Em popload festival:

Atenção, Brasil! Atração do Popload Festival, Patti Smith fará show extra beneficente em SP, dentro do projeto Popload Social

>>

281019_pattismith2

Uma das maiores artistas de todos os tempos, não apenas pela sua obra irreparável, mas também pelo seu reconhecido engajamento em causas sociais, PATTI SMITH fará um show beneficente em São Paulo, um dia após estrelar o Popload Festival.

A cantora norte-americana vai se apresentar no sábado, 16 de novembro, no Auditório Simón Bolívar, no Memorial da América Latina. As entradas serão divididas entre ingressos distribuídos mediante participação em ações de trabalho voluntário e venda de ingresso solidário.

O show faz parte da aba de cidadania POPLOAD SOCIAL, nesta que será a única apresentação de Patti Smith no país fora do festival.

As apresentações da precursora do punk serão as primeiras dela em São Paulo em toda a carreira. Em sua última visita ao Brasil, ela esteve envolvida em eventos apenas em Curitiba e Rio de Janeiro.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

As vagas de voluntariado para este Popload Social estão abertas no site da ATADOS, plataforma social online que conecta pessoas a oportunidades de voluntariado em causas sociais. Os interessados deverão escolher a ONG para qual desejam realizar a ação e, após realizado o voluntariado, cada vaga dará direito a 1 (um) ingresso exclusivo, nominal e intransferível para o show. As ONGs parceiras desta edição são BEABA, APAE, Move Institute, Cruz Vermelha, Banco de Alimentos e Greenpeace.

A venda de ingresso solidário para esta apresentação será através do site da Ticketload. Parte do dinheiro arrecadado será revertida para o BEABA, instituto que tem como missão desmistificar o câncer para crianças, adolescentes e seus acompanhantes.

O POPLOAD SOCIAL

O Popload Social é um projeto inovador sempre com ações especiais relacionadas aos eventos produzidos pela marca Popload. Através dele, centenas de fãs puderam e podem assistir a shows gratuitamente em troca de suas participações como voluntários em ONGs parceiras das mais variadas causas. A cada evento, vagas são disponibilizadas aos interessados em ajudar projetos sociais e, em troca, eles podem ver as suas bandas favoritas! O projeto também oferece shows gratuitos em espaços públicos da cidade, como o Metrô de SP, alcançando milhares de pessoas com entretenimento acessível e de qualidade. Em 2017, o Popload Social realizou um show gratuito da cultuada cantora inglesa PJ Harvey para mais de mil voluntários!

SERVIÇO – POPLOAD SOCIAL apresenta PATTI SMITH

Data: 16 de novembro de 2019, sábado
Abertura das portas: 19h
Início do show: 21h
Local: Auditório Simón Bolívar – Memorial da América Latina || Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda, São Paulo – SP, 01156-001
Capacidade: 1.009 pessoas
Ingressos: a partir de R$ 60,00 || Limite de 2 ingressos por CPF

Classificação etária: a partir de 18 anos desacompanhados. Menores entre 14 e 18 anos somente acompanhados de um responsável legal. Proibida a entrada de menores de 18 anos. Este evento requer autorizações específicas, acompanhe a atualização da expedição de alvarás através do site oficial.

INGRESSOS

INGRESSO GRATUITO ATRAVÉS DE TRABALHO VOLUNTÁRIO:
Os voluntários devem acessar o site da ATADOS e escolher a ONG para qual desejam realizar a ação. Após realizado o voluntariado, cada vaga dará direito a 1 (um) ingresso exclusivo, nominal e intransferível para o evento Popload Social apresenta Patti Smith. Somente os voluntários que se cadastraram através da plataforma e realizaram a ação no dia e no horário estabelecidos pelas ONGs terão direito ao ingresso.

INGRESSO SOLIDÁRIO: R$ 60,00 (meia-entrada) e R$ 120,00 (inteira)

VENDA DE INGRESSO SOLIDÁRIO:

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE CONVENIÊNCIA
UnimedHall – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro – São Paulo (SP).
Segunda-feira – FECHADA (*excepcionalmente aberta no dia 28/10)
Terça-feira a Sábado: das 12h às 20h
Domingo e feriados: das 13h às 20h
Limite de 2 ingressos por pessoa/CPF

LOCAIS DE VENDA – COM TAXA DE CONVENIÊNCIA
Pela Internet: www.ticketload.com
Taxa de Conveniência: 10%
Limite de 2 ingressos por CPF

Meia-entrada: obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição de beneficiário no ato da compra e entrada do evento (para compras na bilheteria oficial e pontos de venda físicos) / na entrada do evento (para compras via internet). Para mais informações acesse: www.ticketload.com/meia-entrada

>>

#SpoilerAlert: O que esperar do show do HOT CHIP no Popload Festival

>>

pfhotchip

O fã brasileiro de Hot Chip é privilegiado, sim. O grupo formado por Alexis Taylor, Joe Goddard, Al Doyle, Owen Clarke e Felix Martin fez show no Brasil em quase todas as suas turnês desde o álbum “The Warning”. Se hoje o álbum é quase um clássico moderno, era uma das novidades mais quentes lá no distante 2007.

