Em OMDT:

O Melhor do Twitter: “Nasa, Are You Sure?” EDITION

>>

********
Nasa do Céu.

Desculpem a edição monotemática, mas não tem outro assunto para esta semana. É vergonha atrás de vergonha, desespero, corre-corre e gritaria, um salve-se quem puder e quem sair por último que apague a luz etc, mas a gente não desiste nunca. O brasileiro, este nem a NASA consegue explicar.
********

>>

O Melhor do Twitter: Diálogos Cabulosos edition

>>

********
Considerando a fenda atemporal de agosto, esta semana até que passou rápido, não? Sem muitos sustos? Tirando as declarações surreais do Johnny Bravo (sério, a que ponto chegamos), só sobrou o meme das mesas. Vamos reagir, Twitter, não podemos deixar este monotema cabuloso nos dominar. #MaisPets #MenosBozo
********

>>

O Melhor do Twitter: Vamos Sobrevivendo edition

>>

*****
Já não sabemos mais como classificar os acontecimentos da semana. Parece impossível, mas tudo o que chocou o Brasil de domingo pra cá vai ser fichinha na semana que vem. Nem dá tempo de absorver uma notícia, de se recuperar de uma frase doida e PAAAAAAA lá vem outra, caldo after caldo. Mas ok, vida que segue. Morremos, mas passamos bem! 2019: 58% complete.
*****

>>

O Melhor do Twitter: “Cats, Bolso Esponja, o App Russo e o Instagram” edition

>>

*****
FIM DA MAMATA edition! Quem diria: o Edu Bolso-Esponja fritou hambúrguer e ganhou uma Embaixada só pra ele. E você, o que consquistou esta semana? Tivemos o trailer assustador do CATS, o Instagram pensando na sua saúde metal (HAHA), o app russo comendo seus dados (HAHA) e o Chico comendo tudo (não há provas!).
******


>>

O Melhor do Twitter: OLOKINHO RELOADED Edition

>>

******
Olha essa fera, meo: por essa nem os roteiristas desta temporada Brasil 19 esperavam. Fausto, Selena, Justin e Moro, todos juntos e misturados (achou que a gente fosse falar shallow, né), em um enredo mirabolante, porém confirmado e ainda tem a Veja e o GlEEn e a Ariel destruindo a infância de homens maduros… e o Nazi homenageado porque bem, “nem todo Nazi, né?”. E TEM MAIS: o trabalho infantil, o IBGE e a rede mundial das redes sociais entrando em colapso. Tenso.
******