Em ringo starr:

Com uma pequena ajuda dos amigos Ringo Starr e Ronnie Wood, Paul McCartney junta Beatles e Stones em Londres

>>

Foto: MJ Kim

Foto: MJ Kim

A noite de domingo, 16 de dezembro, foi marcada por um encontro de parte da realeza do rock britânico na linda O2, em Londres. É lá que Paul McCartney, o jovem de 76 anos, fez seu último show neste ano.

O ex-beatle fez um show de três horas, com um setlist formado, como ele diz, “por músicas antigas, novas, e as que existem entre elas”. Divulgando seu novo disco “Egypt Station”, lançado em setembro passado, Paul recebeu dois velhos amigos no palco.

Primeiro, ele chamou o guitarrista Ronnie Wood, dos Rolling Stones. Em seguida, veio o outro beatle vivo, Ringo Starr, para tocar sua bateria levada prontamente para o palco, onde o trio emendou a clássica “Get Back”, para grande euforia dos fãs.

Nunca é demais lembrar que Paul volta ao Brasil no fim de março, quando fará dois shows no Allianz Parque, em São Paulo, e um no Couto Pereira, em Curitiba. Macca agora entra em período de férias e retoma sua agenda justamente na América do Sul, dia 20 de março, em Santiago.

O registro de “Get Back”, em Londres, abaixo.

>>

Meio Beatles. Após sete anos, Ringo Starr e Paul McCartney se reúnem em nova parceria

>>

270717_ringopaul_2

Dupla que fez parte da maior banda de todos os tempos, Ringo Starr e Paul McCartney se reuniram novamente para uma parceria musical após sete anos.

A dobradinha é para “We’re On the Road Again” e faz parte do novo disco solo do ex-baterista do grupo de Liverpool, “Give More Love”, que chega ao mercado dia 15 de setembro.

A faixa tem, ainda, participações especiais de Joe Walsh (Eagles), Steve Lukather (Toto) e Edgar Winter. Peter Frampton e Benmont Tench também estarão no álbum, que tem 10 faixas inéditas.

Give More Love – Tracklist
01. We’re on the Road Again
02. Laughable
03. Show Me the Way
04. Speed of Sound
05. Standing Still
06. King of the Kingdom
07. Electricity
08. So Wrong for So Long
09. Shake It Up
10. Give More Love

>>

Meio Beatles em breve. Paul McCartney grava participação em novo disco do Ringo

>>

210217_macca_ringo_slider

Fãs de Beatles pelo mundo estão em alerta. Ontem, Ringo Starr tornou pública mais uma parceria com Paul McCartney. A dobradinha será conferida no próximo álbum do baterista, que deve sair em algum momento deste ano.

Ringo prepara o sucessor de “Postcards from Paradise”, lançado em 2015. Ele e Paul se reuniram pela primeira vez desde 2014, quando se apresentaram juntos no Grammy.

Em estúdio, o intervalo é maior. Macca participou das gravações do álbum “Y Not”, lançado em 2010, contribuindo com vocais e tocando baixo nas faixas “Peace Dream” e “Walk With You”.


>>

A filha fofura do Dave Grohl

>>

100214_dave4

Rolou na noite de ontem uma cerimônia especial com oferecimento do Grammy aos Beatles, pelos 50 anos da estreia do quarteto mais importante da história da música em palcos norte-americanos.

O evento, que contou com as presenças e apresentação conjunta de Paul McCartney e Ringo Starr, teve diversos convidados famosos, tipo Pharrell Williams, Alicia Keys, Eurythmics, Gary Clark Jr. e outros. Muitos deles subiram ao palco e mandaram suas versões de sucessos da banda inglesa. Aos poucos, durante a semana, a gente vai destacando por aqui esse papo “Beatles 50”.

Um dos momentos que mais chamaram a atenção na cerimônia beatle foi quando Dave Grohl reeditou a faixa “Hey Bulldog” ao lado do cantor e compositor inglês Jeff Lynne, ex-Electric Light Orchestra.

Grohl falou da importância dos Beatles em sua formação e contou que o amor de sua família pelos Beatles atravessa gerações, já que ele é super fã, sua mãe também e sua filha também.

Aí deram um close na filha dele, a Harper, de 5 aninhos, toda fofa e orgulhosa vendo o pai prestar homenagem aos Beatles. Grandes momentos do pop. Haha.

100214_davegrohl2


* Dave tem uma outra filha, a Violet, de 8 anos.

100214_dave1

>>

Letterman faz homenagem aos Beatles no teatro "invadido" por eles em 1964

>>

040214_broken

A data 9 de fevereiro marca os exatos 50 anos da primeira aparição dos Beatles em um programa de TV nos Estados Unidos, considerado por muitos o maior marco da história da música pop, pois ali os Beatles começaram a se tornar a banda mais importante de todos os tempos. A primeira apresentação dos garotos de Liverpool foi no The Ed Sullivan Show. Há muito tempo, o Ed Sullivan Theater, onde aconteceu essa estreia norte-americana dos ingleses, é ocupado pelo apresentador David Letterman, que grava lá seus programas.

Em comemoração ao aniversário de 50 anos disso tudo, Letterman vai fazer uma espécie de “semana Beatles” em seu Late Show. Hoje, por exemplo, Sting deve cantar uma música dos Beatles. Na quarta, Lenny Kravitz. Na quinta, o Flaming Lips com participação de Sean Lennon. O papo é que na sexta, dia em que se encerram as homenagens nesta semana, Paul McCartney e Ringo Starr repitam sua parceria feita no Grammy.

Quem abriu a semana Beatles, na noite de ontem, foi o bacanudo duo Broken Bells, formado por James Mercer (The Shins) e o produtor cool Danger Mouse. Eles lançam o disco novo deles, “After The Disco”, nesta semana.
Eles tocaram a balada “And I Love Her”, faixa presente no quinto disco dos Beatles, “A Hard Day’s Night”. No número, eles ganharam a parceria virtual de Ringo Starr, com o som de sua bateria em evidência.

Dá para escorrer uma lágrima.

* Os Beatles no programa de Ed Sullivan, lá nos anos 60.

>>