Como banda de primeira linha que é, em cada retorno o Hot Chip veio com mais hits de sua sequência de discos elogiados e queridos. Quem teve a chance de ver eles no Tim Festival? Imagina que naquela época “Ready for the Floor”, indica ao Grammy e tudo, não existia ainda. E lá em 2010? “Night & Day” também não existia. Em 2013, Joe Goddard, um dos líderes da banda, já que o Hot Chip inicialmente era um projeto dele e de Alex, veio no primeiro Popload Festival. Aliás, vale pesquisar o que Alex e Joe fazem em suas carreiras solos.

Agora é banda completa e temos a divulgação do álbum “A Bath Full Of Ecstasy”, que faz bonito perto dos discos anteriores. Veremos a banda na boa fase de sempre. Talvez até melhor, tem que ir ver o show.

Setlists recentes

Os setlists do Hot Chip atuais dão um destaque legal para o novo disco da banda, mas o lance é que eles abraçam o melhor dos discos anteriores Ou seja, tudo que você já dançou muito e talvez nem saiba que é deles.

Huarache Lights
One Life Stand
Night & Day
Flutes
Hungry Child
Over and Over
Boy From School
Spell
Melody of Love
Ready for the Floor
Sabotage
Positive
I Feel Better

Top 5

As mais tocadas na turnê atual estão aqui. Sente a fileira de hit dos últimos dez ano que esses caras fizeram. É o melhor de qualquer pista de dança indie ao vivo.

Top 3 clipes

O Hot Chip tem talento para bons clipes. “Don’t Deny Your Heart” para os amantes de futebol no videogame, mais game em “Bath Full of Ecstasy” e um clássico: “Over and Over”. Vai atrás dos outros porque tem muita coisa boa deles por aí, especialmente os mais recentes.

Top 3 remixes

Não podemos ficar sem falar dos remixes da banda, parte de sua obra. Tem Amy Winehouse, Gorillaz e Troye Sivan, entre outros, que já foram relidos por Alex e cia. Sempre tudo muito fino.

A playlist:

Fizemos uma playlist do que é obrigatório do Hot Chip. As melhores músicas da banda e o que vamos ouvir no show. Começamos pelo setlist, praticamente uma coletânea, e depois passamos pelas principais músicas deles.

No Instagram

Olha o site que o Hot Chip já teve:

E quem não quer o game do Hot Chip? Pena que é ficção:

Banda com classe:

Parece que temos engraçadinhos na banda, fica o alerta para a produção do festival:

Muito spoiler:

Um show recente completo no YouTube? Temos, sim, mas fica o aviso: é spoiler total ver isso aí.

POPLOAD FESTIVAL 2019:

INGRESSOS NO ÚLTIMO LOTE!

>>

Hot Chip agita a Califórnia com session incrível para a KCRW. Em novembro, banda inglesa se apresenta no Popload Festival

>>

Fotos: Brian Feinzimer

Fotos: Brian Feinzimer

Atração mais do que especial do Popload Festival deste ano, o Hot Chip levou seu indie dance para a Califórnia, na semana passada, onde fez uma session espetacular para a rádio KCRW.

O grupo de Alexis Taylor e Joe Goddard mostrou especialmente canções do álbum A Bath Full of Ecstasy, lançado neste ano, entre elas Spell e Hungry Child.

Além de ser bom até mandar parar, “A Bath Full Of Ecstasy” tem 9 músicas bem boas e foi cuidado por nomes como Rodaidh McDonald, que tem trabalhos ligados a gente chique como The xx e David Byrne, e por Philippe Zdar, já saudoso produtor francês, dos mais conceituados da música eletrônica, que morreu há poucos meses.

Este foi o primeiro álbum em que o Hot Chip, em quase duas décadas de carreira, trabalhou com produtores externos.

O Popload Festival acontece dia 15 de novembro, feriado, no Memorial da América Latina em SP. Se eu fosse você, não deixaria para comprar o seu ingresso de última hora. Quem avisa, amigo é. Afinal, a Patti Smith, o Jack White, a Lovefoxxx, a Tove Lo, o Alexis estão todos te esperando.

A session do Hot Chip na Califórnia pode ser conferida abaixo.

