Em popload gig:

Vimos o Nick Cave ao vivo em Nova York! No cinema

>>

nick cave Press Shot

THE MAN

Você deve estar acompanhando por aqui que Nick Cave, nosso ídolo do post-punk, volta a sua São Paulo para uma apresentação única e exclusiva no Popload Gig, em outubro. Ao lado do seu fiel The Bad Seeds, esse é um show que tem sido considerado imperdível não só pela Popload, mas por todo mundo que importa: “Rolling Stone”, “The New York Times”, “The Guardian”, “Pitchfork”… não sobrou uma só crítica meia-boca para a recente e catártica turnê “Distant Sky”. Nick Cave chora, grita, se emociona com as músicas de perda e morte, deixa ser levado pelo público, se ajoelha, entra em transe… É emoção demais para um palco só.

Por aqui, você pode passar por essa experiência única no dia 14 de outubro, no Espaço das Américas! Os ingressos estão à venda (e voando) aqui.

Daí que tem “Distant Sky”, o show, e tem o “Distant Sky”, o filme, na verdade o concerto da Dinamarca filmado que teve exibições recentemente em alguns cinemas do mundo, nesse fuzuê de anúncio da turnê de Nick Cave. Brasil estava na rota, mas por algum motivo, as sessões por aqui foram canceladas.

Então convidamos Marco Lockmann, fã entendido de Nick Cave e de muitos outros assuntos que nos dizem respeito, a falar sobre a recente exibição do filme-concerto “Distant Sky” lá em Nova York, onde mora. E a experiência que ele teve vendo o filme do show do Nick foi a seguinte:

Screen Shot 2018-04-19 at 17.29.10

O ápice depois do ápice

Nick Cave ao vivo (nos cinemas) com o show de sua última turne “Distant Sky”

Em 2013, quando Nick Cave e seus Bad Seeds lançaram “Push The Sky Away”, o décimo quinto (!) disco da banda – que além de ter reviews extraordinários entrou direto como #1 na parada independente Inglesa – a conversa que cercava o disco era que este era o ápice da carreira de Cave, o ponto onde ele ganhou “legitimidade” (se é que existe algo assim em música) como herdeiro direto de seus ídolos Leonard Cohen e Bob Dylan.

Com “Push The Sky Away”, Cave teve uma audiência gigantesca, passando a tocar em estádios (sem depender exclusivamente de “hits antigos” como muitos contemporâneos) e passou de performer errático (nos tempos do Birthday Party e nos early days dos Bad Seeds) para comandar multidões em estádios numa tour que durou mais de um ano e que emendou com a gravação do disco seguinte “Skeleton Key”.

No meio da gravação do disco, a morte acidental do filho de Cave e a decisão dele de continuar gravando e indo em turnê como um meio de lidar com a perda, trouxe à tona uma outra versão do músico australiano, ainda mais madura e intensa do que a do disco anterior (mostrada em “Once More Time with Feeling”, filme que documenta a gravação e a reação de Cave com a perda mostrando uma vulnerabilidade única).

distant sky

O show capturado em “Distant Sky”, baseado neste último disco de Cave, “Skeleton Key”, é diferente da turnê anterior – mais emocional, mais pesado e ao mesmo tempo mais vulnerável. Além da performance intensa de Cave, Warren Ellis, o multiintrumentisca e atual braço direito de Cave em todos seus projetos musicais (de Grinderman às inúmeras trilhas sonoras que tem composto), cria uma atmosfera única, misturando pianos, guitarras distorcidas, percussão e cellos….alternando momentos violentos como a nova versão do “clássico” “From Her to Eternity” até baladas longas como “Jubilee Street”, onde a plateia (e Cave) entram num semitranse (“I am transforming. I am vibrating. I am glowing”).

Num dos pontos altos do final do show, Cave canta “Girl in Amber”, a principal balada do disco com a imagem de Susie Bick (sua esposa) andando na praia em Brighton projetada no fundo com a mesma intensidade insana que canta uma das suas “Murder Ballads”. Para quem não acompanha de perto essa mudança na vida/carreira de Cave e a quase-violência com que ele entra nessas novas “baladas atmosféricas”, pode soar estranho, mas cabe aqui uma das suas falas em outro documentário recente sobre sua carreira (“20,000 Days on Earth”):

“In the end, I’m not interested in that which I fully understand”.

