Em Perry Farrell:

Mr. Lollapalooza, Perry Farrell forma dupla com a esposa em nova música de seu novo disco solo

>>

310519_perryfarrell2

Longe do seu Jane’s Addiction, Perry Farrell está se preparando para lançar um novo disco solo, chamado “Kind Heaven”. O projeto estará nas lojas em uma semana e teve mais um single revelado nesta sexta.

A nova canção se chama “Machine Girl” e é a segunda divulgada pelo pai do Lollapalooza. Na faixa, ele conta com a participação de sua esposa, a também cantora Etty Lau Farrell.

Diz o Perry que “Machine Girl” conta a história de um affair dos tempos modernos. “Kind Heaven”, o álbum cheio, estará nas lojas dia 7 de junho.

>>

Em Los Angeles: Foo Fighters faz show com uma pequena ajuda dos amigos

>>

171114_ff

Não é só o Damon Albarn que andou recebendo alguns parças no palco em shows neste fim de semana. O Foo Fighters tem realizado shows em clubinhos nas cidades onde a banda gravou seu mais recente álbum, “Sonic Highways”, lançado semana passada.

Junto, vai ao ar toda sexta-feira no canal americano HBO um episódio da série de 8 capítulos que aborda as gravações do álbum, divididos por cidade. Assim que termina o episódio na TV, o Foo Fighters faz um show na cidade “tema”. O da sexta passada foi em Los Angeles, onde eles tocaram no clubinho Roxy, em West Hollywood, para cerca de 500 fãs.

171114_fooposter

No palco, Dave Grohl & Co. receberam dois personagens de peso do rock americano. Perry Farrell (Jane’s Addiction) e Joe Walsh (Eagles) reforçaram o Foo Fighters na interpretação de “Mountaing Song”, um dos clássicos da banda do pai do Lollapalooza. Walsh, que participa de “Sonic Highways”, ainda tocou a incrível “Outside”.

Tudo foi devidamente registrado, claro.

* Setlist
The Feast and the Famine
Learn to Fly
White Limo
Arlandria
Times Like These
Rope
The Pretender
My Hero
Hey, Johnny Park!
Monkey Wrench
Congregation
Cold Day in the Sun
In the Clear
I’ll Stick Around
Generator
Walk
Outside (com Joe Walsh)
Rocky Mountain Way (com Joe Walsh)
Mountain Song (Jane’s Addiction cover – com Perry Farrell e Joe Walsh)
All My Life
Miss You (The Rolling Stones cover)
Dear Rosemary
Breakdown (Tom Petty and the Heartbreakers cover)
Best of You
Something From Nothing
Under Pressure (Queen & David Bowie cover)
Everlong

** O Foo Fighters faz turnê pelo Brasil no fim de janeiro, nas cidades de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Ainda não se sabe se a banda trará algum convidado especial.

>>

Fórmula Indie: Lollapalooza confirma Interlagos e promete atrações de peso

>>

* Hehe.

Mr. Perry Farrell está em São Paulo onde conduziu a entrevista coletiva sobre o Lollapalooza 2014. Veio para confirmar o que a gente já esperava: o Autódromo de Interlagos como novo local e as datas 5 e 6 de abril para a realização do evento.

Primeiro, o vocalista do Jane’s Addiction pegou o trem da CPTM, que vai tocar músicas das atrações do festival, e foi para o novo abrigo do Lolla.

O festival voltará a acontecer em dois dias e, pelo discurso de Perry, terá um formato mais próximo do que é o Lolla Chicago, o matriz. Serão 80 atrações ao todo. Interlagos tem cinco vezes o tamanho do Jockey Club (600 mil metros quadrados x 120 mil) e isso vai proporcionar uma adaptação estrutural maior.

Serão cinco palcos, sendo dois principais, um terceiro “alternativo”, a tenda eletrônica e o “kids”. A “má” notícia é que desta vez vai rolar shows nos palcos principais de forma simultânea e o palco alternativo deve receber atrações de peso. A organização informa que serão entre “8 e 10 headliners por noite”. As famosas “after parties” vão rolar, com bandas grandes tocando em lugares pequenos e fechados.

