Em lollapalooza brasil 2016:

Albert Hammond Jr. faz show limpo e sem Strokes em Interlagos

>>
lolla_albert

Já se passaram dez anos do primeiro álbum solo de Albert Hammond Jr., o guitarrista estiloso dos Strokes, que fez muita gente pensar na época que o material era apenas um compilado de músicas que não entraram nos álbuns da, então, sua principal banda. Com o passar do tempo, Albert tem provado que sua intenção era mesmo firmar uma carreira solo, o que naturalmente o transformou no integrante mais dedicado da banda nova-iorquina.
Neste meio tempo, o guitarrista lançou três discos cheios e um EP, carregando consigo não apenas fãs dos Strokes – apesar das inúmeras camisas presentes em seu show – mas também uma turma esperta e curiosa pelo seu trabalho.
Em Interlagos, Albert preferiu não tocar canções dos Strokes e focou todo seu repertório em canções de sua fase solo, tipo “Back to the 101”, “Holiday” e “Losing Touch”.
Foi legal e um tanto diferente ver Albert fazendo um show “sóbrio”, correto e tranquilo, que reflete bem a fase que o cantor vive. “Sem drogas, só abraços”, foi a mensagem derradeira do músico.

150316_albert2Foto: I Hate Flash

*****

A OPINIÃO DA GALERA (no Twitter)

@alanakarine Sobre o Lolla ontem: Albert, cê não tarra de aniversário, mas cê tá parabéns hein!!

@MariMoon Uma curiosidade que eu achei aqui na internet sobre o Albert Hammond Jr.: ele já foi campeão de patinação! xD~ #Lolla

@KleberVSMonte Só vi alguns segundos do Albert Hammond Jr. Mas já é melhor que qualquer coisa recente dos Strokes.

@the_strooks Se eu fosse no lolla no show do albert eu so ia pagar 1/5 do preço do ingresso pq so o albert q veio

@fernandesnathan Se colocassem o Brian Molko do Placebo cantando no lugar do Albert Hammond Jr só iriam perceber quando fosse tarde demais..

@pablomiyazawa Albert Hammond Jr é a principal razão pela qual o Strokes ainda merece ser acompanhado. #Lollapalooza2016

@redioheid Ano passado o julian casablancas veio p lolla esse ano veio o albert se organizar direitinho nois trás o the strokes ano q vem

*** Lollapalooza Cobertura Popload: Lúcio Ribeiro, Alisson Guimarães, Ana Carolina Monteiro, Isadora Almeida, Alexandra Gliv Zampieri.

>>

Mumford & Sons faz valer a espera e entrega show que os fãs esperavam no Lolla

>>

lolla_mumford

snoop_curtimos

Fica difícil entender a razão do Mumford and Sons ter demorado tanto para fazer um show por aqui. Passando o olho no público que abarrotou o palco Onix, era fácil perceber que foi uma das atrações que mais gente atraiu para a sua apresentação. A banda inglesa abriu seu set com o pé na porta e entoando logo o hit “Babel”. A galera, principalmente as garotas, entoava quase que aos prantos cada palavra. É legal ver uma banda que sabe explorar sua sonoridade com uma diversidade absurda de instrumentos. E, melhor ainda, mostrando que no palco tudo faz sentido.

O M&S não é daquelas bandas carismáticas que sorriem no show todo ou conversam sempre com o público. Mas o vocalista e li´der da trupe Marcus Mumford bem que se esforçou, tentando retribuir o carinho do público que o ovacionava. Como a melhor forma de retribuição é tocar música boa, os britânicos não deixaram suas canções clássicas de fora, aquelas da época em que a banda era, uhm… mais folk, tipo “Little Lion Man” e “The Cave”.

Mas isso não significa que as novas da fase mais roqueiras também não caíram bem. Nesta vibe, destaque para “Believe” e “The Wolf”. O Mumford and Sons emocionou os fãs, agradou os curiosos e fez todo mundo feliz quando disse que aquele era dos melhores shows da carreira deles, por mais clichê que isso soe. Pra fechar o tão aguardado show com chave de ouro, tiraram da manga a boa “I Will Wait”. Que a próxima visita não demore tanto.

150316_mumford2Foto: I Hate Flash

*****

* A OPINIÃO DA GALERA (no Twitter)

@poodleheart Mmumford and sons não é aquela banda que só bebe em pote de geléia?

@coisapop Mumford and Sons é tipo aquele amigo que tu até acha legal vez ou outra mas vive dando desculpa para não ir pro bar com ele.

@kodalirne Mumford & sons me espanca com o banjo de voces por favor eu nao me importo

@EderAlex Volta pros banjo mumford and sons que a gente até finge que esse último disco nunca aconteceu

@Y0ungF0lks ME FALA QUAL MÚSICA NÃO É BOA #MumfordNoMultishow

@ambaggio Mumford and Sons incendiando um pandeiro no palco

@yadayadayada Já parou pra pensar que Mumford and Sons é o sertanejo universitário dos ingleses???

*** Lollapalooza Cobertura Popload: Lúcio Ribeiro, Alisson Guimarães, Ana Carolina Monteiro, Isadora Almeida, Alexandra Gliv Zampieri.

