Em out there:

Paul McCartney vai fazer show “íntimo” no Rio

>>

* Update no fim.

Screen Shot 2014-10-20 at 9.40.25

* Aparentemente esquecido dos anúncios iniciais da nova turnê brasileira do ex-beatle Paul McCartney em novembro, o Rio de Janeiro deve ressurgir nas próximas horas com a revelação de um show pequeno do veterano astro inglês, dentro da tour “Out There”. Desta vez, não em estádio.

Depois de revelar dois shows em São Paulo, na espetacular nova arena do Palmeiras (25 e 26/11), Brasília (dia 23) e Espírito Santo (a abertura, em Vitória, dia 10/11), Paul deve ter divulgado uma apresentação “íntima”, para “apenas” 18 mil pessoas, no HSBC Arena, na Barra da Tijuca.

As aspas contínuas são para fazer um paralelo com um show que Paul fez uma vez no Rio, em 1990, no Maracanã, em que tocou para 184 mil pessoas e bateu o recorde mundial de público em uma apresentação de um artista solo. Isso em número oficial. Dizem que tinha mais de 200 mil, lá.

O show deve de agora em novembro, se confirmado, deve ser seu único no Rio e a data ainda está guardada em segredo, mas pode acontecer na janela logo após o concerto de abertura da tour, no dia 10/11. Essa parte é mais presunção minha do que info que veio de “in there”.

Vamos ver o que se revela nas próximas horas.

Screen Shot 2014-10-20 at 9.40.06

** UPDATE: SHOW CONFIRMADO
Algumas horas depois deste post acima da Popload apareceu a confirmação oficial do show carioca do Paul McCartney. Vai acontecer dia 12 de novembro, dois dias depois da estreia em Vitória, ES. A apresentação “íntima” será mesmo no HSBC Arena, na Barra. Ingressos em pré-venda, para clientes do banco patrocinador, acontecem nestas quarta e quinta. Entradas para a geral liberadas na sexta desta semana, às 7 da manhã. Vai de R$ 90 (meia entrada, cadeira nível 3, visão parcial) a R$ 900 (pista premium inteira ou camarotes). Censura: 16 anos.

>>
>>

Paul McCartney anuncia segundo show no estádio do Palmeiras

>>

160514_paul1

O lendário Paul McCartney confirmou uma segunda data paulistana em seu novo giro pelo Brasil no fim de novembro. Depois de ver os 45 mil ingressos da apresentação do dia 25/11 evaporarem poucas horas após o início das vendas hoje, o ex-beatle vai se apresentar no dia seguinte no mesmo local, o Allianz Parque, novo estádio do Palmeiras.

A pré-venda exclusiva para fãs cadastrados no site oficial do cantor começa na segunda-feira agora, 20 de outubro, pelo site tudus.com.br. No dia seguinte, às 7h da manhã, começa a venda geral no mesmo site e na bilheteria oficial localizada no estádio Pacaembu às 10h.

* Os preços:
PISTA PREMIUM: R$ 700,00 (inteira) / R$ 350,00 (Meia/Estudante)
PISTA: R$ 300,00 (inteira) / R$ 150,00 (Meia/Estudante)
CADEIRA INFERIOR: R$ 450,00 (inteira) / R$ 225,00 (Meia/Estudante)
CADEIRA SUPERIOR: R$ 220,00 (inteira) / R$ 110,00 (Meia/Estudante)

171014_maccamapa

>>

Paul e os grilos. O vídeo

>>

* The Grillos. Ou no VERDADEIRO Paul McCartney & The Wings.

A melhor história do ano na música pop, de longe, é a invasão inesperada de um verdadeiro enxame de grilos no palco do Paul McCartney, em Goiânia, na última segunda-feira. Pensa bem a dimensão disso: insetos atacando um cara dos Beatles no Brasil. Em Goiânia. Melhor: participando do show. Quem lá nos anos 60, no auge do grupo, poderia imaginar que isso um dia aconteceria?

O fato inusitado, que tinha tudo para atrapalhar o andamento do maior show da história da cidade, acabou sendo a cereja do bolo da apresentação. Tanto que Paul postou o vídeo absurdo de uma das músicas mais lindas de nossas vidas, “The Long and Winding Road”, com a participação especial dos insetos, inclusive do Harold, seu novo melhor amigo, “interagindo” com o público.

Gênio isso.

* Paul encerrou sua turnê pelo país na noite de ontem, quando tocou para 50 mil pessoas em Fortaleza.

>>

Em Goiânia: Paul, os insetos e algumas das fotos mais legais da história

>>

* Let It Cri, Let It Cri… :)

A nova passagem de Paul McCartney pelo Brasil, hoje o ser humano mais brasileiro que não é daqui, vai ficar marcada pelos shows concorridos, as músicas diferentes no setlist e alguns certos “novos fãs” da cidade de Goiânia.

No show da última segunda-feira, Paul tocou para 40 mil pessoas no estádio Serra Dourada e precisou enfrentar (e aceitar) a presença de dezenas de insetos no palco durante o show, especialmente grilos, mariposas e gafanhotos.

