Em sao paulo:

CENA – Terno Rei faz ode a São Paulo com single acústico e dica de lugares na cidade

1 - cenatopo19

* A banda beeeeem paulistana Terno Rei vai lançar em outubro um EP com quatro faixas de seu discão “Violeta”, do ano passado, mas estas em versão acústica. Uma quinta faixa, um cover de “Eu Amo Você”, sucesso de Tim Maia dos anos 70, fecha esse lançamento especial chamado simplesmente “Acústico”, do selo Balaclava e que sai em 2/10.

O pacote unplugged do grupo de Ale Sater é puxado pela faixa “São Paulo”, o single que anuncia o EP, lançado nesta sexta-feira, curiosamente gravada em Curitiba, como todo o disco a sair em outubro, fruto de uma live transmitida pela banda em julho do Nico’s Studio, da capital paranaense.

São Paulo, tanto a canção batizada que está no álbum “Violeta” quanto a cidade em si, é um tema recorrente nas letras e musicalidade da banda, nos vídeos, em fotos de divulgação, onde você encontra os caras por aí.

DSCF6803

O baixista/vocalista Ale Sater fala dessa relação deles com a cidade: “São Paulo é uma das composições que melhor resume o Violeta, por trazer bastante do synthpop presente no álbum todo, e uma letra que aborda os temas de confusão e cidade, assuntos que eu gosto bastante de escrever. Nesse acústico, acredito que foi a versão mais interessante que gravamos e por isso optamos por lançá-la antes”.

Abaixo, ouça a versão acústica de “São Paulo” neste vídeo gravado para a live que originou o EP. Aproveitamos ainda para pedir para o Ale Sater cinco dicas dos lugares que ele mais gosta em São Paulo:

***

* A SÃO PAULO DE ALE SATER
Vocalista do Terno Rei escolhe os cinco lugares do qual mais gosta na cidade

– Halim
“Lugar em que gosto muito de ir. Restaurante de comida árabe na região do Paraíso.
A comida é foda, tem mesas próximas com aqueles toalhas branca e bordeaux. O atendimento é foda também.”

– Galeria do Rock
“Mudou muito ao longo do tempo, mas eu me lembro de que quando me mudei para São Paulo lá era o lugar em que eu mais gostava de ir. Eu era bem do sk8 e lá tinha tudo: fitas VHS, tênis, shapes etc. Também curtia o andar de baixo que tinham as lojas de discos (algumas dedicadas só a hip hop), então toda vez que eu colo lá ainda tenho a sensação que eu tinha quando cheguei aqui.”

– Estádio do Pacaembu
“Recentemente, me mudei para Perdizes e descobri que tem um clube gratuito no Pacaembu.
Dá para correr em volta do campo, nadar, tem quadras, academia etc. Tudo bem vazio.”

– Pinheiros
É o bairro que gosto de andar na cidade. Os comércios vão mudando e tal, mas sinto que tem sempre a mesma cara, meio familiar, meio juventude.”

– Qualquer padoca/boteco
“Nessa pandemia, a coisa que mais senti falta (e que outras cidades não tem paralelo) é esse lance da padoca. De sentar e tomar um café ou sentar e tomar uma cerveja antes de alguma coisa.”

***

* A foto que ilustra este post é de Cesar Ovalle.

>>

E o Radiohead em São Paulo, você viu?

>>

120620_RADIOHEAD2

Este post serve apenas para reforçar o presentão do feriado que o Radiohead nos ofereceu, na tarde de ontem, botando para rodar o inédito vídeo do show realizado no Allianz Parque, em 22 de abril de 2018, na cidade de São Paulo.

Com mais de duas horas de duração, a banda linda e inglesa passeou pelo seu rico catálogo no show, incluindo clássicas como “Pyramid Song” e “Paranoid Android”, queridinhas do público, tipo “2+2=5” e “Let Down”, e com direito a final especialíssimo com “Fake Plastic Trees”.

Você viu?

SETLIST
00:00:08 Daydreaming
00:05:56 Ful Stop
00:11:31 15 Step
00:15:32 Myxomatosis
00:19:50 You and Whose Army?
00:23:09 All I Need
00:27:48 Pyramid Song
00:33:53 Everything in Its Right Place
00:39:11 Let Down
00:44:18 Bloom
00:50:54 The Numbers
00:56:36 My Iron Lung
01:01:54 The Gloaming
01:05:37 No Surprises
01:09:51 Weird Fishes / Arpeggi
01:16:01 2 + 2 = 5
01:19:21 Idioteque

01:25:50 Exit Music (for a Film)
01:30:54 Nude
01:35:20 Identikit
01:40:30 There There
01:46:05 Lotus Flower
01:51:11 Bodysnatchers

01:58:18 Present Tense
02:04:06 Paranoid Android
02:10:49 Fake Plastic Trees

>>

Com Rita Ora e Lumineers, Lollapalooza divulga mais Lolla Parties ocupando SP em março e abril

>>

040220_ritaora2

O Lollapalooza, que vai parar a cidade de SP no final de semana de 3 a 5 de abril, anunciou nesta terça-feira mais edições das aguardadas Lolla Parties, que vão ocupar a cidade na semana do festival.

