Em Ozzy Osbourne:

Em meio a problemas de saúde e com a nossa esperança por dias melhores, Ozzy Osbourne lança seu primeiro disco em uma década

>>

210220_ozzy2

Os últimos meses têm sido de sentimentos intensos quando falamos de Ozzy Osbourne. Passando por uma fase delicada com sua saúde, em meio a um tratamento de um tipo de Parkinson, o roqueiro britânico precisou cancelar diversas datas de sua turnê e sua volta aos palcos, no momento, é motivo de dúvida.

No entanto, como o show não pode parar, Ozzy lança nesta sexta-feira seu aguardado álbum “Ordinary Man”, projeto que envolve um time respeitável de convidados, e é o primeiro dele em uma década.

Do Guns N’ Roses estão os amigos Slash e Duff McKagan. Chad Smith, baterista do Red Hot Chili Peppers, também deu sua contribuição. O especialíssimo guitarrista Tom Morello, do Rage Against the Machine, fez parte do time. Ainda tem espaço para convidado luxuoso: Sir Elton John.

“Ordinary Man” pode ser ouvido abaixo, na esperança de que dias melhores virão para um dos sujeitos que a gente mais admira.

>>

It’s a raaaaaaid! Saiu mais uma parceria incrível do Ozzy com o Post Malone

>>

200220_ozzymalone

Depois de deixar o mundo triste e preocupado com o cancelamento de sua turnê, Mr. Ozzy Osbourne agora vem com notícia boa.

O rockstar divulgou mais uma faixa que conta com a participação do treteiro Post Malone. A nova dobradinha se chama “It’s a Raid” e está em “Ordinary Man”, o aguardado álbum novo de Ozzy, que sai nesta sexta-feira. Ou seja, nas próximas horas.

O álbum tem uma lista invejável de convidados: Slash e Duff McKagan, do Gun N’ Roses, Chad Smith, baterista do Red Hot Chili Peppers, Tom Morello, do Rage Against the Machine, e Sir Elton John.

Ozzy também será aclamado na edição deste ano do festival South by Southwest, no Texas, mês que vem. Estreia por lá, durante o evento, o documentário Biography: The Nine Lives of Ozzy Osbourne. O filme de 86 minutos conta a história da vida do ex-líder do Black Sabbath desde a infância até sua carreira solo de sucesso, passando pela fama (impagável) como protagonista de um reality show sobre sua família.

“It’s a Raid” pode ser ouvida abaixo.

>>

Com disco novo pronto para ser lançado nesta sexta, Ozzy Osbourne é obrigado a cancelar turnê por problemas de saúde

>>

061117_ozzy2

Já é público que nosso querido Ozzy Osbourne tem enfrentado problemas de saúde nos últimos anos. Diagnosticado com Síndrome de Parkinson, o rockstar vai precisar passar por um longo tratamento e cancelou as datas de sua turnê em 2020.

De acordo com o próprio, a medida foi tomada em respeito aos fãs. “Estou muito agradecido com o fato de todos estarem sendo pacientes, porque eu tenho tido um ano de merda. Infelizmente não estarei apto para ir até a Suíça até abril e o tratamento vai durar de seis a oito semanas. Não quero começar uma turnê e ter que cancelar shows em cima da hora. Seria injusto com os fãs. Prefiro que eles tenham um reembolso agora e quando eu começar a turnê na América do Norte, eles serão os primeiros na fila de preferência de compra de ingressos”, destacou Ozzy.

Recentemente, no programa de TV Good Morning America, Ozzy e sua esposa Sharon abriram o jogo sobre seus problemas de saúde com o intuito de encerrarem as especulações.

“Tem sido um grande desafio para todos nós. Fiz meu último show na véspera de Ano Novo no The Forum e sofri uma queda grave. Tive que fazer uma cirurgia no pescoço por isso, o que ferrou com os meus nervos. Este braço ficou entorpecido e minhas pernas têm ficado frias. Eu não sei se isso é Parkinson, sabe, mas esse é o problema. Porque eles cortaram os nervos quando fizeram a cirurgia. Eu nunca tinha ouvido falar de ‘dor nos nervos’, e é uma sensação estranha. Não sou bom para guardar segredos. Eu não posso mais esconder isso porque é como se eu tivesse esgotado todas as minhas desculpas, sabe?”, disse na ocasião.

Na sequência, Sharon confirmou: “É Parkinson 2. Existem vários tipos diferentes de Parkinson. Não é uma sentença de morte de maneira alguma, mas afeta certos nervos do seu corpo. E é como se você tivesse um dia bom, um dia bom e depois um dia muito ruim.”

Em meio ao cancelamento de shows, Ozzy lançará nesta sexta-feira, dia 21 de fevereiro, seu novo disco, “Ordinary Man”. O álbum tem uma lista invejável de convidados: Slash e Duff McKagan, do Gun N’ Roses, Chad Smith, baterista do Red Hot Chili Peppers, Tom Morello, do Rage Against the Machine, e Sir Elton John.

