Em ringo starr:

Popnotas: Um zoom no Ringo Starr, o disco geológico do Gruff Rhys, a tour do Romulo Fróes nos prédios de SP, o Spoon recriando Tom Petty. Ah… E o Mars Volta de volta

>>

Ringo Starr, ex-integrante daquela banda lá, está de single novo. “Zoom In, Zoom Out” é a faixa quase-título de seu próximo EP, “Zoom In”, previsto para ser lançado no dia 19 de março. Escrita por Jeff Zobar, a música tem a presença luxuosa de Robbie Krieger, do Doors, na guitarra. Os dois músicos fazem parte do consagrado time de colaboradores que acompanham Ringo no novo EP. Muitas participações, mas tudo dentro das regras atuais. Mesmo registrado em casa, Ringo convidou cada músico por vez para tocar sua parte. Responsa. “Zoom In, Zoom Out” é o sucessor do single “Here’s to the Nights”, mostrado em dezembro de 2020 e que chegou com um vídeo que juntava imagens de Ringo e de velhos e novos amigos, incluindo o colega Paul McCartney, Corinne Bailey Era, Eric Burton (Black Pumas), Sheryl Crow, FINNEAS, Dave Grohl, Bem Harper e Lenny Kravitz, entre outros.

Gruff Rhys, líder do saudoooooso grupo galês Super Furry Animals, vai lançar seu sétimo álbum solo. “Seeking New Gods” tem a produção do brasileiro Mario Caldato. Pelo que conta, Gruff queria um álbum biográfico sobre uma montanha, o Monte Paektu, mas o trabalho andou para outro rumo. “O álbum é sobre as pessoas e as civilizações, e os espaços que as pessoas habitam ao longo do tempo. Como as pessoas vêm e vão, mas a geologia permanece e muda mais lentamente. Eu acho que é uma questão de memória e tempo”, escreve o músico. O disco será lançado em maio.

– CENA – Romulo Fróes está em turnê por São Paulo. Mas não é a tradicional turnê, lógico. A ideia é uma série de registros ao vivo de todos os seus discos em prédios diferentes da cidade. São eles “Calado” (2004), “Cão” (2006), “No Chão Sem o Chão” (2009), “Um Labirinto em Cada Pé” (2011), “Barulho Feio” (2014) e “O Disco Das Horas” (2018). Todos os álbums tocados um no 29º andar do edifício Copan, outro em um edifício em construção no bairro Itaim Bibi, no ateliê de Nuno Ramos no Cambuci, na Associação Escola da Cidade, escola de arquitetura e urbanismo no centro de SP, no próprio Centro de São Paulo, entre a Praça da República e a Catedral da Sé, e no Edifício Mirante do Vale no Anhangabaú, o edifício mais alto da cidade. Tudo no YouTube dele. Um já está no ar, o show do “Calado” no Copan, e os próximos chegam aos poucos, até abril.

– Fãs de Tom Petty, a banda indie Spoon colocou em disco dois covers do mestre que já circulavam por aí. “Breakdown”, registrado para um tributo, e “A Face in the Crowd”, para um evento de solidariedade promovido pelo produtor Jack Antonoff, agora estão reunidos em um compacto virtual, digamos. Imperdível.

– Uma das bandas mais malucas ao vivo na história, o grupo texano The Mars Volta, a continuação torta do também incrível (e torto) At the Drive-In, vai lançar um box-set incrível chamado “La Realidad de Los Sueños (The Reality of Dreams)”, que consiste em uma caixa com DEZOITO vinis com toda a discografia da banda e muitos extras. Fãs de Mars Volta são fãs de Mars Volta, então a pré-venda para esta caixa especial já se esgotou pouco depois de ser anunciada. Agora, para dar continuidade na onda de lançamentos bizarros, o grupo decidiu lançar também, só que digitalmente o “Landscape Tantrums”, que são as sessões completas de gravação do primeiro disco deles, o famoso “De-Loused in the Comatorium”, de 2003. Desse disco e antes de seu lançamento, vai sair um single digital solitário, para a faixa “Inertiatic ESP”, no dia 26 de março, famosa semana que vem. Entendeu tudo? Pensa com a cabeça do Mars Volta que você entende.

>>

Cinco minutos que valem mil filmes. Veja uma prévia de “Get Back”, dos Beatles, com um clipe de… “Get Back”

>>

Captura de Tela 2020-12-21 às 9.18.59 AM

* Aguardadíssimo documentário dos Beatles que devia ter estreado em setembro deste ano ruim e por conta de toda a ruindade da Covid-19 foi adiado por um ano, “The Beatles: Get Back” agora só chega em agosto de 2021 trazendo um gigantesco material inédito da maior banda de todos os tempos em seu último anos juntos.

