Em oasis:

Inspirado pelo Oasis, Mac DeMarco lança o novo single “All of Our Yesterdays”

>>

210918_demarco2

No próximo dia 10 de maio, o mundo conviverá com mais um evento “lançamento do novo disco de Mac DeMarco”. A bola da vez é “Here Comes the Cowboy”, apresentado pelo canadense no início do mês passado com um vídeo bizarro para o single “Nobody”.

Agora, DeMarco solta a segunda amostra do projeto, a boa “All of Our Yesterdays”. De acordo com o músico, esta foi a primeira canção escrita para o álbum. “A maioria das canções eu escrevi em novembro, pouco antes de entrarmos em turnê pela Europa. Mas esta foi iniciada provavelmente sete ou oito meses antes. Ela ficou com uma única frase por um bom tempo, depois a finalizei”.

Mac também disse que a inspiração para finalizar a faixa veio após assistir ao documentário “Supersonic”, do Oasis. “Assisti ao documentário sobre o Oasis pouco antes de escrever a música e eu estava tentando escrever um hino rock and roll gigantesco com meu amor renovado pela banda. Obviamente não cheguei perto disso, mas estou feliz que a canção veio hahahahaha”.

“Here Comes the Cowboy” tem 13 faixas e sucede “This Old Dog”, que foi lançado em 2017. DeMarco escreveu, gravou e mixou todo o projeto em um estúdio em Los Angeles, durante duas semanas em janeiro deste ano.

Here Comes the Cowboy – Tracklist
1. “Here Comes The Cowboy”
2. “Nobody”
3. “Finally Alone”
4. “Little Dogs March”
5. “Preoccupied”
6. “Choo Choo”
7. “K”
8. “Heart to Heart”
9. “Hey Cowgirl”
10. “On the Square”
11. “All of Our Yesterdays”
12. “Skyless Moon”
13. “Baby Bye Bye”

>>

Estamos sem grandes novidades: Noel Gallagher ameaça processar Liam por causa do… Oasis

>>

gallagher0104a

Em agosto próximo, vão se completar 10 anos desde que o Oasis encerrou suas atividades, após a briga número 1.342 dos irmãos Noel e Liam Gallagher. Embora muita coisa já tenha rolado de lá para cá, parece que um retorno do grupo está cada vez mais distante.

A “boa nova” de agora é que Liam prepara o lançamento de um filme sobre, justamente, este seu período pós-Oasis, desde a criação do Beady Eye, que não deu certo, passando pelos seus momentos pessoais difíceis envolvendo divórcio com sua ex-esposa Nicole Appleton (All Saints), paternidade fora do casamento, fundo do poço e retorno triunfal com sua estreia solo com o disco “As You Were”.

O filme que vem sendo produzido, previamente intitulado “As It Was”, tem direção de Charlie Lightening, que trabalhou bastante com o Oasis e outros nomes como Paul McCartney, parece que terá que sofrer algumas mudanças.

Diz o Liam que recebeu um comunicado vindo da Ignition, empresa de Noel (que cuidava dos direitos do Oasis), que caso ele utilize algum material envolvendo o Oasis, inclusive músicas cantadas por ele nos últimos anos, ele será processado. Sério…

Vale lembrar que a ira de Noel ficou maior há mais ou menos um ano, quando Liam começou a xingar publicamente a família de seu irmão, incluindo esposa e até filhos, que são seus sobrinhos.

Liam e Noel preparam lançamentos de discos ainda para este ano. O de Noel deve sair primeiro. O filme de Liam ainda não tem data de lançamento anunciada.

>>

Puxando até “Live Forever”, Noel Gallagher fecha sua turnê mundial em BH com chave de ouro

>>

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

Foto: João Gabriel Batista / Culturadoria

Noel Gallagher encerrou sua passagem pelo Brasil com um grande show em Belo Horizonte, no último sábado. A apresentação foi uma das três no país e a mais completa delas, já que as duas anteriores foram dentro do Summer Break Festival, em Curitiba e São Paulo com o Foster the People, e mais ou menos quatro músicas a menos.

