Em oasis:

Sem poder acontecer real, Glastonbury virtual remonta o passado de quinta a segunda para comemorar seus 50 anos

>>

* Glastonbury x Coronavírus. Previsto para acontecer nesta semana entre os dias 24 a 28 de junho, mas cancelado pela pandemia, o gigantesco festival inglês anunciou um “line up virtual” para comemorar seu 50º aniversário. Se 205 mil pessoas compareceriam in loco para ver essa especialíssima edição cinquentenária do festival, a ideia agora é milhões de longe relembrando os grandes momentos do evento nesses anos todos.

Bom, talvez recriar a “experiência glasto” em casa não seja tão fácil. Sem aquele monte de barro, litros de cerveja quente, o (des)conforto dos banheiros químicos, a aglomeração de gente “alterada” (inclusive saudade do galerão)… Massss, sem outro jeito, dá para você recordar alguns dos shows icônicos do maior festival do mundo ao longo destes 50 anos.

A edição que agora em 2020 traria como headliners sir Paul McCartney, Kendrick Lamar e Taylor Swift, além de mais de outros MIL (!!!) shows na programação, resolveu proporcionar a seus fãs parte da experiência através de playlists (divididas por palcos), galeria de fotos, eventos, palestras e até uma exposição online com curadoria do ótimo museu britânico Victoria & Albert (V&A, de Londres). Tudo isso é o chamado Glastonbury Experience.

Na TV, a BBC, que transmite o Glasto desde 1997, também terá parte da sua programação dedicada ao festival a partir de quinta feira, só com pesos pesados e seus shows clássicos: Nick Cave & The Bad Seeds, Oasis, Radiohead, The Cure, Beyoncé, Jay-Z, LCD Soundsystem, Amy Winehouse, Lady Gaga, David Bowie (!), Arctic Monkeys, Blur, entre muitos outros. E, claro, as “novidades” quentinhas da música: Billie Eilish, Fontaines DC, Idles, Haim, Stormzy…

O gigantesco lineup de shows antigos do Glasto vai ser mostrado em streaming na plataforma BBC iPlayer, que não funciona fora do Reino Unido. Fiquemos de olho no canal da BBC Music no Youtube. Ou pensamos em outro jeito. Mas teremos que ver.

Captura de Tela 2020-06-23 às 7.35.29 AM

Por aqui a gente não consegue nem separar os favoritos da lista acima, mas enquanto isso vamos de playlists para ir entrando no clima, cada uma representando um dos principais palcos do festival:

(PYRAMIDE STAGE PLAYLIST)

***

(THE PARK STAGE)

***

(JOHN PEEL STAGE)

***

(WEST HOLTS)

***

(OTHER STAGE)

***

***

* A foto que chama este post na home da Popload é da primeira aparição do Oasis para show no Glastonbury, em 1994.

>>

Em reparação histórica, Liam Gallagher lança oficialmente show Unplugged com a MTV

>>

120620_liamacustivo

Foi lançado hoje nas plataformas digitais e será exibido nas MTV mundo afora, incluindo a do Brasil, o Unplugged estrelado pelo encasquetado Liam Gallagher.

A gravação foi feita ano passado, na cidade de Hull, na Inglaterra, e fez todo mundo relembrar a treta envolvendo o próprio Liam e o projeto acústico da MTV e o Oasis, nos anos 90.

Na época, em 1996, o Oasis era considerado o grupo de rock do momento e o Unplugged o projeto de maior sucesso da MTV. O encontro, que seria até óbvio, se tornou polêmico porque o Liam simplesmente não apareceu, alegando estar com a garganta inflamada. Depois, enquanto Noel cantava no palco, Liam apareceu no camarote tomando uísque com gelo e ficou pentelhando o show. Sério.

Mas a reparação histórica veio em grande estilo, com Liam mesclando canções de sua carreira solo e recuperando sons clássicos e obscuros do Oasis, tipo “Sad Song”, cantada originalmente pelo irmão. Destaque especial ainda para a incrível “Cast No Shadow”, uma das melhores músicas dos anos 90.

A apresentação pode ser ouvida abaixo.

>>

De David Bowie a Oasis, Jools Holland oferece vídeos nostálgicos para amenizar a quarentena

>>

Seguindo o exemplo da rádio californiana KCRW, a turma do programa Later With… Jools Holland, programa essencial de música da BBC há décadas, tem colocado em seu canal do YouTube apresentações históricas nos últimos dias, para deixar a quarentena menos xarope.

