Em royals:

Lorde, 18 anos, fazendo cover de Kings of Leon aos 12. E “sofrendo” mashup com MIA

>>

Screen Shot 2014-11-05 at 11.53.20

“Use sambodeeeeeeeiiii”

* Você sabia que a menininha-fenômeno Lorde faz 18 anos na próxima sexta, depois de amanhã? Na Nova Zelândia e aqui no Brasil ela deixa de ser menininha, mas ainda não vai poder ir para a balada e beber nos EUA. Nem em festival que ela se apresenta, haha. Pelo menos não legalmente.

Daí que o pequeno passado de Lorde continua sendo “investigado”. E, da época que ela estava na escola e tinha uma banda tipo Fugazi (hahaha), apareceu ontem em blogs americanos uma gravação de Lorde, AOS 12 ANOS, fazendo uma cover sincera do hit mela-cueca (ou calcinha, no caso) “Use Somebody”, do grupo de menininhas Kings of Leon. Ela botou até um sotaque britânico forte na hora de falar “sambodei” em vez do “sambare” americano.

* Essa também é velha, mas na real só conheci em Las Vegas agora, durante a sempre animada apresentação do Girl Talk no Life Is Beautiful Festival. No meio da mashupeira louca do cara, ele botou para tocar um trecho de “Royals”, da Lorde, misturado com muito sentido à famosa “Paper Planes”, da “M.I.A.”. Boba, de tão simples. Mas… How cool is that?

>>

Bruce Springsteen se rende a Lorde e bota gaita em "Royals"

>>

Screen Shot 2014-03-03 at 12.33.06

* Para quem já tocou Raul Seixas e cantou “Sociedade Alternativa” em português, até que está tudo certo.

Com o hábito de escolher uma música local para fazer cover-homenagem em cada país que atravessa com sua turnê, o veteraníssimo roqueiro Bruce Springsteen não teve outro jeito a não ser se render à garotinha Lorde para emular seu big hit mundial “Royals”, a música mais tocada no planeta nos últimos seis meses. Isso aconteceu, claro, num show do herói do rock proletário americano em Auckland, na Nova Zelândia, terra da pequena heroína não-ostentação do pop.

Springsteen interferiu um pouco no andamento de “Royals”, “interpretou” a letra a seu modo, socou o violão para reproduzir as batidas da música e meteu uma gaita na canção. Achei sincero quando ele cantou a parte “And I’m not proud of my addressssss”. O resultado foi bonito. Lorde deve ter ficado orgulhosa.

>>

Bruce Springsteen se rende a Lorde e bota gaita em “Royals”

>>

Screen Shot 2014-03-03 at 12.33.06

* Para quem já tocou Raul Seixas e cantou “Sociedade Alternativa” em português, até que está tudo certo.

Com o hábito de escolher uma música local para fazer cover-homenagem em cada país que atravessa com sua turnê, o veteraníssimo roqueiro Bruce Springsteen não teve outro jeito a não ser se render à garotinha Lorde para emular seu big hit mundial “Royals”, a música mais tocada no planeta nos últimos seis meses. Isso aconteceu, claro, num show do herói do rock proletário americano em Auckland, na Nova Zelândia, terra da pequena heroína não-ostentação do pop.

Springsteen interferiu um pouco no andamento de “Royals”, “interpretou” a letra a seu modo, socou o violão para reproduzir as batidas da música e meteu uma gaita na canção. Achei sincero quando ele cantou a parte “And I’m not proud of my addressssss”. O resultado foi bonito. Lorde deve ter ficado orgulhosa.

>>

Lorde dança na mão de DJ paulistano. E quer parar de ser tocada no rádio

>>

* We crave a different kind of buzz.

Screen Shot 2014-02-18 at 2.52.09 PM

A cantora neozelandesa Lorde, aquela, vê agora sua famosa música “Royals” ganhar a versão nº 8729. Mas essa é especial porque é nossa. É de São Paulo, arquitetada pelo F82, projeto do DJ e produtor F82, o Fatu (ex-Killer on the Dance Floor). É mais acelerada e ganhou baixo pulsante. E é a segunda versão que “Royals” ganha em SP. A primeira teve tambores by Avalanche Tropical. Eis a “Royals” groove.

* Lorde é a atual capa de março da enoooorme revista de moda americana “V Magazine”, edição especial de música. A capa é quádrupla. Além de Lorde, tem a opção da banda americana Haim na capa. E outras duas: a cantora (Jillian) Banks e a dupla sueca Say Lou Lou.

Screen Shot 2014-02-18 at 4.02.04 PM

A entrevista de Lorde para a “V Magazine” é bem boa. Nela, a neozelandesa teen fenômeno planetário comenta o fato de um jornalista ter a chamado de “Nirvana de agora”, por causa do barulho que ela está causando: “Tenho certeza que muita gente lê uma coisa dessas e diz ‘Fuck off’ “.

Lorde falou ainda que se sente incomodada por ter suas músicas, principalmente “Royals”, estar tocando taaaaaaanto nas rádios do mundo todo. “Não quero que as pessoas fiquem ouvindo Lorde o tempo todo nas rádios. Está tipo insano. Eu quero que elas parem de ouvir e dêem uma respirada antes de eu soltar alguma coisa diferente para elas escutarem.”

>>

O forró vai até Lorde

>>

Screen Shot 2014-01-25 at 12.43.08 PM

* É palhaçadinha, óbvio. Mas não ficou ruim. E curti a foto. Outra versão de “Royals”, da garota fenômeno neozelandesa Lorde. Em pegada forró. Por que, não? Se os Strokes axé ficou bom…

Outra faceta sonora, mais real e mais voltada à eletrônica, Lorde mostra na semana que vem, dia 19, no Brit Awards, a maior premiação da indústria musical inglesa. O ótimo duo Disclosure vai mostrar o caminho para ela.

>>