Um deles, que insistiu em ficar no ombro de Paul durante boa parte da apresentação, virou o novo melhor amigo do ex-beatle, que o batizou de Harold.

Saíram algumas fotos (agora históricas) do encontro Paul e os insetos no site oficial do cantor. Ele termina a turnê pelo país amanhã, em Fortaleza.

“The Movement You Need Is On Your Shoulder…”

Paul, enfim, falou "Uai"

>>

(Fotos do grande Marcos Hermes)

“Tem 40 anos que escuto esse cara. Morava na zona rural e ouvia um programa dos Beatles todos os dias na rádio Mundial AM, apresentado pelo Big Boy, às 3 da tarde”, dizia um senhor de 60 anos, emocionado por estar em seu primeiro – “e provavelmente último” – show de um beatle. Ele dizia isso momentos antes de relatar (pelo telefone) sua comoção à esposa, que preferiu ficar em casa, e contar que o filho caçula preferiu ir de arquibancada. Perto dali, uma senhora de 64 anos também resolveu enfrentar a turma mais nova que costuma brigar por espaços próximos da grade. Foi este o clima nostálgico e único da abertura da “Out There”, turnê mundial que o setentão Paul McCartney iniciou em um Mineirão abarrotado por quase 55 mil pessoas na noite passada, em show histórico para a cidade de Belo Horizonte.

E a vibe nostalgia parecia não estar presente somente no público. O ex-beatle chegou logo com um setlist diferente dos últimos shows apresentados no Brasil. Abriu com “Eight Days a Week”, clássico meio esquecido dos Beatles. Em seguida emendou com “Junior Farm” e não demorou muito para tocar também “Listen to What the Man Said”. De seu material mais recente, Paul tocou a balada “My Valentine”, a qual dedicou para sua atual esposa, Nancy, sendo acompanhado por imagens de Natalie Portman e Johnny Depp no telão.

Linda, seu eterno amor, também foi homenageada com “Maybe I’m Amazed”. Outras raridades como “Hope of Deliverance”, “Another Day” e “Mother Should Know” se mesclaram com figurinhas carimbadas como “We Can Work It Out” e “And I Love Her”.

Em um dos momentos mais emocionantes do show, Paul utilizou uma nova plataforma de elevação revestida por telas LED, que projetou imagens enquanto o britânico entoava sozinho ao violão as baladas “Blackbird” e “Here Today”, dedicada ao “seu amigo John”. Harrison também foi lembrado em “Something”.

Com início adiantado em 10 minutos, o show começou às 21h20, teve dois bis e terminou exatamente meia-noite com a trinca beatlemaníaca “Get Back”, “Yesterday” e “Helter Skelter” antes da faixa de encerramento, um medley de “Golden Slumbers/Carry That Weight/The End”.

* Paul falou UAI

Desde as últimas visitas de Paul ao país, o público mineiro tentou chamar a atenção do ex-beatle e das produtoras envolvidas em suas turnês pelo Brasil. Foi criada até uma campanha chamada “Paul, vem falar Uai”, destacada pela Popload no início do ano. Em retribuição ao esforço da mineirada, Paul chamou ao palco as quatro fãs envolvidas com o projeto. Uma delas pediu um autógrafo abaixo de outra tatuagem dos Beatles, em sua costela, para surpresa do cantor.

Durante a apresentação, como de praxe, Paul arriscou saudações em português. “Não é muito simples”, avisou ele, que falou gírias típicas de Minas Gerais, como “Trem bão, sô”. E, claro, falou “Uai”.

* Só que…

O cantor utilizou o mesmo esqueleto de palco, com três telões gigantes de alta definição, mas um jogo de luzes ainda mais moderno e potente. O único ponto negativo da apresentação foram três falhas de som. Por alguns segundos, nas faixas “Obla Di Obla Da” e “Band On The Run”, o sistema de som ficou mudo. A banda, sem perceber, continuou tocando e recebeu força do público.

Nada que apagasse o empolgante e histórico novo show de Paul McCartney, que toca em Goiânia nesta segunda (dia 6) e encerra mais uma passagem pelo país em Fortaleza, na próxima quinta-feira, 9.

* Paul McCartney em BH, o setlist
1. – Eight days a week
2. – Junior Farm
3. – All my loving
4. – Listen to what the man said
5. – Let me roll it
6. – Paperback writer
7. – My valentine
8. – 1985
9. – Long and winding road
10. – Maybe I´m amazed
11. – Hope of deliverance
12. – We can work it out
13. – Another day
14. – And I love her
15. – Blackbird
16. – Here today
17. – Mother should know
18. – Lady Madonna
19. – All together now
20. – Mrs Vanderbilt
21. – Eleanor Rigby
22. – Mr. Kite
23. – Something
24. – Obla di obla da
25. – Band on the run
26. – Hi hi hi
27. – Back in the USSR
28. – Let it be
29. – Live and let die
30. – Hey Jude
31. – Day tripper
32. – Lovely Rita
33. – Get back
34. – Yesterday
35. – Helter Skelter
36. – Golden Slumbers / Carry That Weight / The End

Cobertura Popload: Alisson Guimarães, enviado especial ao Mineirão.

>>