De uma semana para cá, foram rebuscados vídeos de apresentações de Paul Weller (2000), Oasis (1995), Bjork (1996), Kanye West & Charlie Wilson (2013), Arctic Monkeys (2005).

O panorama de nostalgia disso tudo pode ser conferido abaixo.

>>

Atenção: temos uma nova música do… OASIS. E daí???

>>

290420_oasis

Lá se vão mais de 10 anos que o Oasis se separou. Mas parece que foi ontem, graças aos constantes rumores e tretinhas (siiiim) de Liam e Noel Gallagher alimentando (ou não) o retorno do grupo.

Acontece que as movimentações pró-volta sempre partem de Liam, por mais que ele sempre acabe chutando o balde de 50 litros de leite no final das contas. Quando ele parece estar disposto a levantar uma bandeira branca para Noel, vem um insulto.

Na outra ponta, Noel geralmente descarta com veemência o retorno. E atribui a negativa ao comportamento intempestivo do irmão caçula. Sempre.

No entanto, Noel deu um passo agora que nem os fãs mais otimistas imaginavam…

Nas primeiras horas desta quarta-feira, o compositor e ex-líder do Oasis contou em suas redes sociais (e na do Oasis) que andou revirando seus arquivos para “matar o tempo” durante a quarentena, e encontrou uma série de CDs com gravações caseiras, a maioria com material inédito, não catalogados, da época do Oasis.

Entre os registros está uma canção que ficou muito conhecida entre os fãs nos meses finais do Oasis, em 2009, a partir de uma gravação bem precária de uma passagem de som da banda antes de um show em Hong Kong.

A canção pegou de jeito os fãs na época, porque na letra Noel parece se despedir de sua “família”, em um clima bem melancólico.

Noel então resolveu lançar essa música, em sua versão demo, gravada em estúdio, nesta quarta-feira, nas plataformas de streaming. Estará no seu player preferido de forma oficial nas próximas horas.

Mas o que mais intrigou nisso tudo: a faixa será lançada oficialmente como OASIS, não como Noel Gallagher ou Noel Gallagher’s High Flying Birds, motivo suficiente para os fãs pensarem que pode ser um sinal discreto e nas entrelinhas de que o guitarrista pode estar repensando sobre o retorno do Oasis. Ou, pelo menos, fez isso para irritar ainda mais o Liam.

Como nós da Popload somos muito ansiosos, não vamos esperar as plataformas de streaming. Está aí “Don’t Stop…”, a nova música do Oasis, a primeira em 11 anos.

Volta ou não?


>>

Liam garante uma volta beneficente do Oasis. Com ou sem o Noel. Mas, Liam…

>>

55_oasis1

* Liam Gallagher está mesmo disposto a reunir o Oasis, 11 anos após o fim da banda antes de um show em Paris. Aproveitando a onda de comoção e união contra o coronavírus, o cantor inglês quer que ao menos isso sirva para que seu brother Noel reconsidere e participe de um show beneficente.

A intenção do Liam é, depois que tudo isso passar, que o Oasis volte aos palcos para um show que arrecade todos os fundos para o NHS (sistema de saúde pública britânico). O pedido público foi feito semana passada, mas até agora Noel não deu sinal.

Daí o Liam contou que continua firme na ideia. “Quero esclarecer algumas coisas. O show beneficente do Oasis para a NHS, com todo dinheiro levantado indo para a NHS e não para mim, irá acontecer com ou sem Noel Gallagher. Talvez não seja o mesmo, mas acredite em mim, irá explodir a sua mente”.

Dias antes do coronavírus explodir no mundo todo, Liam já vinha falando de uma volta do Oasis e chegou até a dizer que havia uma sondagem de oferta.

“Deixe-me dizer uma coisa: a grana foi oferecida e ele (Noel) sabe disso. Obviamente, ele vai dizer não, porque ele gostaria de ser a pessoa a dar a notícia para as pessoas, porque ele é o maldito oráculo. E, obviamente, sou seu irmão mais novo, que está indo bem e estou aqui para estragar a porra da festa. Aquele escroto não consegue lotar nem o Apollo em Manchester”. A declaração foi para a NME.

“Vai acontecer, acredite em mim – vai acontecer muito em breve, porque ele é ganancioso e adora dinheiro e sabe que isso deve acontecer em breve ou não acontecerá”, continuou.

O fato é que Noel sempre declina quando Liam faz as investidas e diz apenas que seu irmão continua dando essas declarações porque “está promovendo seu último disco”.

Com corona ou não, uma volta do Oasis parece ser apenas fantasia na cabeça do Liam. Parece…

* Abaixo um dos últimos shows do Oasis, lá em 2009.

>>