Cave está (mais uma vez) no ápice da sua carreira e talvez seja o mais importante live performer no mundo hoje. Ache um modo de vê-lo ao vivo…..

*********************

* Pois então. Só para lembrar…

130418_nickcave1

>>

Suas preces deram certo. Popload Gig traz ao Brasil, finalmente, NICK CAVE & THE BAD SEEDS, em show único

>>

* O cultuado e, ok, quase mitológico cantor australiano NICK CAVE vem ao Brasil para uma apresentação única em São Paulo, pelo selo POPLOAD GIG. Acompanhado de sua bandaça, os BAD SEEDS, um dos nomes mais pedidos desde sempre pelo público de shows da Popload faz seu especialíssimo concerto no Espaço das Américas, na Barra Funda, no dia 14 de outubro.

Os ingressos já estão à venda!

130418_nickcave1

Em mais de quatro décadas de carreira, Nick Cave construiu como poucos uma reputação ilibada na cultura pop. Cantor, compositor, poeta, roteirista e ator, o australiano nascido em Warracknabeal, mostra o vigor, a inspiração e a vitalidade de um menino.

Cantando sobre amor e sexo, religião e morte, Nick com sua voz cavernosa consegue como poucos ter uma facilidade incrível para tocar seus fãs (e até os poucos não tão fãs) no fundo da alma. Com 16 discos na bagagem junto com seu Bad Seeds, Cave está rodando o mundo com o elogiadíssimo show do álbum “Skeleton Tree”, lançado em 2016, pesado registro que foi concebido após a morte de seu filho Arthur, de apenas 15 anos, que caiu de um penhasco em julho de 2015.

Nos últimos tempos, Nick ainda lançou uma coletânea, “Lovely Creatures – The Best of Nick Cave & the Bad Seeds 1984 – 2014”, e protagonizou o documentário “Distant Sky”, baseado na preparação e em um show realizado na Dinamarca, ano passado, mostrando um pouco da intensidade e da experiência que poderemos vivenciar dia 14 de outubro, no Espaço das Américas.

O Popload Gig com Nick Cave já nasce histórico dentro de uma trajetória que ainda nem chegou aos 10 anos. Neste meio tempo, foram mais de 50 edições em SP e outras capitais, estreladas por artistas do calibre de LCD Soundsystem, Tame Impala, Courtney Barnett, The Kills e mais recentemente Phoenix. Dia 8 de maio tem Mogwai, também. E no fim do ano, mais um Popload Festival, que trará ao Brasil para uma experiência única dia 15 de novembro uma escalação que vai de Lorde a At The Drive-In, passando pela estreia do Blondie nos palcos daqui, e ainda MGMT, Death Cab For Cutie, Mallu Magalhães & Tim Bernardes e Letrux.

Relembrando: Popload Gig com Nick Cave & The Bad Seeds será num domingo, 14 de outubro, no Espaço das Américas, em SP. Os ingressos partem em 1º lote com preços de R$ 100 (meia) e R$ 200 (inteira), podendo ser adquiridos na Ticketload.

SERVIÇO – Popload Gig com NICK CAVE & THE BAD SEEDS
Data: 14 de outubro (domingo)
Local: Espaço das Américas
Endereço: R. Tagipuru, 795 – Barra Funda, São Paulo
Horários: Abertura da casa 18h00 || Início do show 20h00
Classificação etária: 18 anos
Ingressos: Pista 1º Lote R$100,00 (meia-entrada) e R$200,00 (inteira), Pista 2º Lote R$120,00 (meia-entrada) e R$240,00 (inteira) e Camarote R$180,00 (meia-entrada) e R$360,00 (inteira).
Vendas online: www.ticketload.com
Ponto de venda: Cine Joia @ Praça Carlos Gomes, 82 (próximo ao Metrô Sé e Liberdade). Funcionamento de segunda-feira a sexta-feira, das 10h às 14h e das 15h às 18h.
Parcelamento em até 3x: Elo, Visa, Diners, Amex e Mastercard.

>>

Uma breve história sobre o Mogwai, atração do Popload Gig mês que vem. Nesta semana devemos ter virada de lote de ingressos

>>

050218_mogwai2

Estamos oficialmente a menos de um mês de um Popload Gig que já nasceu histórico. Em 8 de maio, o cultuado Mogwai estará no Tropical Butantã, em São Paulo, para mostrar seu novo show que tem rodado o mundo e recebido críticas bastante positivas.

