Em Nick Cave:

POPNOTAS, 7 de janeiro – Nick Cave “apenas” tem um álbum novo pronto, a volta do Kings of Leon com duas músicas e o papelão do Ariel Pink

>>

– Só o Nick Cave mesmo. Em sua newsletter, ele deixou uma informação quase que escondida em uma resposta a um fã. Ele e os Bad Seeds estão de álbum novo. “Carnage” é o nome do disco e pelo que ele disse já está gravado. E isso é tudo que sabemos. Ah, seu fiel escudeiro Warren Ellis está no rolê também.

– A gente comentou por aqui que o Kings of Leon (foto na chamada da home) estava armando algo dando um gostinho de várias inéditas nas redes sociais. Agora oficializou. “When You See Yourself”, oitavo álbum deles, chega no dia 5 de março. Por conta do anúncio, a banda soltou dois sons na íntegra, hoje: “The Bandit” e “100,000 People”. Está sem tempo? Escuta só a primeira que é a melhorzinha.

– Não é de hoje, Ariel Pink, que tanto já apareceu por aqui com suas boas músicas, é umtrumpista declarado. Além do apoio que dá no Twitter, o músico confirmou que esteve nos protestos que acabaram na invasão ao Capitólio na quarta-feira, 6. Zuado é pouco. Ainda em política, Jello Biafra, deu um esculacho no que sobrou do Dead Kennedys, sua ex-banda. A conta oficial do grupo fez um post elogiando o senador republicano Mitt Romney. “How dumb and clueless can you get??”, escreveu Jello em resposta. Precisa de tradução?

– A premiação BBB Sound of 2021 foi ganha pelo rapper Pa Salieu. Na turma que escolhe o vencedor da premiação, nomes como Billie Eilish e Stormzy, entre centena de profissionais da música. O BBC Sound of tenta sempre adiantar quem vai ser o nome da vez. Alguns vencedores do prêmio mostram que eles geralmente acertam na aposta: Adele, HAIM, Michael Kiwanuka, Ellie, 50 Cent, Corinne Bailey Rae, Keane são alguns dos vencedores anteriores. Vale também buscar os nomes do que quase levaram esse prêmio.

– Martin Gore, do Depeche Mode, vem de EP instrumental no dia 29 de janeiro. Segura o grave do seu fone ou da sua caixinha. Estouro.

Tom Morello, do Rage Against the Machine, e Serj Tankian, do System of a Down, se reuniram para regravar “Natural’s Not in It”, clássico do Gang of Four. O som, disponível no Soundcloud americano (ouça aqui) vai para a coletânea “The Problem of Leisure: A Celebration of Andy Gill and Gang of Four”, que só saí em maio.

– Um dos lançamentos mais bonitos do dia. Uma versão para “Reason to Believe”, uma música dos anos 60, reinterpretada pela incrível multiinstrumentista camaronesa Vagabon e nossa heroína australiana Courtney Barnett.

>>

Emoji de felicidade seguido de emoji de tristeza. Nick Cave lança a inédita “Euthanasia”

>>

Captura de Tela 2020-10-16 às 11.15.54 AM

* O dia está cinzento por aí? Então toma uma música nova do Nick Cave para ajudar no tom. A impressionantemente triste “Euthanasia”, cujo nome não ajuda, porém liiiiiiinda, foi lançada hoje como vídeo, tirada da apresentação sozinha ao piano que o músico australiano fez em julho no enorme e vazio Alexandra Palace, em Londres, que rendeu o streaming “Idiot Prayer”.

No próximo dia 20 de novembro, essa apresentação sai em CD com 22 músicas e vinil.

“Euthanasia”, portanto, é mais inédita em disco do que propriamente nova. A música foi escrita na época em que Nick Cave estava compondo o álbum “Skeleton Tree”, para tocá-la com os Bad Seeds. Apareceu pela primeira vez com Cave a tocando sozinha, no meio do palácio desértico, o que só contribuiu para toda a bela morbidez que a envolve.

A seu critério.

>>

Nick Cave de novo. Agora fazendo cover do T.Rex para o programa do Corden

>>

Captura de Tela 2020-09-10 às 10.45.49 AM

* Lá vem de novo o astro indie australiano Nick Cave. Nesta noite que passou ele foi a atração do programa do apresentador James Corden, na TV americana. Obviamente à distância.

