Em sam fender:

BRITs 2022 celebra Adele, elimina as categorias por gênero e bota Liam, Little Simz e Sam Fender para tocar, entre outros

>>

* Rolou ontem a 42º edição do BRIT Awards 2022, uma das poucas premiações musicais que a gente respeita por ser mais true, menos “promocional” e que menos atende “outros interesses” a não ser a que se propõe, vamos colocar assim. O Brit, que obviamente celebra a música britânica apesar de ter duas categorias de “internacional”, ocorreu em seu local habitual, o O2 Arena em Londres.

Passaram pelo palco, para performances ao vivo, uma galera grande tipo Ed Sheeran, Anne-Marie, Little Simz, Sam Fender, Liam Gallagher, Dave, Holly Humberstone (vencedora do BRITs Rising Star Award deste ano) e Adele. Doja Cat também estava programada para se apresentar no evento, mas precisou cancelar sua performance após membros de sua equipe testarem positivo para a covid-19.

A celebração teve algumas novidades neste ano, como por exemplo a eliminação das categorias por gênero, além de acrescentar os prêmios para Performance de Rock/Alternativo, Dance Music, Hip Hop/Grime/Rap e Pop/R&B.

Entre os responsáveis por anunciar as diversas categorias estavam Ronnie Wood, dos Stones, Celeste e o mais recente boom italiano, a banda Maneskin. Atores como Brian Cox (o poderoso Logan Roy de Succession), Hannah Waddingham e Brett Goldstein (a Rebecca e o Roy Kent de Ted Lasso) e Courtney Cox (Friends). E os atletas Sir Mo Farah, corredor, e Tom Daley, saltador, além dos ícones do futebol inglês Ian Wright e Bukayo Saka (Arsenal), também se juntaram ao time de apresentadores.

A cantora Adele (foto na home da Popload) foi a grande vencedora da noite, faturando prêmios de Álbum do Ano, Artista do Ano e Música do Ano.

Seguem abaixo alguns dos destaques da noite, junto com a lista completa de indicados e vencedores:


*

*


*

*


*

*


*

***

* Confira a lista de indicados e vencedores:

ÁLBUM DO ANO
Adele – 30
Dave – We’re All Alone In This Together
Ed Sheeran – =
Little Simz – Sometimes I Might Be Introvert
Sam Fender – S eventeen Going Under

ARTISTA DO ANO
Adele
Dave
Ed Sheeran
Little Simz
Sam Fender

MÚSICA DO ANO
A1 & J1 – Latest Trends
Adele – Easy On Me
Anne-Marie, KSI, Digital Farm Animals – Don’t Play
Becky Hill & David Guetta – Remember
Central Cee – Obsessed With You
Dave ft Stormzy – Clash
Ed Sheeran – Bad Habits
Elton John & Dua Lipa – Cold Heart (Pnau Mix)
Glass Animals – Heat Waves
Joel Corry, RAYE, David Guetta – BED
KSI – Holiday
Nathan Evans, 220Kid, Billen Ted – Wellerman
Riton x Nightcrawlers Ft Mufasa & Hypeman – Friday (Dopamine Re-Edit)
Tion Wayne & Russ Millions – Body
Tom Grennan – Little Bit Of Love

CANÇÃO INTERNACIONAL
ATB, Topic, A7S – Your Love (9PM)
Billie Eilish – Happier Than Ever
Ckay – love nwantiti (ah ah ah)
Doja Cat ft SZA – Kiss Me More
Drake ft Lil Baby – Girls Want Girls
Galantis, David Guetta, Little Mix – Heartbreak Anthem
Jonasu – Black Magic
Kid Laroi & Justin Bieber – STAY
Lil Nas X – MONTERO (Call Me By Your Name)
Lil Tijay & 6LACK – Calling My Phone
Maneskin – I Wanna Be Your Slave
Olivia Rodrigo – good 4 u
Polo G – Rapstar
Tiesto – The Business
The Weeknd – Save Your Tears

