Em mogwai:

Top 10 Gringo: Sleaford Mods, Shame, Julien Baker, Mogwai e uma galera fora do eixo no ranking da semana

>>

* Já estão habituados ao nosso Top 10 Gringo? Acho que vale repetir qual é a nossa missão por aqui. Este ranking segue a filosofia do Top 50 de música brasileira que a gente costuma publicar às quartas-feiras de manhã aqui na Popload. Uma parada muito nossa, mais conceitual e de gosto do que de vendas/audições em streaming.

Então fizemos o Top 10 Gringo. Jogar nosso olhar torto, enviesado e parcial para a nova música internacional, ainda que não do tamanho do nosso ranking da cena. Só ara movimentar nossas terças. E render uma playlist boa.

Nesta semana tentamos ampliar o radar. Temos músicas da Nigéria, Chile, algumas coisas da Inglaterra, Estados Unidos. Tudo muito natural, nada forçado. E tem o “contestado” Sleaford Mods” em primeiro lugar. É o nosso jeitinho.

Escute tudo na nossa playlist e comenta com a gente. Enlouquecemos?

WhatsApp Image 2021-01-18 at 18.32.21

1 – Sleaford Mods – “Nudge It”
A gente já elogiou e conversou bastante sobre o novo álbum do Sleaford Mods por aqui. “Spare Ribs” é um discaço, já anota aí para a lista de melhores de 2021. Entre seus 13 sons, vale destacar a ótima “Nudge It”, uma senhora cutucada em artistas, que de acordo com o Sleaford se apropriam de lutas que não são as suas. E tem a Amy Taylor na parada. Só aí já justifica bem o trono.
2 – Shame – “Water in the Well”
Se tornar adulto tem dessas. Será questão de se acostumar com a nova pegada do Shame? Em “Drunk Tank Pink”, seu segundo álbum, a banda parece optar por um som mais calculado que a energética estreia. Ainda que dê uma leve saudade dos momentos anteriores, a banda anda para frente. Coisa de que tem futuro. Mesmo que o futuro seja agora. Como diriam os avôs do Shame.
3 – Julien Baker – “Hardline”
Não tem como não colocar de novo a Julien por aqui. Ela liderou na semana passada e seu novo single não fica devendo em nada. Mais uma amostra de que seu próximo álbum, “Little Oblivions”, deve alcançar uma maturidade nas letras e explorar um novo som dentro da carreira da cantora/compositora – agora mais envolta da participação de outros instrumentistas.
4 – New Radicals – “You Get What You Give”
Eles vão voltar só para tocar na posse do Biden e as possibilidades dessa música retornar ao radar de todos está em alta. Aproveite ou fuja. Em qualquer um dos dois casos, lembre-se sempre: a gente avisou.
5 – Flo Milli – “Roaring 20s”
A rapper norte-americana Flo Milli chegou aos 21 aninhos e comenta aqui sobre os nossos recentes e amalucados anos 20. Daqueles nomes para ficar de olho. Saque a mixtape que ela soltou ano passado, “Ho, Why Is You Were?”. Bem bom.
6 – Mogwai – “Ritchie Sacramento”
Segundo single do próximo álbum do graaaaaaaaande Mogwai, “As the Love Continues”, mantém a tradição do grupo – erra pouco sempre. Musicão. E só nós achamos ela extremamente radiofônica? Mogwai para tocar no rádio? Que lindo isso.
7 – Kora – “Marte”
Ainda não descobrimos direito quem é a Kora, se é que é uma pessoa real. Aparentemente, sim. Talvez da Espanha? O Instagram dela pouco revela. A certeza é que um som bem bom. Delícia. A descrição do vídeo da música no YouTube também é enigmática: uma letra de música do Paulinho Moska.
8 – Humboldt e Javiera Parra – “Tu Isla”
Esta vem do Chile. Um rock suave do Humboldt com leves toques de Tame Impala e a participação de Javiera Parra, neta de Violeta Parra, talvez o maior nome da música folk latina.
9 – Tems – “Free Mind”
A nigeriana Tems lançou ano passado seu primeiro álbum/EP. De “For Broken Ears” sacamos “Free Mind”. Um R&B nota dez.  
10 – Foo Fighters – “Shame Shame”
Alguém empolgado para mais um álbum do Foo Fighters com a mão pesada do superprodutor pop Greg Kurstin? Hum, não sei. Dos três singles lançados até agora, “Shame Shame” é a mais interessante. Vamos dar esse voto de confiança para o Dave.

