Em radio x:

Foo Fighters e o disco novo “polêmico”. Décimo álbum da banda, “Medicine at Midnight, foi lançado hoje. Gostou?

>>

* Nada é tão barulhento neste começo de ano como a repercussão do décimo disco da superbanda Foo Fighters, que está sendo lançado hoje. Seja pelas inúmeras aparições em entrevistas e vídeos ao vivo gravados da turma de Dave Grohl para diversos veículos musicais, seja pela dividida na galera que este “Medicine at Midnight”, o disco “X”, o “Let’s Dance” (ref. David Bowie) que David Grohl quis dar na sua superexposta banda.

É bom ou não é bom? Afinal, tirou o FF de um certo limbo criativo que se abateu sobre o grupo nos últimos discos ou nem perto disso? Você ainda, indie amigo, aguenta ver as caras e bocas do maior gente fina do rock Dave Grohl por aí, ainda que considerando que o cara foi, pô, um integrante importante do Nirvana?

Bom, cabe a você julgar. A gente aqui, particularmente, com todas as questões envolvidas, gostou bem de “Medicine at Midnight”. Mas, gosto à parte, não dá para escapar da verdade que o disco, por si só, é um evento. Então vamos a algumas reverberações dele.

– Foo Fighters, quase como não poderia deixar de ser, é a capa lindona da britânica “NME” desta semana, online ou em seus poucos números distribuídos gratuitamente em selecionados lugares pela Inglaterra. Ela traz uma entrevista com ELE em que se destacam algumas frases como “Nossa conexão vai além da música” e “Esta banda é o mais longo fucking relacionamento em que eu me meti na vida”, ambas sobre o amor que o guitarrista-vocalista-baterista sente pelo grupo que formou em Seattle há 25 anos, em meio ao luto mundial pela morte estúpida de Kurt Cobain. Olha a capa da “NME”.

foofighters

***

– A importante e longeva Radio X, que há muitos anos transmite o indie para todo o Reino Unido, botou no ar hoje de manhã uma boa entrevista com Grohl feito pelo conhecido jornalista britânico Chris Moyles, além de duas performances enviadas pela banda com exclusividade trazendo o desempenho ao vivo de dois dos hits de “Medicine at Midnight”. São elas a de “No Son of Mine” e “Shame Shame”. Você pode vê-las aqui, com os 10 minutos de entrevista de Grohl para o Moyles, direto na página da Radio X, porque eles ainda não colocaram o material no Youtube da emissora.

>>

Adoramos listas: Oasis tem a melhor música britânica de todos os tempos, cinco no Top 10, e dezesseis no Top 100. Tá?

>>

030418_oasis2

Não sei se vocês sabem, mas a Popload curte bem uma lista. Especialmente as que rendem polemiquinha. Uma das principais emissoras inglesas, a Radio X, antiga XFM, promoveu seu tradicional Top 100 popular de melhores músicas britânicas de todos os tempos, com o intuito de dar uma agitada mesmo.

Buscando atualizar o gosto do público local, incluindo hoje nomes como Courteeners, Biffly Clyro, Catfish and the Bottlemen e Jamie T, a rádio divulgou uma lista amplamente dominada pelo Oasis, grupo que acabou em 2009, mas é como se não tivesse acabado ainda.

Para se ter ideia, o Top 10 apresenta cinco canções da banda dos irmãos Gallagher, incluindo a incrível e vira e mexe esquecida “Slide Away” em 7º, além da campeã, “Live Forever”, terceiro single do discaço de estreia “Definitely Maybe”.

Tentam rivalizar com o Oasis nas primeiras posições as bandas Queen, The Stone Roses, The Verve, The Smiths e Arctic Monkeys. Com “Heroes”, David Bowie aparece só na 12ª posição. Já os Stones dão sinal de vida na 18º posição, veja bem, com “Gimme Shelter”, e aquela banda, Beatles, em 22º com “A Day In The Life”.

Outra curiosidade do Oasis é que a banda de Manchester botou nada menos que 16 (!!!) músicas no Top 100, que pode ser conferido aqui. Volta ou não, Noel?

