Em p.u.t.a.:

CENA – Pussy Riot? Sexteto feminista Mulamba vomita seu ativismo feroz em show de lançamento hoje no Sesc Pompeia, em SP

>>

1 - cenatopo19

* Um banho de postura feminina e política e feminino-política pode ser tomado hoje no Sesc Pompéia, em São Paulo, quando o sexteto curitibano só-mulheres Mulamba se apresenta, para mostrar no palco a poesia e o ativismo que marcam seu primeiro álbum, homônimo, lançado no finalzinho do ano passado. Que álbum intenso e variado dentro do mesmo tema. Gravado nos estúdios da Redbull Station, em São Paulo, “Mulamba”, o disco, é a trilha sonora de resistências a estes tempos “gozados” que vivemos e que, parece, ainda vamos viver muito. Postura forte mas sem esquecer da música boa.

mulamba

Imagem de show de lançamento do disco de estréia em Florianópolis, agora em janeiro. Mulamba toca hoje em SP

Graças a seus singles anteriores, “Mulamba”, a música, e “P.U.T.A.” (números milionários no Youtube), a Mulamba, a banda, fez seu nome nos festivais independentes desde 2017, apresentando no palco seis mulheres magnéticas com um violoncelo no meio, dando um tom de indie-erudito quando a raiva acalma. Ou não.

Os dois “hits” da Mulamba vêm no disco em versão “repaginada”. E somado a outras faixas como “Desses Nadas” e “Lama” (sobre o desastre ambiental absurdo que destruiu a cidade de Mariana, em Minas Gerais), justificam o álbum de estreia do Mulamba ir parar em muitas listas de melhores do ano de 2018.

Mulamba, feminismo, acordeón, músicas fortes, banda entrosada, indie-MPB às vezes punk às vezes erudito. Esse é o cardápio oferecido no “jantar” desta noite que é show delas em São Paulo, no Sesc Pompeia, tento a música como alimento da alma. Que choque nesta semana zoada!

>>