***

***

* A imagem que ilustra este post é do duo inglês Sleaford Mods.
** Este ranking é formulado por Lúcio Ribeiro e Vinícius Felix.

>>

Mogwai ressurge com single novo e vídeo para nos conectar com flores de um planeta distante. Ok?

>>

Captura de Tela 2020-10-29 às 1.13.14 PM

* Veterana banda escocesa de alta-cultura indie, 25 anos de estrada e contando, a querida Mogwai anunciou hoje que seu décimo álbum, com o bonito nome de “As The Love Continues”, sai em 19 de fevereiro do ano que vem. Chega em várias cores e formatos, incluindo digital, CD, vinil duplo, uma caixa de edição especial que inclui o CD, LP de vinil duplo colorido, prensagem especial de vinil único com cinco faixas demo do álbum e um álbum de fotos. Belo pacote Mogwai.

Stuart Braithwaite, vocalista e guitarrista da banda post-rock de Glasgow, diz seriamente brincando que espera que essa nova coleção de músicas do Mogwai transporte quem a escuta para um
outro lugar, diferente de onde se está. Famosa viagem sonora. “A menos que você já esteja em um lugar realmente incrível. Mas daí então por que está ouvindo uma música estranha como essa?”

Para dar a largada para a espera de “As The Love Continues”, o grupo revelou o primeiro single do disco, a especial “Dry Fantasy”, uma pequena obra sonora assim explicada pela banda: “É uma faixa celestial centrada em uma repetição de sintetizador em reverb, que atinge um estado de grandeza onírica conforme guitarras e baixo entram e saem da faixa. A trilha é acompanhada por um vídeo que desenha imagens intercaladas de flores desabrochando com as superfícies retorcidas de um planeta distante”.

Não explicaríamos melhor essa “Dry Fantasy”. E nada pode ser mais Mogwai do que isso. Ah, pode sim. Quando a pandemia deixar o Mogwai tocar essa ao vivo.

>>

A avalanche sonora do Mogwai no Popload Gig: fotos, vídeos, entrevista

>>

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.47.10 PM

* Daquelas bandas que não fazem exatamente um “show”, mas sim provocam uma experiência sonora, a banda escocesa Mogwai se apresentou quarta-feira em São Paulo, no Tropical Butantã “vestido de verde” (thanks, Heineken), dentro do segundo de alguns vários Popload Gig deste 2018 de meu Deus.

Mogwai não é brincadeira. Não é um “passatempo musical”. É devoção. Em meia hora conversando com o público, vi gente que veio de Natal, Fortaleza, Rio Grande do Sul, Brasília, grupo de Curitiba que vieram a SP especialmente para o concerto dos britânicos.

Sem querer advogar em causa própria e até mais ou menos desnecessário dizer para quem conhece o Mogwai, a apresentação dos escoceses foi absurdamente linda. Ou, como um amigo usou como expressão definidora e significativa, “de tirar a tampa da cabeça”. Para não ficar na auto-bajulação, a gente bota abaixo trechos de uma entrevista concedida à Popload pelo guitarrista e vocalista do Mogwai, Stuart Braithwaite, minutos antes do show em SP, mais fotos e vídeos da noite. Tudo junto e misturado.

Popload: Um detalhe que é bastante interessante no trabalho de vocês é o quanto vocês são prolíficos. Vocês estão trabalhando o seu disco mais recente (Every Country’s Sun, lançado no ano passado), e já estão com um novo álbum prestes a ser lançado (a trilha sonora do filme KIN). Como vocês lidam com isso? Não é algo muito comum hoje em dia.
Stuart Braithwaite: Não sei, nós não pensamos muito sobre isso. Digo, quando alguém nos pede para participarmos de algum projeto, e esse projeto nos parece divertido ou interessante, nós topamos fazer. Acho que alguns anos atrás nós chegamos à conclusão que se você quiser realmente fazer algo, você sempre acha tempo para fazer. É legal quando isso acontece.

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.53.27 PM

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.52.15 PM

Popload: Do disco mais recente, “Party In The Dark” é uma música bem diferente do estilo de vocês, mais voltada para o indie rock.
Braithwaite: Sim. Não sei, eu gosto de bandas que soam pop às vezes, como Buzzcocks ou The Cure. Foram só músicas que fizemos e acabaram saindo dessa forma.

