Em saturday night live:

Billie Eilish morena brilha no Saturday Night Live. E toca “Happier than Ever” e “Male Fantasy”

>>

Captura de Tela 2021-12-13 às 8.39.00 AM

* A cantora-(ainda)-fenômeno Billie Eilish foi no sábado passado a primeira grande atração nascida neste século a comandar como apresentadora e convidada musical o quase cinquentão “Saturday Night Live”, tradicionalíssimo programa de sketches de humor e música de ponta de Nova York, que existe desde os anos 70 e está no final de sua 47ª temporada.

Billie, curtindo os últimos dias de seus 19 anos, nasceu no dia 18 de novembro de 2021. Nesta semana ela completa 20.

A menina de ouro do pop esquisito mundial não só foi a atração do “SNL” como fez duas performances matadoras para duas músicas idem de seu ótimo segundo álbum, “Happier than Ever”, lançado neste ano.

Billie Eilish cantou primeiro “Happier than Ever”, a música, introduzida pelos próprios pais, que participaram do programa (a mãe, Maggie Baird, estava vestida com uma maravilhosa blusa com a foto da filha e um escrito “Billie’s Mom” nela). Depois voltou para mais uma apresentação, desta vez para o novo single, a incrível “Male Fantasy”, tudo acompanhada pelo irmão Finneas na guitarra e backing vocals (“Happier than Ever”, em uma performance de tempestade natalina, teve a bateria, também).

Teve um quadro do “SNL” que teve uma participação da Miley Cyrus. O sketch foi o “Christmas Card”.

Abaixo, a apresentação musical de Billie Eilish nesse histórico “Saturday Night Live”. Vídeos dela participando dos quadros do programa ainda não estão liberados em países estranhos como o Brasil. A gente volta a esse assunto quando estiver.

>>

Rapper Young Thug leva seu rap-punk-pop ao “Saturday Night Live”, para duas ao vivo

>>

* O clássico programa nova-iorquino “Saturday Night Live” trouxe neste último sábado, na parte musical, o multifacetado rapper americano Young Thug para dois números.

Apresentado no “SNL” pelo ator Rami Malek, o último vilão do James Bond, o rapper mostrou “Tick Tock” e “Love You More”, faixas de seu segundo álbum, “Punk”, finalmente lançado na última sexta-feira e que tem um time de colaboradores “pequeno”: Drake, Travis Scott, Doja Cat, J. Cole, Future, Post Malone, ASAP Rocky, Doja Cat, Mac Miller e outros.

Quer dizer, “Tick Tock” está e não está em seu novo disco. Foi apresentada em agosto como o primeiro single do álbum, mas ele saiu nas plataformas sem ela. Mas o rapper disse que ela é sim do disco. Então tá.

De todo modo, ao “Saturday Night Live” o figura Young Thug levou uma galera com ele para suas performances. Para ambas as músicas apresentadas ao vivo na TV americana, ele teve na bateria a presença e a pancada do tá-em-todas Travis Barker. No desempenho da bonitaça “Love You More”, Gunna e Nate Ruess foram chamados para cantar com ele.

>>

Halsey vai metálica e viúva ao “Saturday Night Live”. E leva o Lindsey Buckingham, ex-Fleetwood Mac, com ela

>>

Captura de Tela 2021-10-11 às 8.43.08 AM

* Num “Saturday Night Live” bizarramente apresentado pela Kim Kardashian-West, e do que deu para ver nem tava tão ruim assim, a atração musical do programa nova-yorquino deste sábado, na volta de mais uma temporada, foi a cantora Halsey.

Na onda de seu recém-lançado e quarto álbum, “If I Can’t Have Love, I Want Power”, que levou seu pop para uma direção mais sinistra graças às mãos pesadas dos produtores Trent Reznor e Atticus Ross, do Nine Inch Nails (óbvio…), Halsey, que agora escancarou seu lado rocker “que sempre quis mostrar” foi apresentada pela Kardashian ex-Kanye para cantar o novo hit “I Am Not a Woman, I’m a God” e a country “Darling”, vestida toda de viúva, com peruca loira e muito bem acompanhada pelo grande Lindsey Buckingham, cantor e por muitos anos guitarrista importante do grupo clássico Fleetwood Mac.

Abaixo, Halsey no “SNL”.

>>

Lil Nas X leva seus dois singles bombásticos para o “Saturday Night Live”. E rasga “lá” a calça de couro no pole dance

>>

Captura de Tela 2021-05-24 às 12.50.39 AM

* O rapper cantor americano Lil Nas X foi a atração de encerramento desta 46ª temporada do programa “Saturday Night Live”, bem, no sábado à noite, na TV americana. O problema foi o “Live”, que marca o lendário programa nova-iorquino de sketches humorísticos e excelentes números musicais.

No momento em que fazia uma graça em um pole dance, perto do fim da performance de seu recente single-sucesso “Montero (Call Me by Your Name)”, tipo como no vídeo oficial do hit, a apertada calça de Lil Nas X rasgou na região da virilha. Nem foi tão embaraçoso assim, mas, como era a estreia de Lil Nas X no “SNL”, ao vivaço, ele mandou uma série de Twitter engraçada, logo depois do programa acabar: “OMFG NO” e “NOT MY PANTS RIPPED ON LIVE ON TV”, foram algumas das tuitadas deles. Na hora do rasgo, Lil Nas X fez uma cara de “oops” e não pode se jogar no pole como pretendia.

A misteriosa música que ele ia usar como segunda apresentação no sábado do “SNL” deixou de ser misteriosa na sexta, quando ele lançou “Sun Goes Down”, outro dos singles que vai estar no próximo disco, ainda sem maiores informações. O novo single é outro sobre sua homossexualidade, desta vez a dificuldade de lidar com seus amigos, quando mais novo. Que só tinha paz quando estava trocando ideias nas comunidades de fãs da rapper Nicki Minaj. Isso está na letra.

Abaixo, Lil Nas X e seu problema com a calça em “Montero (Call Me by Your Name)” e abrindo seu coração e citando Nicki Minaj na novíssima “Sun Goes Down”, tudo ao vivo, no “Saturday Night Live”.

>>

Olivia Rodrigo nas alturas. Cantora fecha semana mágica no “Saturday Night Live”. Disco de estreia sai sexta

>>

* Para o alto e avante, está a carreira da moçoila ex-disney Olivia Rodrigo, 18 anos, a cantora pop californiana mais falada do mundo nos últimos dez dias, em que ela acumulou uma apresentação no Brit Awards, capa da “NME”, single novo lançado (“Good 4 U”), com vídeo, a veiculação de teaser do disco de estreia (“Sour”), que sai na próxima sexta-feira. e dois recordes com a música “Drivers License”, seu single anterior: um pessoal e uma bela marca geral. Primeiro que a canção ultrapassou 500 milhões de streams no Spotify. Segundo que esse feito tornou “Drivers License” o hit mais rápido de uma artista solo a atingir tal marca, com 62 dias de lançamento.

E, no último sábado à noite, a cereja do bolo em seus agitos: Olivia Rodrigo, que tem esse nome se apresentou na TV americana. Ela foi a atração musical do programaço “Saturday Night Live”, para o qual fez performances exatamento desses dois de seus três singles do disco début: o recém-lançado e agitadinho “Good 4 U” e o meloso “Drivers License”.

Tudo aí embaixo, para a sua apreciação e devido posicionamento.

>>