Em radiohead:

Está preparado? Pré-venda para shows do Radiohead no Brasil começa neste final de semana

>>

Antes da virada do fim do ano, a indiezada brasileira tem ainda um importante evento para enfrentar: a venda de ingressos para os shows do Radiohead no país, que acontecerão na segunda quinzena de abril, antecipados há tempos por aqui, embora uma galerinha duvidasse. Hehe.

Para o show de São Paulo, marcado para 22 de abril, no Allianz Parque, a pré-venda abre à 0h01 da madrugada de amanhã (sexta) para sábado. Já para a apresentação no Rio, dia 20 de abril, no Parque Olímpico, a pré-venda também começa neste sábado, mas às 10h.

Terão direito à pré-venda clientes Ourocard, do Banco do Brasil. E ainda assim há divisão. Os horários citados acima estarão abertos para clientes Ourocard Black, Infinite, Nanquim, Platinum Estilo e Grafite. Já para os demais, se inicia às 0h01 de sábado para domingo (São Paulo) e às 10h de domingo (Rio).

A venda geral para o show de São Paulo começa na madrugada de terça para quarta-feira (20 de dezembro), às 0h01. Para o show do Rio, às 10h. Tudo isso pela livepass.com.br.

Abaixo, os preços dos ingressos. Sempre lembrando que, dependendo da movimentação, há a possibilidade de um segundo show em SP.

RADIOHEAD no Rio de Janeiro
Local: Parque Olímpico
Data: 20 de abril de 2018
Setores e preços
Pista – R$380,00
Pista meia-entrada – R$190,00
Lounge – R$800,00 (Incluso Finger food, cerveja, água, refrigerante)

RADIOHEAD em São Paulo
Local: Allianz Parque
Data: 22 de abril de 2018
Setores e preços
Pista 1 – R$700,00
Pista 1 meia-entrada – R$350,00
Pista 2– R$360,00
Pista 2 meia-entrada – R$180,00
Cadeira Sul – R$420,00
Cadeira Sul meia-entrada – R$210,00
Cadeira Oeste/ Leste – R$470,00
Cadeira Oeste/ Leste meia-entrada – R$235,00
Cad. Superior – R$260,00
Cad. Superior meia-entrada– R$130,00

>>

Em show solo, Thom Yorke mostra duas músicas inéditas. Em uma delas, ele diz que é uma pessoa muito rude

>>

Yorke foi acompanhado pelos seus parceiros Nigel Godrich e Tarki Barri. As fotos são de Michelle Shiers

Com passagem marcada para o Brasil ano que vem, quando o seminal Radiohead vem ao país para dois (ou três) shows, Thom Yorke tirou esse restinho de ano para fazer alguns shows solo ao lado de seus parceiros Nigel Godrich (produtor) e Tarki Barri (artista audiovisual).

Um deles rolou na noite de ontem, no Fonda Theatre, em Hollywood, e teve como novidades duas músicas inéditas: “Saturdays”, que ainda não apareceu na internet, e a sugestiva “I Am A Very Rude Person”.

Yorke ainda mostrou pela primeira vez ao vivo a faixa “Two Feet Off The Ground”, utilizada em um desfile da marca Rag & Bone há alguns anos. Os registros podem ser conferidos abaixo.

>>

CENA – Indie brasileiro homenageia Radiohead em coletânea

>>

popload_cena_pq

RadioheadDisco importantíssimo na seminal discografia do Radiohead, banda que vem ao Brasil para dois (talvez três) shows no mês de abril, “In Rainbows” completou em 2017 seus dez anos de vida e acaba de receber uma homenagem da CENA brasileira.

A indiezada toda, que venera Thom Yorke e sua trupe, teve no produtor Kelton um catalisador do projeto, que reúne dez releituras com a identidade de cada artista para cada faixa do álbum.

Entre os nomes envolvidos que une o Brasil em torno da obra estão o Bratislava (SP), Tuyo (PR), Supercolisor (AM) e o próprio Kelton, que é do Distrito Federal.

Cada faixa pode ser curtida e ouvida separadamente abaixo. Tem também uma playlist no YouTube. O projeto se chama “BR Rainbows”.

