Em montage of heck:

Está entre nós: Kurt Cobain, o disco solo e póstumo, inteirinho para ouvir

>>

131115_kurt2

Nem Justin Bieber, muito menos One Direction. O lançamento do dia é “Montage of Heck: The Home Recordings”, o tão falado disco póstumo do perturbado e genial Kurt Cobain.

O material é um compilado de gravações inéditas e pessoais, que vão desde versões demos de músicas do Nirvana a sons aleatórios. A versão deluxe do disco tem 31 faixas e toda a colagem ficou por conta de Brett Morgen, diretor do documentário de mesmo nome que foi exibido em alguns cinemas do mundo no primeiro semestre.

Agora, o álbum está disponível para audição na plataforma de streaming Spotify. Kurt está entre nós, oficialmente.

Montage of Heck: The Home Recordings – Tracklist
01 The Yodel Song
02 Been a Son (Early Demo)
03 What More Can I Say
04 1988 Capitol Lake Jam Commercial
05 The Happy Guitar
06 Montage of Kurt
07 Beans
08 Burn the Rain
09 Clean Up Before She Comes (Early Demo)
10 Reverb Experiment
11 Montage of Kurt II
12 Rehash
13 You Can’t Change Me/Burn My Britches/Something in the Way (Early Demo)
14 Scoff (Early Demo)
15 Aberdeen
16 Bright Smile
17 Underground Celebritism
18 Retreat
19 Desire
20 And I Love Her
21 Sea Monkeys
22 Sappy (Early Demo)
23 Letters to Frances
24 Scream
25 Frances Farmer Will Have Her Revenge on Seattle (Demo)
26 Kurt Ambiance
27 She Only Lies
28 Kurt Audio Collage
29 Poison’s Gone
30 Rhesus Monkey
31 Do Re Mi (Medley)

>>

O baú do Kurt Cobain será revelado nesta sexta-feira 13. Mas já o abrimos

>>

121115_kurt5

Nesta sexta-feira 13 cabalística de novembro, ganha vida “Montage of Heck: The Home Recordings”, espécie de disco póstumo do histórico Kurt Cobain, uma coletânea de sons aleatórios, canções demo e pedaços de músicas inéditas recolhidas pelo diretor do documentário de mesmo nome, Brett Morgen.

A versão enxuta do disco tem 13 faixas. A de luxo, 31. Como estamos falando há algum tempo, é praticamente um álbum solo do Cobain, com coisas ou não coisas do Nirvana, com músicas ou pedaços delas, falas do guitarrista, devaneios ao violão e tudo achado em fitas cassetes no espólio familiar do roqueiro.

Daí que algumas horas antes do lançamento, a versão de luxo da compilação já está entre nós. E a Popload, claro, vai destacar algumas destas gravações.

Abaixo, por exemplo, a baladinha “Retreat”. Na home da Popload, ouça outras faixas em nosso Radar.

>>

Aparece “Been a Son”, a “nova” música do Kurt Cobain, tosca e incompleta. Ou seja: imperdível

>>

Na semana que vem, dia 13, sai em disco mais um material inédito ou mais ou menos inédito do cara que um dia mudou a história da música jovem gritando áspero e fazendo o maior barulho possível a partir de uma guitarra. “Montage of Heck: The Home Recordings” é o álbum a ser lançado e que junta tudo de sonoro que o diretor Brett Morgen encontrou na casa do finado Kurt Cobain, para fazer o incrível documentário sobre o líder do Nirvana, que passou em alguns cinemas e na TV americana no começo deste ano. É praticamente um álbum solo do Cobain, com coisas ou não coisas do Nirvana, a ganhar vida no formato de CD e vinil com 13 músicas, ou na versão de luxo indo para 31 faixas, ou pedaços delas, ou falas do guitarrista, tudo achado em fitas cassetes no espólio familiar do roqueiro.

Uma dessas faixas ou um protótipo delas é “Been a Son”, que emerge agora em áudio, na íntegra em seu formato demo, uma semana antes do lançamento do álbum. Bastante conhecida dos fãs do Nirvana, “Been a Son” sempre foi uma música bastarda do Nirvana, porque nunca entrou em disco oficial algum da banda. Apareceu como lado B de single/EP em 1989, depois entrou no álbum de raridades “Incesticide”, de 1992, e foi incluída em disco-coletânea póstumo, sempre em versões diferentes.

