Em radiohead:

Maaais Glasto, agora o de 1997: o histórico show do Radiohead está OK por aí! E uma linha do tempo através de “Paranoid Android”

>>

270617_radiohead19972

Como você já deve ter percebido, ainda estamos no calor do Glastonbury, o maior festival de música do mundo, que teve mais de mil shows (apenas!) no último final de semana em Pilton, na Inglaterra, espalhados por mais ou menos 70 palcos, números informados pela organização.

Mesmo com esses mil shows todos e até um Jeremy Corbyn no meio, as atenções estavam voltadas, claro, para o Radiohead, que fez sua terceira aparição na história como headliner do evento. As outras duas aconteceram nos anos de 1997 e 2003, além de um show secreto e surpresa na edição de 2011, em um palco menor.

O show do ano de 1997 catapultou o Radiohead ao nível de mega banda, junto com o lançamento da obra-prima “OK Computer” naquele ano. A apresentação da sexta passada, inclusive, aconteceu no clima do relançamento da obra, intitulada agora de “OKNOTOK”, que inclui o disco original remasterizado e material bônus, incluindo faixas inéditas.

O guitarrista Ed O’Brien, dia desses, confessou na BBC Radio 2 que aquele famoso show de 1997, épico para quem assistiu, foi praticamente um pandemônio para a banda no palco devido a problemas técnicos no som. Diz o Ed que o grupo passou boa parte da apresentação sem ouvir direito o que estava tocando. Pensa.

Vira e mexe esse primeiro show do Radiohead enquanto headliner no Glasto aparece na internet, mas tudo indica que chegamos a uma versão definitiva, com imagens e som tratados. Boa parte do show foi transmitida ao vivo na TV na época, mas algumas pérolas tipo “Airbag” ficaram de fora.

Mas, vamos com o que temos. O histórico show de 1997 (ou grande parte dele) pode ser conferido abaixo. Em seguida, um vídeo feito por um fã que mostra a evolução da banda no festival, com uma linha do tempo ao som de “Paranoid Android” nas três versões ao vivo na Pyramid Stage. E o show de sexta passada, de lambuja.

radioheadglastosetlist

>>

Apenas: veja o show completo do Radiohead no Glastonbury, ontem

>>
popload_glastonbury2017
Captura de Tela 2017-06-24 às 9.26.02 AM

Em uma sexta-feira de glórias, o Radiohead fechou a programação do gigante Glastonbury Festival, na Inglaterra, com uma lista de músicas de cair o queixo, em apresentação que durou mais de duas horas.

O grupo liderado por Thom Yorke, que também ontem lançou o disco “OKNOTOK”, em comemoração aos 20 anos do fundamental “OK Computer”, apareceu no Glastonbury apenas pela terceira vez, na história. Desde 2003 não tocavam no Glasto. A primeira vez de Thom Yorke e banda no Glastonbury foi em 1997, dias depois que o disco “OK Computer” chegou às lojas mudando a história da banda em particular e da música inglesa no geral. O ciclo se fecha.

Ontem, a banda não deixou de fora sons clássicos daquela que é considerada por muitos a obra definitiva da carreira da banda. Músicas como “Let Down”, “Paranoid Android” e “Karma Police” se misturaram a outros clássicos da linha de “Creep”, “Fake Plastic Trees” e “Pyramid Song”, esta superbem casada com a Pyramid Stage. Né?

A BBC tem exibido os shows via TV e internet apenas para território britânico, mas já temos uma galera pensando na paz mundial divulgando esses vídeos para outros seres humanos.

(veja antes que tirem do ar)

SETLIST
0:00:15 Daydreaming
0:06:26 Lucky
0:10:57 Full Stop
0:16:38 Airbag
0:21:20 15 Step
0:25:36 Myxomatosis
0:29:36 Exit Music (For a Film)
0:34:16 Pyramid Song
0:40:50 Everything In It’s Right Place
0:45:34 Let Down
0:50:47 Bloom
0:57:29 Weird Fishes / Arpeggio
1:02:58 Idioteque
1:07:59 You and Whose Army?
1:11:16 There There
1:16:45 Bodysnatchers
1:21:26 Street Spirit (Fade Out)
– Encore 1 –
1:26:19 No Surprises
1:30:29 Nude
1:35:05 2+2=5
1:38:35 Paranoid Android
1:45:31 Fake Plastic Trees
– Encore 2 –
1:51:09 Lotus Flower
1:56:33 Creep
2:01:32 Karma Police

>>

OK, computer! Ouça o disco que comemora os 20 anos da obra definitiva do Radiohead

>>

radiohead

Atração principal do Glastonbury na noite desta sexta-feira, o Radiohead lança hoje a aguardada versão comemorativa de 20 anos do discaço “OK Computer”.

