Em pink floyd:

Roger Waters chama a “Mother” do Pink Floyd para a quarentena

>>

Captura de Tela 2020-05-18 às 8.16.41 AM

* O músico e ativista britânico Roger Waters mostrou ontem, no tocante à cuestão da quarentena, uma tocante versão da clássica canção “Mother”, de sua estratosfericamente famosa ex-banda Pink Floyd.

Waters reuniu a galera que costuma acompanhá-lo em turnê para, cada um de sua casa, ajudá-lo com “Mother”. E declarou que “o distanciamento social é um demônio necessário no mundo da Covid-19”. Disse ainda que ver a música daquele jeito o lembra o quanto estar numa banda é um prazer único na vida.

A versão realmente ficou linda, som e imagem. O vídeo, em preto-e-branco, trouxe o baixista, cantor, compositor e um dos fundadores do Floyd ao violão. Seis músicos e duas backing vocals (uma dela segurando um cachorro) participaram da gravação.

Recentemente, Waters já havia feito, confinado em sua casa, uma cover em homenagem para o amigo John Prine, músico americano de folk music que morreu no mês passado vítima do corona.

A pandemia atrapalhou os planos da turnê This Is Not a Drill, que passaria pelos EUA em julho e foi adiada para o ano que vem.

>>

David Gilmour relembra convivência com Syd Barrett e toca duas músicas compostas pelo seu antigo amigo de Pink Floyd

>>

110520_gilmourbarrett

Nas últimas semanas, o grande David Gilmour e sua família têm promovido uma live de qualidade e cheia de cultura.

Focada especialmente em divulgar “A Theatre For Dreams”, novo livro de Polly Samson, esposa de Gilmour, a live conta com leituras do romance, recitação de poemas e também músicas, tocadas, claro, por David.

No mais recente episódio da série, que recebeu o nome Von Trapped Family, Gilmour compartilhou histórias do saudoso Syd Barrett e contou algumas passagens da amizade de ambos. Ele ainda tocou duas canções que foram compostas pelo seu amigo, “Octopus” e “Dominoes”, que podem ser conferidas nos minutos 17:35 e 32:50 do vídeo.

>>

Miley Cyrus tocando Pink Floyd na TV americana. E tudo fazendo sentido.

>>

* Foi “Wish You Were Here”, ainda por cima. Tudo bem que essa música ficaria boa até se eu cantasse. Mas ainda assim. E rolou no sábado passado no “Saturday Night Live” feito de casa. Brad Pitt introduziu a performance da moça no programa, que vem envelhecendo muito bem. Tem uns dois anos ela gravou até com os Flaming Lips.

myleysnl

O figurinha carimbada Andrew Watt, guitarrista e produtor, segurou a versão floydiana no instrumento que lhe deu fama. Ele testou positivo para o covid-19 em março e passou mals bocados com o vírus até há pouco tempo. Parece melhor.

Embora Brad Pitt estava sendo o host do programa, de casa, este foi o primeiro “SNL” desde 1984 sem um apresentador ao vivo em Nova York creditado, sem monólogos, sem “Boa Noite” de um condutor estrelado no fim do programa.

Pitt, que participou de Los Angeles de um quadro zoando sério o Trump, trocou a fala inicial do programa, que sempre é a clássica “Live from New York, it’s Saturday Night!”, para situar o “SNL” em tempos de pandemia. Ele disse: “Live, kind of, from all across America, it’s Saturday Night”

O ator Adam Sandler cantou um número musical sobre ficar trancado em casa. Rob Schneider estava com ele. E o Paul Rudd apareceu fazendo um Facetime.

A parte musical do programa, essa de Cyrus, não foi anunciada na abertura. E, diferente do costumeiro, só uma canção, esta boa cover de Pink Floyd mesmo.

>>

Lives da quarentena, versão família: Yeah Yeah Yeahs, Tears For Fears e David Gilmour fazem apresentações diferentes e em casa

>>

Entre as milhares de lives que invadiram a internet nas últimas semanas, algumas estão ficando legais por envolver artistas e seus familiares. E, entre estas, destacamos pelo menos três.