MELHOR GRUPO
Coldplay
D-Block Europe
Little Mix
London Grammar
Wolf Alice

MELHOR ARTISTA POP/R&B
Adele
Dua Lipa
Ed Sheeran
Griff
Joy Crookes

MELHOR ARTISTA DANCE
Becky Hill
Calvin Harris
Fred Again.
Joel Corry
RAYE

GRUPO INTERNACIONAL DO ANO
ABBA
BTS
Måneskin
Silk Sonic
The War On Drugs

ARTISTA INTERNACIONAL DO ANO
Billie Eilish
Doja Cat
Lil Nas X
Olivia Rodrigo
Taylor Swift

ARTISTA REVELAÇÃO
Central Cee
Griff
Joy Crookes
Little Simz
Self Esteem

MELHOR ARTISTA ROCK/ALTERNATIVO
Coldplay
Glass Animals
Sam Fender
Tom Grennan
Wolf Alice

MELHOR ARTISTA HIP HOP/RAP/GRIME
AJ Tracey
Central Cee
Dave
Ghetts
Little Simz

ARTISTA EM ASCENSÃO
Holly Humberstone

Bree Runway
Lola Young

COMPOSITOR DO ANO
Ed Sheeran

PRODUTOR DO ANO
Inflo

>>

Popnotas – As “semelhanças” das músicas da Olivia Rodrigo. Nandi Bushell espancando o Arctic Monkeys. Metallica reconstruído por Sam Fender e St. Vincent. E o cinematográfico álbum de estreia do Lil Nas X

>>

– Olivia Rodrigo anda recebendo umas acusações de plágio. As pessoas têm notado semelhanças visuais dela com imagens do Hole e do Pom Pom Squad, por exemplo. A própria Courtney Love tuitou dando uma alfinetada nessas (vamos continuar com esse termo) semelhanças. Nessa onda, alguém levantou no Twitter que “Brutal”, som que abre o disco “SOUR”, seria idêntica a “Pump It Up” – e é bem igual mesmo – do Elvis Costello. Ao que o próprio Elvis respondeu, meio que dando um aval, até: “É assim que o rock n’ roll funciona. Você pega os pedaços quebrados de outra emoção e constroi um brinquedo novo. Isso é o que eu fiz com ‘Subterreanean Homesick Blues’, por exemplo”. Achamos a resposta classuda. Não? Para lembrar, botamos as duas aqui embaixo. A “Brutal” da Olivia e a “Pump It Up” do Costello.

– E tem mais Nandi Bushell com Matt Helders, do Arctic Monkeys. A gente destacou ontem a dupla reconstruindo o hit monkey “I Bet You Good Look on the Dance Floor”, com ele na bateria e ela na guitarra (!!). Agora, na parte 2 desse encontro, temos a dupla atacando na bateria clássica “Brianstorm”. Destruidor. Fora que tem todo um calendário: “R U Mine” vai ser a próxima. E depois até tem uma jam dos dois, parece. Vamos reportar tudo por aqui, óbvio.

– Aos poucos começam a aparecer em vídeo, na íntegra, as versões que vão estar no disco de covers do “Black Album”, um dos caprichos da celebração de 30 anos do clássico do Metallica. As que surgiram agora são da mesma música, “Sad But True”. Uma é uma versão pianinho pelas mãos do inglês Sam Fender e a outra é uma levada modernosa e funk comandada pela St. Vincent – que descontrói o solo de guitarra da música original de um jeito bem genial.

– Em breve devemos ter o primeiro álbum do Lil Nas X, finalmente. O rapper cantor agitão americano até soltou um trailer do disco, que lembra trailers dos longas da Marvel. Uma zoeira e tanto que usa seus antigos music videos como pequenos trechos de “filmes anteriores” da série. Ainda que “7”, seu primeiro EP, tenha concorrido ao Grammy de melhor álbum do ano, esse que vai sair é nas contas do próprio Lil seu álbum de estreia. Também não temos o dia em que o disco entra em cartaz nos cinemas. Essa última info é uma graça nossa.