Em rock in rio 2011:

Popload tocou no Rock in Rio 2013

>>

* Hoje está acontecendo a retomada do Rock in Rio Festival, que se diz o maior festival do mundo, mas eu digo um dos mais loucos. Eu já tive a oportunidade de ir a uns eventos desse naipe por aí e nunca vi um público tão diversamente bizarro num festival tão diversificado e gigante.

Hoje o “rock” volta a fazer sentido no festival do Rio que nem o “Rio” do nome às vezes faz sentido.

A Popload esteve no Rock in Rio 2013 na primeira parte, no final de semana passada. Para tocar. Eu toquei para 85 mil pessoas no Rock in Rio, a foto abaixo não me deixa mentir. Embora a história não seja tão simples assim.

Quando os shows do palcão Mundo lá embaixo se encerravam, começava uma baladinha na área vip que contratou meus serviços de DJ para tocar nos intervalos. Entre os espaços exclusivos dos patrocinadores do Rock in Rio, a que pertencia às marcas onde estávamos (eu e um amigo) era a única fazendo isso. Então nosso som, nos intervalos “silenciosos” do festival, ecoava pela plateia, a que estava mais para o fundo. Atraía até uma galera. Enfim.

O apartamento que eu aluguei na Barra, no Rio, a 10 minutos a pé do festival, era colado à que hoje é a área onde está sendo construída a Cidade Olímpica, para os Jogos do Rio em 2016. A minha janela dava para esse local aí da foto abaixo.

Acontece que esse é o lugar onde ocorreu o histórico Rock in Rio I, o de 1985, o princípio de tudo. E, no meio das edificações que se erguem agora para a Olimpíada, está a famosa redoma de arame que ficava do lado oposto ao palco principal, onde desfilaram Queen, AC/DC, Iron Maiden, Scorpions, Whitesnake, Ozzy, Yes, Rod Stewart, James Taylor. Os “indies” da época foram Go-Go’s, B 52’s e Nina Hagen.

Não sabia dessa. A armação de arame do Rock in Rio I ainda sobrevive no terrenão. E ainda não foi ao chão para dar lugar aos prédios olímpicos. Tentei ver se achava alguém nas obras para perguntar se é recomendação de alguém manter a estrutura saudosa, mas não encontrei.

Sobre os shows da primeira semana, curti o Muse, a metade final do Justin Timberlake, Autoramas + B Negão e o melhor de todos: Offspring. Haha. Quem diria?

>>

Rock in Rio 2011: É o fim!

>>

* Arre… Acabou! Chegou ao fim o colossal festival Rock in Rio 2011.

* Que festival bizarro! As piores bandas imagináveis (o negócio é tão grande que as exceções se perdem no meio), 100 mil pessoas por dia durante sete dias e um encerramento de evento em que o grande destaque foi o… Nirvana, que nem tocou, que nem existe. Que fez uma “participação especial” no show do… Detonautas.
Fico imaginando se um grupo como o “silencioso” XX tivesse aceitado o convite e, de repente, fosse colocado no palco principal, entre o Jota Quest e a Ivete Sangalo. Alguém duvida que isso poderia acontecer? Se rolasse mesmo o Foo Fighters, como poderia ter rolado, a banda iria tocar na noite da Claudia Leitte?

* O melhor de tudo é que o Multishow vai reprisar os shows a partir de hoje.  Em seu canal normal e no HD. Oba.

* O jeito agora é esperar o Melhor do Twitter especial “Rock in Rio acabou. Com a gente”. E 2013.

*  Vamos ao encerramento em fotos do melhor do último dia do Rock in Rio 2011. Todas do Fabricio Vianna, o correspondente Popload na Cidade do Rock. A não ser quando indicada.


Todo mundo procurando o Axl, q não tinha embarcado para o Rio, e de repente começou a aparecer vários Axl, de todas as formas e tamanhos. Inclusive apareceu um no palco


Foto antiga. Galera da organização reunida decidindo as atrações do Rock in Rio 2011 e a ordem dos shows nos palcos


Como diz a placa, “somente no Rock in Rio”: disco dos Titãs a R$ 50!!!!! E soube que alguns atendentes do Bob’s ganhavam R$ 20 por dia para trabalhar na Cidade do Rock. Aí, claro, preferiram vender a credencial de acesso por 10x mais. Nessa, o Bob’s ficou sem atendente e com filas gigantescas. Quero ver na…


Toma essa, Coachella: Cidade do Rock estava infestada de gatinhas na platéia do Rock in Rio. Mas a espera pelo show do Guns N’Roses cansaria a beleza desta garota. Show do Axl começou quase 3 da manhã. Debaixo de dilúvio. Foto AgNews/UOL


Um dos personagens principais de todo o Rock in Rio, o apresentador Beto Lee trai a mãe Rita e toca com os Mutantes. Se bem que foi na música “Ando Meio Desligado”. Rita Lee corneta o filho no Twitter: “E pensar q um filho meu está lá dizendo q é tudo lindo maravilhoso”. Foto Fernando Nipper/Grudaemmim/UOL

Rock in Rio sábado: e o Coldplay nem doeu tanto…

>>>

* Rock in Rio em fotos ontem. Calma que está acabando. Como perguntou alguém no Melhor do Twitter, “quantos meses duram o Rock in Rio”?