130420_tearsforfears2

** Ontem, a diva Karen O, vocalista do Yeah Yeah Yeahs, desenterrou uma das primeiras músicas da banda, “Our Time”, que foi lançada em EP homônimo em 2001, nos primórdios do grupo. A Apresentação contou com a participação especial de seu filho Django, “abrindo” o show. Haha.

** Na semana passada, o incrível David Gilmour participou de uma live da esposa, Polly Samson, para divulgar “A Theatre For Dreams”, novo livro dele. Enquanto Polly leu alguns trechos do seu novo romance, Gilmour relembrou no violão seu amigo Leonard Cohen, que é um dos personagens citados no livro. O ex-Pink Floyd tocou as canções “Bird on the Wire” e “So Long, Marianne”, sucessos do catálogo do canadense.

** Quem também fez bonito na internet foi a Diva, filha de Curt Smith, do Tears For Fears. Ela soltou sua bela voz ao lado do pai na icônica “Mad World”, uma das principais canções do duo inglês, que muito tem a ver com o momento atual do planeta. Fofa a Diva, não?

>>

Promo Popload: Roger Waters quer te dar ingressos (premium) para os shows de SP, Rio e Salvador, em outubro. Astro do Pink Floyd prepara “aparições” nessas cidades já em setembro

>>

rogerwaters

* O famoso músico contestador Roger Waters, que um dia foi do almigthy Pink Floyd e depois, na carreira solo, virou o maior lotador de estádios do planeta, vai te dar, via Popload, uns pares de ingressos PISTA PREMIUM para alguns de seus shows no Brasil agora em outubro.

Mas a promoção é lá no Instagram. Já explico. E contemplará, das sete cidades brasileiras em que o músico mostrará os shows de sua turnê Us+Them, as praças São Paulo (segunda data), Rio de Janeiro e Salvador.

É o seguinte: no Instagram @lucioribeiro, a Popload e o Roger Waters vão sortear:
* 2 pares de ingressos para o show de São Paulo do dia 10 de outubro, a data extra (a apresentação do dia 9 está esgotada).
* 1 par de ingresso para o show de Salvador, do dia 17/10.
* 1 par de ingresso para o show do Rio de Janeiro, do dia 24/10.
Tudo pista premium!!!

E mais: um desses quatro sorteados vai receber, em casa, junto com os ingressos, um PRESENTE SURPRESA oferecido pela t4f, a produtora do show. Talvez dois.

Vai lá no Insta, @lucioribeiro, que você vai encontrar facinho a promoção. Curta o post, marque um/uma amigx (que tem que curtir o post também) e diga a cidade para a qual você quer concorrer ao par de ingressos. O sorteado tem que ter as duas curtidas no post, para receber as entradas.

2 - imagem_site_roger_waters

Roger Waters, um dos fundadores do Pink Floyd, passa com sua Us+Them Tour ainda por Brasília, dia 13/10; Belo Horizonte, 21/10; Curitiba, 27; e Porto Alegre, dia 30/10. Os shows, uma experiência audiovisual absurda, vai mesclar suas músicas solo com clássicos da banda que foi a expoente do rock progressivo mundial.

Em setembro agora, ações visuais urbanas chamarão a atenção em algumas cidades brasileiras para a passagem da turnê de Roger Waters no Brasil. A t4f ainda não divulgou o seu conteúdo. Desde os anos 70, o Pink Floyd usou porcos gigantes infláveis para bombar suas performances, tradição que continuou na carreira solo de Waters.

O músico é conhecido também por seu ativismo em várias frentes. Suas últimas ações em prol de causas já fez Waters bater de frente com políticas do presidente americano Donald Trump e abraçar causas palestinas na eterna briga com Israel.

Se ele quiser, aqui no Brasil será um prato cheio para uma treta de ativismo. Mas isso é uma outra história.

Vá ao Instagram para concorrer os ingressos desses grandiosos shows de Roger Waters.

>>