Em phoenix:

Popload Gig com Phoenix, em Curitiba, é hoje! Tem Popload Radio DJ Set antes e, ainda, uma promo valendo par de ingressos. Vamos?

>>

phoenix

É hoje, Brasil. É hoje, Curitiba. É dia de Popload Gig especialíssimo com o Phoenix, pela primeira vez na capital paranaense, tocando na luxuosa Ópera de Arame, tudo a ver com a banda francesa, agora de alma italiana, conhecida por ser uma das de som mais refinado do indie nas últimas décadas.

Antes, fica o convite para a indiezada toda de Curitiba chegar mais cedo ao evento, pois às 19h30 tem Popload Radio DJ Set com um tal Lúcio Ribeiro, tocando de tudo um pouco.

Antes ainda, fica o aviso para a promo relâmpago valendo UM PAR DE INGRESSOS para o show. Basta ir ao meu Instagram e seguir as coordenadas. O resultado sai tipo 15h.

Ingressos? Restam poucos aqui.

Vamos?

QUER IR NO PHOENIX DE GRAÇA NA LINDA ÓPERA DE ARAME, EM CURITIBA?? Seguinte. Vou sortear UM PAR de ingressos para o showzão q a querida banda francesa vai fazer nesta sexta, dia 2, na capital paranaense. SORTEIO algo RELÂMPAGO. REGRAS: 1. Seguir o meu perfil 2. Curtir a foto e marcar dois amigos nos comentários. O sorteio será amanhã, dia do show, às 15h. O vencedor será informado em seguida. O número de comentários é livre. Mas cada um tem que ter amigos diferentes marcados. Quanto mais gente marcar, mais chance tem de ganhar o par de entradas pra balada mais legal do Brasil neste final de semana. Foi mal q este sorteio vai ser só para curitibanos, mas sorte deles. Semana que vem prometo fazer uma nova, bem boa, mais geral. Mas por enquanto é surpresa!! VAMOOOO!!

Uma publicação compartilhada por Lucio Ribeiro (@lucioribeiro) em

>>

Phoenix no Rio: de “quase cancelado” para “show mitológico”

>>

* Os relatos são contundentes. A apresentação da banda francesa Phoenix ontem no Rio de Janeiro, no famooooso Circo Voador, entrou para aquela categoria de “shows mitológicos no Circo”, tal AQUELE do Franz Ferdinand, em 2006. Foi assim:

phoenix_slider

Depois de estrelar o Popload Festival do ano passado, e de volta ao Brasil para uma série de quatro shows, um deles no aguardadíssimo Popload Gig na Ópera de Arame, em Curitiba, dia 2 de fevereiro, o delicioso Phoenix iniciou ontem sua nova excursão no país com um show que ganhou ar de tensão antes mesmo de começar. E terminou como antológico, no Rio de Janeiro.

A banda francesa tocou ontem no sempre especial Circo Voador, espaço incrível para shows que fica aos pés dos Arcos da Lapa, onde, dizem, aconteceu um dos maiores shows da história indie carioca, o tal do Franz Ferdinand. O de ontem, estão dizendo, não ficou muito atrás.

Acontece que a tensão começou algumas poucas horas antes do início do show, previsto para 22h. Parte dos equipamentos do Phoenix, especialmente sintetizadores e teclados, não estava funcionando, o que atrasou a passagem de som do grupo. Acontece que a aparelhagem do Phoenix foi construída pelo próprio grupo. Ou seja: não dá para sair por aí para pegar qualquer equipamento para substituir.

Por volta das 21h15, quase na hora que o show deveria começar, os portões ainda estavam fechados e o evento PRESTES A SER CANCELADO. Do lado de fora, tipo 2.200 pessoas loucas para entrar no Circo.

Depois de muita tensão e correria, conseguiram ajeitar tudo. O show começou por volta de meia-noite, durou mais de duas horas e teve o Thomas Mars classicamente se jogando na galera, não apenas por diversão, mas, talvez, como um pequeno manifesto de “desabafo” por tudo o que aconteceu antes.