* A ombudsman da “Folha” hoje debate a crítica musical no jornalismo top brasileiro, com o Rock in Rio de pano de fundo. A velha história. Tipo, um exemplo, a “Folha” falar que o show da Ke$ha foi incrível, o “Estadão” dizer que foi um lixo e “O Globo” achar mais ou menos. Ou vice-versa. Realmente uma discussão latente e eterna. Vale dar uma conferida, mesmo a gente não estando mais em 1998.

* Ontem a grande atração foi o Coldplay, para o bem ou para o mal, uma das raras vezes em que esse megafestival anômalo se parece com os grandes festivais do planeta mais em relevância e menos em gigantismo. E o costumeiro show metade bom-metade insuportável da turma do Chris Martin pendeu mais para a primeira parte.

* Mas, como hoje em dia imagens valem mais do que mil palavras, até porque elas estão bem mais fáceis, vamos à nossa cobertura de fotos e vídeos. As imagens são do enviado especial da Popload ao Rock in Rio, Fabrício Vianna.


The british are coming. The british are coming. Ingleses, ou não, chegam ao Rock in Rio no sábado. Mas a “notícia” da foto, que muito me espanta, é ver que depois de todos esses dias de festival e 100 mil pessoas/dia a grama ainda estar verde


Pera, eu conheço aquele cara ali. O de camiseta verde na frente do sujeito sem camisa…

O ontem simpático Chris Martin, durante show do Coldplay, fazendo uma graça ao Rio de Janeiro, que lhe deu um dos maiores públicos da sua bem-sucedida carreira

 

No Coachella, garotas californianas usam placas desse tipo para negociar beijinhos a R$ 1 dólar. No Rock in Rio, caras com camisa do Corinthians usam um outro “approach”. Cada festival na sua

Chris Martin e o espetáculos das “borboletinhas” coloridas no show do Coldplay, ontem no Rock in Rio. Martin é amigo dos bichinhos, das plantinhas


Até o Jim Morrison deu as caras ontem no megafestival carioca. Alguns ídolos que não estão mais entre a gente de repente surgiu no Rock in Rio 2011, inclusive no palco, tocando

 

É o que eu sempre falo na Popload: futebol é pop


Menina descansa na grama do Rock in Rio diante do jogo de espelho do festival-Disney brasileiro. OH WAIT!!


Rock in Rio 2011: sem palavras

* Os dois primeiros dias foram muito intensos. Titãs e Paralamas cantando Raul com participação especial da Maria Gadu, Milton Nascimento cantando Queen, tia Elton John encurtando o show porque a galera estava ali para ver a outra atração, as entrevistas incríveis do Multishow com os globais da área vip, o Brasilzão tratando os Chili Peppers como Red Hot. Ou “Réd Rót”. A Claudia Leitte, né? Foi tanta coisa que deixou a gente sem palavras. Então, sem poder falar muito, vamos mostrar em fotos, do “enviado ao Rio” Fabricio Vianna, o que a gente viu no Rock in Rio 2011. E também TODOS os vídeos mais importantes do festival até agora. Comente.


Depois de ter Rock in Rio em Lisboa, o Rock in Rio voltou para o Rio. Não tão rock. Mas aí é exigir demais


A estrutura do Rock in Rio é de impressionar. Dá para ver os shows de qualquer lugar e altura


Cheio de famosos e convidados especiais, a atriz Whoopi Goldberg apareceu para tocar uma sanfona para 100 mil pessoas, o número estratosférico de média de público do festival


Um dos salvadores da nossa constrangida pátria, o grande Mike Patton tocou ontem com seu projeto Mondo Cane, o italianado projeto orquestral que botou um pouco de insanidade saudável onde raramente tem alguma


Meninas se descontraem um pouco na “área de fumantes” do Rock in Rio, que ocupava um grande espaço da Cidade do Rock, principalmente no show da Tulipa Ruiz + Nação Zumbi


Fã da banda californiana “Red Hot”, mas com (meia)calça de fã do Restart, dá uma descansadinha enquanto a banda do Flea não sobe ao palco


Uma versão abrasileirada da Kate Moss curtindo de montão o Rock in Rio. Parece que boa parte do público canta a música-tema do festival “Ô Ooô Ô Ooô…” sem parar nas milhões de vezes que a canção é tocada na Cidade do Rock


Uma roda gigante estilo Coachella e uma Tirolesa dão o sentido de parque de diversões alto astral para a Cidade do Rock, sempre com filas quilométricas para as atrações


Moda: muito estilo e descontração marcaram os primeiros dias do festival, como demonstram essas fãs da banda Capital Inicial