Em phoenix:

Big Red Machine mostra música nova e reafirma o hit folk “Phoenix” no programa do Colbert

>>

* A banda indie-folk Big Red Machine, junção de Aaron Dessner (The National) e Justin Vernon (Bon Iver), que vai render um segundo álbum que sai agora no final de agosto para sacramentar que o rolê não é ocasional, foi ontem à noite ao programa “The Late Show with Stephen Colbert” mostrar um de seus singles, a bela “Phoenix”, que em participações especiais de Fleet Foxes e Anaïs Mitchell. Inclusive levando Mitchell e Robin Pecknold (o Fleet Foxes itself) à performance televisiva. Coisa fina.

O Big Red Machine aproveitou para mostrar uma música nova, que também vai estar no disco “How Long Do You Think It’s Gonna Last?”, a ser lançado dia 27. Se chama “New Auburn” e só apareceu como extra da internet do programa do Colbert. A performance de mais este single teve a mesma turma no palco que “Phoenix”.

“So beautiful”, disse o Colbert, para as duas músicas mostradas em seu show.

>>

Popnotas – Coldplay e o quinto vídeo da mesma música. O vídeo dinossáurico do Van Halen. Os remixes do Future Islands. Mais um single do Wavves. E o Primavera Sound vai e anuncia o Phoenix.

>>

– No lugar de um mero vídeo, “High Power”, novo single do Coldplay, agora acumula quatro representações visuais, porque soma-se a ele ainda um lyric video, uma versão remix do Tiesto e uma versão ao vivo no Brit Awards. E foi lançado hoje um quinto vídeo de “High Power”, uma brisa com filmes tipo “Exterminador do Futuro”, “Blade Runner” e “O Quinto Elemento”. Parece uma versão mais produzida do primeiro, que já contava com personagens alienígenas. É o escapismo do Coldplay em tempos tensos. E a luta para bombar a música.

– O adorável grupo americano Future Islands lançou três remixes de músicas de seu disco mais recente, o excelente “As Long As You Are”, lançado no fim de 2020. O produtor Egyptian Lover, Moss of Aura (projeto solo do tecladista da banda, Gerrit Welmers) e o DJ alemão Alle Alle tocaram as releituras de “Thrill (Did They Hear Me Calling)”, “Plastic Beach” e “The Painter”, respectivamente. Dos sons, vale mencionar que a brisa do Alle Alle, por exemplo, foi soar como Mario Kart no Sega. Que conceito, né?

– Nem precisava, mas o Primavera Sound de Barcelona conseguiu incluir mais uma banda na já extensa programação do festival de 2022, recém-anunciada e tão amada. A surpresa da vez é a participação dos franceses do Phoenix, grupo que andou por aqui de mãos dadas com a Popload. Eles tocam no festival espanhol no segundo fim de semana apenas, no sábado. A banda se apresentará no PS pela primeira vez desde 2013, além de manter a história de que está preparando um novo álbum, papo que rola na calada há algum tempo, já (o último disco é o “Ti Amo”, de 2017). Será que até o show de junho do ano que vem no Primavera vamos ter mais notícias do Phoenix?

– Fãs italianos do Van Halen encontraram um vídeo da banda que ninguém tinha notícia. O famoso grupo registrou uma versão de “So This Is Love” em gravação da TV italiana para a divulgação de datas de uma turnê pela Europa em 1982. E o tal vídeo só passou na TV estatal do país. Em um mundo que começava a engatinhar nos vídeos do jeito que entendemos atualmente (a MTV americana, por exemplo, é de 1981), dá para dizer que o Van Halen tem um pioneirismo nesse quase tosco rolê em um parque de dinossauros. Raridade.

– O grupo indie californiano Wavves divulgou o terceiro single de seu próximo álbum, “Hideaway”, o sétimo trabalho da banda de Nathan Williams. Por acaso é a faixa-título do disco. Ainda que seja o terceiro single, seu vídeo é o segundo de uma trilogia que começou na faixa “Sinking Feeling”. Será que deu para entender? Vale ressaltar que Dave Sitek (TV on the Radio) é o produtor desse rolê.

>>

POPNOTAS: Phoenix e Arctic Monkeys com rascunhos de disco novo, o EP-consciência do Death Cab for Cutie e uma música que é um milagre indie

>>

– O Phoenix postou em seu Instagram uma mensagem curta e direta: “Ano novo, estúdio novo #7”. A hashtag é uma referência à produção do sétimo disco da banda. O vídeo em preto e branco pouco adianta do que vem por aí. Gravado no Musée des Arts Décoratifs, em Paris, nele vemos a banda tocando alguns poucos acordes no violão (é a imagem que ilustra a chamada da home para este post). Os franceses não lançam um álbum de estúdio desde 2017. Ano passado, para o filme da “parceira” Sofia Coppola da Netflix, lançaram a inédita “Identical”, música que pareeeeece vai estar no novo álbum.

