Em punisher:

Phoebe Bridgers sai com seu carro cantando “I See You” para o James Corden. Sozinha

>>

Captura de Tela 2020-06-25 às 8.32.06 AM

* A incrível cantora americana Phoebe Bridgers entrou em seu carro de capacete, óculos escuros e uma blusa esquelética no design para sair dando voltas em um estacionamento vazio, cantando “I See You”, em performance para o programa “Late Late Show”, do apresentador amigão James Corden.

A música está no lindo “Punisher”, seu badalado segundo álbum, lançado semana passada e já bem destacado aqui na Popload.

Bridgers e Corden têm uma coisa com carros. Ela diz que neste isolamento um de seus refúgios é se enfiar no carro em sua garagem mesmo, ligar o ar-condicionado (é verão em Los Angeles) e ficar ouvindo música e podcast. Ele comanda o Carpool Karaoke, um dos seguimentos mais populares de seu programa na TV americana, que bota um artista dentro do carro com ele, bota um som para tocar e os dois, Corden e o convidado, cantam.

Provavelmente Bridgers seria uma das convidadas desta época para o karaoke do Corden, com o Corden, se o mundo não estivesse girando diferente desde março.

O vídeo de Zoom de dentro do carro de Phoebe Bridgers para o programa do Corden, abaixo, conta no começo com uma entrevista dela falando sobre seu carro e seu disco novo. Veja.

>>

Phoebe Bridgers encara o teste do segundo disco com “Punisher”, que também pode ser candidato a melhor álbum do ano. Hein?

>>

Phoebe.Bridges

Estrela ascendente do pop, que anda com uma galera do indie, a fofa Phoebe Bridgers se candidata oficialmente na disputa do melhor disco do ano. Se cuida, Fiona Apple.

A loirinha de Los Angeles soltou nesta sexta-feira o aguardado “Punisher”, seu segundo disco de estúdio, que tem uma lista extensa de colaboradores, sendo eles: Conor Oberst, Lucy Dacus, Julien Baker, Christian Lee Hutson, Nick Zinner do Yeah Yeah Yeahs, Blake Mills e Nathaniel Walcott, do Bright Eyes.

“Punisher” chega super bem recomendado e apresentado pelos fortes singles “Kyoto” e “Garden Song”. A missão da norte-americana é manter o alto nível de seu disco de estreia, o badalado “Stranger in the Alps”, lançado em 2017.

Conseguiu?

>>