Em npr:

Melhores de 2015 – O Top 50 da NPR

>>

A Popload segue mapeando os melhores discos de 2015 sob o olhar crítico de algumas das publicações mais importantes do mundo.

A mais nova lista vem da importante NPR.org, rede de rádios norte-americanas, canal dos mais respeitados na internet quando o papo é música.

Por tradição, a NPR não faz um ranking que elege tipo o “melhor”, mas lista seus prediletos em ordem alfabética. A seleção é bem eclética e tem até a Carly Rae Jepsen. Do nosso mundinho indie, nomes importantes como Alabama Shakes, Courtney Barnett, Jamie xx, Four Tet e Vince Staples estão representando. Confira abaixo a lista completa.

NPR’s Top 50 Albums of 2015


Africa Express Presents – Terry Riley’s In C Mali
Alabama Shakes – Sound & Color
Anthony de Mare – Liaisons — Re-imagining Sondheim From The Piano
Ashley Monroe – The Blade
Beauty Pill – Describes Things As They Are
Bomba Estereo – Amanecer
Boston Modern Orchestra – Play (Andrew Norman)
Brandi Carlile – The Firewatcher’s Daughter
Carla Morrison – Amor Suprema
Carly Rae Jepsen – E•MO•TION
Cecile McLorion Salvant – For One To Love
Chris Stapleton – Traveller
Christian Scott aTunde Adjuah – Stretch Music
Colleen – Captain of None
Courtney Barnett – Sometimes I Sit And Think, And Sometimes I Just Sit
Dayme Arocena – Nueva Era
Dead To A Dying World – Litany
DJ Sotofett – Drippin’ For A Tripp
Earl Sweatshirt – I Don’t Like Shit, I Don’t Go Outside
Floating Points – Elaenia
Florence + the Machine – How Big, How Blue, How Beautiful
Four Tet – Morning/Evening
Future – DS2
The Game – The Documentary 2
Girlpool – Before The World Was Big
Ibeyi – Ibeyi
ICE – In the Light of Air (Anna Thorvaldsdottir)
The Internet – Ego Death
Jamie xx – In Colour
Jason Isbell – Something More Than Free
Jazmine Sullivan – Reality Show
Joan Shelley – Over and Even
Joanna Newsom – Divers
Kacey Musgraves – Pageant Material
Kamasi Washington – The Epic
Kendrick Lamar – To Pimp A Butterfly
Low – Ones and Sixes
Mbongwana Star – From Kinshasa
Original Broadway Cast Recording – Hamilton
Patty Griffin – Servant of Love
Rhiannon Giddens – Tomorrow Is My Turn
Sam Lee & Friends – Fade In Time
San Francisco Symphony – Absolute Jest (John Adams)
Sufjan Stevens – Carrie & Lowell
Torres – Sprinter
Ty Dolla $ign – Free TC
Vijay Iyer Trio – Break Stuff
Vince Staples – Summertime ’06
Worriers – Imaginary Life
Xaos – Xaos

>>

Death Cab For Cutie em session intimista. Intimista m-e-s-m-o!

>>

070415_dcfc1

Em temporada de divulgação de seu mais recente disco, “Kintsugi”, a banda Death Cab For Cutie gravou uma session para a rede de rádios americanas NPR, em seu famoso Tiny Desk Concert, talvez o espaço mais intimista para sessions no mundo.

O agora trio formado por Ben Gibbard, Nick Harmer e Zac Rae tocou quatro canções: “Black Sun,” “No Room In Frame,” “Your Heart Is An Empty Room” e “Passenger Seat”.

A apresentação de partir o coração pode ser conferida abaixo.

Dez minutos com a incrível Zola Jesus (e um trombone)

>>

040315_zola3

A bela Zola Jesus, além de ser conhecida por ser de Phoenix, de descendência russa, e já ter lançado cinco álbuns com apenas 25 anos de idade, também é super adorada pela sua voz diferente e linda.

Em uma recente session intimista para o site da rede de rádios americanas NPR.org, Zola cantou três canções acompanhada por Daniel Walter Eaton ao trombone.

Na session “Tiny Desk Concert”, ela cantou as faixas “Ego”, “Hunger” e “Nail”. Cabe dizer que podemos ver a Zola por aqui novamente num destes dias de 2015.

>>

Melhores discos de 2014 – o Top 50 da NPR (em ordem alfabética)

>>

A Popload continua na função mostrando os melhores álbuns lançados em 2014 de acordo com as listas de algumas das mais relevantes publicações musicais e de cultura pop espalhadas pelo mundo, seja em versão web ou impressa. A mais importante das listas, a da Popload, será conhecida em breve.

A rede de rádios americana NPR, talvez o canal mais importante quando o assunto é lançamento de discos, fez seu Top 50, mas fugiu um pouco da polêmica ao publicar sua lista em ordem alfabética e incluir o álbum “Leos Janacek, Glagolitic Mass”, da Prague Radio Symphony Orchestra/Prague Philharmonic Choir.

Confira, abaixo.

