Em Lollapalooza:

Popnotas – A volta do Lollapalooza (em Chicago). O disco californiano do Bruce Springsteen. O álbum que não é álbum da Jorja Smith. E a semaninha agitada da Olivia Rodrigo

>>

– Vem aí um novo disco do Bruce Springsteen. Seu anúncio discreto rolou na coletiva após ele receber ontem o prêmio Woody Guthrie, em homenagem ao grande músico de folk e ativista político americano, morto ainda nos anos 60. “A Califórnia foi uma enorme influência em alguns dos meus textos durante os meus anos 90, 2000 e até agora”. Em breve teremos um álbum que será lançado e que se passa neste ambiente. Mais alguma informação? Nada. Mas vale lembrar que na premiação Springsteen deu um pequeno show e tocou quatro músicas: “Tom Joad” e “Plane Wreck at Los Gatos (Deportee)”, de Guthrie, e as suas guthrianas (existe essa palavra?) “Across The Border” e “The Ghost of Tom Joad”.

– Parece que o Lollapalooza, o gringo, da matriz Chicago, deve voltar mesmo. É o que apurou a revista “Variety”, que noticia que talvez o evento retorne mesmo em seus moldes tradicionais ainda este ano, no gigantesco Grant Park, de 29 de julho a 1º de agosto. A prefeitura de Chicago já teria dado a liberação de capacidade quase máxima e o anúncio oficial deve rolar nas próximas semanas. A revista entrou em contato com a organização do evento e por lá ninguém quis falar de maneira oficial, embora uma fonte da empresa já tivesse demonstrado otimismo no mês anterior. Se isso acontecer, a própria “Variety” aponta que o Lolla não será o primeiro grande festival a voltar a acontecer em território norte-americano pós-pandemia. Eventos como o Rolling Loud, com capacidade para 65 mil pessoas, de Miami, dever rolar antes.

– Já está entre nós um novo projeto da cantora britânica Jorja Smith. “Be Right Back”, disquinho de oito faixas, ainda não é seu novo álbum, mas é o primeiro trabalho após o sucesso de sua estreia em estúdio, “Lost & Found”, de 2018, que rendeu a ela um Brit Award e uma indicação ao Grammy. “Se eu precisei fazer essas músicas, então alguém precisa ouvi-las também”, justificou Jorja, ao ressaltar que se trata de um interlúdio até seu segundo disco. Para divulgar o novo trabalho, Jorga se apresenta na livestream do Glastonbury no sábado 22 de maio, e de corpo e alma no All Points East, no dia 27 de agosto, em Londres.

– A sensação Olivia Rodrigo, atriz da versão seriada de “High School Musical” e já um certo fenômeno pop nos EUA, soltou hoje seu terceiro single solo, “Good 4 U”. Será que ele repete o grande feito dos singles anteriores? Ainda que impulsionada pela popularidade da série, Olivia foi a primeira artista a estrear seus dois primeiros singles no Top 10 da Billboard Hot 100 (“Drivers License” e “Deja Vu”, ambos deste ano). A semana esteve agitada para os fãs da Olivia. Ela também soltou o trailer de “SOUR”, que será seu primeiro álbum, com todos os hits até aqui e as inéditas “Brutal”, “Traitor”, “1 Step Foward, 3 Steps Back”, “Enough for You”, “Happier”, “Jealousy, Jealousy”, “Favorite Crime” e “Hope ur Ok”. Além de ter se apresentado no Brit Awards, cantando “Drivers License”. Relembra aí.

>>

Todo estiloso, Josh Homme revive o Them Crooked Vultures em live do Lollapalooza

>>

310720_joshhomme2

Com uma barba estilosa, o muso Josh Homme fez uma performance especial para o Lolla2020, a edição virtual do Lollapalooza por motivos de coronavírus.

Para a grande surpresa dos fãs, Josh tocou uma versão acústica de “Spinning in Daffodils”, do superprojeto Them Crooked Vultures, que ele fez parte ao lado de Dave Grohl e John Paul Jones.

Recentemente, Josh já havia manifestado interesse em se reunir com seus amigos para gravar um novo disco do Them Crooked Vultures. A julgar pela nostalgia na apresentação, essa volta não deve estar tão longe…

>>

Paul velho inteiro, Fontaines DC novo pedaço. Lollapalooza anuncia sua programação virtual de shows de hoje até domingo

>>

* Batizada como Lolla2020, a edição-solução para a internet do gigantesco festival americano baseado em Chicago acontece de hoje a domingo, na página do Youtube do Lollapalooza. E soltou hoje sua programação completa, do evento virtual que vai misturar shows antigos no Lolla e performances novas em lives distanciadas.