Ozzy também será aclamado na edição deste ano do festival South by Southwest, no Texas, mês que vem. Estreia por lá, durante o evento, o documentário Biography: The Nine Lives of Ozzy Osbourne. O filme de 86 minutos conta a história da vida do ex-líder do Black Sabbath desde a infância até sua carreira solo de sucesso, passando pela fama (impagável) como protagonista de um reality show sobre sua família.

>>

Ozzy admite ter Parkinson em programa de TV. Turnê de despedida do roqueiro vira uma incógnita. SXSW vai lançar documentário sobre a vida do cantor

>>

Captura de Tela 2020-01-21 às 1.24.58 PM

Temos acompanhando alguns boletins (extra-oficiais) sobre a saúde do Ozzy Osbourne, que teve um 2019 complicadíssimo e agitadíssimo, quase que na mesma dimensão.

Na manhã de hoje, no programa “Good Morning America”, sucesso de audiência da TV americana nas manhãs, ele e sua esposa e empresária Sharon Osbourne confirmaram que o cantor está com a Doença de Parkinson. Nas palavras dele:

“Tem sido um grande desafio para todos nós. Fiz meu último show na véspera de Ano Novo no The Forum e sofri uma queda grave. Tive que fazer uma cirurgia no pescoço por isso, o que ferrou com os meus nervos. Este braço ficou entorpecido e minhas pernas têm ficado frias. Eu não sei se isso é Parkinson, sabe, mas esse é o problema. Porque eles cortaram os nervos quando fizeram a cirurgia. Eu nunca tinha ouvido falar de ‘dor nos nervos’, e é uma sensação estranha. Não sou bom para guardar segredos. Eu não posso mais esconder isso porque é como se eu tivesse esgotado todas as minhas desculpas, sabe?”

Na sequência, Sharon confirmou: “É Parkinson 2. Existem vários tipos diferentes de Parkinson. Não é uma sentença de morte de maneira alguma, mas afeta certos nervos do seu corpo. E é como se você tivesse um dia bom, um dia bom e depois um dia muito ruim.”

Apesar de já ter diminuído a quantidade absurda de shows que ele havia agendado, Ozzy, 72 anos, ainda tem uma longa agenda a ser cumprida em 2020, no que seria sua turnê de despedida, com datas com Judas Priest (pela Europa) e Marilyn Manson (na América do Norte). Até o momento, não houve um pronunciamento oficial sobre o destino destes shows. A volta aos palcos deve/deveria acontecer no dia 27 de maio, em Atlanta.

Há alguns dias falamos aqui na Popload sobre o novo disco de estúdio do Ozzy que chega às lojas e plataformas de streaming em um mês, especificamente no dia 21 de fevereiro. Além da capa genial acima, o álbum tem uma lista invejável de convidados: Slash e Duff McKagan, do Gun N’ Roses, Chad Smith, baterista do Red Hot Chili Peppers, Tom Morello, do Rage Against the Machine, e, logo no primeiro single lançado, “Ordinary Man”, temos Sir Elton John cantando e tocando piano.

Ozzy também será lembrado (reverenciado?) na edição deste ano do festival South by Southwest! Estreia por lá, durante o evento, em março, o documentário Biography: The Nine Lives of Ozzy Osbourne. O filme de 86 minutos conta a história da vida do ex-líder do Black Sabbath desde a infância até sua carreira solo de sucesso, passando pela fama (impagável) como protagonista de um reality show sobre sua família. Trailer abaixo:

>>

O Ozzy está mal, mas passa muito bem: vem aí um novo disco que tem Elton John, Slash e Tom Morello entre os convidados

>>

100120_ozzy2

Depois de um 2019 com sua saúde complicada, o grande Ozzy Osbourne parece querer virar a página neste novo ano, embora há algumas semanas ele tenha sido notícia de que estaria “em seu leito de morte”, em situação crítica. Notícia contestada e desmentida pela família.

De verdade é que Ozzy lançará no dia 21 de fevereiro seu novo álbum de estúdio, que já nasce grandioso. “Ordinary Man”, além da capa bonitona que está na abertura do post, terá um time respeitável de convidados.

Do Guns N’ Roses estão os amigos Slash e Duff McKagan. Chad Smith, baterista do Red Hot Chili Peppers, também deu sua contribuição. O especialíssimo guitarrista Tom Morello, do Rage Against the Machine, fez parte do time.

E o primeiro single, que dá nome ao álbum, tem nada menos que Sir Elton John cantando e tocando piano. É mole?

Além do disco, Ozzy tem turnês com Marilyn Manson na América do Norte e com o Judas Priest na Europa mais para o final do ano.

A volta aos palcos, é o que a gente espera, deve acontecer dia 27 de maio, em Atlanta.

>>