Em noel gallagher:

Puxando até “Live Forever”, Noel Gallagher fecha sua turnê mundial em BH com chave de ouro

>>

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

Noel Gallagher encerrou sua passagem pelo Brasil com um grande show em Belo Horizonte, no último sábado. A apresentação foi uma das três no país e a mais completa delas, já que as duas anteriores foram dentro do Summer Break Festival, em Curitiba e São Paulo com o Foster the People, e mais ou menos quatro músicas a menos.

Em BH, Noel fez um show só dele e a apresentação durou quase duas horas. Foi praticamente o mesmo show mostrado em Buenos Aires, no início do mês, com direito a “Live Forever”, atendendo ao pedido dos fãs. “Onde vou vocês pedem essa música. Ou pedem para assiná-la no braço para tatuar”, disse Noel, que, por outro lado, negou “The Masterplan”. “É só ir no Spotify e procurar”.

Em relação aos outros shows no Brasil, Noel teve seu momento voz e violão de quase 10 minutos. Acompanhado do tecladista, ele cantou a intimista “Dead in the Water” e logo emendou em uma versão acústica do hit “Supersonic”, com toda a primeira parte cantada pela galera.

O show foi o último da turnê mundial de Noel, que começou em fevereiro. No início do ano que vem, ele vai dar andamento às gravações de seu quarto disco solo com o produtor irlandês David Holmes, o mesmo que assinou a produção de “Who Built The Moon?”.

Abaixo, alguns registros do show em BH.

>>

Noel Gallagher embala 10 mil pessoas em SP, com show “igual” ao de Curitiba. Última apresentação será em BH, que pode ter ingressos esgotados

>>

Fotos: Fábio Tito / G1

Fotos: Fábio Tito / G1

Noel Gallagher se apresentou sob chuva e na friaca do Anhembi, que recebeu um público de 10 mil pessoas para ver não só o irmão do Liam, mas também o Foster the People, na edição paulistana do Summer Break Festival. Um dia antes, o mesmo evento havia acontecido em Curitiba.

O ex-líder do Oasis tocou as mesmas 18 canções apresentadas na capital paranaense, em show que durou cerca de 90 minutos e que não teve muitas surpresas, com os pontos altos sendo os grandes clássicos do Oasis, tipo “Wonderwall” e “Don’t Look Back in Anger”, cantadas em coro.

091118_noel4

O último show de Noel no país será neste sábado, no KM de Vantagens Hall, em BH, que tem poucos ingressos disponíveis e que só podem ser encontrados nos pontos de venda físicos. Com a apresentação solo, tem tudo para ser o melhor show de Noel no país nesta série, já que a casa de shows é fechada e ninguém vai ligar para a chuva que cai na capital mineira desde anteontem.

Abaixo, alguns registros do show de Gallagher no Anhembi.

>>

Sem “Supersonic”, mas com “Whatever”: Noel Gallagher abre turnê em Curitiba e toca nesta quinta em São Paulo; sábado, em BH

>>

Foto: Sandra / talktonight27

Foto: Sandra / talktonight27

Noel Gallagher fez na noite de ontem, em Curitiba, seu primeiro de três shows no Brasil nesta semana. Com o Foster the People fazendo uma espécie de show de abertura, dentro do Summer Break Festival, o ex-líder do Oasis se apresentou na linda Pedreira Paulo Leminski.

No país para mostrar a turnê do disco “Who Built The Moon?”, Gallagher mesclou canções de sua carreira solo, que já acumula três álbuns, com faixas que fizeram sucesso com o Oasis, tipo “Whatever”, “Little By Little” e “Half The World Away”, além dos hinos “Wonderwall” e “Don’t Look Back In Anger”.

Em relação ao show de domingo passado, na Argentina, que não foi no modo “festival”, Noel cortou três canções, entre elas “Supersonic”, que com ele ganha roupagem acústica.

Foto: Frankin Freitas

Foto: Frankin Freitas

Na noite desta quinta-feira, a dobradinha Noel e Foster the People se repete na edição paulistana do Summer Break, no Anhembi. A tendência é do setlist do britânico ser parecido com o de Curitiba. Para não dizer que será o mesmo.

No sábado, Noel fecha sua passagem pelo país em Belo Horizonte, aí, provavelmente, com um show parecido com o de Buenos Aires, com quase duas horas de duração.

>>

Noel Gallagher eleva loucura dos argentinos e canta até “Live Forever” em Buenos Aires. Irmão do Liam fará três shows no Brasil nesta semana

>>

Foto: Diego Spivacow / AFV

Foto: Diego Spivacow / AFV

O ano está acabando e nem por isso estamos perto do fim dos shows internacionais que ainda temos para conferir. Nesta semana, por exemplo, Noel Gallagher, o Mr. Oasis, visita o Brasil para três shows com a turnê de seu mais recente disco, “Who Built The Moon?”, lançado há mais ou menos um ano.

Noel e seus High Flying Birds já estão na América do Sul desde a semana passada e neste final de semana fez dois shows na Argentina; sábado, em Rosário, ontem em Buenos Aires, no histórico Luna Park, onde até o Oasis no auge tocou.

051118_noel2

O músico britânico fez um show que varreu não apenas sua carreira solo, mas grandes canções da sua antiga e finada banda, passeando por clássicos como “Whatever”, “Supersonic” e “Half The World Away”. Atendendo aos pedidos do público argentino, Noel iniciou os versos de “Live Forever” e deixou a galera cantar a plenos pulmões (ainda em vídeo digno).

Um pouco dessa loucura a gente pode ver abaixo. Noel toca na quarta, dia 7, em Curitiba, na Pedreira. No dia seguinte, no Anhembi, em São Paulo. Ambas as apresentações tem como abertura o Foster the People. No sábado, Noel toca sozinho no KM de Vantagens Hall, em BH, em seu último show por aqui.

>>

Futebol é pop: Noel Gallagher zoa o Manchester United e toca “Don’t Look Back In Anger” em premiação da Fifa

>>

noelfifa

Na premiação da Fifa que elegeu o croata Luka Modric como melhor jogador de futebol do mundo, dando fim a uma hegemonia intercalada por Cristiano Ronaldo e Messi, e que durava uma década, uma das atrações foi… Noel Gallagher.

O ex-líder do Oasis, que vem ao Brasil em novembro para três shows, participou ao lado de Didier Drogba na entrega do prêmio Puskás, o de gol mais bonito do ano, vencido pelo egípcio Salah, do Liverpool.

Antes da entrega, Noel, que é torcedor ferrenho do Manchester City, deu uma zoada no rival United. “É um prazer enorme estar ao lado dos melhores jogadores do mundo. E dos do United”.

Mais tarde, Noel fez uma performance acústica do hit “Don’t Look Back In Anger”.

>>