Em Miami:

Agora está tudo bem. O incrível Baxter Dury voltou, com “Miami”, sua nova música predileta

>>

Captura de Tela 2017-09-04 às 7.34.34 AM

* Uma das vozes mais legais do indie pop atual, muito por causa do sotaque britânico absurdo, o inglêsíssimo Baxter Dury está de volta com música inédita, “Miami”, que abre caminho para o álbum novo. A canção vai estar em “Prince of Tears”, seu quinto disco, a sair dia 27 de outubro.

De carreira bem errante, Baxter Dury lançou quatro álbum apenas em 15 anos, o último deles em 2014, o incrível “It’s a Pleasure”, disco que o botou de vez na música e em shows etc. Tanto que o disco renderá uma apresentação em dezembro no Bue Festival, de Buenos Aires, aparentemente sem espirrar em solo brasileiro.

Baxter é filho, gosto sempre de lembrar, de uma das mais conhecidas figuras da história punk, o músico e ator Ian Dury, morto em 2010. À custa do pai, já apareceu em capa de disco no punk, quando criança, e foi interpretado em filmes etc.

Seu jeito de cantar, meio cafajeste, meio romanticão, acompanhado sempre de um coro feminino, suas roupas de dândi, tudo lembra uma versão inglesa atualizada e Serge Gainsbourg, mais ou menos.

Olha que maravilha essa “Miami”, o vídeo com fundo preto e branco, a música em si, o pop classudo, o sotaque, as caras de Baxter Dury. Certeza que não vamos à Argentina vê-lo cantar?

>>

Popload em Miami. Apple Music, Parquet Courts, Dirty Projectors e Beyoncé para crianças

>>

* Popload em Miami. Bitch!

top_poploadmiami

* Por uma dessas coincidências do destino, eu acho que já vi ao vivo meus favoritos do Parquet Courts mais do que, sei lá, os paulistanos Aldo The Band e o FingerFingerrr, outro tipo de bandas favoritas que eu tenho. Mas essas duas últimas não são do Brooklyn. E eu não os peguei em performance em Barcelona, Austrália, duas vezes em Chicago, Vancouver (Canadá), Strasbourg (França), como já testemunhei em ação o quarteto americano. Mentirinha: Já vi o Aldo em Barcelona. E devo ver o FingerFingerrr também, neste ano, se nada der errado.

E se nada der errado também estarei nesta noite no Gramps, daqui de Miami, para ver o Parquet Courts, já que a banda me persegue em viagens e eu não sei dizer “não”. E ainda mais hoje, que a atração de abertura vai ser essa menina Mary Lattimore, da Philadelphia. Curto uma harpa indie, haha.

miami2

* Cheguei por aqui ao som da nova música do incrível Dirty Projectors. A banda do distinto David Longstreth vai lançar dia 24 de fevereiro seu sétimo disco de estúdio, que carrega no título o nome do próprio grupo. Desde o ano passado, eles têm divulgado músicas que estarão no projeto, tipo “Keep Your Name” e “Up in Hudson”. Agora tem mais, a de hoje, chamada “Cool Your Heart”, canção que possui todo um staff de peso por trás.

David escreveu a faixa em parceria com a linda Solange Knowles. A gravação de estúdio tem participação de luxo da cantora de R&B Dawn Richard – D∆WN – no backing vocal e ainda produção assinada por Tyondai Braxton, do Battles, e pelo nosso Mauro Refosco, dando um toque de Brasil no novo single, que ganhou até vídeo lindo de morrer, tipo a música.

** Beyoncé para ajudar na formação musical das crianças – Ou quase isso. A estrela dona da porra toda no pop terá um disco relacionado à sua obra lançado, também, dia 24 de fevereiro. Trata-se de “Lullaby Renditions Of Beyoncé”, mais novo projeto do selo Rockabye Baby, que todos os anos solta discos com músicas famosas para crianças. O álbum da Bey para ninar será composto por canções marcantes de sua carreira, tipo “Single Ladies” e “Hold Up”, esta última do discão “Lemonade”, que podem ser ouvidas abaixo.