SETLIST
Boy From School
Spell
Bath Full Of Ecstasy
Made In The Dark
Hungry Child

>>

Tove Lo solta “Sunshine Kitty”, seu aguardado quarto álbum de estúdio, com Kylie Minogue e funk brasileiro no meio

>>

020819_tovelo_slider

Atração cool do Popload Festival e ainda do New Sounds, no Rio de Janeiro, ao lado da Little Simz, a sueca Tove Lo lançou nesta sexta e enfim seu quarto disco de estúdio, “Sunshine Kit”, que tem 14 faixas e participações que vão de Kylie Minogue ao funkeiro brasileiro MC Zaac.

“Sunshine Kitty” é puxado por bons singles como “Glad He’s Gone” e “Bad as the Boys” e pinta como o sucessor do bombado “Blue Lips”, de 2017.

A faixa com o brasileiro MC Zaac é “Are U gonna tell her?”. O funkeiro é conhecido no Brasil pelos hits “Bumbum Granada” e “Vai Embrazando”, além de ter participado de sucessos como “Vai Malandra” e “Bola Rebola”, da Anitta.

Nas últimas semanas, Tove Lo investiu bastante na divulgação do projeto. Primeiro, ela foi soltando faixa a faixa, cada uma delas com capinha e sticker próprios, como se fossem singles virtuais. Ela também esteve no programa do Seth Meyers nesta semana para mostrar ao vivo o single “Sweettalk My Heart”.

Tove Lo toca no dia 15 de novembro, feriado, no Memorial da América Latina, em SP, dentro do Popload Festival, que terá ainda nomes como Patti Smith, The Raconteurs, Little Simz, Cansei de Ser Sexy, Hot Chip e muito mais.

Dois dias depois, ela firma parceria com a inglesa Little Simz no também imperdível New Sounds, no Sacadura 154, no Rio de Janeiro. Os ingressos para os eventos citados podem ser adquiridos na Ticketload.

Abaixo, o disco completo na Deezer, plataforma de streaming oficial da Popload, e um vídeo-tutorial-rápido com curiosidades da cantora sueca mais legal desde a Nina Persson.

>>

Slowthai carregando a cabeça do primeiro-ministro britânico, o IDLES “inventando” o punk, a Little Simz incrível, o Dave vencedor. Um pouco do Mercury Prize 2019

>>

200919_slowthai

Rolou na noite de ontem em Londres a aguarda edição 2019 do Mercury Prize, uma das premiações musicais mais conceituadas do Reino Unido, que tem um formato diferente em relação aos eventos deste tipo.

Em vez de premiar diversas categorias, o Mercury Prize premia apenas o melhor disco feito por um artista britânico no período de 12 meses anterior à cerimônia.

No cardápio de indicados deste ano, nomes como 1975, Foals, Fonaines DC, Idles e a “nossa” Little Simz estavam na disputa, que acabou vencida pelo jovem rapper Dave, de apenas 21 anos, com seu ótimo “Psychodrama”, disco que foi lançado em março deste ano e que foi direto para o topo das paradas inglesas na primeira semana.

Foto: REX FEATURES

Foto: REX FEATURES

Mas o auê ficou mesmo para o que rolou no palco. Se o MP premia apenas uma categoria, o tchan da premiação está no fato de todos os concorrentes se apresentarem ao vivo. E aí o evento deu o que falar especialmente pela apresentação do rapper Slowthai, um dos grandes nomes da nova safra por lá.

Sem pudor, ele entrou no palco segurando a cabeça de um boneco de Boris Johnson, o primeiro-ministro britânico. E, ainda, vestindo uma camisa com os dizeres “Fuck Boris”, que agora estão à venda em seu site. Haha. O choque foi tamanho que a transmissão da BBC foi cortada direto para a apresentadora Lauren Laverne, que precisou falar que aquelas não eram as opiniões da emissora.

Ainda no campo político, que a imprensa inglesa diz ter sido a edição com mais apelo neste sentido nos últimos tempos, o Foals falou sobre as questões climáticas, a Anna Calvi repudiou a desigualdade de gêneros, e o IDLES a masculinidade tóxica.

Teve ainda a Little Simz ícone, mostrando que o Popload Festival será incrível também por causa dela, o Fontaines DC com o vocalista gênio Grian Chatten vestindo camisa do Nick Cave, e o próprio IDLES, na parte sonora, fazendo tudo parecer a década de 70 e que estava surgindo naquele ali, naquele momento, o punk.

Foto: REX FEATURES

Foto: REX FEATURES

Confira abaixo os discos indicados e os vídeos das apresentações na premiação.

Concorrentes ao Mercury Prize 2019:
· Anna Calvi – Hunter
· Black Midi – Schlagenheim
· Cate Le Bon – Reward
· Dave – Psychodrama (vencedor)
· Foals – Everything Not Saved Will Be Lost
· Fontaines DC – Dogrel
· Idles – Joy As an Act of Resistance
· Little Simz – Grey Area
· Nao – Saturn
· SEED Ensemble – Driftglass
· Slowthai – Nothing Great About Britain
· The 1975 – A Brief Inquiry Into Online Relationships

>>