Em noel gallagher:

Imelda May chama dois amiguinhos para participar de seu novo single: Noel Gallagher e Ronnie Wood

>>

* Quem tem amigo tem tudo. A cantora irlandesa Imelda May, próxima do vizinho Bono e conhecida pela pegada “rockabilly de Dublin” de seu som, lançou hoje um novo single, “Just One Kiss”, que conta com participações nada modestas como a de um tal de Noel Gallagher (ex-Oasis) e a de um tal de Ronnie Wood, (dos Stones). Uma música, duas participações dessas…

O single deve fazer parte do novo álbum da artista, “11 Past the Hour”, sexto álbum dela, que tem data de lançamento prevista para abril deste ano e traz mais colaborações, entre elas, do guitarrista Miles Kane.

Sobre seu “brilho”na canção de Imelda, Noel disse que ele “trouxe uma vibe ótima e que arrasou nos vocais”. Fofo.

Abaixo você confere o vídeo, que mostra Imelda e outros casais naquelas situações em que “um beijo pode mudar tudo”.

>>

POPNOTAS – Weezer e as canções tristes favoritas. Noel furando o olho do Liam. As Palberta. Playboi Carti botando fogo no Jimmy Fallon

>>

Palberta. Já escutou? O trio formado por Nina Ryser, Ani Ivry-Block e Lily Konigsberg ganhou uma matéria simpática no “New York Times” e chamou nossa atenção. Sendo um trio de baixo, guitarra e baterias, as meninas de NYC se revezam nos instrumentos a todo o momento e fazem um som bem interessante. Se as palavras lo-fi, noise e harmonias vocais pop te agradam, só vai. Ah, elas soltaram disco novo agorinha, “Palberta5000”. 16 faixas que correm em 30 e poucos minutos.

– O Liam até pede, tadinho. Mas o Noel, marrentão, nem dá bola. Se o Oasis em si não volta, o Gallagher mais velho avisou em um podcast que vai lançar um disco só com músicas antigas da grande banda do britpop que nunca foram gravadas, ou pelo menos nunca foram mostradas para ninguém. E sem o Liam na história. Essas “canções perdidas” do Oasis estão sendo revisitadas por Noel neste tempo ocioso da pandemia e vão formar um álbum de 14 faixas. Noel vai regravar tudo. E não usar os velhos registros puro e simples. “Algumas dessas músicas são bem old-school. Vou regravá-las agora sem mexer em nada, na mesma vibe.”

– Enquanto a Casa Natura Musical não pode voltar a realizar seus shows, eles preparam uma série de lives de papos bem intimistas entre artistas. A série “Afetos” trará conversas entre Linn da Quebrada e Jup do Bairro (28/1), Mc Tha e Malka Julieta (4/2), Luedji Luna e Conceição Evaristo (11/2) e Zeca Baleiro e Juliana Linhares (18/2) no perfil da casa no Instagram (@casanaturamusical), sempre à partir das 19h.

– Quem não perde um Popnotas sabe que a gente está acompanhando de perto um dos fenômenos do ano: Playboi Carti. Álbum novo elogiado, vendas/streamings bombando. Desta vez ele estrelou o “Tonight Show”, do Jimmy Fallon, o late night mais importante dos EUA (para a música), para uma apresentação de “Slay3r”. Numa apresentação num galpão, com fogo, escada no meio e músicos com máscara. Ornou bem tudo. Inclusive um “Noel Gallagher” sentado ali no cenário, fazendo tipo.

– As canções favoritas do Weezer são as tristes, canta River Cuomo em “My Favorite Songs”, o primeiro single a sair do próximo álbum, “OK Human”, o 14º da banda, que sai semana que vem. “OK Human” é o primeiro dos dois discos que o veterano grupo indie pop de Los Angeles vai lançar neste ano. “Van Weezer”, o 15º, está programado para chegar aos streamings no dia 7 de maio. Parece que a diferença dos dois discos é que “OK Human” teve seus instrumentos de cordas gravados no mítico estúdio de Abbey Road, na Inglaterra. “Para o som soar bem excêntrico”, disse Cuomo em uma live no ano passado. Excentricidade é um dos fortes do Weezer. “My Favorite Songs” vem com um vídeo fofinho, bem Weezer. Envolve celular e basquete.

>>

Atenção: temos uma nova música do… OASIS. E daí???

>>

290420_oasis

Lá se vão mais de 10 anos que o Oasis se separou. Mas parece que foi ontem, graças aos constantes rumores e tretinhas (siiiim) de Liam e Noel Gallagher alimentando (ou não) o retorno do grupo.

Acontece que as movimentações pró-volta sempre partem de Liam, por mais que ele sempre acabe chutando o balde de 50 litros de leite no final das contas. Quando ele parece estar disposto a levantar uma bandeira branca para Noel, vem um insulto.

Na outra ponta, Noel geralmente descarta com veemência o retorno. E atribui a negativa ao comportamento intempestivo do irmão caçula. Sempre.

