Em plush:

CENA – Banda mineira Lava Divers lança agora o melhor disco indie dos anos 90 e faz show amanhã em SP

>>

popload_cena_pq

* Banda mineira que nasceu por causa do Suede em São Paulo (já explico), o esperto quarteto Lava Divers se apresenta neste sábado na ótima pista 360 graus horizontal e vertical do Centro Cultural São Paulo, de graça, junto com a importante banda sorocabana Wry, em balada indie marcada para ter início às 19h, cedinho.

O Lava Divers, de uma certa cena dentro da cena atual, que não é shoegaze, não é psicodélico e resgata um pouco a velocidade de guitarra do som alternativo americano ou indie inglês dos anos 90, acaba de lançar seu ótimo disco de estreia, “Plush”, já disponível nas plataformas tudo (Spotify, Bandcamp, Deezer, Google Play, iTunes) e que logo mais vai ser lançado em vinil e CD.

“Plush, o álbum de estreia do Lava Divers, é um lançamento do bravo selo carioca Midsummer Madness.

Vagando com energia e “indie spirit” por sons que lembra Pixies, Dinosaur Jr., Jesus & Mary Chain e daí “para baixo”, para o underground, o Lava Divers é uma banda mas poderia ser várias. Porque suas músicas são distribuídas quase que igualmente por quatro vozes condutoras bem boas e marcantes para o tipo de som a que se propõe.

A banda, oriunda de algum lugar do Triângulo Mineiro entre Araguari e Uberlândia, é Joe Porto (guitarra e voz), Glauco Ribeiro (baixo e voz), Eddie Shumway (guitarra e voz) e Ana Zumpano (bateria e voz). Ana, mais uma da safra acidental poderosa de bateristas mulher da CENA nacional, quando canta bota o Lava Divers direto em contato especial com a maravilhosa cena alternativa feminina americana do começo dos 90, tipo Throwing Muses, Liz Phair e Sleater Kinney.

Sobre a menção ao Suede, do começo do texto, Joe e Glauco afirmam que resolveram formar a banda na saída de um show
do grupo de britpop em São Paulo, em 2012. De lá para cá, foram um EP e mais de 100 shows pelo Brasil, em clubes e festivais indies.

Ouça “Plush” de cabo a rabo, em especial, se me permite, “Inside His Eyes”. Belezura indie da maior qualidade.

Plush capa
.

Abaixo, eles ao vivo no Circadélica Festival, em Sorocaba, há duas semanas, tocando aceleradinha uma das faixas do disco ao vivo, que faz uma “homenagem” a seu guitarrista.

>>