Em pra entreter:

CENA – Aqui está o Hellbenders, para nos entreter. Em bom português. Confira o single/vídeo novo

1 - cenatopo19

* Já se acostumou a ter o nome do Hellbenders associado a um título em português? Então acostume-se. Em novo passo em direção ao “melhor entendimento das letras” na língua mãe, a banda stoner goiana lançou o single “Pra Entreter”, que também dá o nome a seu terceiro disco.

Na real “Pra Entreter” é a segunda amostra do novo álbum e do novo direcionamento do grupo, que depois de quase dez anos de estrada berrando em inglês e chapando os gringos que de algum modo cruzaram seu caminho, quer posicionar a banda de corpo e alma e língua na CENA brasileira, fazendo uso da comunicação direta e reta na língua-mãe, que, costuma-se dizer, não “combina” muito com hard rock tipo o da banda.

O “susto” veio com “Delírio”, single lançado em maio. Mas “Pra Entreter” sacramenta o Hellbenders como uma “nova banda”, um novo projeto, com os mesmos integrantes.

O que achamos: “Pra Entreter”, a música e a letra em português, é muito boa. Sem aqui defender a velha questão “banda brasileira cantando em inglês x as cantando em português”, o Hellbenders não poderia ter escolhido um momento melhor para a mudança.

Captura de Tela 2020-07-27 às 9.18.47 AM

Se o lançamento de “Delírio” parecia feito para provocar os fãs que se irritariam com o posicionamento político do Hellbenders, “Pra Entreter” é um soco na cara mesmo. Pesada, acompanhada de um ótimo lyric video ilustrado por Adriano Borges e Cristiano Borges, a faixa deixa claro tudo o que tem que ficar claro. Não entende quem não quer.

Na qunta-feira passada o Hellbenders teve um evento no Zoom + Twitch de lançamento do vídeo novo e conversa com público e imprensa, além de uma live ao vivo, tudo feito a partir da conta do festival Bananada, também de Goiânia. A história do Hellbenders e do Bananada se confundem.

A live mostrou três músicas em português: os dois singles mais a inédita “Eu Não Sei”, que também estará no próximo disco do Hellbenders. O álbum tem o nome do single/vídeo lançado, “Pra Entreter”, com lançamento previsto ainda para este 2020.

“Pra Entreter”, a música, tem participação especial de Rodrigo Lima, vocalista da veteraníssima banda de hardcore brasileira Dead Fish, que canta em português desde os anos 90. Rodrigo participou do evento do Twitch, tanto conversando quanto na live.

Na parte da entrevista, à Popload, o vocalista e compositor Diogo Fleury explica as mudanças do som na banda a partir da mudança da estrutura lírica, do inglês para o português. E se doeu a virada linguística.

“A gente está felizaço com esta nova fase da banda. Em cantar e português. Doeu o processo sim. Porque foi um grande desafio para nós. Nos tirou de uma zona de conforto em que estávamos, de ser uma banda que canta em inglês e não ser nossa língua nativa, a
métrica é diferente. E, no meu caso, que escrevo as letras, a minha noção de responsabilidade, agora escrevendo em português, é muito maior. A gente realmente tomou essa decisão da mudança porque a gente queria que as pessoas daqui entendessem melhor a mensagem que a gente queria passar. Isso influi numa questão de decidir, por exemplo, a hora em que a gente conclui que a melodia seria mais importante que a letra. Tivemos que ter certas escolhas.
Estamos muito felizes com o resultado final. No novo disco, a gente realmente precisava fazer algo novo, dar um gás novo, ao mesmo tempo que conseguimos manter nossa identidade. Acho que superou nossa própria expectativa.”

A letra EM PORTUGUÊS de “Pra Entender”, ela mesma, tem um ponto importante como um posicionamento de cara da banda para a nova fase. Mas com um tom irônico que me lembrou, no espírito e na semântica, parte da letra de “Smells Like Teen Spirit”, do Nirvana. Na hora em que Cobain diz na letra, em inglês, sorry, “With the lights out, it’s less dangerous
Here we are now, entertain us”.

O Hellbenders, em “Pra Entreter”, diz o seguinte:

“Lá vem mais uma banda que hoje canta o que eu não quero
Parar pra pensar é um saco, terceirizei o meu cérebro
Eu preferia quando não entendia o que gritava
Cantar em português deixou a música tão chata

O futuro dirá que a música deverá ser guiada apenas pelo ritmo
Sem ideias, sem discurso, sem ideologia, sem senso crítico

Perdido
No limbo
A inércia te mantém passivo”

Divagações à parte, Hellbenders em bom português ficou assim, na ótima “Pra Entreter”. Que tem participação do Rodrigo Dead Fish.

>>