Em molho negro:

CENA – 13 bandas, três pistas. Festival Fora da Casinha sai do Mancha para a 4ª edição

>>

1 - cenatopo19

image (1)

* Um dos lugares mais importantes para a música nova do Brasil, a Casa do Mancha, um lar literal do indie onde a banda toca no quarto e as pessoas ou vêem da sala ou pela janela do quintal, fecha a porta da garagem e sai para sua versão festival anual, pela quarta vez.

Acontece no dia 6 de outubro agora, em outra casa, a Casa Híbrida (Sumaré), o Fora da Casinha, evento que junta turma boa na linha Molho Negro e Strobo (ambos de Belém), Terno Rei e Garotas Suecas (ambos de SP), Dingo Bells (RS), entre outros. E vai ter como padrinho o veterano músico Maurício Pereira, pai do Tim e do Chico Bernardes.

fora1

BORA PRA CASONA – O Goldenloki (acima), de três guitarras, e a trip japonesa dos paulistanos Ozu (abaixo) são duas das boas novas atrações do Fora da Casinha, festival que acontece agora dia 6/10

fora2

Os ingressos em lote promocional para esse dia-longo de música independente já está à venda online e custa R$ 50 pratas. Os shows começam a partir das 15h.

Mancha Leonel, o proprietário da Casa e do Casinha, acha que nesta edição seu festival muda de patamar. “Neste ano buscamos consolidar a principal característica do Fora da Casinha: apontar a direção que a música independente está percorrendo. Acredito que hoje o festival começa a sair da situação de iniciante e entrar na de intermediário, encontrando sua identidade e com isso, vai traçando seu caminho de maneira mais coesa”, diz.

Confira a escalação completa de bandas e DJs do Fora da Casinha 2018.

Captura de Tela 2018-09-25 às 11.43.46 AM

***

* Na home da Popload, na chamada para este post, foto de Maurício Pereira, o paraninfo do Fora da Casinha, em crédito de Rui Mendes. Aqui no post em si, a imagem do Goldenloki é de Yasmin Kalaf. E a do OZU foi clicada pela Mariana Harder. O cartaz do festival é da Sefora Rios.

>>

Popload Session apresenta… MOLHO NEGRO

Screen Shot 2014-01-08 at 11.46.04 AM

* A primeira Popload Session de 2014 vem de “lá de cima”. Direto de Belém do Pará, a banda Molho Negro, que ousa fazer rock barulhento de garagem no calor da Amazônia e bem no reino do tecnobrega, faz duas performances exclusivas para o blog. O trio paraense (João Lemos, voz e guitarra; Raony Pinheiro, no baixo; e Augusto Oliveira, bateria) executa as músicas “Onde Está o Meu Mojo?”, do disco de estreia, de 2012, e “Negro Gato”, música do Roberto Carlos que não é exatamente música do Roberto Carlos.

Há algum tempo Belém já não é exclusivamente voltada apenas ao brega, tecnobrega e aparelhagens. Uma cena pop que estica-e-puxa estilos e referências torna a cidade e região bem musicalmente variada. Um olhar minimamente atento ao festival-referência Terruá Pará, que acontece tanto lá como cá, evidencia isso. Já a movimentação indie roqueira local, com bandas como Baudelaires e esta Molho Negro mas não só, e festivais como o Se Rasgum, segue parte forte dessa composição sonora que move Belém.

Adepto de um rock robusto que dá para dançar e no fundo tem letra de “sofrimento amoroso”, na linha “Ela prefere ouvir o DJ” e “Se ela não é lésbica, tem namorado”, e dono do pequeno hit indie-paraense localizado e simbólico de toda uma cena, “Aparelhagem de Apartamento”, o Molho Negro prepara seu segundo disco, que chega em algum momento desde primeiro semestre de 2014.

Bem, vamos à session.
Senhoras e senhores. De Belém… Molho Negro.

* A Popload Session é um espaço dentro do blog que traz performances ao vivo de boas bandas indies brasileiras e até gringas. O Teenage Fanclub e os Cribs já fizeram a deles. Entre as nacionais, Aldo, Subburbia, Hatchets, Brollies & Apples, Jair Naves, Tokyo Savannah, Madrid, Apolonio, Me & The Plant, Inky, Wannabe Jalva, Cabana Café, ruído/mm, Single Parents, Pélico e muitos outros também já compareceram com performances. A produção das sessions especiais para a Popload é da própria banda, no ambiente que quiser, gravada como quiser. Só chega coisa incrível. É sempre uma música de trabalho e uma cover “referência” da banda.

>>