Em OMDT:

O Melhor do Twitter: “Brasil: Sem Condições” edition

>>

******
É fevereiro ainda. Se o Carnaval não estivesse chegando, a gente desistia hoje mesmo. Não dá assim, Brasil. Ajuda a gente a te ajudar. Sorte que antes da tormenta do Guedes teve o Oscar e o Parasita, enchendo a timeline de gif do Bong Joon-ho. Teve a Vera Cinéfila, o Eminem, o tapete vermelho, o PARAÍSO (entendedores entenderão), o Corona, o Coronga… Ressuscitaram até o Nirvana!

*Ilustração da capa por Joan Cornellà
******

>>

O Melhor do Twitter: “A Carolina Ferraz, a Shakira, o Oscar e o Corona” edition

>>

*******
Aquela semana em que o foco ficou entre o Coronavirus e a Regina Duarte. Com pitadas de BBB. A única coisa boa de tudo isso é que sobram mais memes de Pets. Vivemos pra eles! Teve também o Zeca pagodinho, a lesão anual do Neymar, “a situação lá em Iowa” e o Brasil, né, cada dia uma tragédia diferente.
*******

O Melhor do Twitter: “o Gusttavo Lima, os Santa Ceciliers e o Bernie Sanders indie” edition

>>

O Corona Vírus segue na pauta do dia, mas a concorrência não descansa: a Vejinha “DENUNCIA” os paulistanos de Santa Cecília. Acabamos descobrindo que o Gusttavo Lima mora na Havan. E ainda que o “indie” Bernie Sanders é a cara de um outro indie muito querido nosso.

Está difícil acompanhar…

>>

O Melhor do Twitter: “A Regina, o Corona e o Romero” edition

>>

*****
A semana em tweets, sem enrolação: de Snoop Palmeirense a McMortadela. Passando pelo Corona, a Vera Fischer Cinéfila, a Rainha da Sucata e a belíssima homenagem do Romero Britto ao Presidente. E isso. Quem transou transou.
*****

>>

O Melhor do Twitter: “A Dilma, o Oscar, o Alvim e Os Esquivos” edition

>>

*****
Até ontem, o assunto principal no Twitter, entre outras coisas, era o Oscar. As categorias Melhor Loira Coadjuvante e Melhor Idoso, a Scarlet, o Parasita, o Coronga e, principalmente, a Dilma no Oscar. Estava tudo indo bem. Até os tuítes de Carnaval já tinham começado a pipocar aqui, ali e no Copacabana Palace. Estávamos todos tranquilos, até surgir a thread interminável do Quarto do Pedrinho. Terror de qualidade, mas ainda tomando rumos incertos. Mas, o brasileiro, ele não pode nem curtir um horrorzinho de boas que vem um secretário da Cultura para acabar com qualquer diversão. Não dá, sem condições.

*A arte da home é de André Dahmer, do Malvados.
******

>>