Em nana rizinni:

E a Nana Rizinni dançou…

>>

A ensolarada “nova new wave” brasileira de Nana Rizinni, cantora, compositora, multiinstrumentista e (pelo que dá para ver) superdançarina aparece em vídeo, que acaba de ser lançado. Nana estreia as imagens para a espertíssima “Me Deixa Dançar”, disponível desde hoje no canal da Vevo.

Screen Shot 2014-07-17 at 10.24.12

“Me Deixa Dançar” é música do álbum “La Na Nana”, que La Rizinni lançou neste ano, depois de gravá-lo, apenas, no estúdio do famoso produtor Steve Albini, em Chicago.

O vídeo, feito na “estética” VHS, foi dirigido por Leandro HBL (“Favela on Blast”) e tem participações da Banda Uó toda no papel de jurados, além do dançarino Adriano Cintra (Madrid). A cantora Tiê é assistente de direção.

Veja o vídeo da Nana, como se hoje fosse 1984.

>>

Popload Session apresenta… NANA RIZINNI

>>

* A energética e “unstoppable” cantora, compositora e multiinstrumentista paulistana Nana Rizinni estrela esta session da Popload. Nana, que estudou música em universidade e bateria em Londres, já teve bandas próprias, tocou com um monte de gente e de uns tempos para cá saiu da bateria para voar sozinha com um microfone nas mãos em vez de baquetas. No ano passado, lançou o bem bom disco solo de estreia “I Said”, miscelânea improvável de folk, indie, electronic e MPB que conta com participações especiais do guitarrista Edgar Scandurra, das cantoras Tiê e Karina Buhr e até do jornalista, escritor e figuraça Xico Sá. Nana, uma espécie de Amanda Palmer brasileira, não é fraca.

Para esta Popload Session, Nana Rizinni desempenha ao vivo as músicas “Stop Spending”, faixa de seu disco “I Said”, mais a cover de “Telefone”, grande música new wave dos anos 80, da banda cult indie paulistana Gang 90 e as Absurdettes, que era liderada por Julio Barroso e Taciana Barros.

Senhoras e senhores, com vocês… NANA RIZINNI.

** A Popload Session é um espaço dentro do blog que traz performances ao vivo de boas bandas indies brasileiras e até gringas. O Teenage Fanclub e os Cribs já fizeram a deles. Entre as nacionais, Brollies & Apples, Jair Naves, Tokyo Savannah, Madrid, Apolonio, Me & The Plant, Inky, Wannabe Jalva, Cabana Café, ruído/mm, Single Parents, Pélico e muitos outros também já compareceram com performances. A produção das sessions especiais para a Popload é da própria banda, no ambiente que quiser, gravada como quiser. Só chega coisa incrível. Mais sessions internacionais estão em produção. E sessions de eletrônica também.

>>