>>

Of Monsters and Men e o show mais delicinha em Interlagos

>>

A segunda vez da banda indie-folk Of Monsters and Men no Brasil (e no Lollapalooza) deu um certo ar de “banda maior” aos islandeses. Até pelo horário (meio da tarde), eles conseguiram atrair um público considerável ao palco Onix, aquele de visual diferente e que dá uma pitada especial ao clima dos shows por causa do morro onde se concentra boa parte da galera, e que faz remeter a anfiteatros norte-americanos.
Com dois álbuns lançados, o OMAM parecem ter pelo menos no Brasil alcançado o patamar de banda indie “grande”. Entre os “lala”, “hey” e “ooh”, o pessoal balançava o corpo no cinzento e chato clima que tomou conta da região de Interlagos o sábado todo.
Dá para notar que o Of Monsters and Men é uma ótima banda pra festival, principalmente para o período da tarde, quando o pessoal quer “só” assistir um show, sem entrar muito no mérito se é bom ou ruim. Para os fãs, foi uma ótima oportunidade de ver a banda num horário sem muito tumulto e correria.
A melancolia fofa que a banda apresenta em suas canções arrancou mais empenho do público na parte final da apresentação, quando eles mandaram lá pelo fim as ótimas “Six Weeks” e “Little Talks”. Não dá pra saber qual foi o gap em que o OMAM ficou “grande” no Brasil, mas se continuarem com esse jeitinho come quieto, não me espanta em alguns poucos anos eles estarem no palco principal em horário mais privilegiado.

Foto: I Hate Flash


*****

** A OPINIÃO DA GALERA (no Twitter, claro)

@Tonkiel As pessoas chorando no show do Of Monsters and Men eu só consigo imaginar que o pai morreu ao som daquela canção

@larriedirtysoul Acho q todo mundo deveria senti oq eu senti no show d of monsters and men qlqr pessoa sente o seu coracao sendo perdoado durante as musicas

@xstonecold OF MONSTERS AND MEN EU ESCOLHI TE AMAR

@Bernardogs Of Monsters and Men é aquela banda que nunca ouvi falar, mas que, colocando pra tocar, conheço todas as músicas..

@velhaelouca_ Tenho vontade de injetar as musicas do of monsters and men na minha veia

@vitordornelles Meio confuso aqui no show do Of Monsters and Men. Acho que tem uns 20 minutos que eles tão repetindo a mesma música.

@Gergonzalles Of Monsters And Men tocando Little Talks no lollapalooza foi tipo o Iron Maiden tocando Fear Of The Dark no rock in rio 2001 kkkk 😀

*** Lollapalooza Cobertura Popload: Lúcio Ribeiro, Alisson Guimarães, Ana Carolina Monteiro, Isadora Almeida, Alexandra Gliv Zampieri.

Desta vez ela veio e convenceu: o bonito show pop da doce Marina

>>

lolla_marina
snoop_curtimos

O público, bem jovem, se amontoava para finalmente ver Marina, a linda e doce vocalista da banda pop Marina and the Diamonds, em modelito “gostosona”. O que mais chama atenção na cantora britânica é que ela realmente parece conseguir mostrar para seus fãs o quão verdadeira é no palco, algo que às vezes falta em artistas pop, mais ou menos fabricadas.
Dá para “sacar” sentimento quando ela abre a boca pra cantar. Com três looks lindos e brilhantes, a britânica alternou passos largos e contidos pelo palco, sem muita firula. O que ela queria era mesmo cantar, e (perdoe o jargão) encantar seus jovens fãs.
Marina exageradamente agradeceu o público, e explicou que seu show seria dividido em três partes: cada uma dedicada a um álbum da carreira. “Primadonna”, um dos principais hits da cantora, foi “o memento” do show, que se tem uma palavra para defini-lo é: bonito. No fim, todo mundo saiu feliz e perdoando a não-vinda dela no ano passado. Foi melhor. Em 2016, vimos uma Marina & The Diamonds mais, digamos, completa.

140316_marina2Foto: I Hate Flash

*****

** A OPINIÃO DA GALERA (no Twitter, claro)

@TheRealGiovana Show da Marina no Lolla ta atrasado 1 ano e 10min

@napgaiola Marina and the diamonds esquece lolla em churrasco

@Casotavio Ainda não me recuperei do tiro de sábado chamado show da Marina no Lolla

@ahttaga Se o objetivo da Marina era parecer o Ranger rosa no lolla ela conseguiu

@dandsscream uai eu to baixando a discografia da marina e os diamante pq ela me conquistou com o show no lolla????

@GustavoCubas28Eu odeio muito vocês de sp que podem falar tipo “ah fiquei com vontade de ir no show da marina ontem de manhã então fui pro lolla”

@Nicand_Amapola Me siento lesbiana viendo el show de Marina en Lolla Brasil.

*** Lollapalooza Cobertura Popload: Lúcio Ribeiro, Alisson Guimarães, Ana Carolina Monteiro, Isadora Almeida, Alexandra Gliv Zampieri.

>>