Abaixo, algumas fotos e vídeos que acabam denunciando um pouco da apresentação histórica do Phoenix no Rio. Eles ainda tocam em BH neste sábado, em Curitiba, no Popload Gig dia 2 de fevereiro, e fecham a turnê em Porto Alegre.



** Não está no setlist, mas na primeira volta do bis o Phoenix tocou “Playground Love”, clássico dos conterrâneos eletrônicos Air. Só voz e guitarra. Climão.

Como não amar estes franceses? Phoenix “muda” de nome para divulgar músicas inéditas. Dia 2 de fevereiro tem Popload Gig com eles, em Curitiba

>>

phoenix61

Banda incrível que abrilhantou tanto o Popload Festival ano passado que resolveu voltar para um Popload Gig em breve, o Phoenix revelou que vai soltar nas próximas semanas algumas sobras de estúdio.

As canções vão aparecer nas plataformas de streaming sob o nome Banque De France, às sextas. A primeira leva saiu com versões demo e antigas de “Ti Amo”, além de outras seis gravações inéditas.

O Phoenix volta ao Brasil nos próximos dias para uma série de quatro shows no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Porto Alegre. O show na capital paranaense, primeiro deles por lá, será em um Popload Gig especialíssimo na bela Ópera de Arame. Ingressos aqui.

>>

OS MELHORES DE 2017 – O TOP 10 DA… POPLOAD. Oi, James! Kendrick Who?

>>

3 - MELHORESDISCOS2017 - INTERNACIONAL copy

* Lista de melhores é que nem “ass” (dsclp). Cada pessoa tem a sua. A Popload botou sua turma para votar nos discos do ano, nos 10+ de 2017 de sua preferência, e os tiros foram cada um para o lado. Alguma coisa aqui, outra ali “bateu”, então a gente somou, dividiu, multiplicou e subtraiu e chegou na lista de-fi-ni-ti-va dos melhores discos de 2017.

Não esperava, mas o LCD Soundsystem ganhou. E olha que nem na minha lista ele foi primeirão. Eu, que sou o maior fã de LCD Soundsystem do Brasil…

Kendrick Lamar, o papa-listas geral, na Popload “amargou” a quarta posição na Popload, atrás de uma velha banda nova e um projeto de junção esperta de dois guitarristas. Que coisa, Lamar!!!

O polêmico disco do Queens of the Stone Age até que entrou bem, apesar da divisão de opiniões, apesar do chute. O desconhecidão Lloyd Carner se enfiou no Top 10 graças a dois poploaders empolgados. O Phoenix querido se meteu nessa também.

Enfim. Toma aí o Top 10 da Popload para os principais discos de 2017. Reclamações só aceitamos no Facebook, através de textão. :)

Logo depois, o voto individual de quase toooooodos os poploaders e a playlist para você seguir.

Ficou assim:

TOP 10 POPLOAD

1. LCD Soundsystem – American Dream
2. War on Drugs – A Deeper Understanding
3. Courtney Barnett & Kurt Vile – Lotta Sea Lice
4. Kendrick Lamar – DAMN.
5. Queens of the Stone Age – Villains
6. Loyle Carner – Yesterday’s Gone
7. Phoenix – Ti Amo
8. The National – Sleep Well Beast
9. Mac Demarco – This Old Dog
10. Sampha – Process

murphy

** Afonso de Lima

1. LCD Soundsystem – American Dream
2. Kendrick Lamar – DAMN
3. Tyler, the Creator – Flower Boy
4. Beach Fossils – Somersault
5. The XX – I See You
6. Thundercat – Drunk
7. Phoenix – Ti Amo
8. Alvvays – Antisocialites
9. Mac Demarco – This Old Dog
10. Homeshake – Fresh Air

***

** Alexandre Balarini Zampieri

1. Queens of the Stone Age – Villains
2. Jamie Lenman – Devolver
3. Nine Inch Nails – Add Violence
4. Run The Jewels – Run The Jewels 3
5. Depeche Mode – Spirit
6. Liam Gallagher – As You Were
7. Code Orange – Forever
8. White – One Night Stand Forever
9. Royal Blood – How Did We Get So Dark?
10. Kasabian – For Crying Out Loud