– Chegou nos streamings e na loja virtual do Death Cab for Cutie seu “The Georgia E.P”. Lançado em dezembro do ano passado durante um único dia no Bandcamp para arrecadar dinheiro para a organização Fair Fight Action – da Georgia e que luta pela conscientização do voto no Estados Unidos -, o disquinho agora está disponível de um jeito mais tradicional. Canções de Neutral Milk Hotel, R.E.M e Cat Power, artistas da Georgia, estão entre as covers que a banda gravou.

– Um disco que nos “esquecemos” de botar na lista de “álbuns grandes a saírem em 2021” foi o da banda Arctic Monkeys, o sétimo deles, sucessor do “Tranquility Base Hotel & Casino”, de 2018. Mas o baterista Matt Helders mandou nos avisar que o grupo está reunido como dá para estar “tentando escrever” o novo trabalho. “Early stages” ele disse, numa live de Instagram ontem. Porque o disco fluiria melhor se todos os integrantes morassem na mesma cidade. Ele mora na Califórnia, enquanto o resto da banda em UK. E a pandemia não tem ajudado. Mas vai sair, ele falou.

– Olha. Ontem foi lançada nos streamings outra canção, esta chamada “Miracles”, dessa parceria absurda dos cavalheiros indies Bill Callahan e Bonnie Prince Billy. Já rolava em vídeo no Youtube. Tem participação do Ty Segall e uns metais cabulosos em algum momento, revezando com uns barulhinhos nervosos e umas guitarras bem colocadas. Não sabemos nem o que dizer mais. Maravilhosa.

>>

POPLOAD NOW: Os nove álbuns blockbusters que vão abalar nosso 2021, estrelando Drake, Foo Fighters, Lorde, Frank Ocean, Adele…

>>

* A gente gosta aqui de elencar os discos indies que estamos desesperados para que saiam logo, mas não podemos deixar de listar os blockbusters também, né? Que vão dar um agito gigantesco na cena, ainda que no paralelo das nossas vidas. E dar um agito, sim, a este site, por que não? E aos nossos festivais quando tudo passar, por que não? E outros por que nãos.

***

** DRAKEJaneiro – O mega-rapper canadense Drake anunciou no ano passado o lançamento de “Certified Lover Boy”, junto com o primeiro single intitulado “Laugh Now Cry Later”, que a princípio trouxe um trailer seguido de um vídeo de alto orçamento. Quem sabe no futuro não vemos Drake estrelando um longa-metragem também?
O disco tem data de lançamento em “janeiro”, como colocamos aí em cima, sem dia anunciado. Ou seja, a qualquer momento, páááá!!!

***

** FOO FIGHTERS5 de Fevereiro – “Medicine at Midnight” é o nome do próximo álbum do genial Foo Fighters, que já fez circular o bom single “Shame Shame”, inclusive estreando a música ao vivo no famoso programa Saturday Night Live, no final de semana seguinte às eleições americanas. No Réveillon, a banda liberou mais uma faixa, “No Son of Mine”. Em declaração, o líder Dave Grohl disse que o disco é “repleto de ‘hinos'”, e comparou-o a “Let’s Dance” de David Bowie. Ousado.

***

** LANA DEL REY19 de março – Falamos muito no post anterior, mas tínhamos que colocar aqui também. O sucessor de “Norman Fucking Rockwell” tem o nome de “Chemtrails Over the Country Club”, sabemos já de dois singles, conhecemos a capa lindona, o tracklist que inclui uma música chamada “Wild at Heart” e outra “Dark but Just a Game” e que ele chega a nós no dia 19 de março. Ai, ai.

***

** FRANK OCEANsem data – Já se passaram mais de quatro anos desde seu último lançamento, “Blonde”, mas recentemente Ocean voltou com a Beats 1 Blonded Radio, programa de rádio online em que também apresentou duas músicas suas inéditas, “DHL” e “In My Room”, e depois mais duas, “Cayendo” e “Dear April”.
Desde então, sabemos que o cantor planejava o lançamento de um disco de 7″ que ele mesmo cancelou. O que se espera é que para ainda neste ano o rapper traga mais conteúdo inédito. Ou seja, seu álbum novo finalmente.