Dentre os shows históricos a serem lembrados no streaming do Lolla2020, alguns inteiros, outros apenas algumas músicas, estão os de Paul McCartney (apresentação de 2015), LCD Soundsystem (show de 2016), trecho do Pearl Jam no Brasil de 2018, Lorde um pedacinho da apresentação de 2014), Arcade Fire (show inteiro de 2010), Yeah Yeah Yeahs (20 min do concerto de 2005) e por aí vai.

Nomes como Alison Wonderland, HER, Kali Uchis, Vic Mensa, Kaskade, The Neighborhood e Yungblud estão entre os que vão fazer apresentações ao vivo mesmo. Fontaines DC também, mas mandando só umas três músicas.

O final de semana do Lolla2020 começa logo mais, 19h no horário de Brasília. Confira toda a programação abaixo e bote em cada horário duas horas a mais, para saber quando ver daqui do Brasil:

lollaseg

lolla sexta

lollasabado

lolladomingo

>>

Lolla2020 vai acontecer de quinta a domingo, com Paul McCartney, Cure, Fontaines DC e Lorde. Na internet. Misturando shows antigos e novos

>>

* Estamos falando, veja bem, do festival matriz de Chicago. O megafestival americano Lollapalooza, que tem eventos ramificados pelo na América do Sul e na Europa, anunciou hoje a realização, para ainda esta semana, do Lolla2020.

Da próxima quinta-feira até domingo, o festival de Perry Farrell vai transmitir no Youtube shows clássicos de edições passadas misturados a performances novas. Ainda não foi divulgada a programação ou qual artista ou banda se apresentam em qual formato, mas dentre os nomes envolvidos anunciados estão Paul McCartney, The Cure, Chance The Rapper, OutKast, Arcade Fire, Yeah Yeah Yeahs, Metallica, Lorde, Fontaines DC, Run The Jewels, LCD Soundsystem, Tenacious D, Tove Lo, Ellie Goulding, Princess Nokia, Kehlani, Alabama Shakes e muito mais. Veja o pôster abaixo.

lolla2020

Entre as performances velhas ou novas do fim de semana do Lolla2020, terão falas ou bate-papo de gente como o próprio Farrell e LL Cool J, uma das atrações do festival online, por exemplo.

A programação completa será divulgada nesta quarta agora, 29.

>>

Coronavírus move o Lollapalooza Brasil para 4, 5 e 6 de dezembro. Guns, Strokes e Travis Scott confirmados

>>

Foto: Fabricio Vianna / Popload

Foto: Fabricio Vianna / Popload

Depois de afetar a programação de praticamente todos os eventos com grandes aglomerações públicas no exterior, o coronavírus “derrubou” hoje, de modo oficial agora, o nosso Lollapalooza (o argentino e o chileno já tinham se manifestado).

Foi anunciado que o festival, antes previsto para acontecer no primeiro final de semana de abril no Autódromo de Interlagos, foi adiado para os dias 4, 5 e 6 de dezembro, devido ao surto que está se alastrando cada vez mais mundo afora.

Os headliners Guns N’ Roses, The Strokes e Travis Scott estão confirmados. Agora, a organização do festival trabalha para a atualização total do line-up.

Os ingressos já adquiridos valerão para as novas datas.

Na gringa, nos últimos dias, o South by Southwest foi cancelado, o Coachella foi jogado para outubro, o Ultra Music Festival de Miami só vai rolar em 2021, e diversos artistas e bandas incluindo Pearl Jam, Madonna, Green Day, KISS, Tame Impala e Liam Gallagher tiveram shows adiados/cancelados nas próximas semanas em diferentes partes do mundo. A cidade de Nova York proibiu os shows para platéia acima de 500 pessoas, para dar uma ideia.

Na contramão de tudo, o gigantesco e tradicionalíssimo Glastonbury, que acontece em junho, não só diz manter sua realização (por enquanto) como anunciou um monte de bandas de seu line-up ontem, numa primeira lista. Outras virão até maio, segundo Emily Eavis, organizadora e a “filha do dono”.

Voltando ao Lollapalooza Brasil, as edições chilena e argentina também foram remanejadas para o segundo semestre. A organização do festival brasileiro dará mais detalhes a respeito deste novo rearranjo do evento nos próximos dias.

** Ainda sob o efeito do adiamento do Lolla BR, o show promo do Idles, que aconteceria dia 2 de abril, não mais será realizado na data, uma vez que a banda não vem mais ao Brasil por ora. A ideia será retomada perto das novas datas do Lolla.

>>