Em nicolas jaar:

Sasha Spielberg, filha do Steven, lança disco de estreia com o nome Buzzy Lee. Veja o ótimo vídeo de “Strange Town”

>>

* Esquece o pai. Olho na filha.

Captura de Tela 2021-02-03 às 2.46.19 PM

Lembrei essa gracinha acima de uma reportagem de um tempinho atrás do jornal americano “New York Times” sobre Sasha Spielberg, filha música dele-mesmo, o cineasta Steven Spielberg. Na verdade o artigo era sobre a dupla Wardell, parceria sonora de Sacha e outro de seus irmãos Spielberg, no caso o Theo.

Sexta-feira passada Sasha lançou, sob o nome Buzzy Lee, seu projeto solo, o álbum de estreia “Spoiled Love”, nove faixas trabalhadas por ela em conjunto com um amiguinho de faculdade, o excelente produtor eletrônico chileno Nicolas Jarr.

O lindo “Spoiled Love” tem um tema na obra toda. O fim complicado de um relacionamento. Está no nome do disco, se você aplicar a “spoiled love” uma tradução algo feia mas bem usual e representativo: “amor cagado”.

Este álbum début de Sasha como Buzzy Lee significa, aos 30 anos de idade, uma maturidade significativa em relação ao que a cantora e compositora (e atriz) de voz etérea fez no duo com seu irmão ou mesmo em seu primeiro registro solo, o EP “Facepaint”, de 2018.

O single do final do ano “What Has A Man Done” já tinha sua graça na desgraça. A voz melancólica de Sasha Spielberg, orquestrada pelo minimalismo produtivo de Jaar, funcionou como uma beleza.

Tudo fica mais bem exposto agora com o novo single do disco, a quase-alegre “Strange Town”. A música é acompanhada de um bacaníssimo vídeo bem-humorado com a bela Sasha se atrapalhando toda ao exatamente fazer o vídeo, como se dissesse: “É sério mesmo que é importante fazer um vídeo, neste estado em que me encontro?”.

O resultado é uma delícia. A música, idem.

>>

Quem vai parar o Nicolas Jaar? Vem aí o terceiro disco do cara no ano, com duração de uma hora e dividido em quatro partes

>>

260520_nicolasjaar2

Não sei se é a mistura Chile com Estados Unidos, mas o músico, produtor e DJ Nicolas Jaar está totalmente no gás neste ano de 2020.

Ele acaba de lançar um par de músicas novas para anunciar que vem aí um novo disco, chamado “Telas”. Isso seria normal, se não fosse o TERCEIRO álbum de Jarr no ano.

Em fevereiro, ele soltou o disco “2017-2019”, com a nomenclatura Against All Logic. No mês seguinte, botou na praça o álbum “Cenizas”. Isso sem falar que ano passado ele produziu o discão “Magdalene”, da FKA twigs.

As novidades sonoras do produtor/músico agora é o single “Telahora”, que foi divulgado junto com uma lado-b, “All One”, apresentadas no fim do post.

“Telas” será lançado dia 17 de julho e terá uma hora de duração, sendo dividido em quatro partes: “Telahora”, “Telencima”, “Telahumo”, and “Telallás”.

>>

Chileno e norte-americano, Nicolas Jaar libera “Cenizas”, seu segundo álbum em 2020

>>

110320_nicolasjaar2

Metade chileno, metade norte-americano, o aclamado DJ, músico e produtor Nicolas Jaar está com disco novo na praça.

“Cenizas” é seu segundo registro só neste ano e foi lançado nas primeiras horas desta sexta-feira.

Seu álbum anterior, “2017-2019”, foi lançado com a nomenclatura Against All Logic, mês passado. O novo projeto possui 13 canções.

Ano passado, Jaar foi um dos produtores de “Magdalene”, elogiado álbum da FKA twigs. Seu novo projeto pode ser conferido abaixo.

>>

No gás, Nicolas Jaar anuncia segundo disco no ano. Agora como “Nicolas Jaar” mesmo

>>

110320_nicolasjaar2

DJ, músico e produtor metade chileno, outra metade americano, Nicolas Jaar anunciou o lançamento de “Cenizas”, seu segundo disco em 2020.

O disco estará nas lojas no dia 27 de março e tem como cartão de visitas o single “Sunder”.

Seu álbum anterior, “2017-2019”, foi lançado sob seu nome artístico Against All Logic, mês passado. O novo projeto possui 13 canções.

Ano passado, Jaar foi um dos produtores de “Magdalene”, elogiado álbum da FKA twigs.

Cenizas – Tracklist
01. Vanish
02. Menysid
03. Cenizas
04. Agosto
05. Gocce
06. Mud
07. Vacíar
08. Sunder
09. Hello, Chain
10. Rubble
11. Garden
12. Xerox
13. Faith Made of Silk

>>

Com ingressos quase esgotados, transmissão ao vivo e “preparado para a chuva”, festival Dekmantel SP começa… hj?

>>

* Todos os olhos e ouvidos desta semana estão no Dekmantel Festival São Paulo 2017 (a não ser que você vai dividir esses órgãos e atenções, porque conseguiu um dos ingressos para o show sexta e sábado das garotas do Warpaint no evento da Heineken no MAC).

O festival, eminentemente eletrônico mas não só, produzido em conjunto pelos festeiros paulistanos da Gop Tun junto com os produtores holandeses do evento original, que pela primeira vez sai de Amsterdã, acontece lindo durante o dia (Jockey Club) e à noite (Fabriqueta) no sábado e domingo agora.

Jeff

Por estes dois dias, o Dekmantel vai juntar nomes absurdos da eletrônica moderna de tempos recentes com alguns mais clássicos. Vai ter o velho Hermeto Pascoal e o novo Bixiga 70. Vai ter Azymuth!!!! Nicolas Jaar e banda, Jeff Mills (foto), Nina Kraviz (foto na hoje), John Talabot, Ben Klock e Palms Trax estão dentro. Os brasileiros e “brasileiros” Carrot Green, Selvagem, L_cio, Tessuto, Marcio Vermelho, Zopelar e os DJs da própria Gop Tun não poderiam faltar.

Mas o evento mais ou menos começa hoje, na real. Nesta noite acontece uma festa do Dekmantel no clube Jerome, em Higienópolis, que marca a chegada da primeira edição do festival holandês ao Brasil.

A Eclectrica Pista Panamericana, festa desta noite, vai reunir os DJs Gui Scott, da Gop Tun, mais um elenco de DJs latinos como Damian Levensohn (Buenos Aires), Daniel Klauser (Santiago) e Mansvr & Leeon (Bogotá).

Para o evento do fim de semana, o grandão, os “weekend tickets” estão esgotados, restando apenas as entradas para cada dia.

* Transmissão ao vivo –
Parte dos shows do Dekmantel São Paulo vão ter exibição direta online, pelo Boiler Room e pelo canal paulistano de rádio e TV online Na Manteiga. A programação do Boiler Room para o primeiro dia inclui as apresentações de Azymuth, Bixiga 70 e Tom Trago. No segundo dia, o domingo, tem a transmissão das performances de Hermeto Pascoal, Palms Trax e Carrot Green, entre outros.

* Chuva – Sobre as tempestades que têm caído na cidade absolutamente todos os dias, o povo do Dekmantel SP diz que “chuva não será um problema” para o festival. Há, segundo eles, um “plano de contingência” para as hecatombes pluviométricas de SP. Cacique Cobra Coral?

>>