Em M.I.A:

A volta explosiva da M.I.A., com um Skrillex junto

>>

150716_mia2

A treteira cantora-electroworld-rapper M.I.A., que a gente adora, soltou o primeiro single de seu próximo disco, que pode ser seu último na carreira.

“Go Off” tem a participação do onipresente Skrillex, que bota suas batidas eletrônicas em cima da voz suingada da cingalesa. A faixa chega acompanhada de um vídeo que mostra exploração de terras feita por mineradoras. O duo de hip hop Blackstar também marca presença na gravação.

“AIM”, o novo disco, tem lançamento previsto para 9 de setembro.

>>

Beyoncé não libera, mas M.I.A. solta remix assim mesmo

140514_mia

A festejada cantora-electroworld-rapper M.I.A., que a gente adora e que também curte uma treta, andou se envolvendo musicalmente com a diva pop Beyoncé, a irmã da Solange, que é cunhada do Jay Z (hehe). M.I.A. fez um remix para a faixa “Flawlees”, que está no álbum mais recente da cantora norte-americana.

Pelo visto, o remix seria oficial, mas a M.I.A. reclamou que o staff de Beyoncé “não respondeu seus contatos”. Daí ela resolveu soltar a faixa sem que os produtores da esposa do Jay Z liberassem porque “com ela (M.I.A.) não tem disso”.

A rapper cingalesa pegou “Flawless” e misturou com “Diva”, outro sucesso antigo de Beyoncé. E ficou tudo uma mistureba-balada-cool-insana que recebeu o nome de “Baddygirl 2 – MIA PARTYSQUAD BEYONCE FLAWLESS REMIX”. Haha.

#TeamMIA

>>

Colbert para a "M.I.A." – "Tenho que dançar sua música e ainda pensar?"

>>

Screen Shot 2013-11-21 at 12.08.37 PM

Screen Shot 2013-11-21 at 12.08.18 PM

* Nossa amiguinha electroworld-rapper M.I.A., autora de um dos grandes álbuns do ano (o poderoso “Matangi”, lançado dias atrás) e que há pouco tempo chacoalhou festinha da moda no Ibirapuera, foi entrevistada ontem pelo grande Stephen Colbert, jornalista-palhação da TV americana. E, você deve concordar comigo, Colbert, que apresenta o imperdível “The Colbert Report”, é o melhor entrevistador dos EUA. Vai direto no que a gente sempre quer saber.

É genial o começo da abordagem em que Colbert diz não entender por que ela faz música política em cima de dance music. “Dance music é para eu me levantar e requebrar. Em sua música eu tenho que dançar e pensar ao mesmo tempo?”

Dentro de um contexto engraçado e “sério”, falando de Sri-Lanka, Estados Unidos, Inglaterra e questões políticas, M.I.A. foi questionada por Colbert sobre o que ela achava dele, Colbert: “Hum. Eu não sei. Nunca assisti a esse programa e…”. A cara que o Colbert fez, sob um barulho de “Oooooooh” vindo da plateia, foi impagável.

O vídeo da entrevista toda e de M.I.A. desempenhando ao vivo a ótima “Y.A.L.A”, acompanhada de sua DJ e de uma dançarina style, está aqui embaixo. A música em si começa lá pelo minuto 4:00. O resto é o papo bacana dela com Colbert. Recomendado.

Tem mais. Exclusivo para a porção virtual do “Colbert Report”, M.I.A. manda “Come Walk with Me”, outra faixa de “Matangi”.

>>

Festa da moda traz M.I.A e 2manydjs para São Paulo. Shows são… amanhã

>>

* Esta cidade anda muito agitada, não é, Maya?

Como diria David Bowie, “F-f-f-f-f-f-fashion”.

Em meio a mais uma edição da semana de moda de São Paulo, a SPFW, que começa nesta segunda-feira, a marca top Chanel promove amanhã em festa fechada uma balada que terá shows exclusivos e one-off de dois importantes nomes da cena pop electroindiehiphop-ish: a cantora brit-singalesa M.I.A. e a dupla extracool de DJs belgas 2manydjs (foto abaixo), formada pelos irmãos David e Stephen Dewaele, a versão pista do grande grupo Soulwax.

A balada está programada para acontecer na Oca, no Ibirapuera, lugar em forma de uma… oca… e que já foi Museu do Folclore. Hoje habita grandes exposições. Posso estar enganado, mas nunca soube de shows dentro da Oca.

Não há sinal de que essas apresentações especiais possam reverberar para algum clube de São Paulo, aberto, com ingresso comprado.

Outra coisa: não há indícios que na festa da Chanel vai acontecer uma apresentação especial do grupo Mitsumichi, o destaque fashion-rap do ano.

Como diria Mauro Borges, “Chanel é soberana, Chanel vai governar”.

>>

O novo single mistureba da M.I.A.

>>

Olha a M.I.A. aí outra vez. A cantora treta-séria cingalesa vai lançar dia 5 de novembro seu esperado e atrasado disco “Matangi”, aquele que era para ter saído no começo do ano passado, mas foi adiado uma porção de vezes porque, literalmente, “não estava pronto”.

A rapper tem tido todo um cuidado para, desta vez, acertar a mão no disco, com o objetivo de tentar apagar a má impressão de “Maya”, lançado em 2010, com recepção fria por parte do público e crítica.

Este quarto disco de estúdio já tem pelo menos três expostos sonoros que podem dar o tom variado do que está por vir. Depois da explosiva “Bring the Noize” e da malemolente “Unbreak My Mixtape”, que tem até sample de “Tender”, do Blur, apareceu mais uma faixa inédita. Trata-se de “Come Walk With Me”, primeiro single oficial do álbum.

Começa calminha, depois vira uma mistureba geral.

MIA – “Come Walk With Me”