Top 10 – Radio X
1. Oasis – ‘Live Forever’
2. Queen – ‘Bohemian Rhapsody’
3. Oasis – ‘Don’t Look Back in Anger’
4. The Stone Roses – ‘I Am the Resurrection’
5. The Verve – ‘Bitter Sweet Symphony’
6. Oasis – ‘Wonderwall’
7. Oasis – ‘Slide Away’
8. The Smiths – ‘There is a Light That Never Goes Out’
9. Oasis – ‘Champagne Supernova’
10. Arctic Monkeys – ‘I Bet You Look Good on the Dancefloor’

>>

Liam Gallagher, incrível e acústico, mistura músicas novas com “Rockin’ Chair” e “Live Forever”, do Oasis

>>

daily gallagher210218_liam2

Poucas horas depois do nosso pacotão Liam Gallagher de ontem, a Radio X britânica liberou em seu YouTube a íntegra de uma recente apresentação do ex-Oasis para a emissora, gravada no topo de um prédio em Londres.

O pocket-show, acústico, mesclou músicas do disco solo de Liam, “As You Were”, com canções clássicas do Oasis, tipo “Some Might Say” e “Live Forever”. Apesar que o ponto alto da apresentação foi a lado-b “Rockin’ Chair”, ressuscitada por Liam em sua turnê atual.

Nunca é demais lembrar que o irmão do Noel vem ao Brasil em breve. Daqui um mês, dia 21 de março, ele toca no Audio Club, em São Paulo. Dia 25 será a vez do inglês treteiro tocar no Lollapalooza, em Interlagos.

SETLIST
00:19 Wall of glass
04:06 Greedy soul
07:45 Paper crown
11:11 Some might say
15:50 Rockin chair
20:21 Universal gleam
24:54 Wonderwall
28:30 Live forever

>>

A voz do povo: Oasis tem as quatro melhores canções da história da Inglaterra. Ok?

>>

* Who the fuck is David Bowie? Beatles, quem?

290316_oasis2

Se tem algo que os ingleses adoram além de música, futebol e cerveja, são listas. Por lá, tem lista para tudo. E a mais recente tem causado burburinho.

Em enquete promovida pela Radio X, antiga XFM e de grande relevância no dial inglês, cerca de 50 mil ouvintes votaram nas melhores músicas britânicas de todos os tempos. E, talvez em uma ânsia de ver Noel e Liam Gallagher juntos em um palco outra vez, o povo botou o hino “Wonderwall” no posto mais alto da lista. E não foi apenas este o recado: outras três canções do Oasis ocupam o Top 4, resumindo a lista em um Oasis contra a rapa.

As clássicas “Don’t Look Back in Anger”, “Champagne Supernova” e “Live Forever” aparecem na sequência, quebrada pelo Stone Roses com “I Am The Resurrection”. Arctic Monkeys, David Bowie, The Verve e Rolling Stones completam o Top 10.

Entre as 20 mais votadas o Oasis ainda botou a classuda “Slide Away” em 16º. Queen e Beatles só deram as caras nas 12ª e 13ª posições. Mas, hein?

O Top 20, abaixo.

1. “Wonderwall”, Oasis
2. “Don’t Look Back In Anger”, Oasis
3. “Champagne Supernova”, Oasis
4. “Live Forever”, Oasis
5. “I Am The Resurrection”, The Stone Roses
6. “I Bet You Look Good On The Dancefloor”, Arctic Monkeys
7. “Heroes”, David Bowie
8. “Life On Mars?”, David Bowie
9. “Bittersweet Symphony”, The Verve
10. “Gimme Shelter”, The Rolling Stones
11. “One Day Like This”, Elbow
12. “Bohemian Rhapsody”, Queen
13. “Hey Jude”, The Beatles
14. “Common People”, Pulp
15. “There Is A Light That Never Goes Out”, The Smiths
16. “Slide Away”, Oasis
17. “Fool’s Gold”, The Stone Roses
18. “How Soon Is Now”, The Smiths
19. “A Day In The Life”, The Beatles
20. “Love Will Tear Us Apart”, Joy Division

>>