Perry destacou que haverá maior área de descanso, a praça de alimentação terá mesas e cadeiras e o número de banheiros será dobrado. O transporte público chega a 700 metros do Autódromo e serão cerca de 4 mil vagas no estacionamento.

No sábado, o festival acontece das 11h às 23h. No domingo, termina às 22h. Serão disponibilizadas mais linhas de ônibus e o trem ficará aberto duas horas após o encerramento da programação.

Outro ponto destacado por Farrell é a intenção de se investir na infraestrutura de comunicação via celular. A ideia é criar um wi-fi potente para explorar a conectividade de quem estará no festival.

O line up, “90% fechado”, será divulgado na última semana de outubro. A venda de ingressos começa em novembro.

O Lolla Brasil, a partir da próxima edição, será feito em parceria com a Time For Fun. O contrato de parceria tem duração de 5 anos, com opção de renovação por mais 5.

>>

Pearl Jam, Queens of the Stone Age e a bagunça no Chile. Eddie Vedder e Josh Homme fazendo troca-troca. What?

>>

* Calma, não é bem isso o que você está pensando.

Depois de encher de música boa o Jockey Club de São Paulo na semana passada, o Lollapalooza “viajou” para o Chile. Lá, a terceira edição do evento acontece em apenas dois dias. Começou ontem, termina hoje. Na noite de ontem, o destaque ficou por conta da dobradinha de peso entre Pearl Jam e Queens of the Stone Age. O fato de as duas bandas estarem na mesma cidade, no mesmo dia, rendeu momentos interessantes no palco e fora dele.

Primeiro, Eddie Vedder e Josh Homme saíram do hotel onde estavam hospedados para atender diversos fãs que esperavam por eles na porta. Não só foram lá dar um “oi”, como também levaram ingressos para a molecada. Coisa de gênios.

No quesito música, Vedder fez participação especial no show do QOTSA e apareceu no palco para colaborar com a apresentação de “Little Sister”. Mais tarde, com o Parque O’Higgins lotado por 40 mil pessoas, o Pearl Jam mandou a tradicional cover de “Keep On Rockin’ In The Free World”, faixa clássica do dândi Neil Young. O som, que não foi tocado por aqui, foi contemplado por uma bela queima de fogos e as participações mais do que especiais de Josh Homme e Perry Farrell, o pai do Lollapalooza. Momento histórico. O chão tremeu, parece. Pena que não foi no “nosso” Lolla, mas tá valendo.

Lollapalooza BR, dia 2 – Os vídeos

>>

O melhor melhor do domingo do Lolla, o dia em que praticamente tudo funcionou no festival. Estes são alguns vídeos que a equipe da Popload escolheu como momentos cool do evento, que levou uma verdadeira multidão que ama música para o Jockey Club neste final de semana.

Foi ontem o dia que pairava a maior dúvida do line up: ver de perto o Deus do dubstep Skrillex ou não deixar de acompanhar a ótima molecada indie do Foster The People? As duas atrações estavam programadas e aconteceram mesmo em horários conflitantes, tendo início pouco depois das 19h, quando a chuva insana que ameaçava cair sobre o Jockey ficou só na ameaça. Acabou que os dois shows tiveram públicos excelentes e não deixaram a desejar.

* Horas antes, o maluquinho Ed Macfarlane incendiou o palco Butantã com seu Friendly Fires. Dá até para desconfiar que toda aquela chuva que armou por lá foi resultado das suas danças. Vai saber…

* Perry Farrell, o dono do Lolla, bem que poderia ter colocado seu histórico Jane’s Addiction para tocar no palco principal, antes do Arctic Monkeys. Mas ele resolveu levar a sério seu espírito underground. Fez um show vazio para o tamanho da sua banda, mas ele só estava ali para se divertir.

* A penúltima atração dentro da programação do festival era para ser a turma responsa dos Racionais MC’s. Era. O atraso, já relatado por aqui, fez com que Mano Brown & Co. encerrassem na prática o Lollapalooza Brasil, já que o show do grupo terminou uns 10 minutos depois do Arctic Monkeys, a atração “oficial” de encerramento. Mesmo assim, enquanto a molecada estava insana no palco Cidade Jardim, o principal, e Alex Turner oferecia o primeiro hit da banda para as meninas, os Racionais se apresentavam para ótimo público na tenda Perry. Que tal, tá bom?