Em major lazer:

Miley Cyrus cantando Cranberries e The Cure para salvar os pequenos clubes. Claro que o Dave Grohl tava nessa também

>>

Captura de Tela 2020-10-18 às 11.19.07 PM

* Aconteceu neste final de semana em muitas cidades dos EUA o festival virtual Save Our Stages, evento montado em três dias com a finalidade de socorrer pequenos e importantes clubes de várias partes da América em situação de quase fechar as portas. O #saveourstages utlizou alguns nomes grandes de gente que nem cabe mais nestes clubinhos, mas reconhecem sua importância na sustentação da base de qualquer cena musical.

Entre a movimentação do Save Our Stages Festival tivemos, por exemplo, show de Miley Cyrus no famoso Whisky a Go-Go, casa que fica no coração da Sunset Boulevard, em Los Angeles, e tem capacidade para 500 pessoas. Em sua apresentação, um costume seu dos últimos tempos, Cyrus mandou ver covers legais na linha “Zombie”, do grupo irlandês Cranberries, e “Boys Don’t Cry”, do Cure, entre outras canções. Tem vídeo aí embaixo de tudo isso.

Outro nomão que abraçou a causa dos clubes foi o Foo Fighters, de Dave Grohl, que gravou participação no famoso Troubadour, de ali pertinho do Whisky a Go-Go em LA, e também de lotação máxima de 500 pessoas. Grohl comandou a banda para um show todo ele acústico, que teve seis músicas, entre elas os clássicos “My Hero”, “These Days” e “Times Like These”, estas com títulos próprios para o momento pandemia.

O Save Our Stages Festival está todo ele no Youtube, onde foi transmitido ao vivo desde sexta até ontem à noite. Entre os concertos de destaque, para citar só alguns, teve o da loira Phoebe Bridgers também no Troubadour californiano, teve The Roots se apresentando no Apollo Theater (1500 pessoas), de Nova York; Black Pumas em performance no The Parish (450 pessoas), em Austin; e Major Lazer, fazendo bagunça trap-eletrônica no Gramps (350 pessoas), de Miami.

A gente separou uns vídeos do nobre #saveourstages, para sua apreciação.

>>

Depois de “Lean On”, Diplo e MØ se reúnem em nova música para documentário do Major Lazer

>>

161117_modiplo

Dupla que abalou o pop com o hit (irritante até) “Lean On”, o bamba Diplo e a dinamarquesa MØ voltam a unir forças em ‘Get It Right”, faixa que está na trilha sonora de “Give Me Future”, documentário novo do Major Lazer.

A produção conta todos os bastidores da histórica apresentação do grupo em Cuba, realizada ano passado, e que será lançada nesta sexta-feira, 17 de novembro, na Apple Music.

“Get It Right” tem introdução ao piano, com a cantora dinamarquesa mostrando um vocal quebrado. Depois, fica eletrônico e tem efeitos na voz. Mas é boa, como a maioria das parcerias entre as duas partes.

Abaixo, esse novo single e o trailer do documentário.

>>

Alô, Brasil! Bue Festival, de Buenos Aires, confirma Gorillaz, Arcade Fire, Major Lazer e outras maravilhas

>>

arcade

* Ainda estamos esperando a confirmação dos shows do grupo canadense Arcade Fire (foto) aqui no Brasil, em dezembro (SP é certeza), info adiantada pela Popload no começo da semana. E a banda-desenho inglesa Gorillaz, infelizmente, deve vir para cá só para o Lollapalooza de Interlagos, em 2018, outra notícia que demos.

Mas a confirmação agora há pouco do line-up do BUE FESTIVAL de Buenos Aires, que acontece nos dias 15 e 16 de dezembro no “Anhembi deles”, o Tecnópolis, deixa não só o evento argentino muuuuuuito convidativo para um rolê de fim de semana por lá, como pode desdobrar para cá uns outros showzinhos bacanas.

O grupo-bagunça Major Lazer, do Diplo, o lindo cantor inglês Baxter Dury, os absurdos Parquet Courts em palco mais apropriado, o rapper bamba californiano Vince Staples, entre outros, torna o BUE obrigatório, pela proximidade.

Confira o vídeo de apresentação das atrações do festival argentino. E vamos ficar de olho nessa galera que faz show no Brasil, para ver o que sobra aqui para nós além do Arcade Fire. Conhece alguém?

>>

“Novo Coachella”, de Nova York, teve de SIA a Diplo, mais uma le tigre e um beastie boy

>>

* Nesta era doida de festivais sem fim, principalmente no verão dos países “lá em cima”, que engloba Europa e EUA, aconteceu neste final de semana a primeira edição do Panorama Festival, evento de música e arte talhado pela produtora multimilionária Golden Voice para ser o “Coachella da Costa Leste”. Pois bem.

Screen Shot 2016-07-24 at 23.03.23

O festival, armado na Randall’s Island, uma ilha de rio entre Manhattan e o Queens, que no passado entre outras coisas era utilizada para isolar os doentes de varíola, teve como headliners a banda canadense Arcade Fire e seu show de sempre, para o bem e para o mal, o Kendrick Lamar e o caseiro LCD Soundsystem, que diferentemente do que viu diante de si no festival escocês T in the Park, teve um enorme público para prestigiá-lo. New York I love you and you bring me up, James Murphy deve ter pensado.

Screen Shot 2016-07-24 at 22.58.11

Outras atrações bombator do Panorama, pelo que li/acompanhei, foram a incrível SIA, a farra do Major Lazer do Diplo, o show novo do Blood Orange e o Despacio, a tenda soundsystem bem louca do James Murphy e dos 2ManyDJs, com sete torres de som ao redor da pista, um globo giga ao centro e o foco não no DJ, mas sim na galera. Vocês lembram-se disso no Coachella, né?

Teve Broken Social Scene, The National, Kurt Vile e Sufjan Stevens para os indies das antigas. E Daughter, Anderson.Paak, Julian Ruin (a banda da heroína Kathleen Hanna, ex-Le Tigre e pilar do movimento GLS da música na maior cidade do mundo) e o Front Bottoms para os avant-indies. E vários outros.

Fizemos uma compilação rápida de uns momentos bons deste primeiro Panorama, as it follows.

* Beastie boy original, músico do lendário grupo de hip hop do pedaço, encheu de som de sua ex-banda em DJ set disputadíssimo, no Panorama. Tipo assim:

* Arcade Fire marchando entre o público no final do show, batucando e metalizando David Bowie com a Preservation Hall Jazz Band. Reinterpretaram “Rebel Rebel”, “Suffragette City” e “Heroes” de modo zoneado. Aqui, a parte de “Heroes”.

* A balada do Despacio em 11 minutos.

>>

Um show qualquer do Major Lazer. Em Cuba. E para 400 mil pessoas…

>>

080316_majorlazer1

O incrível Major Lazer, que tem no meio o bamba Diplo, fez um show histórico em Cuba no último fim de semana. Um dos primeiros shows a acontecer na ilha após o acordo diplomático com os Estados Unidos, o combo de música eletrônica arrastou nada menos que 400 mil pessoas em um show gratuito.

A apresentação foi na Tribuna José Martí, em frente à embaixada americana em Havana. Registros do show, que aconteceu no último domingo, começam a pipocar na internet e são nada menos que absurdos.

O Diplo deu até uma zoadinha básica no Mick Jagger, que vai tocar em Cuba no fim deste mês com os Stones.

080316_majorlazerposter