Alt-J – This Is All Yours
Ana Tijoux – Vengo
Angaleena Presley – American Middle Class
Angel Olsen – Burn Your Fire For No Witness
Aphex Twin – Syro
Augustin Hadelich – Ades/Sibelius: Violin Concertos
Brian Blade & The Fellowship Band – Landmarks
Brownout – Brownout Presents Brown Sabbath
Ceci Bastida – En La Edad De La Violencia
FKA twigs – LP1
Fred Hersch Trio – Floating
Freddie Gibbs & Madlib – Piñata
The Gloaming – The Gloaming
Grouper – Ruins
Hurray for the Riff Raff
Isaiah Rashad – Cilvia Demo
Jeff Ballard Trio – Time’s Tales
Jenny Lewis – The Voyager
Jorge Drexler – Bailar En La Cueva
Joyce Didonato – Stella di Napoli
Kassem Mosse – Workshop 19
Leon Fleisher – All The Things You Are
Los Lobos – Si Se Puede: Los Lobo And Friends
Luluc – Passerby
Marc Ribot Trio – Live At The Village Vanguard
Martha – Courting Strong
Mary J. Blige – The London Sessions
Miranda Lambert – Platinum
Moodyman – Moodyman
Noura Mint Seymali – Tzenni
Pallbearer – Foundations of Burden
Perfume Genius – Too Bright
Popcaan – Where We Come From
Prague Radio Symphony Orchestra/Prague Philharmonic Choir – Leos Janacek, Glagolitic Mass
Robert Ellis – The Lights From The Chemical Plant
Robert Plant – lullaby and… The Ceaseless Roar
Run the Jewels – RTJ2
Seattle Symphony – John Luther Adams, Become Ocean
Seun Kuti & Egypt 80 – A Long Way To The Beginning
Spoon – They Want My Soul
St. Vincent – St. Vincent
Stromae – Racine Caree
Sturgill Simpson – Metamodern Sounds In Country Music
Sylvan Esso – Sylvan Esso
T.I. – Paperwork
Taylor Swift – 1989
Teyana Taylor – VII
Ty Dolla $ign – SIgn Language
The War on Drugs – Lost In The Dream
YG – My Krazy Life

Pergunta: você está aguentando esperar o novo álbum do Alt-J?

>>

* Há uma história rolando que diz que as águas de março trarão a banda indie britânica Alt-J para um festival em São Paulo. O mesmo festival que está deixando escapar seu headliner principal, o bamba Justin Timberlake, que quer vir, mas não mais no começo do ano. Vejamos o que acontece.

Já sobre o Alt-J, este que viria para o Brasil, se vier mesmo, talvez seja um Alt-J bem maior do que o é hoje. Incrível o gigantismo que a banda está experimentando à medida que chega o dia de ser lançado seu segundo disco, “This Is All”, que será entregue às lojas da Inglaterra e do mundo virtual agora no final de setembro.

Do primeiro disco, “An Awesome”, lançado em 2012, para “This Is All Yours”, que sai na Inglaterra no final de setembro, a impressão que se configura é a de que o Alt-J vai sair do status de “boa banda indie inglesa” para, sei lá, um Arctic Monkeys.

Screen Shot 2014-09-04 at 14.52.27

Em dois certos dias das últimas semanas, rolou um boato no Twitter de que o álbum tinha vazado. Foi uma correria para lá e para cá. Não era. Ainda.

O Alt-J está fazendo tudo direitinho. Um single novo incrível um atrás do outro, um vídeo absurdo um atrás do outro. Já lançaram três oficialmente, todas muito acima da média do mercado: “Hunger of the Pine”, “Left Hand Free” e “Every Other Freckle”. Tem algumas outras do disco novo que estão pintando, ao vídeo.

Mas, desta última oficial, “Every Other Freckle”, revelaram o vídeo oficial hoje, coisa linda de onde tirei essa imagem acima. Uma vesão feminina do vídeo. Este vídeo f*da aqui:

Também hoje apareceram para mim uns vídeos de uma apresentação do Alt-J em Nova York, de anteontem, terça-feira. Foi no Poisson Rouge, em série especial para a NPR, a representante de rádios cool dos EUA. Tem novas, tem as “velhas”. Com limite para a câmera, som meio embaçado. Tudo incrível.

Uma vez, naquele festival Sasquatch, perto de Seattle, fui ver um pouquinho o Alt-J de passagem, pronto para ir a um outro concerto que eu realmente queria ver, outra banda (não lembro quem, depois eu pesquiso!). Mas os “dez minutinhos” que eu ia ver deles se transformaram no show inteiro. Não consegui largar os Alt-J.

Enfim, eis algums vídeos do Alt-J ao vivo de terça-feira, em Nova York, no evento da NPR, o Listen Live, quase um introdutório de bandas boas para tocar nas suas rádios em todo os EUA.

** O Alt-J é de Leeds, acho importante frisar isso.

** “This Is All Yours”, o segundo álbum, será lançado no UK em 22 de setembro. Está quase na hora de vazar. Me avise, hein?

>>