Lullaby Renditions Of Beyoncé – Tracklist
1. Crazy In Love
2. Hold Up
3. Irreplaceable
4. Single Ladies (Put a Ring On It)
5. Say My Name
6. Love On Top
7. Countdown
8. Run the World (Girls)
9. Naughty Girl
10. Drunk in Love
11. Listen
12. Sorry
13. Halo

miami3

* A Popload está em Miami Beach a convite da Apple Music. O evento começa amanhã e ainda não foi divulgado exatamente do que se trata. Óbvio, falaremos tudo aqui nos próximos dias.

>>

Popload em Nova York

>>

* Don’t sleep till Brooklyn.

* Juro que eu não fugi do Brasil para escapar da festa corinthiana durante esta semaninha “cheia”. Não SÓ por isso, digamos.

* Popload se mandou para os EUA na missão de conferir de perto, sob as águas, a primeira edição do Coachella Cruise, o S.S. Coachella, uma versão do festival do deserto da california desta vez em cima de um navio que dará um rolê musical pelas Bahamas, partindo de Miami. Sobre o cruzeiro do Coachella, que acontece no próximo fim de semana e terá Pulp, Hot Chip, James Murphy, Simian Mobile Disco, Sleigh Bells, Grimes, Rapture, Father John Misty, Black Lips, Warpaint e mais uma galera “on board”, a gente fala mais depois.

É que, antes da zueira marítima, este blogueiro passará um frio louco em semana agitada de Nova York. Nunca vi tanto show junto em um lugar como esses dos próximos dias na mais famosa cidade do planeta. Nem em Londres dos “bons tempos”, acho. Tem pelo menos uns quatro shows imperdíveis por dia na região de Manhattan, Brooklyn e até New Jersey.

A grande turnê comemorativa dos Rolling Stones (Jagger moving like Jagger no Brooklyn, sábado, em foto do “NYTimes”. A legendária banda toca quinta em Newark com Black Keys e Lady Gaga de convidados); o absurdo show do Madison Square Garden em benefício às vítimas do furacão Sandy (Paul McCartney, Bruce Springsteen, os próprios Stones, The Who, Dave Grohl, Eddie Vedder, Jay-Z etc.); a volta do Yo La Tengo; Smashing Pumpkins; The Killers; Of Montreal com o Foxygen abrindo; Andrew Bird; Totally Enormous Distinct Dinosaurs; Paul Banks; James Blake; e, ufa, outro show beneficente provocado pelo Sandy, desta vez indie, que terá Grizzly Bear, Sleigh Bells, Cults e The Antlers.

Tudo isso nas próximas seis noites. New York I love you but you bring me crazy!

Vamos ver o que conseguimos fazer por aqui. Stay tuned!

>>

A volta do Radiohead: as músicas novas, os telões que mudam de lugar e o rabinho de cavalo do Thom Yorke

>>>

O Radiohead começou ontem, em Miami, sua extensa turnê mundial de divulgação do “The King Of Limbs”, que já tem shows marcados para a América do Norte (incluindo o Coachella), Europa e Austrália.

Em um show que durou mais de duas horas, Thom Yorke & Co. apresentaram duas canções inéditas: “Identikit” e “Cut a Hole”. Outro destaque no setlist foi “Meeting In The Aisle”, uma das b-sides preferidas dos fãs, da era “Ok Computer”, que foi executada pela primeira vez ao vivo.

Com um aparato tecnológico de última geração, show incessante de luzes e telões que mudam de lugar, a novidade visual mesmo ficou com Thom, que agora resolveu adotar um… rabo de cavalo.

* Confira o setlist do Radiohead, ontem, em Miami:
Bloom
The Daily Mail
Morning Mr. Magpie
Staircase
The National Anthem
Meeting In the Aisle
Kid A
The Gloaming
Codex
You And Whose Army?
Nude
Identikit
Lotus Flower
There There
Feral
Idioteque
Separator
Airbag
Bodysnatchers
Cut a Hole
Weird Fishes/Arpeggi
Give Up the Ghost
Reckoner
Karma Police