Em México:

México gostoso, parte 1 – Confira shows completos de The Strokes, The Raconteurs e Interpol no festival Corona Capital

>>

Foto: Notimex

Foto: Notimex

A Cidade do México virou uma espécie de reduto indie no último final de semana com a realização de mais uma edição do cada vez mais encorpado Corona Capital, festival promovido por uma famosa marca de cervejas de lá.

E alguns dos shows da programação começaram a pipocar na internet, com registros limpinhos e profissionais. Entre os shows completos que estão ao nosso alcance, estão os de The Strokes (que virão ao Brasil ano que vem), The Raconteurs (que vieram aqui semana passada), e Interpol.

Foi por ocasião deste festival que Julian Casablancas e Jack White se encontraram em um palquinho mexicano dia desses…

Abaixo, as apresentações completas.

THE STROKES

THE RACONTEURS

INTERPOL

>>

Loucura indie: The Raconteurs toca The Strokes no México lindo. COM O JULIAN CASABLANCAS!

>>

Foto: David James Swanson

Foto: David James Swanson /// A foto da capa é de Alan Cortés

Depois do show incrível no Popload Festival, naquela que foi a estreia do Raconteurs em terras brasileiras, a banda norte-americana seguiu para o México, dando continuidade à sua turnê latina.

E eis que, na noite de ontem, o El Plaza Condesa, na Cidade do México, presenciou um grande encontro, de emocionar qualquer indie que se preze.

Já na parte final da apresentação, o Raconteurs chamou ao palco nada menos que Julian Casablancas, vocalista dos Strokes. Juntos, eles emendaram na lata o clássico “The Modern Age”, lançado em 2001 no seminal “Is This It”, o disco de estreia da banda de Nova York.

O resultado fala por si no vídeo abaixo. México lindo.

>>

Roger Waters toca para 200 mil pessoas no México e protesta contra Donald Trump

>>

021016_rogerwaters2

No último sábado, Roger Waters promoveu um show gratuito no Zócalo, a praça da constituição na cidade do México. As estimativas das autoridades locais é de que cerca de 200 mil pessoas acompanharam a apresentação, que durou mais de duas horas. Ele já havia feito dois shows fechados no estádio Foro Sol, semana passada, para 50 mil pessoas em cada.

No set, canções de Waters especialmente da época do Pink Floyd. Mas o que chamou mesmo a atenção foram as inserções de protesto contra Donald Trump, um dos candidatos à presidência dos Estados Unidos.

Segundo relatos de órgãos de imprensa mexicanos, não foi só uma vez que mensagens nas gigantes telas de projeções foram disparadas contra o norte-americano. Em uma delas, apareceu uma frase chamando Trump de “idiota” (foto que fecha o post, de Jair Cabrera). Depois, uma montagem do rosto do magnata em um desenho de um porco.

A apresentação não teve transmissão online, mas foi registrada em uma câmera panorâmica, que mostra não apenas a performance, mas como estava lotada a praça principal da capital mexicana.

Fotos: Jair Cabrera

Fotos: Jair Cabrera

Roger Waters Setlist Zócalo de la Ciudad de México, Mexico City, Mexico 2016, The Best of Pink Floyd

Os sonhos do Low em algum lugar do México

>>

310316_low2

Além das bandas atuais que curtem beber na fonte do rock alternativo dos anos 90, ainda existem as bandas daquela década fazendo um som incrível por aí. É o caso dos norte-americanos do Low.

O veterano grupo de slowcore com um pé no dream pop lançou ano passado o bom disco “Ones And Sixes”. A banda de Minnesota atualmente é um trio, formada pela dupla fundadora e de vocalistas Alan Sparhawk (guitarra) e Mimi Parker (bateria), com o apoio do baixista Steve Garrington. Para a nostalgia ficar ainda mais completa, o Low faz parte do time da Sub Pop.

“Ones And Sixes”, o disco, fez o trio cair na estrada para mostrar seu som minimalista e calculado. Foi assim no festival NRMAL, no início deste mês, em um clube bucólico na corrida Cidade do México. A bíblia indie Pitchfork liberou dois vídeos da apresentação, das faixas “The Innocents”, do álbum mais recente, e “Murderer”, do disco “Drums and Guns”, lançado em 2007.

Coisa fina.

>>

The XX tocando "aqui" no México

>>

Não estou falando nada, só “sugerindo”. Mas a banda inglesa XX, cultuadíssima e que depois de uma hibernada vai soltar um disco novo logo mais, “Coexist”, em setembro, marcou para este exato mês um show “aqui” no México. Não quer dizer muita coisa. Mas às vezes quer dizer muita coisa.

O show do XX no México é no dia 28 de setembro.

>>