***

** Alisson Guimarães

1. The National – Sleep Well Beast
2. LCD Soundsystem – American Dream
3. The War on Drugs – A Deeper Understanding
4. Kurt Vile and Courtney Barnett – Lotta Sea Lice
5. Baxter Dury – Prince of Tears
6. Wolf Alice – Visions of a Life
7. Grizzly Bear – Painted Ruins
8. Slowdive – Slowdive
9. Waxahatchee – Out in the Storm
10. Angel Olsen – Phases

***

** Ana Carolina Monteiro

1. Kurt Vile and Courtney Barnett – Lotta Sea Lice
2. War on Drugs – A Deeper Understanding
3. Flaming Lips – Oczy Mldy
4. Grandaddy – Last Place
5. Kevin Morby – City Music
6. The National – Sleep Well Beast
7. Girlpool – Powerplant
8. Future Islands – The Far Field
9. Gorillaz – Humanz
10. Baxter Dury – Prince of Tears

***

** Fernando Scoczynski Filho

1. Chelsea Wolfe – Hiss Spun
2. The Horrors – V
3. Death From Above – Outrage! Is Now
4. Father John Misty – Pure Comedy
5. Queens of the Stone Age – Villains
6. Nine Inch Nails – Add Violence
7. Mac DeMarco – This Old Dog
8. At the Drive-In – Interalia
9. The Black Angels – Death Song
10. St. Vincent – Masseduction

***

** Isadora Almeida

1. Loyle Carner – Yesterday’s Gone
2. LCD Soundsystem – American Dream
3. Phoenix – Ti Amo
4. Sampha – Process
5. Mount Kimbie – Love What Survives
6. Ryan Adams – Prisoner
7. Syd – Fin
8. Fleet Foxes – Crack-Up
9. Royal Blood – How Did We Get So Dark?
10. HAIM – Something to Tell You

***

** Lúcio Ribeiro

1. War on Drugs – A Deeper Understanding
2. Kendrick Lamar – DAMN.
3. LCD Soundsystem – American Dream
4. Lorde – Melodrama
5. Courtney Barnett & Kurt Vile – Lotta Sea Lice
6. Loyle Carner – Yesterday’s Gone
7. Sampha – Process
8. Baxter Dury – Prince of Tears
9. Phoenix – Ti Amo
10. Ryan Adams – Prisoner

***

** Talita Alves

1. Kendrick Lamar – DAMN.
2. LCD Soundsystem – American Dream
3. SZA – Ctrl
4. Kelela – Take me apart
5. St. Vincent – Masseduction
6. IBEYI – Ash
7. Ariel Pink – Dedicated to Bobby Jameson
8. Wolf Alice – Visions of a Life
9. Laura Marling – Sempre Femina
10. Björk – Utopia

>>

Phoenix mistura “Ti Amo” com efeitos do Super Mario Bros em premiação de games

>>

081217_phoenix2

Rolou na noite de ontem, nos Estados Unidos, o Game Awards, premiação que é voltada totalmente para a indústria de games (como sugere o nome), e que acabou por ter uma apresentação do… Phoenix.

A banda francesa, que fez show espetacular mês passado no Popload Festival, já com passagens compradas para voltar ao Brasil no início do ano que vem, mostrou a canção “Ti Amo”, que dá título ao disco mais recente e homônimo deles, lançado em junho. Para não perder a oportunidade, o grupo aplicar em sua performance efeitos conhecidos do tradicional jogo Super Maior Bros. Haha. Quem apresentou o Phoenix foi Jason Schwartzman, ator e produtor que é primo do vocalista Thomas Mars. Ou seja, tudo em casa.

No novo rolê do Phoenix pelo Brasil está incluído um Popload Gig na brutal Ópera de Arame, em Curitiba, dia 2 de fevereiro, na estreia do grupo de Versalhes na capital paranaense. Os ingressos custam entre R$ 120 e R$ 380 e já estão à venda na Ticketload.

>>