Em Raconteurs:

Jack White começa turnê mundial tocando até Led Zeppelin

300514_jack1

Jack White está de volta. Um dos seres mais admirados por estas linhas, o norte-americano iniciou na noite de ontem em Tulsa, Oklahoma, sua turnê que vai rodar o mundo graças ao seu segundo disco solo, “Lazaretto”, que será lançado dia 10 de junho.

Durante mais de duas horas, Jack tocou novas canções, faixas de seu primeiro álbum solo – “Blunderbuss”, 2012 – e também de outras bandas, suas ou não. Sons de White Stripes, Raconteurs e Led Zeppelin completaram o set.

Da famosa banda de Jimmy Page e Robert Plant, Jack tocou a canção “The Lemon Song”, de 1969. “My Doorbell”, “Icky Thump” “Hotel Yorba”, “We’re Going To Be Friends”, “Fell In Love With a Girl” e o super hit “Seven Nation Army” representaram seu eterno White Stripes. Do Raconteurs, ele mandou a boa “Steady As She Goes”.

Do novo trabalho que vai sair daqui alguns dias, White tocou as inéditas “Three Women” e “Alone in My Home”. Neste fim de semana, Jack se apresenta nas cidades de Lubbock e Houston, no Texas.



* Setlist (via Consequence of Sound)
Dead Leaves and the Dirty Ground (The White Stripes)
Missing Pieces (Blunderbuss)
High Ball Stepper (Lazaretto)
Temporary Ground (Lazaretto)
Alone in My Home (Lazaretto)
Fell in Love With a Girl (The White Stripes)
You Know That I Know (Hank Williams)
Hotel Yorba (The White Stripes)
We’re Going to Be Friends (The White Stripes)
Lazaretto (Lazaretto)
Hypocritical Kiss (Blunderbuss)
Icky Thump (The White Stripes)
Sixteen Saltines (Blunderbuss)

Bis:
Freedom at 21 (Blunderbuss)
Hello Operator (The White Stripes)
Cannon (The White Stripes)
The Rose With the Broken Neck (Rome)
Three Women (Lazaretto)
You’ve Got Her in Your Pocket (The White Stripes)
Top Yourself (The Raconteurs)
My Doorbell (The White Stripes)
Steady As She Goes (The Raconteurs) > Lemon Song (Led Zeppelin)
Seven Nation Army > Little Bird > Seven Nation Army (The White Stripes)

>>

A quase reunião do Raconteurs em Nashville

>>

191213_jackbenson

Opa. Encontro de heróis do indie nos Estados Unidos. Brendan Benson, no gás com a divulgação de seu disco “You Were Right”, participou na noite de ontem de um show beneficente na cidade de Nashville. A apresentação foi em prol da fundação do grande David Lynch, no famoso Ryman Auditorium.

Em dado momento do show, o incansável Jack White subiu ao palco para dar uma rara canja (em 2013) ao lado do bro Benson. Juntos, tocaram três faixas, duas delas do Raconteurs, banda deles: “Steady As She Goes” e “Hands”. Sobrou um tempinho também para uma parceria em “Good To Me”, som do catálogo solo de Brendan.

Só coisa fina.

>>

A volta (aos pouquinhos) do The Dead Weather

>>

A super cool Third Man Records, gravadora de um certo Jack White, continua aprontando das suas, lançando produtos diferenciados de bandas bacanudas como o The Dead Weather, um dos mil projetos de White, que recentemente gravou duas canções inéditas a serem lançadas em breve, anuncia o selo.

“Open Up (That’s Enough)” e “Rough Detective” prometem ser duas faixas diferentes de tudo o que o The Dead Weather já fez antes. A banda, vale lembrar, conta também com Dean Fertita, Jack Lawrence e a fofura Alison Mosshart nos vocais.

O projeto da TMR para o grupo é lançar singles com duas faixas até 2015, quando a banda terá material suficiente para soltar um disco novo. Essas primeiras duas faixas virão no pacote #18 da série The Vault, plataforma de conteúdo e produtos exclusivos formada só por assinantes, que terá também o disco ao vivo do Racounteurs gravado no Ryman Auditorium, em Nashville (2011) e o vinil do mesmo show.

O single novo do The Dead Weather também será lançado apenas em vinil com numeração limitada. Tudo isso deve sair mês que vem. A banda liberou 30 segundos de “Open Up (That’s Enough)”.

Para se tornar um sócio da plataforma The Vault, é só clicar aqui.