Depois do City and Colour (já esgotado), Rita Ora, A Day To Remember, Lauv, The Lumineers e Mika também estão na programação dos shows extras e intimistas.

Com quase uma década de carreira, Rita Ora vai se apresentar na Audio em sua estreia no Brasil. O show será no dia 31 de março. A abertura será do sempre presente Boss in Drama.

No dia seguinte, a banda norte-americana A Day to Remember se apresenta também na áudio, mostrando seu rock com vertentes que vão do punk ao metalcore.

Na mesma noite, o produtor e multi-instrumentista Lauv invade o palco do Cine Joia. Sensação na internet, onde suas canções somam cerca de 3 bilhões de reproduções, Lauv chega ao Brasil com um disco novo, “How I’m Feeling”, que tem colaborações até do BTS e Alessia Cara.

Já no dia 2 de abril, o grupo folk-rock The Lumineers, que já tocou em Popload Gig, também se apresenta na Audio. No mesmo dia, Mika faz show no Cine Joia apresentando seu quinto álbum de estúdio, “My Name Is Michael Holbrook”.

Os ingressos para todas as Lolla Parties podem ser adquiridos via Tickets For Fun.

Programação completa das Lolla Parties:
31/03 — City and Colour — Cine Joia (SP) INGRESSOS ESGOTADOS
31/03 — Rita Ora — Audio (SP)
01/04 — A Day To Remember — Audio (SP)
01/04 — Lauv — Cine Joia (SP)
02/04 — The Lumineers — Audio (SP)
02/04 — Mika — Cine Joia (SP)

>>

Coldplay em São Paulo: arte no metrô entrega data de possível lançamento do novo disco (o primeiro de dois), em novembro

>>

Metrô Estação Paulista, Linha 4 Amarela. Provavelmente neste local em São Paulo foi divulgada a data do próximo disco de inéditas do Coldplay, em registro de um anúncio da banda britânica feito pelo fã Luiz Fernando, que está circulando nas redes.

Na peça, aparece o dia “22 de novembro de 1919”, o que muitos fãs e gente da imprensa gringa acreditam ser o dia em que Chris Martin e seus amigos colocarão no mercado o primeiro de dois álbuns que seriam lançados em um curto intervalo de tempo.

De acordo com reportagem do jornal inglês Daily Star, o Coldplay vai lançar em novembro um disco focado em seu lado mais experimental, o que acaba alimentando o desejo/reclame de muita gente que gostaria de ver o grupo voltando às raízes, especialmente dos seus dois primeiros discos. Será?

A outra informação é a de que, além deste disco experimental, a banda britânica planeja para pouco tempo depois o lançamento de outro álbum, este mais convencional, pop, que fará o Coldplay rodar o mundo mais uma vez.

O último álbum de Chris e seus amigos é “A Head Full Of Dreams”, lançado há quatro anos.

Abaixo, o flagra do Coldplay em São Paulo.

Foto: Luiz Fernando

Foto: Luiz Fernando

>>

Na na na na naa! Kaiser Chiefs vai abrir show do Muse em São Paulo

>>

50919_kaiserchiefs2

Everyday I love you less and less, a banda inglesa Kaiser Chiefs acabou parando como atração de abertura do Muse, dia 9 de outubro, no Allianz Parque, em São Paulo.

Não que um show da banda do Ricky Wilson seja de todo ruim, mas eles, que poderiam estar fazendo seis showzinhos solos (tomara que role um off), terão que mostrar em uma apresentação curta as músicas do novo disco, “Duck”, lançado no final de julho.

Inclusive, este novo álbum é meio que uma volta às raízes do grupo britânico, que fez um bom barulho quando estourou mundialmente na década passada. O próprio Ricky Wilson acredita nisso.

“É inegavelmente Kaiser Chiefs. Ouvi os nossos primeiros álbuns novamente. E escutei muitas coisas que ouvíamos quando fazíamos esses álbuns, como alguns ‘Motown’ antigos e outras coisas. A verdade é que somos apenas cinco pessoas em uma sala, fazendo a música que fazemos. Nós nunca tentamos de tudo, além do jeito que estávamos pensando nesses 12 meses. Bem, normalmente são 12 meses, mas esse levou 18. Deus, foi difícil. Quase nos matou, mas estamos em uma grande gravadora agora – o que é bom”, disse, há algumas semanas.

Os ingressos para a agora dobradinha Muse & Kaiser Chiefs custam entre R$ 130 e R$ 620 e podem ser adquiridos na Eventim.

* Confira os horários dos shows:
Abertura da casa: 17h
Show do Kaiser Chiefs: 19h45
Show do Muse: 21h

>>