Em noel gallagher:

Tempo de relembrar Bowie. Com videos de Noel Gallagher e Duran Duran

>>

* Post obrigatório no começo de todo ano novo, daqui até o fim desta Popload, é o de lembrança do graaaande cantor e compositor inglês David Bowie, que nasceu num dia 8/1 e morreu num 10/1 (este aqui aniversariando hoje). Se vivo, Bowie completaria no final de semana 75 anos.

Bowie nos deixou aos recém-completos 69 anos há exatos seis anos e no sábado à noite foi realizada a live “A Bowie Celebration”, de transmissão mundial, que aconteceu desde Londres e foi organizada outra vez pelo pianista do cantor e amigo pessoal Mike Garson.

Dentro as várias performances em homenagem, temos essa de Noel Gallagher fazendo uma cover de “Valentine’s Day”, música que foi um dos singles a sair de seu penúltimo álbum, “The Next Day”, lançado em 2013. Temos o vídeo, abaixo.

Outra galera que participou com tributos sonoros a um dos mais importantes músicos da história estão bandas como Duran Duran, que também colocamos abaixo, Def Leppard, os atores-cantores Gary Oldman e Evan Rachel Wood e mais.

>>

Noel Gallagher solta demo de música nova e anuncia que o próximo álbum está pronto. Liam zoa

>>

* Feliz 2022. Vamos?

O guitarrista inglês Noel Gallagher, aquele, e seu irmão Liam Gallagher, aquele outro, quebrou a calmaria pop das comemorações de Ano Novo para soltar uma demo nova e dizer que o próximo disco de sua Noel Gallagher’s High Flying Birds está pronto. A música, que ainda vai ter um bom tapa de edição ele disse, se chama “Trying to Find a World That’s Been and Gone”, tem três minutos de duração, e saiu às redes e streamings com um “Part 1″ acoplado a seu título.

O ex-dono do Oasis avisou que tinha terminado o álbum novo perto do Natal primeiro para uma rede de fãs e depois em seu Twitter. Noel não solta um disco novo com a High Flying Birds desde ‘Who Built the Moon”, de 2017. No ano passado, como “novidade”, ele lançou o volume 1 de uma coletânea de sua obra pós-Oasis, que carregou umas inéditas.

Tirando essa demo nova, a “Trying to Find a World That’s Been and Gone: Part 1”, uma baladona igual muitas outras que ele já fez, e que você pode ouvir aqui embaixo, nada mais foi revelado do disco novo de inéditas de Noel Gallagher.

* O tweet de Noel não só apresentava a música nova ainda que na versão não-definitiva mas também desejava aos fãs uma grande noite de virada e desejo de se cruzar por aí no próximo verão, em shows. No que o Liam Gallagher prontamente respondeu, também no Twitter: “Seu cuzão miserável, anima isso aí, seu bilionário”.

Seria sobre a demo nova lentinha ou foi um jeito Liam de desejar Feliz Ano Novo para o irmão?

>>

Paul McCartney vê o filme dos Beatles em Londres. Vídeo traz cenas inéditas e Noel Gallagher

>>

* A espera por “Get Back”, a série de três partes que registra os maravilhosos momentos de gravação dos Beatles para o álbum “Let It Be”, que seria o último suspiro da mais famosa banda de rock de todos os tempos, está tão desesperadora quanto o jogo final da Liber… Isso é uma outra coisa.

O filme de seis horas dos quatro rapazes de Liverpool, dirigido por Peter Jackson, vai passar na plataforma Disney+, nos dias 25, 26 e 27 de novembro, semana que vem.

“Get Back” foi exibido numa sessão especial nesta semana, em Londres. E várias celebridades, óbvio, foram convidadas para esse “screening”, tipo Noel Gallagher, Dhani Harrison (filho de George), Zak Starkey (filho do Ringo) e, óbvio, sir Paul McCartney himself.