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.54.17 PM

Popload: Vocês têm ideia do quanto são influentes aqui no Brasil? Existem diversas bandas sonoramente inspiradas no Mogwai.
Braithwaite: Não, eu não sabia. Isso é muito legal. Creio que todo músico gosta de ser influente de alguma forma, é muito bacana saber disso.

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.57.37 PM

Popload: O que vocês andam ouvindo ultimamente? Que tipo de artistas os influenciam?
Braithwaite: Gostei muito do novo álbum do Grouper. E também do último trabalho do Kendrick Lamar. Growing, uma banda americana que acabou de lançar um novo álbum, é brilhante. Também coisas do nosso selo (Rock Action) como Kathryn Joseph e Aidan Moffat & RM Hubbert…

Popload: Como está indo o Rock Action?
Braithwaite: Estamos tendo um ano bastante ocupados, ms bastante contentes com o trabalho.

Popload: Vocês lançaram versões deluxe dos álbuns Mogwai Young Team (1995) e Come On Die Young (1998). Vocês têm planos de lançar versões especiais dos outros álbuns também?
Braithwaite: Sim, estamos trabalhando em uma versão deluxe do Rock Action. Temos bastante material inédito dessa época. Gosto muito da versão deluxe do Come On Die Young e acho que o Rock Action será ainda melhor. Temos várias músicas inéditas que ninguém nunca ouviu. Estamos ansiosos em organizar esse material.

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.59.46 PM

***

** A entrevista foi feita pelos convidados Elson Barbosa e Lucas Lippaus, do selo produtor Sinewave, os maiores entendedores de Mogwai do Brasil.

***

IMG_9744

***

** As fotos deste post são do poploader Fabrício Vianna.

***

** O primeiro vídeo do Mogwai neste post é de produção de Rodolfo Yuzo.

***

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.53.03 PM

Captura de Tela 2018-05-09 às 8.59.30 PM

***

>>

#SPOILERALERT! O que esperar do show do MOGWAI no Popload Gig?

>>

050218_mogwai2

Estamos a menos de uma semana do Popload Gig com Mogwai! Parecia looonge quando anunciamos, mas Super Maio finalmente chegou e na próxima terça-feira, São Paulo recebe um show único da incrível banda escocesa que é referência no post-rock. Para controlar (ou não) a ansiedade, demos uma fuçada nas redes e na Internet em geral para ver o que o grupo anda aprontando por aí e, de quebra, saber o que esperar da apresentação no Tropical Butantã no dia 08 de maio.

* Cuidado, este post contém spoilers! Leia por sua conta e risco. *

UMA BREVE HISTÓRIA

Antes de tudo, uma apresentação (meio que) didática para quem não é um fã-entendido da banda, mas que já se ligou que este é um show que ninguém vai arriscar perder. Afinal, nunca é tarde para virar fã do Mogwai:

MOGWAI NO INSTAGRAM

***
Uma guitarrinha ou duas no rider…
***

Gavin and our guitars

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

***
E uma pequena pedaleira…
***

Back rehearsing

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

***
Uma selfie ainda com o baterista Martin Bulloch, que ficou doente no ano passado e teve que se retirar da turnê. :-(
***

Just arrived in Barcelona

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

***
Uma outra selfie, com um outro Mogwai.
***

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

***
Na sexta-feira, a banda lançou uma música nova! “Donuts” fará parte da trilha sonora do filme KIN.
***

***
Óón. Este #tbt maravilhoso de quando o Mogwai fez sua primeira turnê pelos EUA, abrindo para o Pavement. Babies!
***

***
Além de estar em turnê mundial e na escalação de diversos festivais, incluindo o Primavera em Porto e em Barcelona, o Mogwai foi escolhido a dedo por Robert Smith, do The Cure, para entrar no lineup do festival Meltdown, em junho.
***

***
E esta foto? E este uniforme? O grupo patrocinou um time de futebol de uma escola de educação inclusiva escocesa. Apenas:
***

***
Um bolo estrelado. Será que encomendamos um assim?
***

Cakes courtesy of @firstavenue

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

***
OU ASSIM?
***

Leipzig tonightvwith @sacredpaws and they’ve made us a cake!!