O show é do disco “Every Country’s Sun”, lançado em setembro do ano passado, o primeiro deles desde a saída do John Cummings, nada menos que o de número 9 de estúdio na carreira deles, que tem ainda 13 EPs, 2 álbuns de remixes, 2 álbuns ao vivo e 4 compilações comemorativas. O lance dos escoceses é trabalhar.

A gente vem aqui para informar que nesta semana a venda de ingressos deve virar de lote, porque o primeiro está esgotando. Então, corre lá na Ticketload para aproveitar as derradeiras entradas de 1º lote.

Abaixo, uma breve história do Mogwai.

POPLOAD GIG COM MOGWAI – SERVIÇO
Data: 08 de maio (terça-feira)
Local: Tropical Butantã
Horários: Abertura da casa 19h00 || Início do show 21h00
Vendas online: www.ticketload.com
Ponto de venda: Cine Joia

>>

Mogwai deixa todo mundo em transe em session incrível nos Estados Unidos. Em maio será a vez do Popload Gig

>>

** E aí, o coração resistiu aos anúncios do Popload Festival ontem? Pois bem. Estamos aqui para dar uma aceleradinha a mais nele, com uma session incrível do Mogwai, por um acaso atração do Popload Gig no mês de maio.

200318_mogwai2

A cultuada banda escocesa, que vem ao Brasil dia 8 do mês citado para apresentação no Tropical Butantã, em São Paulo, está na estrada divulgando seu mais recente álbum, “Every Country’s Sun”, lançado em setembro do ano passado, o primeiro deles desde a saída do John Cummings.

Na função de divulgação, eles passaram no fim do ano nos estúdios da bacanuda rádio de Seattle KEXP, onde bateram um papo sobre este disco #9 da carreira deles e fizeram uma session imperdível, divulgada pela emissora só agora, e que pode ser conferida no fim do post.

Dono de um post-rock experimental que mistura guitarras melódicas e batidas eletrônicas na medida, o Mogwai já lançou, além dos nove álbuns de estúdio, 13 EPs, 2 álbuns de remixes, 2 álbuns ao vivo e 4 compilações comemorativas.

O show atual, um dos mais aclamados do circuito atualmente, já percorreu mais de 50 cidades desde o ano passado tem ingressos à venda no site da Ticketload.

SETLIST
Crossing The Road Material
Party In The Dark
Don’t Believe the Fife
Every Country’s Sun

>>

Popload Gig com Phoenix, em Curitiba, é hoje! Tem Popload Radio DJ Set antes e, ainda, uma promo valendo par de ingressos. Vamos?

>>

phoenix

É hoje, Brasil. É hoje, Curitiba. É dia de Popload Gig especialíssimo com o Phoenix, pela primeira vez na capital paranaense, tocando na luxuosa Ópera de Arame, tudo a ver com a banda francesa, agora de alma italiana, conhecida por ser uma das de som mais refinado do indie nas últimas décadas.

Antes, fica o convite para a indiezada toda de Curitiba chegar mais cedo ao evento, pois às 19h30 tem Popload Radio DJ Set com um tal Lúcio Ribeiro, tocando de tudo um pouco.

Antes ainda, fica o aviso para a promo relâmpago valendo UM PAR DE INGRESSOS para o show. Basta ir ao meu Instagram e seguir as coordenadas. O resultado sai tipo 15h.

Ingressos? Restam poucos aqui.

Vamos?

QUER IR NO PHOENIX DE GRAÇA NA LINDA ÓPERA DE ARAME, EM CURITIBA?? Seguinte. Vou sortear UM PAR de ingressos para o showzão q a querida banda francesa vai fazer nesta sexta, dia 2, na capital paranaense. SORTEIO algo RELÂMPAGO. REGRAS: 1. Seguir o meu perfil 2. Curtir a foto e marcar dois amigos nos comentários. O sorteio será amanhã, dia do show, às 15h. O vencedor será informado em seguida. O número de comentários é livre. Mas cada um tem que ter amigos diferentes marcados. Quanto mais gente marcar, mais chance tem de ganhar o par de entradas pra balada mais legal do Brasil neste final de semana. Foi mal q este sorteio vai ser só para curitibanos, mas sorte deles. Semana que vem prometo fazer uma nova, bem boa, mais geral. Mas por enquanto é surpresa!! VAMOOOO!!

Uma publicação compartilhada por Lucio Ribeiro (@lucioribeiro) em

>>