Em BH, Noel fez um show só dele e a apresentação durou quase duas horas. Foi praticamente o mesmo show mostrado em Buenos Aires, no início do mês, com direito a “Live Forever”, atendendo ao pedido dos fãs. “Onde vou vocês pedem essa música. Ou pedem para assiná-la no braço para tatuar”, disse Noel, que, por outro lado, negou “The Masterplan”. “É só ir no Spotify e procurar”.

Em relação aos outros shows no Brasil, Noel teve seu momento voz e violão de quase 10 minutos. Acompanhado do tecladista, ele cantou a intimista “Dead in the Water” e logo emendou em uma versão acústica do hit “Supersonic”, com toda a primeira parte cantada pela galera.

O show foi o último da turnê mundial de Noel, que começou em fevereiro. No início do ano que vem, ele vai dar andamento às gravações de seu quarto disco solo com o produtor irlandês David Holmes, o mesmo que assinou a produção de “Who Built The Moon?”.

Abaixo, alguns registros do show em BH.

>>

Segundo disco do Oasis faz 23 anos hoje. Melhor disco britânico desde 1980?

>>

Captura de Tela 2018-10-02 às 1.50.55 PM

* Bem, é normal comemorar-se datas cheias de álbuns bacanas, na linha 10 anos, 20 anos, 25 anos e tals, mas estamos aqui agora para falar do 23º aniversário de um dos mais fundamentais álbuns da música (mais ou menos) independente, o “(What’s the Story) Morning Glory?”, o segundo disco da banda britânica Oasis, lançado lá em 2 de outubro de 1995.

Como disse no Instagram o conhecidíssimo empresário Alan McGee, o cara que descobriu os Gallaghers num clubinho em Glasgow, na Escócia, “23 anos atrás, 23 milhões de cópias vendidas depois”.

Untitled-18

“(What’s the Story) Morning Glory?” é considerado um dos maiores álbuns da história da música britânica. Pelo menos o maior desde 1980, falam os especialistas ingleses. Foi a pedra filosofal do britpop, uniu ricos e pobres, poppers, rappers e eletrônicos e resgatou de vez o orgulho britânico na música, abalada pelo furacão grunge de anos anteriores.

Juntam-se a esta glória o fato de ser o disco mais vendido nos anos 90 no Reino Unido e o quinto mais vendido em todos os tempos na ilha mais musica do planeta. Na primeira semana em que foi lançado, em 1995, vendeu quase 400 mil cópias só em UK, pensa.

Por causa deste disco, da foto de capa dele, muita gente até hoje vai na Berwick Street, uma travessa da Oxford Street, em Londres, para fotografar a rua e postar em Instagram/Stories. Eu mesmo fiz isso (de novo) em junho deste ano.

Untitled-17

O perfil oficial do Oasis no Youtube postou hoje o vídeo de uma das grandes pequenas músicas do disco, “She’s Electric”, na versão “lyric”. E com ela nós saudamos “(What’s the Story) Morning Glory?”, nome que tem vários significados nunca muito esclarecidos. Uns dizem que “morning glory” é quando um homem acorda naturalmente com o pênis ereto, outra é quando você pergunta, de manhã, se está tudo bem para alguém com ressaca de ter cheirado cocaína na noite anterior. Tudo bem Gallagher.

Lembrando, Noel Gallagher se apresenta no Brasil no começo de novembro em três shows: Curitiba, São Paulo e Belo Horizonte.

>>

Made in UK: Noel Gallagher recebe Paul Weller no palco para tocarem The Jam e Beatles

>>

020918_noel_weller2

Duas figuras da realeza britânica se uniram na noite de ontem no festival The Downs, em Bristol, para oferecer alguns momentos especiais ao público presente.

Noel Gallagher, headliner do evento, recebeu no palco seu amigo de longa data Paul Weller, que havia feito um show minutos antes dos High Flying Birds. E a dobradinha rendeu duas versões lindas de “A Town Called Malice”, do Jam, e “All You Need Is Love”, som que vem encerrando os shows de Noel.

Falando em shows de Noel, a expectativa é a de que nesta semana, enfim, sejam confirmados os três shows do ex-líder do Oasis no Brasil. Como a Popload já antecipou, o irmão do Liam se apresentará dia 7 de novembro em Curitiba, 8 em São Paulo e 10 em Belo Horizonte.

>>