1. Bratislava (SP) – 15 Step
2. Peartree (SP) – Bodysnatchers
3. Tuyo (PR) – Nude
4. Aloizio e a Rede (DF) – Weird Fished
5. Supercolisor (AM) – All I Need
6. Amnesiac Kid (DF) – Faust Arp
7. Zéfiro (DF) – Reckoner
8. Kelton (DF) – House of Cards
9. Guaiamum (SP) – Jigsaw Falling into Place
10. Diego Marx (DF) – Videotape

 

brrainbows

 >>

O dia em que o Radiohead botou os ouvidos no ALDO THE BAND

>>

popload_cena_pq

Captura de Tela 2017-11-30 às 3.29.47 PM

* Shows embaçados enfim divulgados, os da banda Radiohead no Brasil foram confirmados oficialmente ontem, a priori duas apresentações, 20 e 22 de abril, Rio e São Paulo, respectivamente. Pode ter uma terceira em São Paulo, we hope we pray.

Ambos os shows marcados e oficializados fazem parte de um minifestival, com o crivo da banda de Thom Yorke, chamado Soundhearts, que junta os também gringos Flying Lotus, produtor e DJ que faz suas mágicas entre o rap e o eletrônico e arrasta Thom Yorke para umas discotecages de clubinho em Los Angeles às vezes, e o Junun, projeto de world music batucada do guitarrista do Radiohead, Jonny Greenwood.

No meio do caminho tem uma banda brasileira. A ótima-desde-o-primeiro-disco Aldo The Band, uma das prediletas da casa e uma das mais criativas/ativas da nossa CENA.

Parece que a Aldo the Band, empreitada familiar capitaneada pelos irmãos André e Murilo Faria, foi escolhida pelo próprio Radiohead entre outras opções brasileiras mandadas para a banda inglesa, quando da montagem do Soundhearts Festival.

Reza a lenda que a turma do Radiohead ouviu as demos do terceiro disco, que ainda está para ser finalizado e tem previsão de lançamento para março do ano que vem.

Gravado em Paris no estúdio Atlas, que pertence ao grupo cult francês Air, o próximo álbum do Aldo tem Stéphane “Alf” Briat na mixagem. Ele “apenas” mixou discos do Depeche Mode, produziu álbuns do Phoenix e foi o engenheiro de som do clássico “Moon Safari”, do Air.

O terceiro disco do Aldo, ao que os Faria deixa escapar, é um pouco a volta às origens, uma busca à “energia caseira”da estreia, o grande “Is Love”. O novo álbum representa também uma “retomada do controle total” da produção de seu próprio disco. O segundo, “Giant Flea”, foi gravado pelo selo da antiga Skol Music, com processos de produção definidos pela marca.

Agora, assim como no álbum de estreia, esse terceiro Aldo é feito todo ele pelas mãos de Murilo e André.

E, tipo um mês depois de lançado o novo trabalho, devemos ver ele sendo executado ao vivo em meio à sombra aquecedora de um Radiohead que já escutou suas demos e de uma certa forma as aprovou, chamando a banda para tocar em seu festival. Bravo, Aldo!

Captura de Tela 2017-11-30 às 3.34.35 PM

* A foto de André e Murilo Faria, lá em cima, é de Piero D’Avila.

>>

Taí, indiezada: RADIOHEAD O-FI-CI-AL. Dois shows, que podem ser três. Depende de SP…

>>

A Popload tem falado há meses, mas muita gente não estava acreditando, hehe. O mundo indie desaba agora, nesta quarta-feira, com a confirmação oficial oficialíssima do que a gente já disse. O cultuado grupo inglês Radiohead vem aí com uma turnê latina para o ano que vem, fazendo dois shows no Brasil, que podem virar três.

O aclamado grupo inglês aparece na região na segunda quinzena de abril com um minifestival só para ele, chamado Soundhearts Festival, com Flying Lotus, por exemplo, na bagagem.

O rolê começa por Buenos Aires e Lima antes de chegar ao Brasil. Bogotá também está na rota, encerrando a tour.

Aqui, as apresentações acontecerão no Rio de Janeiro (dia 20 de abril, sexta, no Parque Olímpico) e São Paulo (dia 22 de abril, domingo, no Allianz Parque). A performance de vendagem rápida e total desse show paulistano pode gerar um terceiro concerto.

A brasileira Aldo the Band e o projeto israelense-hindu eletrônico batucada Junun , cujo guitarrista Jonny Greenwood está envolvido, entram no meio da bagunça armada pelo Radiohead em forma desse festival Soundhearts.

Vamos todos preparar nossos corações e aguardar tudo calmamente, tipo o Thom.

** As artes dos shows confirmados no Brasil.

radiohead_rio6

radiohead_sp6

***
***

** A gente bem que tentou avisar. E nem cancelaram o show que “não existia”.

radiohead3shows

>>