Em os mutantes:

CENA – Bananada 2017 rola nesta semana em Goiânia. Popload monta QG no festival

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia, terra de Fabríco Nobre. A partir de hoje e por toda a semana, até domingo, vamos ter a…

poploadbananada2017

Começa “pequeno” hoje, às 20h, em cinco lugares espalhados por Goiânia, Centro Oeste do Brasilzão, o 19º festival Bananada, um dos mais importantes festivais independentes do Brasil em uma de suas mais importantes edições. Até domingo, a cidade, prosaicamente conhecida como a terra do sertanejo, vai ser inundada por rock, eletrônico e nova-MPB e hip hop dos bons, até soul e funk, conduzidos por um line-up de respeito que terá do clássico Os Mutantes até os sanguinhos novos Rakta e Plutão Já Foi Planeta, de Selvagem a Barro, de Mano Brown e Karol Conka a Ventre e FingerFingerrr. Céu, Liniker, Hierofante Púrpura, Luiza Lian e Terno Rei. Maria Gadú, JP Cardoso, DJ Patife, Tulipa Ruiz, Far from Alaska e Forgotten Boys. Tem a esquadra goiana jogando em casa: Boogarins, Carne Doce, Black Drawing Chalks, Brvnks, Hellbenders e Overfuzz. E tem muito mais.

mutantes

As principais atrações farão suas performances em palcos espalhados no epicentro do festival, o suntuoso Centro Cultural Oscar Niemeyer.

A programação desta noite de estreia do Bananada está assim disposta:

Captura de Tela 2017-05-08 às 6.01.32 PM

Além da música, o Bananada montou programação que inclui artes visuais, ação de moda, cultura urbana (encontro de skate e tattoo) e um circuito gastronômico (Goiânia Rock City) que já está em sua quinta edição e conta com 30 espaços gastronômicos alimentando os locais e os visitantes que vieram à cidade para o Bananada.

A Popload já está instalada no centro nervoso da inteligência do Bananada, no espaço cultural Centopéia, em Goiânia, para cobrir o festival. E a batelada de shows começa daqui a pouco.

Ingressos para o Bananada, que vai crescer dia-a-dia no número de shows e tamanho das atrações, são encontrados no site do festival, que ainda traz todas as informações sobre esta 19ª edição. Acompanhe o Bananada pelo Instagram do festival.

>>

Captain Murphy: quem é? De onde vem? Onde vive?

>>

Estas são algumas perguntas básicas que começam a bagunçar a cabeça e atiçar a curiosidade de muita gente pela blogosfera. Até a bíblia Pitchfork não sabe de quem se trata Captain Murphy, nome do novo rap que já vem chamando a atenção sem ter lançado um único EP pelo menos.

Ainda não se sabe ao certo se ele é só um, se ele já “existia” antes e se trata de um alter ego, se é um combo, se é o Tyler the Creator, o Earl Sweatshirt, um brasileiro. São inúmeras apostas. A verdade é que desde que foi lançado pelo Flying Lotus em “Between Friends” há dois meses, Captain Murphy começa a dar o que falar.

Após soltar três faixas em seu canal no YouTube nas últimas semanas, hoje ele divulgou a soturna “The Killing Joke”, com dois minutos de duração, sampleada com “Ave Lúcifer”, clássico da banda brasileira Os Mutantes.

Junto com o sample, Captain Murphy emenda linhas como: “Speculating my identity / Good luck, you’ll never find me”; “I never wanna rule the world / I only wanna watch it burn”.

Tenso.