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

***
Esta camiseta! Quem lembra? Quem tem? A foto é da Kim Gordon, vejam bem…
***

📷 @kimletgordon

A post shared by Mogwai (@mogwaiband) on

SETLIST

Pediu spoiler? Então, toma! Estas foram as músicas mais tocadas pelo Mogwai nos últimos shows. Um provável setlist para terça-feira:

New Paths to Helicon, Pt. 1
Friend of the Night
Crossing the Road Material
Rano Pano
Party in the Dark
Killing All the Flies
I’m Jim Morrison, I’m Dead
Don’t Believe the Fife
Every Country’s Sun
Remurdered
Auto Rock
Mogwai Fear Satan
Old Poisons
2 Rights Make 1 Wrong
We’re No Here
Hunted by a freak
Coolverine
Ithica 27ø9
Cody
I Know You Are But What Am I?

AS DEZ MAIS

Estas foram as dez músicas mais tocadas nesta turnê:

PLAYLIST

Mais: uma playlist-esquenta para você chegar ao show preparadíssimo/a! Também colocamos umas preferidas nossas para ver se elas acabam entrando no setlist. Não custa, né?

A BATERISTA

cat myers 3

Como citamos no tópico “Instagram” lá em cima, Martin Bulloch, baterista do Mogwai desde a formação da banda, em 1995, ficou doente em outubro do ano passado e teve que abandonar a turnê. O incidente aconteceu na véspera de uma session para a rádio inglesa BBC. Em seu primeiro dia de férias na Grécia, Cat Myers, baterista do duo escocês Honeyblood, recebeu o convite inesperado para substituir Bulloch às pressas. Voltou ao Reino Unido e teve uma noite (!) para aprender as músicas da banda e entrar ao vivo na rádio na manhã seguinte (foto acima), sem pregar o olho. Myers se destacou tanto que após o pocket-show, continuou em turnê com o grupo. Sua “primeira vez” com o Mogwai está toda registrada abaixo. QUE SESSION! Que estreia, Myers!

MOGWAI AO VIVO

Um show completo da banda em Berlim:

MOGWAI NA POPLOAD RADIO

Há algumas semanas, fizemos um Especial Mogwai na Popload Radio, versão radiofônica deste site que você pode ouvir 24h aqui. No programa POPSCENE, apresentado por Lúcio Ribeiro (cof), recebemos Elson Barbosa e o Lucas Lippaus, responsáveis pelo gigante Sinewave (o nome te lembra alguma coisa?). Um dos selos de música experimental pioneiros no Brasil pré-redes-sociais, hoje a Sinewave é referência no rock, post-rock e na música underground em geral. Além do site, eles mantêm uma comunidade no Facebook bem ativa e cheia de discussões pertinentes sobre o assunto, vai lá! O bate-papo com eles foi bem interessante e você pode ouvir na íntegra a partir do 19:30:

MERCH

Siiim! Não esqueçam de passar pela lojinha: tem camisetas, meias, bonés, vinis… Queremos tudo!

IMG_9360

SERVIÇO

Popload Gig com MOGWAI
Data: 08 de maio (terça-feira)
Local: Tropical Butantã
Endereço: Av. Valdemar Ferreira, 93 – Butantã, São Paulo
Horários: Abertura da casa 19h00 || Início do show 21h00

INGRESSOS AQUI: POPLOAD GIG COM MOGWAI

***
A gente se vê lá, certo? Bom show a todos!
***

>>

Uma breve história sobre o Mogwai, atração do Popload Gig mês que vem. Nesta semana devemos ter virada de lote de ingressos

>>

050218_mogwai2

Estamos oficialmente a menos de um mês de um Popload Gig que já nasceu histórico. Em 8 de maio, o cultuado Mogwai estará no Tropical Butantã, em São Paulo, para mostrar seu novo show que tem rodado o mundo e recebido críticas bastante positivas.

O show é do disco “Every Country’s Sun”, lançado em setembro do ano passado, o primeiro deles desde a saída do John Cummings, nada menos que o de número 9 de estúdio na carreira deles, que tem ainda 13 EPs, 2 álbuns de remixes, 2 álbuns ao vivo e 4 compilações comemorativas. O lance dos escoceses é trabalhar.

A gente vem aqui para informar que nesta semana a venda de ingressos deve virar de lote, porque o primeiro está esgotando. Então, corre lá na Ticketload para aproveitar as derradeiras entradas de 1º lote.

Abaixo, uma breve história do Mogwai.

POPLOAD GIG COM MOGWAI – SERVIÇO
Data: 08 de maio (terça-feira)
Local: Tropical Butantã
Horários: Abertura da casa 19h00 || Início do show 21h00
Vendas online: www.ticketload.com
Ponto de venda: Cine Joia

>>