Em questlove:

O melhor vídeo zoado do ano na música, estrelado por Art Garfunkel

>>

011015_garfunkel1

No bombado talk show capitaneado por Jimmy Fallon, um dos principais diferenciais é a banda. O incrível The Roots é quem toma conta da parte musical do programa enquanto banda fixa e sempre está envolvido em diferentes quadros.

Um deles é o “Black Simon & Garfunkel”, que consiste basicamente em uma releitura da histórica dupla Simon & Garfunkel feita por dois músicos do Roots, negros, Questlove e Kirk Douglas.

Vez ou outra eles fazem seus números musicais cheios de afinação e capricho, mas o que foi ao ar ontem de certo é o mais especial feito até hoje.

Enquanto eles mandavam uma cover de “Can’t Feel My Face”, do Weeknd, quem apareceu para dar uma pequena abrilhantada ao número foi o próprio Art Garfunkel, atualmente sem seus cabelos esvoaçantes que referenciaram seu visual a vida toda.

Apesar da proposta irreverente, os pouco menos de 2 minutos de duração reservam belas imagens.

>>

Kings of Leon, depois do acidente, vai à TV com “novo baterista”

130814_questlove

Com shows marcados em São Paulo e Rio de Janeiro em novembro, o Kings of Leon precisou cancelar algumas datas nos Estados Unidos por esses dias devido a um acidente que o ônibus de turnê da banda se envolveu semana passada, resultando na fratura de uma costela de um dos irmãos Followill, o Nathan, baterista.

O desastre aconteceu no último sábado, após um show deles em Boston. No caminho do local da apresentação para o hotel, um pedestre invadiu a pista e o motorista do ônibus precisou frear bruscamente. Nathan está em casa e se recupera bem, segundo dizem.

Mesmo com as apresentações em solo norte-americano canceladas nos próximos dias, o grupo cumpriu parte da agenda e foi ao programa de Jimmy Fallon na noite de ontem. Não dá para perder uma audiência de milhões na TV americana. Como Nathan está impossibilitado de tocar, o KoL recebeu o luxuoso reforço do grande Questlove, do Roots (banda fixa do programa), nas baquetas. Eles tocaram o novo single do grupo, “Family Tree”, que até é boa.

O KoL se apresenta dia 1º de novembro em São Paulo (Campo de Marte) e 8/11 no Rio (Apoteose), dentro da programação do festival Circuito Banco do Brasil. A banda deve voltar aos palcos dia 28 de agosto, em Holmdel, NJ.

>>

Em fotos: a balada chic com a Lykke Li em Nova York, com ingressos de até US$ 100 mil

Popload em Nova York.

A baladinha “simples” que perdi na noite de ontem aqui em Nova York rolou no famoso Museu de Arte Moderna da cidade, o MoMA. E teve a Lykke Li como atração musical ao lado do DJ Questlove.

Os ingressos custavam apenas de US$ 225 a US$ 100 mil, mas tudo bem.

O que rolou foi mais uma edição do pomposo Party in the Garden. E, recapitulando o que dissemos aqui ontem, o esquema era mais ou menos assim: por volta das 19h começou o coquetel, que tinha como “recepcionista” o ator Daniel Craig, também conhecido como atual James Bond. Depois, às 20h, rolou um jantar. Das 21h até a meia-noite, o show da cantora sueca e do Questlove.

Os ingressos variavam de US$ 225 (entrada “normal”), que não dava direito a participar do jantar nem dos coquetéis. Daí tinha o ingresso de US$ 525, uma espécie de lounge VIP. E os de US$ 100 mil, que fazia do comprador algo como PATROCINADOR da noite, com direito a uma mesa para dez convidados pessoais.

O esperto site BrooklynVegan soltou uma galeria de fotos feitas por Gretchen Robinette (não é a nossa Gretchen, imagino) para dar uma noção da balada chic. Algumas imagens estão reproduzidas abaixo.

140514_lyk1

140514_lyk2

140514_lyk3

140514_lyk4

140514_lyk5

140514_lyk6

140514_lyk7

140514_lyk8

140514_lyk9

* A POPLOAD está em Nova York a convite da Ray-Ban, famosa marca de óculos italiana que lança sua nova coleção aqui na cidade amanhã, com shows de Blondie, apenas, e os fofos do Ms Mr

>>