Em rock en seine:

Quase uma década depois, Liam Gallagher volta ao festival onde o Oasis acabou. E ainda dedicou “Champagne Supernova” para o Noel

>>

Foto: Olivier Hoffschir

Foto: Olivier Hoffschir

Enquanto Noel Gallagher não oficializa seus shows no Brasil, o que deve acontecer em muito breve, Liam Gallagher vai finalizando sua primeira turnê solo.

No final de semana, Liam foi uma das atrações do Rock En Seine, famoso festival francês. O evento passou a ganhar ares de icônico depois que o próprio Oasis acabou no backstage do festival, poucos minutos antes da banda subir ao palco. Isso em 28 de agosto de 2009 (10 anos nesta terça).

Nessas voltas legais que o mundo (da música) dá, Liam mandou uma versão intimista da clássica “Champagne Supernova” e a dedicou àquele que a escreveu: Noel.

Sério…

>>

Iggy Pop em Paris: a definição de “caos” foi atualizada com sucesso

>>

310816_iggypop2

No final de semana passado, enquanto o Reading e o Leeds Festival balançavam a Inglaterra, do outro lado do Canal da Mancha o Rock en Seine, evento realizado num parque gostoso de Paris à beira do rio Sena e onde vendem vinho “da casa” e queijo de cabra em quiosques cool, era abarrotado por 120 mil pessoas que, em três dias, viram de perto nomes como Foals, The Last Shadow Puppets, Massive Attack, Chvrches, Sigur Rós, Edward Sharpe e até, veja bem, o Wolfmother.

Mas no meio das dezenas de atrações que fizeram a francesada toda pirar, estava um velhinho de quase 70 anos pulando, rebolando, berrando e se jogando no chão e na galera como se tivesse 20. Óbvio, estamos falando do único e incrível Iggy Pop.

Ele, que abrilhantou edição histórica do Popload Festival ano passado, tem dividido o ano de 2016 com apresentações solo e com a banda que tem com o Josh Homme, a que virou disco, Post Pop Depression.

O show em Paris no último domingo foi de sua banda tradicional, com apresentação parecida com a que vimos em São Paulo ano passado.

Iggy subiu ao palco com arena absurdamente entupida de gente e logo mandou as clássicas “I Wanna Be Your Dog” e “The Passenger”. Logo na primeira música já estava no meio da galera. Iggy é gênio e deve ser preservado.

A apresentação completa foi transmitida na TV francesa e agora está ao nosso alcance. Uma hora e 15 minutos de puro caos e insanidade, graças a este mito que não cansamos de admirar.

Iggy Pop Setlist Rock en Seine 2016 2016

>>

Go!! Chemical Brothers ao vivo em Paris

>>

Screen Shot 2015-09-02 at 11.36.20

* No final de semana passado, enquanto o Reading e o Leeds Festival balançavam a Inglaterra, do outro lado do Canal da Mancha o Rock en Seine, evento realizado num parque gostoso de Paris à beira do rio Sena e onde vendem vinho “da casa” e queijo de cabra em quiosques cool, batia seu recorde de público: 120 mil pessoas por dia. A escalação do festival francês não era fraca: Tame Impala, Alt-J, Hot Chip, Jungle, My Morning Jacket, Libertines, Natalie PoploadFestival Prass, Kasabian, Jamie XX, Shamir, Mark Lanegan, Parquet Courts, Run the Jewels, Wolf Alice e peeeeeencas de outros.

Mas talvez a atração principal, para a francesada, tinha sido o duo eletrônico Chemical Brothers, que fechou o Rock en Seine no domingão. Explosão de som e luz, os Brothers começaram seu set com uma longa introdução viajante e logo mandaram “Hey Boy Hey Girl”, de cara. Essa música nunca acaba, não?

Atração do festival Sónar brasileiro mais para o final do ano, em novembro, os Chemical Brothers foi meio Chemical Cousins, porque o fundador da dupla, Ed Simons, não tem participado das apresentações ao vivo do grupo. Quem acompanha o “original” Tom Rownlands nos sets é Adam Smith, colaborador da dupla e responsável pela cenografia dos shows.

Enfim, dá para ver os Chemical Brothers em ação em Paris, a nova formação, “Hey Boy Hey Girl”, loucurinhas, “Do It Again” e “Go”, o hit do novo álbum, “Born in the Echoes”, recém-lançado, nesses dois vídeos abaixos, juntos.

>>