Em panda bear:

Panda Bear e Paul Maroon, do the Walkmen, unem forças na ótima “I Don’t Need A Crowd”

>>

260319_pandabear_walkmen

O distinto Panda Bear resolveu se misturar com Paul Maroon, do incrível the Walkmen e, juntos, lançaram um single chamado “I Don’t Need A Crowd”, que saiu primeiro fisicamente, agora online.

Na produção, Panda Bear assina seu próprio nome, Noah Lennox. Importante mencionar, acho.

A faixa viaja na psicodelia fina e conhecida do Lennox, misturada com arranjos experimentais e vocais distantes.

Ainda não se sabe se a dupla está armando novos lançamentos. Não seria má ideia.

>>

Panda Bear faz uma limpa em suas gavetas e compartilha com a galera

>>

300315panda

No começo do ano, Panda Bear soltou o bom álbum “Panda Bear Meets the Grim Reaper”. Assim como acontece com todas as bandas e artistas possíveis, sobraram diversas gravações da época de gravação do disco. Mas, diferentemente da maioria, Noah Lennox, que também integra o Animal Collective, resolveu juntar essa trolha toda e jogar para a geral.

“Swallow at the Hollow” é um mix de 26 minutos com material inédito, de sonoridade aleatória, praticamente um DJ set compacto. Diz ele que a gravação é uma forma de agradecer aos fãs que compraram o disco e estiveram nos shows dele nos últimos dois anos.

O mix pode ser ouvido abaixo, como forma de já abrir os trabalhos para o fim de semana.

>>

Hot Chip e Panda Bear mexem com nossos sentidos

>>

* A música eletrônica faz isso naturalmente, ou principalmente não-naturalmente, mas nomes como Hot Chip e Panda Bear resolveram explicitar essa coisa dos sentidos em títulos de lançamentos recentes.

Screen Shot 2015-05-07 at 18.39.04

– O incrível Panda Bear, uma das mentes brilhantes do Animal Collective, em atual voo solo, lançou o vídeo para “Come to Your Senses”, música de seu disco “Panda Bear Meets the Grim Reaper”, lançado no comecinho do ano, um dos grandes álbuns deste 2015. Noah Lennox, o cara por trás do projeto, escolheu morar em Lisboa, Portugal, já faz tempo. E o vídeo é um corte fixo de uma das ruas do belo Bairro Alto, talvez a região mais famosa da capital portuguesa, feita de ruas estreitas. A câmera, em questão, fica mostrando pessoas e trânsito da Rua da Rosa, que corta o Bairro Alto. Panda Bear explica que é fascinado por essa visão do vídeo em seu dia-a-dia. É um trecho percorrido por turistas e trabalhadores durante o dia, pelos teens baladeiros à noite, de quinta à domingo. Só tem um visual tranquilo no domingo de manhã.

Ficar observando a Rua da Rosa mexe com os sentidos do Panda Bear. Mexe com os seus?

– O incrível Hot Chip talvez tenha outro sentido para essa história de sentido. O grupo inglês mostra seu álbum novo ao mundo daqui duas semanas (vamos fingir que não existe a internet e o disco não vazou). Chama “Why Make Sense?” e é fechado pela faixa “Why Make Sense?”. Hoje, para divulgar oficialmente essa quarta música do álbum a sair já como single, digamos, o Hot Chip transformou seu site numa versão aparentemente zoada de uma agência virtual de notícias, o conhecido Drudge Report, como foco nas importantes eleições de hoje na Inglaterra. As letras todas trocadas. Por que fazer sentido? A bela música e o site “político” do Hot Chip você ouve aqui.

hotchips

Panda Bear deixa o Interpol bem estranho em remix. Mas tudo bem com o Paul Banks

>>

Screen Shot 2015-03-30 at 15.52.44

* O grande Panda Bear, músico americano que mora em Lisboa, e como se não bastasse ser estranho faz parte do coletivo musical animal o Animal Collective, pegou “All The Rage Back Home”, digamos que o último “sucesso” do soturno grupo nova-iorquino Interpol, e deu uma pirada. Entortou daqui, acelerou dali, botou umas eletronices quase drum’n’bass, sempre poupando a voz marcante do nosso menino Paul Banks (foto acima). Ficou estranho-legal. Gostei do final dela, quando ela… simplesmente acaba. Ouve para entender.

O Panda Bear lançou um dos bons discos do ano até agora, o mortífero “Panda Bear Meets the Grim Reaper”. O Interpol fez um bom show no Lollapalooza neste domingo. Bom para quem estava no local, não para os que estavam diante da TV e viu a transmissão captada direto da mesa de som, sem os efeitos.

A bonita “All the Rage Back Home” apareceu no disco do Interpol no ano passado, o “El Pintor”, sopa de letrinhas de Interpol, you know.

>>

80 min. de Panda Bear em NYC

>>

230115_pandabear1

Um show do distinto Panda Bear, viagem solo do baterista e fundador do Animal Collective Noah Lennox, foi disponibilizado na íntegra de forma oficial.

A apresentação foi em maio do ano passado no Brooklyn, dentro do projeto Red Bull Music Academy Festival. O show tem duração de 80 minutos.

Panda Bear lançou neste mês seu novo disco, “Panda Bear Meets the Grim Reaper”.

230115_pandabear2

>>