuperação está por toda “Romeo”, um dos melhores sons de “Loving in Stereo”, novo álbum da dupla inglesa, lançado na sexta passada. Daquelas músicas que se a letra não estiver falando sobre algo positivo, a gente finge que é, já que ela chama nosso corpo para dançar livremente.

2 – The Killers – “West Hills”
A missão do Killers de se tornar uma megabanda pique U2 teve seus bons e maus momentos. Este novo álbum, “Pressure Machine”, provavelmente entrará para o hall dos acertos. Um disco sobre o interior doz Estados Unidos, afetuoso com o local, mas sem abdicar de uma mínima exposição crítica. Musicalmente tem toque de R.E.M., Bruce Springsteen, U2 na fase apaixonados pela América do Norte. “West Hills” é um caprichado roteiro de filme de alguém que se dá mal e vai preso por porte de muitas drogas. Seu refrão é épico e grandioso. Os mesmos versos são cantados de maneiras diferentes de acordo com o clima da história. Coisa caprichada. Dá para arriscar o grandioso sem ser pretensioso e chato.

3 – Courtney Barnett – “Before You Gotta Go”
Que prazer é escutar a Courtney Barnett explorando outras pegadas para sua música. Menos Kurt Cobain, mais Velvet Underground – um toque que ela já experimentou na bela “Depreston”, mas sofistica aqui em uma engenhosa guitarra que parece simples e repetitiva, mas é tudo o que a canção pede.

4 – Lizzo – “Rumors” (feat. Cardi B)
É um estouro o novo single da Lizzo em parceria com a Cardi B. Não dava para esperar menos, na real. A letra é uma daquelas clássicas respostas aos haters que rolam após um estreia bem-sucedida, sabe? Kurt Cobain, para citar ele de novo, abre “In Utero” com uma dessas. E a música tem uma bateria roqueira escondida que lembra “Smells Like Teen Spirit”, repara.

5 – Billie Eilish – “Oxytocin”
A gente segue elogiando semanalmente o “Happier than Ever” da Billie por aqui. Se o disco fala um tanto sobre a separação dela do ex abusivo, “Oxytocin” faz mais sentido como a música onde a cantora conta a história a partir do ponto de vista dele – daí as menções a sexo serem tão agressivas. É uma interpretação apenas e a letra pode ser lida de outras formas. Em fóruns há longos debates sobre isso. O que você acha?

6 – Magdalena Bay – “Secrets (Your Fire)”
Potente este duo norte-americano formado por Mica Tenenbaum e Matthew Lewin. A dupla faz um pop torto na linha da Charlie XCX, mas não tão exagerado – esse tal hyperpop que força nas texturas e nas referências a si mesmo. Tente escutar este som sem ficar pensando que já escutou antes algo dali.

7 – Monaleo – “Suck It Up”
Rapper texana da melhor qualidade, Monaleo tem um flow original e que sabe passear de maneira amalucada por uma batida completamente alucinada que vai se alterando sem medo por toda a música. É daqueles sons que a gente não sabe onde vai dar. Mas quer ir junto.

8 – Indigo De Souza – “Real Pain”
E, por falar em música piradinha, esta é um outro exemplo. A faixa escolhida dessa bela banda da Carolina do Norte vai se desintegrando lentamente a partir da metade em ruídos e gritos. E volta a ser uma canção convencional após alguns minutos. É uma maluquice deliciosa. Experimente.

9 – Helado Negro – “Gemini and Leo”
Parece que a música do americano-equatoriano Helado Negro é feita para ser acompanhada por drink de verão na mão, num horário cedo de festival, tipo no final de tarde. Pegada latina, funkeada, guitarrinhas espertas. Why not?

10 – Gorillaz – “De Ja Vu”
Essa é só uma das três músicas inéditas que o Gorillaz mostrou recentemente em shows pela Inglaterra. Pequenas amostras de um álbum que Damon Albarn prometeu para logo mais. Sendo que logo mais ele também solta o solo dele, vai entender. Gente produtiva é assim. Não está oficial nos streamings ainda. Tem que ir no Youtube.

*****

*****

* A imagem que ilustra este post é da dupla inglesa Jungle.
* Este ranking é formulado pelo duo Lúcio Ribeiro e Vinícius Felix.

>>