O diretor neozelandês Peter Jackson, responsável pela trilogia de “O Senhor dos Aneis”, está há mais de um ano chafurdado em quase 60 horas de filmagens e o dobro disso de áudios que verteram no famoso documentário “Let It Be”, de 1970, sobre o making of 12º e último álbum dos Beatles antes de seu fim.

Captura de Tela 2020-12-21 às 9.19.15 AM

A ideia inicial, antes até de lançar o “Get Back” em setembro de 2020, era ter apresentado o filme no ano anterior, fim de 2019, quando se completaram os 50 anos do “Rooftop Concert”, um dos shows mais falados da história, em que os Beatles se apresentaram de surpresa no topo do prédio da gravadora deles, a Apple, no burburinho do centro de Londres na hora do almoço. Foram 42 minutos de concerto, naquele 30 de janeiro, até a polícia chegar para acabar a festa e dispersar a multidão de pessoas que ganharam de repente a chance de ver o que seria o último show público dos Beatles na história. Nesta menos de uma hora, tinha se juntado gente parando o trânsito, nas janelas e no topo dos prédios vizinhos para ver John, Paul, George e Ringo.

A última música tocada antes de a polícia chegar? “Get Back”.

“Get Back”, o filme, tem o OK de Paul McCartney, Ringo Starr e das viúvas de John Lennon (Yoko Ono, que aparece bastante nas filmagens) e de George Harrison (Olivia).

Por conta dos atrasos no lançamento do documantário e de sua infeliz adiada até o segundo semestre de 2021, o cineasta Peter Jackson, lá de sua casa na Nova Zelândia, liberou um “sneak preview” de cinco minutos do filme. Em meio a cenas rápidas maravilhosas dos boys em estúdio, foi montado um clipezinho deles tocando “Get Back”, recheado de trechos do filme. Maravilhoso.

Veja.

>>

A reunião possível dos Beatles, com Paul e Ringo tocando juntos em Los Angeles

>>

150719_paulringo2

Neste final de semana, Paul McCartney e Ringo Starr promoveram mais uma pequena reunião dos Beatles. O novo encontro, que tem sido cada vez mais frequente, aconteceu na cidade de Los Angeles, em show da Freshen Up Tour, do Paul.

Ringo apareceu na parte final do show e tocou bateria em duas músicas: “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band (Reprise)” e “Helter Skelter”. Quem também apareceu para uma parceria não programada foi Joe Walsh, do Eagles, que tocou guitarra em “The End”.

Momentos depois, Paul disse que o mais legal da história é que eles não haviam planejado nada para aquela noite e acabou acontecendo.

Os registros podem ser conferidos abaixo.

>>

Com uma pequena ajuda dos amigos Ringo Starr e Ronnie Wood, Paul McCartney junta Beatles e Stones em Londres

>>

Foto: MJ Kim

Foto: MJ Kim

A noite de domingo, 16 de dezembro, foi marcada por um encontro de parte da realeza do rock britânico na linda O2, em Londres. É lá que Paul McCartney, o jovem de 76 anos, fez seu último show neste ano.

O ex-beatle fez um show de três horas, com um setlist formado, como ele diz, “por músicas antigas, novas, e as que existem entre elas”. Divulgando seu novo disco “Egypt Station”, lançado em setembro passado, Paul recebeu dois velhos amigos no palco.

Primeiro, ele chamou o guitarrista Ronnie Wood, dos Rolling Stones. Em seguida, veio o outro beatle vivo, Ringo Starr, para tocar sua bateria levada prontamente para o palco, onde o trio emendou a clássica “Get Back”, para grande euforia dos fãs.

Nunca é demais lembrar que Paul volta ao Brasil no fim de março, quando fará dois shows no Allianz Parque, em São Paulo, e um no Couto Pereira, em Curitiba. Macca agora entra em período de férias e retoma sua agenda justamente na América do Sul, dia 20 de março, em Santiago.

O registro de “Get Back”, em Londres, abaixo.

>>

Meio Beatles. Após sete anos, Ringo Starr e Paul McCartney se reúnem em nova parceria

>>

270717_ringopaul_2

Dupla que fez parte da maior banda de todos os tempos, Ringo Starr e Paul McCartney se reuniram novamente para uma parceria musical após sete anos.

A dobradinha é para “We’re On the Road Again” e faz parte do novo disco solo do ex-baterista do grupo de Liverpool, “Give More Love”, que chega ao mercado dia 15 de setembro.

A faixa tem, ainda, participações especiais de Joe Walsh (Eagles), Steve Lukather (Toto) e Edgar Winter. Peter Frampton e Benmont Tench também estarão no álbum, que tem 10 faixas inéditas.

Give More Love – Tracklist
01. We’re on the Road Again
02. Laughable
03. Show Me the Way
04. Speed of Sound
05. Standing Still
06. King of the Kingdom
07. Electricity
08. So Wrong for So Long
09. Shake It Up
10. Give More Love

>>