Em new long leg:

A nova session do Dry Cleaning, para deixar nosso cotidiano mais excitante

>>

* Sexta-feira foi lançado um dos nossos álbuns prediletos do ano, o da banda inglesa Dry Cleaning, bem presente na Popload nos últimos tempos. “New Long Leg” é o nome do disco de estreia do quarteto de sul de Londres comandado pela voz da “faladora” Florence Shaw, esta moça abaixo.

Captura de Tela 2021-04-05 às 10.55.10 AM

O disco teve resenhas generosas por todos os lugares. Na resenha do disco em vinil exclusivo vendido na lojaça Rough Trade a newsletter deles disse que o álbum de estreia da banda contorna a agressividade dos grupos pós-punk atual e oferece uma sonoridade mais cool, classuda, sem perder a energia que o gênero impôs ao som britânico nos últimos anos.

O tradicional jornal inglês “The Guardian” deu quatro das suas cinco estrelas disponíveis e disse que o lacônico vocal falado de Florence Shaw é o ponto alto de uma talentosa banda que torna nosso cotidiano mais excitante.

O site americano crica Pitchfork deu uma super-honrosa nota 8.6, absurda para os padrões matemáticos deles, principalmente para uma banda inglesa em primeiro álbum. “O excelente disco de estréia da banda inglesa de art-rock é cheio de imagens surreais, obsessões bizarras e memorias afetivas. O efeito acumulativo do que Florence narra nas músicas é uma maravilha inexplicável”, diz o Pitchfork.

A banda, no calor do lançamento de seu disco, gravou entrevista e uma session absurda para a KEXP, uma das nossas rádios indies prediletas, lá de Seatlle, que um dia foi a terra do grunge (salve, Cobain!). O Dry Cleaning já foi “diagnosticado” uma banda de “groove grunge” atualizado, andei lendo por aí.

A gente vai deixar, abaixo, dois vídeos, que a KEXP subiu no sábado. Um de 43 minutos, com a entrevista e a possibilidade de ver os dentinhos tortos da linda Florence Shaw. E outro de 15, só com a performance do grupo gravada especialmente para a emissora americana. Escolha o que ver, ou veja as duas. Mas veja.

O Dry Cleaning tocou quatro do “New Long Leg”: o novo single, “Unsmart Lady”, duas espertíssimas nem tão badaladas (ainda), que são “Leafy” (minha nova predileta) e “Her Hippo”, e a poderosa “Strong Feelings”, uma das músicas do ano.

>>

Dry Cleaning lança música nova absurda e a culpa não é nossa. Disco de estreia sai sexta

>>

* Olha, não somos de perseguir ninguém, não. Perseguir muito, na real. Mas saiu agora uma música nova dessa banda inglesa Dry Cleaning, que a gente não só não para de ouvir como botou uma das canções deles em primeiro lugar HOJE, no nosso ranking.

“Unsmart Lady” é o nome da música, que vai estar no álbum de estreia deles, “New Long Leg”, que sai SEXTA-FEIRA.

Essa nova canção da banda da Florence Shaw e da melhor guitarra da música nova desde que os Fontaines DC surgiram para nós, em 2019 (já falamos isso?), é espetacular.

Ainda estamos com muita dificuldade de acomodar o Dry Cleaning em conceitos: é uma mistura de pós-punk inglês novo com um groove grunge (lemos isso por aí e é quase perfeito) e ainda um spoken-word de uma Jarvis Cocker feminina. Misture tudo e tenha sua nova banda predileta.

Resta dizer, para guardar saliva para sexta-feira, que essa “Unsmart Lady” vem com um vídeo da banda gravado em câmera analógica Hi8, dirigido por Tilly Shiner e tocando ao vivo numa loja de carpete fuleira do sul de Londres. Basta para nós.

>>

Os fortes sentimentos da banda inglesa Dry Cleaning. Duas vezes

>>

* Andamos meio obcecados pela nova banda pós-punk inglesa Dry Cleaning, que lança seu disco de estreia daqui duas semanas, o “New Long Leg”, produzido pelo John Parish, parceiro da PJ Harvey.

É que postamos ontem a cover que o grupo da maravilhosa “faladeira” Florence Shaw fez da Grimes, e deu uns gatilhos aqui. Não da Grimes, veja bem.

“New Long Leg” teve um single estupendo, “Strong Feelings”, que foi lançado mês passado e não demos aqui, então fazemos aqui a correção de rota e publicamos ele duas vezes. Até porque tem a melhor guitarra de uma música britânica desde algumas canções do primeiro disco do Fontaines DC, que nem britânico são, mas beleza. Essa confusão geopolítica não é nossa.

Uma vez sem visuais para distrair da música; a outra na versão vídeo oficial, que é, no mínimo, pitoresco. Ouça/veja as duas seguidas.

****

* Abaixo, o tracklist do “New Long Leg”, que nasce em 2/4.

1. Scratchcard Lanyard
2. Unsmart Lady
3. Strong Feelings
4. Leafy
5. Her Hippo
6. New Long Leg
7. John Wick
8. More Big Birds
9. A.L.C.
10. Every Day Carry

>>

Vai se preparando. O disco de estreia da Dry Cleaning sai em abril. E a banda estreou na TV

>>

* Logo na virada do mês, dia 2/4, está marcado para chegar aos nossos ouvidos o disco “New Long Leg”, o álbum de estreia da banda pós-punk inglesa Dry Cleaning. E o buzz em torno disso está grande.

O pós-punk aí é mais o pós-punk depois do punk-77 do que o pós-punk da leva Brexit, mais atual. Não sei se deu para entender, haha. A sombra das guitarras é mais Joy Division, Magazine do que Idles, Shame, no caso deste quarteto de Londres.

É uma beleza o jeito que a tipona Florence Shaw leva o vocal, superfalado nada cantado. Completam a banda o guitarrista Tom Dowse, o baixista Lewis Maynard e o baterista Nick Buxton.

A banda é novinha. Foi formada no sul de Londres em 2019 e lançou seu primeiro single, “Magic of Meghan”, sendo Meghan ela mesma, a Meghan Markle, americana casada com o príncipe Harry, que virou duchesa e andou dando uma certa entrevista para a Oprah. Na época, Florence Shaw, do Dry Cleaning, escreveu a música bem quando se separou e saiu de casa, no mesmo dia em que o casal real não-real mais tinha anunciado o noivado.

Dois EPs e a promessa de que a banda ia ser o grande nome de 2020 na nova música inglesa depois, veio a pandemia. A banda segurou o gás iniciante, assinou com o grande selo 4AD e lançou o single “Scratchcard Lanyard”, no final do ano, um campeão de execução na BBC 6 Music.

Essa “Scratchcard Lanyard” apareceu no final de semana agora em performance ao vivo para o programa do Jools Holland, em vídeo gravado no Moth, clube da bombada zona leste londrina. No “Later…”, foi a primeira vez na TV do Dry Cleaning, confira abaixo.

Ah, e o álbum de estreia que vai sair já, já, o “New Long Leg”, é produzido pelo grande John Parish, parceirão da PJ Harvey.

Estamos ansiosos por aqui.

>>