Para o Corden, Cave tocou o clássico “Cosmic Dancer”, do tironossauro rex Marc Bolan. Mais um número de divulgação de Nick Cave que serviu para duas coisas:

(1) o filme de cinema de seu show solitário no Alexandra Palace, em Londres, o “Idiot Prayer – Nick Cave Alone at Alexandra Palace”, que estreia nos cinemas mundiais (seja lá o que isso signifique) no dia 5 de novembro, com um luxuoso disco sendo lançado semanas depois;

(2) o disco especialíssimo “AngelHeaded Hipster: The Songs of Marc Bolan and T. Rex”, recém-lançado em vinil branco e CD, cheio de gente incrível homenageando o lendário Bolan, sua lendária banda e ainda o produtor Hal Willner (Devendra Banhart, Marc Almond, Gavin Friday, Joan Jett, Sean e Julian Lennon, Father John Misty, U2 com Elton John, Lucinda Williams…). O disco de 26 múicas, que tem umas faixas em streaming, foi o último trabalho de Hal Willner, importante produtor musical de discos, shows e autor de sketches para o programa “Saturday Night Live”, que morreu por causa da covid dia destes.

Sempre um prazer, Nick!

>>

Aquilo deu nisso. Nick Cave prepara disco ao vivo e vai ao cinema do streaming solitário no palácio

>>

nick1

* Em junho, o distinto músico australiano Nick Cave se apresentou em Londres, no enorme Alexandra Palace vazio, gravando este concerto e depois, em julho, cobrando o streaming deste espetáculo chamado de “Idiot Prayer: Nick Cave Alone at Alexandra Palace”.

Não sei exatamente se foi o caráter triste-reflexivo gigantesco das músicas de Cave, mas ele ali sozinho ao piano no meio de um salãozão do palácio, foi uma das coisas musicais mais representativas deste 2020 funesto.

Pois as 22 músicas apresentadas, de vários pontos da sua carreira, vão para salas de cinema no mundo todo e ainda virarão lindo disco ao vivo duplo de vinil. Melhor retrato de época. Fora que filme e álbum incluem quatro canções que ficaram fora do streaming original.

“Idiot Prayer: Nick Cave Alone at Alexandra Palace”, o filme, estreia nos cinemas do planeta, para quem puder ir ao cinema na data, no dia 5 de novembro. O disco ao vivo sai depois, dia 20.

“Para esse show, para esse streaming, trabalhamos com a equipe do Alexandra Palace (onde eu tinha tocado e amado), tão logo o lugar teve a abertura permitida para nós. No dia 19 de junho, cercado por oficiais de saúde anticovid com todas as medidas e termômetros, e os operadores de câmeras mascarados, técnicos nervosos e baldes de álcool em gel, criamos algo estranho e muito bonito que diz respeito a estes temos incertos. Mas em nenhum momento nos curvamos a ele. O álbum tirado do filme é uma prece solitária com o Alexandra Palace como souvenir neste estranho e precário momento da história. Espero que você goste”, disse Nick Cave, sobre esses lançamentos.

Veja “Galleon Ship”, deste filme e deste disco que vão vir e que já foi streaming.

>>

E o show espetacular do Nick Cave sozinho no Alexandra Palace, você já viu? Então…

>>

* Corre. Porque já já o link cai…

270720_nickcave2

Na última semana, o gênio Nick Cave transmitiu para o mundo, de graça, um show inédito que ele fez durante a quarentena. A apresentação, só ele e seu piano, foi registrada no Alexandra Palace, em Londres. A casa, que cabe umas 8 mil pessoas, estava completamente vazia.

A Popload conseguiu um credenciamento de imprensa e viu o show, na hora. Mas pela exibição via Los Angeles, que municiava a América Latina com o streaming ao vivo. Um show que é de Londres visto do Brasil comandado pela logística de Los Angeles. São os novos tempos do consumo de shows no mundo.

A apresentação recebeu o título “Idiot Prayer” e não está disponível no canal oficial do astro australiano. Mas a internet está aí para ser bacana às vezes e um fã postou a apresentação de uma hora e meia na íntegra. Se o link vai durar, não sabemos. Por isso é bom conferir logo.

Segundo o próprio Nick, “Idiot Prayer: Nick Cave Alone At Alexandra Palace” foi inspirado em seu projeto “Conversations With…”, um espetáculo intimista no qual o cantor interage bastante com o público, contando bastidores de sua carreira e interpretando suas canções (e também de outros artistas) na base do improviso e através de pedidos.

A apresentação do Alexandra Palace contou com belas versões de canções como Palaces of Montezuma, The Mercy Seat e, claro, Jubilee Street.

SETLIST
0:00 Spinning Song
2:35 Idiot Prayer
5:40 Sad Waters
9:33 Brompton Oratory
12:45 Palaces of Montezuma
16:32 Girl in Amber
21:18 Man in the Moon
24:27 Nobody’s Baby Now
28:32 (Are You) The One That I’ve Been Waiting For?
33:00 Waiting for You
36:10 The Mercy Seat
41:13 Euthanasia
44:11 Jubilee Street
48:56 Far From Me
53:10 He Wants You
56:04 Higgs Boson Blues
1:03:02 Stranger Than Kindness
1:06:31 Into My Arms
1:11:38 The Ship Song
1:14:49 Papa Won’t Leave You, Henry
1:19:22 Black Hair
1:22:30 Galleon Ship

>>