É incrível ver como uma versão demo velha e crua do Kurt Cobain como esta “Been a Son” do k7 soa com mais energia, autenticidade e carregando o “espírito de agora” do que boa parte da produção do rock hoje, mesmo tendo sido feita nos anos 80.

“Been a Son”, a demo, dura pouco mais que um minuto e é gravada ainda com uma explicação de Cobain para o amigo Krist Novoselic de como ele deve tocar o baixo na música.

Abaixo, a versão tosca e rascunhada da trilha sonora do documentário, que sai semana que vem em disco e como filme no DVD. Na sequência, para dar uma outra ideia da música num formato “mais bem acabado” e ao vivo, pode-se ver “Been a Son” tocada em sua versão famosa no marcante show do Reading Festival de 1992, uma das apresentações mais importantes de uma banda de rock nos últimos 25 anos, já explicamos aqui 1 milhão de vezes o porquê. Estou exagerando, Kurt?

kurt-cobain


“She should have died when she was born
She should have worn the crown of thorns
She should have-been a son”

Se a versão aí de cima falhar porque não permitem ao Brasil ouvi-la, tenta aqui.

Se ainda assim tiver embaçado, ouça no Blabbermouth.

E ainda… Nirvana em ação.

>>

Kurt Cobain está entre nós. E cantando Beatles

>>

031114_kurt

Existe certa comoção no ar entre os fãs de Nirvana, graças às reviradas do diretor Brett Morgan no baú de Kurt Cobain, que juntou materiais raros e exclusivos para o documentário “Kurt Cobain: Montage of Heck”.

Como é sabido, a onda de lançamentos não parou na obra visual. Dia 13 de novembro, chega às lojas o disco solo de Kurt Cobain, que terá 31 gravações no total, incluindo canções demo, recortes e devaneios sonoros do ex-líder do Nirvana.

“Montage Of Heck: The Home Recordings” vai ganhar um single em vinil 7″ limitado com as faixas “Sappy” (aqui) e a b-side “And I Love Her”, cover de Cobain para os Beatles. O som vazou em abril passado, mas foi rapidamente retirado do ar. Agora, a releitura de Cobain para os garotos de Liverpool ganhou lançamento oficial.

Montage of Heck: The Home Recordings – tracklist
01. The Yodel Song
02. Been a Son (Early Demo)
03. What More Can I Say
04. 1988 Capitol Lake Jam Commercial
05. The Happy Guitar
06. Montage of Kurt
07. Beans
08. Burn the Rain
09. Clean Up Before She Comes (Early Demo)
10. Reverb Experiment
11. Montage of Kurt II
12. Rehash
13. You Can’t Change Me/Burn My Britches/Something in the Way (Early Demo)
14. Scoff (Early Demo)
15. Aberdeen
16. Bright Smile
17. Underground Celebritism
18. Retreat
19. Desire
20. And I Love Her
21. Sea Monkeys
22. Sappy (Early Demo)
23. Letters to Frances
24. Scream
25. Frances Farmer Will Have Her Revenge on Seattle (Demo)
26. Kurt Ambiance
27. She Only Lies
28. Kurt Audio Collage
29. Poison’s Gone
30. Rhesus Monkey
31. Do Re Mi (Medley)

Lágrimas: saiu o novo single do KURT COBAIN

>>

190315_kurt01

Simples assim. Passados 21 anos da morte de Kurt Cobain, saiu o primeiro single solo do ex-líder do Nirvana, figura das mais geniais, explosivas e surpreendentes da história da música.

Durante a coleta de material para a montagem do documentário “Kurt Cobain: Montage Of Heck”, o diretor Brett Morgan disse ter encontrado um punhado de gravações caseiras e inéditas deixadas por Cobain.

Todo o material vai virar disco, “Montage Of Heck: The Home Recordings”, mas antes sai um single em vinil com as faixas “And I Love Her”, cover dos Beatles, e uma versão prematura e demo de “Sappy” (costumeiramente chamada de “Sad”), que agora foi liberada online, para partir milhões de corações grunges mundo afora.

“Montage Of Heck: The Home Recordings” será lançado numa sexta-feira 13, a de novembro, e terá 13 faixas.

>>