Neste vídeo especial da sessão mais que especial tem algumas cenas inéditas do documentário, que serve como um esquenta para a estreia, na semana que vem.

Delícia!

>>

Maybe I just wanna fly. Noel Gallagher fala sobre e mostra o hit “Live Forever”, do documentário do Oasis

>>

* Nos dias 23 e 24 de setembro, você sabe, passa nos cinemas brasileiros “Oasis Knebworth 1996”, documentário que traz em ação a extinta e megafamosa banda de Manchester nos fabulosos shows de 25 anos atrás, que arrastou 280 mil fãs para duas apresentações num parque no vilarejo de Knebworth, no norte da Inglaterra. Os tais shows “bíblicos”, que gerou a maior demanda por ingressos da história da música, quando 2,5 milhões de pessoas, 4% da população britânica à época, se mexeram como dava sem internet para descolar entradas para ver a banda dos Gallagher. Tal e coisa.

“Oasis Knebworth 1996”, dirigido pelo cineasta e documentarista Jake Scott, já tem no Brasil algumas salas esgotadas do circuito Cinemark para a exibição de sexta-feira (24).

Agora há pouco, nesta quinta de manhã, a conta do Oasis no Youtube liberou um trecho de 4:30 minuto do doc, com Noel Gallagher contando sobre um dos hits absurdos do Oasis, o hino “Live Forever”, enquanto rolam imagens da banda tocando a música em um dos shows de Knebworth.

>>

“This is history!” Filme do Oasis passa nos cinemas do Brasil nos dias 23 e 24 de setembro, em horário único. Ingressos já estão a venda (e sendo bem comprados)

>>

Captura de Tela 2021-08-24 às 8.13.50 AM

* Talvez não seja prudente deixar para comprar os ingressos para a exibição de “Oasis Knebworth 1996”, documentário dos famosos “shows bíblicos” que os irmãos Gallagher fizeram há 25 anos e que arrastou 280 mil fãs para duas apresentações num parque no vilarejo de Knebworth, no norte da Inglaterra, e praticamente parou o país.

O filme está programado para passar no Brasil apenas nos dias 23 e 24 de setembro no circuito Cinemark de cinemas e as entradas já estão sendo bem compradas, digamos. No site oficial de “Oasis Knebworth 1996”, você seleciona sua cidade, escolhe a sala e já cai dentro dela, para escolher o assento e adquirir seu ticket.

O horário, para cada um dos dias de exibição, numa quinta e sexta-feira, é único. E alguns dos cinemas selecionados só colocarão o filme do Oasis nas telas na quinta 23. E as compras estão voando.

São Paulo vai mostrar “Oasis Knebworth 1996” em 11 salas. No Rio de Janeiro, são seis. BH exibe em uma sala só. Outras cidades como Brasília, Curitiba, Campinas e Ribeirão Preto, entre outras, também vão poder ver o doc da série de apresentações do Oasis, que fazem parte da turnê do espetacular e milionário álbum “(What’s the Story) Morning Glory?”, lançado no ano anterior.

Não que a gente já não tenha falado aqui umas cem vezes, a famosa sequência dupla de shows em Knebworth provocou a maior demanda por ingressos da história da música. Cerca de 2,5 milhões de pessoas tentaram comprar as entradas, o que na época equivaleu a QUATRO POR CENTRO DA POPULAÇÃO BRITÂNICA tentando ver a banda de Liam e Noel tocar “Wonderwall”. Numa era pré-internet, pensa. Equivale ainda a dizer que, se toda a procura por ingressos fosse atendida, daria para esgotar 20 datas em Knebworth, onde ocorreram as apresentações.

“Oasis Knebworth 1996” é dirigido pelo cineasta e documentarista Jake Scott, ganhador de Grammy até.

E, de novo, se você quiser ver o filme, não bobeia com as entradas, como foi há 25 anos, de certo modo.

>>