“OKNOTOK” vem com três músicas inéditas, agora já conhecidas nossas: “Man of War”, “Lift” e a faixa bônus “I Promise”, lançada oficialmente pela banda no começo do mês.

Depois do vídeo de “Man of War”, liberado ontem, agora dá para ouvir o disco todo na íntegra nas plataformas digitas convencionais.

Manda mais Radiohead: veja o vídeo de “Man of War”, uma das inéditas do disco comemorativo OKNOTOK

>>

🎶 “You’re my man-o-war
And the worms will come for you
big boots”
🎶

Radiohead_A_Moon_Shaped_Pool-e1463016448697

TáTudoOK

#RadioheadDay: É AMANHÃ! Nesta sexta-feira tem dose dupla de Radiohead com o lançamento de OKNOTOK, aguardado disco comemorativo de 20 anos do álbum OK Computer, e com o show de encerramento da banda no ex-enlameado Glastonbury. O álbum, você viu aqui, foi parcialmente ~vazado~ na terça-feira depois que algumas edições começaram a ser vendidas em um festival na Austrália.

OKNOTOK vem com três músicas inéditas, agora já conhecidas nossas: “Man of War”, “Lift” e a faixa bônus “I Promise”, lançada oficialmente pela banda no começo do mês. Agora chegou a vez de “Man of War” ganhar um vídeo dirigido por Colin Read. A câmera acompanha um homem desconfiado de que esteja sendo perseguido pelas ruas enquanto ele tenta despistar os possíveis “suspeitos”.

>>

OK YES OK. Vazam as “novas” do Radiohead, do álbum comemorativo. Banda é headliner do Glastonbury sexta que vem

>>

radiohead

* Aguardado para chegar às lojas britânicas na sexta-feira agora, dia 23, mesmo dia em que o Radiohead se apresenta no palco mais famoso do mundo, o Pyramid Stage do festival Glastonbury, o especialíssimo “OKNOTOK”, a edição comemorativa de 20 anos do histórico álbum “OK Computer”, começou a aparecer antes da hora em vários lugares do mundo.

Segundo sites de fãs e fóruns sobre a banda espalhados na “malha internética”, talvez a maior articulação séria de um grupo na rede tirando a do Morrissey, o “OKNOTOK” apareceu sendo vendido neste final de semana em lojas de discos da Austrália, na lojinha dentro do festival holandês Best Kept Secret (o Radiohead tocou lá no domingo) e até em… Buenos Aires.

Essa movimentação antecipada da edição especial do disco fez vazar as duas músicas inéditas que faltavam para a trinca que enfeita o “OKNOTOK” para além das canções clássicas: “Man of War” e “Lift”. A outra bônus, a faixa “I Promise”, foi lançada oficialmente pela banda de Thom Yorke como single no começo do mês.

Fãs do Radiohead choram pelas duas músicas, ambas lindas dentro do padrão Radiohead, desde que elas apareceram nos shows da banda nos anos 90, ainda na turnê do álbum anterior, o discaço indie “The Bends”. Mas tanto “Man of War” e “Lift”, na verdade incluindo “I Promise”, ficaram de fora do “OK Computer”, sumiram dos shows, foram colocadas na gaveta do Radiohead.

Mas eis que, 20 anos depois…

** O show do Radiohead sexta-feira no Glastonbury representará a terceira aparição da banda no talvez maior festival de música do mundo. O grupo, que com essa completa a segunda apresentação no Pyramid Stage, o palco principal do evento inglês, não dá as caras no Glasto desde 2003. A primeira vez de Thom Yorke e banda no Glastonbury foi em 1997, dias depois que o disco “OK Computer” chegou às lojas mudando a história da banda em particular e da música inglesa no geral. E então, agora, tudo se completa.

O Radiohead foi anunciado oficialmente no Glastonbury 2017 em outubro do ano passado com um tweet, desta maneira:

Captura de Tela 2017-06-20 às 2.23.18 AM

>>