* Abaixo o trailer do DVD do Raconteurs.

Popload Session apresenta… Erick Endres e a banda DIS MOI

>>

* Olha que beleza. O Brasil já tem seu Jack White. Ele tem 15 anos de idade e é incrível. Sobre a idade, deixa eu frisar: ele acabou de fazer 15, está longe dos 16. O nome do menino: Erick Endres. É de Porto Alegre, os gaúchos com razão já o consideram um guitar hero. Ou bem a caminho disso. Erick tem uma banda chamada DIS MOI, com uma amiguinha chamada Bela. Bela é amiguinha mesmo. Tem 13 anos! O pai do jovem roqueiro Erick Endres, para continuar a bizarrice boa da notícia, é o mestre do bailefunk electronoise arruaceiro metal Fredi Chernobyl, DJ, integrante da Comunidade Nin-Jitsu, produtor do Bonde do Rolê, ex-Brollies & Apples entre outras estripulias.

Erick Endres começou a tocar guitarra com 6 anos. Aos 7, subiu no palco do gigante festival Planeta Atlântida (RS) para participar de um show da Comunidade Nin-Jitsu. Repare nisso: fã do Jack White mesmo, The Kills e Angus Young. Fera.

O DIS MOI é a banda de Erick com a amiga Bela Leindecker, por sua vez filha de integrante de banda, a Cidadão Quem, famosa banda do rock gaúcho dos anos 90 (principalmente), dos irmãos Leindecker. Há muito tempo Bela já compõe suas próprias músicas. Muito tempo que eu digo é uns três anos, desde os 9.
O DIS MOI, além da dupla, tem Lourenço Marques no baixo e Adriano Becker, bateria. O nome da banda é em francês, traduzindo fica “diz pra mim”. Sim, Erick também canta uns blues em francês, haha.
The KIDS are alright!!

Enfim, o DIS MOI, Erick e Bela, estão aqui na Popload, em session. As gravações, produzidas pelo grande Fredi Chernobyl, demoraram um pouco porque Erick se complicou na escola, por causa de… bom, você sabe. Na session exclusiva para este blog, eles tocam “Forget”, seu primeiro single como banda, e ainda uma cover de “Level”, do Raconteurs, onde Erick é possuído pelo espírito de Jack White. Veja para crer.

Ladies & gentlemen, com vocês… DIS MOI.

* A foto que abre o post é de Tiago Andrade. A outra, de Erick e Bela, é divulgação.

>>

Jack White volta aos palcos e canta White Stripes, Dead Weather, Raconteurs e… Jack White

>>>

Enquanto não anuncia seu retorno ao Brasil ou do White Stripes, Mr. Jack White voltou aos palcos na noite de ontem, para um show fechado e bem intimista em comemoração ao terceiro aniversário da Third Man Records, seu próprio selo, na sede da empresa, em Nashville. Na plateia, apenas convidados, como a Alison Mosshart (The Kills e Dead Weather).

Jack tocou 19 músicas que resumem um pouco de sua carreira, desde o White Stripes, passando pelo Raconteurs, Dead Weather e… Jack White. Ele também apresentou algumas canções de “Blunderbuss”, seu álbum solo que tem lançamento previsto para 23 de abril.

White se prepara para uma série de shows nos Estados Unidos ainda este mês, incluindo uma apresentação no badalado festival South by Southwest, em Austin, no dia 16. Lembrando que, ano passado, ele se apresentou no SXSW em um ônibus.

* O setlist do show de ontem na Third Man foi o seguinte:
‘Dead Leaves And The Dirty Ground’
‘Missing Pieces’
‘Sixteen Saltines’
‘Love Interrupted’
‘Hotel Yorba’
‘Top Yourself’
‘Hypocritical Kiss’
‘You’re Pretty Good Looking (For a Girl)’
‘Blue Blood Blues’
‘We’re Going To Be Friends’
‘Freedom At 21’
‘My Doorbell’
‘Cut Like a Buffalo’
‘You Know That I Know’
‘Weep Themselves to Sleep’
‘Ball & Biscuit’
‘Steady as She Goes’
‘Seven Nation Army’
‘Goodnight Irene’ (Leadbelly cover)

* No último sábado, Jack foi a atração musical do programa Saturday Night Live. Além do single “Love Interruption”, que a Popload já destacou por aqui anteriormente, ele apresentou “Sixteen Saltines”, som mais roqueiro que também estará em seu álbum solo.