No entanto, Noel deu um passo agora que nem os fãs mais otimistas imaginavam…

Nas primeiras horas desta quarta-feira, o compositor e ex-líder do Oasis contou em suas redes sociais (e na do Oasis) que andou revirando seus arquivos para “matar o tempo” durante a quarentena, e encontrou uma série de CDs com gravações caseiras, a maioria com material inédito, não catalogados, da época do Oasis.

Entre os registros está uma canção que ficou muito conhecida entre os fãs nos meses finais do Oasis, em 2009, a partir de uma gravação bem precária de uma passagem de som da banda antes de um show em Hong Kong.

A canção pegou de jeito os fãs na época, porque na letra Noel parece se despedir de sua “família”, em um clima bem melancólico.

Noel então resolveu lançar essa música, em sua versão demo, gravada em estúdio, nesta quarta-feira, nas plataformas de streaming. Estará no seu player preferido de forma oficial nas próximas horas.

Mas o que mais intrigou nisso tudo: a faixa será lançada oficialmente como OASIS, não como Noel Gallagher ou Noel Gallagher’s High Flying Birds, motivo suficiente para os fãs pensarem que pode ser um sinal discreto e nas entrelinhas de que o guitarrista pode estar repensando sobre o retorno do Oasis. Ou, pelo menos, fez isso para irritar ainda mais o Liam.

Como nós da Popload somos muito ansiosos, não vamos esperar as plataformas de streaming. Está aí “Don’t Stop…”, a nova música do Oasis, a primeira em 11 anos.

Volta ou não?


>>

Liam garante uma volta beneficente do Oasis. Com ou sem o Noel. Mas, Liam…

>>

55_oasis1

* Liam Gallagher está mesmo disposto a reunir o Oasis, 11 anos após o fim da banda antes de um show em Paris. Aproveitando a onda de comoção e união contra o coronavírus, o cantor inglês quer que ao menos isso sirva para que seu brother Noel reconsidere e participe de um show beneficente.

A intenção do Liam é, depois que tudo isso passar, que o Oasis volte aos palcos para um show que arrecade todos os fundos para o NHS (sistema de saúde pública britânico). O pedido público foi feito semana passada, mas até agora Noel não deu sinal.

Daí o Liam contou que continua firme na ideia. “Quero esclarecer algumas coisas. O show beneficente do Oasis para a NHS, com todo dinheiro levantado indo para a NHS e não para mim, irá acontecer com ou sem Noel Gallagher. Talvez não seja o mesmo, mas acredite em mim, irá explodir a sua mente”.

Dias antes do coronavírus explodir no mundo todo, Liam já vinha falando de uma volta do Oasis e chegou até a dizer que havia uma sondagem de oferta.

“Deixe-me dizer uma coisa: a grana foi oferecida e ele (Noel) sabe disso. Obviamente, ele vai dizer não, porque ele gostaria de ser a pessoa a dar a notícia para as pessoas, porque ele é o maldito oráculo. E, obviamente, sou seu irmão mais novo, que está indo bem e estou aqui para estragar a porra da festa. Aquele escroto não consegue lotar nem o Apollo em Manchester”. A declaração foi para a NME.

“Vai acontecer, acredite em mim – vai acontecer muito em breve, porque ele é ganancioso e adora dinheiro e sabe que isso deve acontecer em breve ou não acontecerá”, continuou.

O fato é que Noel sempre declina quando Liam faz as investidas e diz apenas que seu irmão continua dando essas declarações porque “está promovendo seu último disco”.

Com corona ou não, uma volta do Oasis parece ser apenas fantasia na cabeça do Liam. Parece…

* Abaixo um dos últimos shows do Oasis, lá em 2009.

>>

Comovido com o coronavírus, Liam Gallagher pede trégua a Noel e sugere ao menos um show beneficente do Oasis no futuro

>>

180816_oasis2

A pandemia COVID-19 que afeta grande parte do mundo serviu para Liam Gallagher refletir e levantar uma bandeira branca para seu irmão Noel.

Liam fez uma declaração pública, em tom beirando uma apelação, para que seu brother Noel considere uma proposta de reunir o Oasis para ao menos um show beneficente depois que o coronavírus passar.

O ex-vocalista do Oasis disse que, após essa apresentação, os dois podem retomar suas carreiras solo.

“Ouçam, de verdade, muita gente acha que sou um otário, e eu sou um otário bem bonito, mas uma vez que isso tudo for resolvido nós precisamos reunir o Oasis para um show para caridade. Vamos lá Noel! Depois nós podemos seguir com nossas ótimas carreiras solo. Vamos lá, você sabe”, postou Liam em seu Twitter.

Até a conta oficial da Manchester Arena entrou no meio e se ofereceu para abrigar esse possível show, embora o espaço caiba apenas cerca de 20 mil pessoas.

Liam tem insistido bastante para uma volta do Oasis, que se separou em 2009. Noel, do outro lado, sempre foi irredutível e não dá o mínimo sinal de que isso possa acontecer um dia.

>>