***

** KENDRICK LAMARsem data – Confirmado em praticamente todos os festivais giga mundo afora, isso num mundo pré-COVID, era esperado a esta altura que tivéssemos algo novo de Kendrick Lamar. Mas aí veio a pandemia…
Em 2018, Lamar se dedicou à trilha sonora do filmaço “Black Panther”, e recentemente deu as caras numa faixa do novo disco de Busta Rhymes.
O que sabemos por enquanto, é que ele está trabalhando em algo novo e, segundo palavras dele sobre demorar tanto: “Eu passo o ano inteiro apenas pensando em como vou executar um novo som, não posso fazer a mesma coisa indefinidamente. Eu preciso de algo para me animar.”
Torcendo para que ele fique bem animadinho. Porque estão dizendo mesmo nos bastidores da indústria que o disco novo de KL está bem pronto.

***

** LORDEsem data – Em 2019, quando Lorde se preparava para gravar o sucessor do incrível “Melodrama”, ela foi pega de surpresa pela morte do seu cachorrinho, o que a fez adiar o processo. Porém, em maio do ano passado, a cantora e compositora apareceu para contar que está sim trabalhando em novo material, junto com o produtor dourado Jack Antonoff, à distância, obviamente, devido à pandemia.
Enquanto isso, Lorde (foto da chamada na home) lançou no fim do ano aquele livro de fotos de viagem da sua visita à Islândia, como te contamos aqui.
Mas, Lorde baby, queremos ouvir mais de você. Não ler, exatamente.

***

** PHOENIXsem data – Ano passado fomos pegos de surpresa (ou mais ou menos) quando Phoenix lançou a ótima “Identical”, música que faz parte da trilha sonora do filme “On The Rocks”, dirigido por Sofia Coppola, esposa de Thomas Mars, vocalista e líder da banda francesa.
A faixa trouxe saudade do dançante “Ti Amo”, álbum de 2017, e desde então o grupo só lançou um livro, em 2019, chamado “Phoenix: Liberté, Égalité, Phoenix!”. Mas, segundo Mars, podemos esperar que “Identical” esteja no próximo álbum em breve, que deve ter o mesmo espírito animado.

***

** RIHANNAsem data – Bom, depois de seu último lançamento, “ANTI”, láááá em 2016, de Riri só temos notícia quando se trata de seu império de beleza Fenty Beauty. E, ano após ano, os fãs querem mais que iluminador que brilha na Lua, Querem saber se, afinal, Rihanna voltará aos palcos e à música.
Em entrevista recente, a artista-empresária disse que a quarentena tem ajudado a aflorar seu lado criativo e que, para este ano, ela gostaria de levar sua marca e sua música para outro patamar.
Em março passado, Rihanna nos deu um gostinho, colaborando em uma faixa do rapper PARTYNEXTDOOR, “Believe It”. Manda mais, Rihanna, que está pouco. Mesmo.

***

** ADELEsem data – Ela está mais linda, mais loira e fez o mundo dar uma respirada funda quando foi anunciada no programa “Saturday Night Live”, como host, em outubro do ano passado. Iria ela mostrar alguma canção nova ou adiantar novidades sobre o novo disco, o sucessor de “25”, que ela lançou há mais de seis anos? Mas quá! Mas no fim deixou um recadinho no Instagram, bem de leve, na ocasião do SNL, que o próximo álbum sai, sim, agora em 2021. Ok, então.

****

* Esta seção da Popload é pensada e editada por Lúcio Ribeiro e Daniela Swidrak.

Phoenix lança “Identical”, primeira inédita desde 2017. Está na trilha do novo filme da Sofia Coppola

>>

phoenix1

* A banda francesa indie-pop Phoenix, amigões da Popload, lançou hoje sua primeira música inédita desde que lançou seu delicioso disco de 2017, o “Ti Amo”. A música aparece ainda no trailer do filme “On The Rocks”, comédia romântica dirigida pela Sofia Coppola e com o gênio Bill Murray, que estreia nos cinemas e na Apple TV+ em outubro, para os lugares que em outubro vão ter cinema aberto.

“Identical”, a música, é bem boa, cheia de ritmo, que cresce desde a primeira batida, daquelas lindas para filme, para rádio, para ouvir acordando, para escutar num clube (ainda que imaginário, no momento).

Só não ficou claro se ela estará só no filme ou vai constar também do novo álbum que a banda já disse estar preparando para suceder “Ti Amo”.

Abaixo, um vídeo french-esperto para “Identical”, dirigido por Roman Coppola, irmã da Sofia, que por sua vez é mulher do Thomas Mars, o líder do Phoenix. Dá para entender todas as conexões aqui e de longa data, tipo desde 2003, quando Sofia Coppola lançou o maravilhoso “Encontros e Desencontros” com Phoenix na trilha.

Abaixo, o vídeo de “Identical” e o trailer de “On The Rocks”

>>