Em se rasgum:

CENA – Jambu vs. Corona – Festival paraense Se Rasgum confirma a edição paulistana desta noite

1 - cenatopo19

Captura de Tela 2020-03-13 às 6.43.59 PM

* Já que a cidade de São Paulo (ainda) não está fechada pela onda de cancelamentos com assinatura do coronavírus, o festival paraense SE RASGUM decidiu manter a realização de sua edição paulistana nesta sexta-feira e na semana mais movimentada de todos os tempos no mundo conectado.

Um dos mais tradicionais eventos indies do calendário de festivais brasileiros, o Se Rasgum promove hoje no clube Tropical Butantã uma série de encontros, na linha Jaloo e Jadsa; Terno Rei e Tuyo; e Manoel Cordeiro e Orquestra Aerofônica. Tudo envolvido pela discotecagem do DJ Dago, no início, 21h, e do DJ Waldo Squash, que encerra o Se Rasgum paulistano, às 3h30.

O Se Rasgum, geralmente realizado em Belém no segundo semestre, começou como uma festinha em 2003 e há muito é um dos principais festivais da nossa CENA.

Em tempo: Jambu, o “confrontador do coronavírus” do título, é famosa erva encontrada na Região Norte do Brasil e que tem, digamos, efeitos culinários, medicinais e “sensoriais”. Uma das suas características é causar formigamento e uma dormência momentânea na língua, ao ser mastigada.

Confira os horários desta noite do Se Rasgum paulistano.

2 - PHOTO-2020-03-13-15-32-09

POPLOAD TV, EPISÓDIO 03 – OS FESTIVAIS BRASILEIROS

>>

* Depois de uma edição histórica do Bananada em Goiânia (dá para ler como foi tudo aqui no especial da CENA) o novo episódio da Popload TV discute os festivais brasileiros. Dos independentes como o próprio Bananada, Dosol e Coquetel Molotov até os gigantes Lollapalooza e Rock in Rio, fala-se das vantagens, pontos que precisam ser melhorados e como ainda caminhamos no jardim de infância dos festivais.

Para finalizar, claro, não poderíamos deixar de falar de como surgiu e (um pouco d)o que guarda o Popload Festival deste ano, que terá a sua quinta edição. Dá uma olhada:

Festivais brasileiro:

Melhores festivais do mundo:

Primeiro festival do Lúcio:

A Popload TV é o canal da Popload no Youtube que estará cheio de histórias, sessions exclusivas, entrevistas e muito mais. Se inscreva aqui para conteúdos novos toda terça-feira e nosso #TBT indie às – adivinha! – quintas.

>>

Coquetel Molotov dá as caras com um Ney Matogrosso enfiado na programação. Se Rasgum anuncia Moraes Moreira

>>

* Duas instituições do indie estreladas por duas instituições da MPB. Depois que Caetano Veloso comandou a programação do festival goiano Bananada em maio, a nova música independente nacional vai novamente ao velho popular com o anúncio de dois grandes festivais do Norte e Nordeste brasileiro deste final do ano.

Screen Shot 2015-09-08 at 9.26.03

* COQUETEL MOLOTOV – Um dos mais importantes festivais da cena independente desde a década passada, o No Ar Coquetel Molotov, de Recife, começa a anunciar hoje alguns nomes de sua edição 2015, sua 12ª (o festival foi criado em 2004), que acontecerá no dia 31 de outubro e terá mais de 12 horas de shows, uma feira cultural e interações artísticas, mas que começa antes com prévias e cinema. Os primeiros nomes a surgirem de sua programação são o carioca Tono, cujo show contará com participação especial do veterano Ney Matogrosso. A também carioca Mahmundi (foto acima), nome artístico da badalada Marcela Vale, é outra que se apresenta no festival pernambucano, levando seu som electro-indie com jeitão de MPB. A banda instrumental Cosmo Grão, local, algo stoner-algo grunge, completa o line-up anunciado hoje. Outras atrações serão anunciadas em breve juntamente com a programação completa do festival. O No Ar Coquetel Molotov vai acontecer na Coudelaria Souza Leão, em Recife.

Screen Shot 2015-09-08 at 9.27.40

* SE RASGUM – Com o impressionante Mac DeMarco (foto acima) no meio como grande atração, o festival paraense Se Rasgum anunciou no final de semana os cinco headliners de sua décima edição, marcada para acontecer em Belém entre os dias 16 e 21 de novembro. Além do ótimo representante do novo indie canadense, que também se apresenta em São Paulo, o Se Rasgum enfileira o “velho novo-baiano” Moraes Moreira, a cantora Céu, a banda Móveis Coloniais de Acaju e Os Mulheres Negras. Moraes Moreira tocará com seu filho Davi Moraes. O Se Rasgum promete anunciar o grosso de sua programação no final deste mês.

>>

El Mató a un Policía Motorizado ao vivo no Pará

>>

* Tudo parece fora do lugar, mas não é. Banda indie argentina tocando em Belém, sem nem passar por São Paulo e tal. Mas, no caso do festival Se Rasgum, faz todo o sentido. O festival independente do Norte do país balançou a forte e variada cena musical local por quatro dias nestes últimos dias, enfileirando bandas e artistas do naipe de Silva, Acabou La Tequila, Aldo, Vanguart, Gerson King Combo, Turbo, entre vários outros.

No meio de tudo estava o que foi considerado um dos grandes shows da nona edição do Se Rasgum, o da banda indie argentina El Mató a un Policía Motorizado, que já passou algumas vezes pelo Sudeste e Centro-Oeste (Brasília, Goiânia) e comemora em 2014 os dez anos de lançamento de seu disco de estreia, que leva o nome do grupo.

O grupo já tocou recentemente em festivais como Lollapalooza, South By Southwest, Primavera Sounds. Mas vídeos como esses abaixo só o Se Rasgum (e o brother Mac Costa, que os fez) tem.

>>

Festival Se Rasgum, em Belém do Pará, mostra saúde indie na terra do carimbó e do brega

>>

* A turma convidada é boa, o clima é quente, o cenário é quase inusitado para os padrões do indie nacional, a viagem é longa mas prazerosa. Hoje e amanhã a cidade de Belém, lá no alto brasileiro, mais especificamente no Pará, Região Norte, terra do carimbó e do brega, monopoliza toda a atenção independente brasileira. Para um festival que já começou na quarta-feira, esta noite e a deste sábado serão a glória da edição 2014 do Se Rasgum, tradicional festival do calendário independente brasileiro e um dos mais simpáticos, por tudo que o certa.

220814serasgum

Com nove anos levando nomes conhecidos da música brasileira e, principalmente, seu melhor trunfo, os “menos conhecidos”, o Se Rasgum se tornou um festival grande neste ano, com quatro dias e espalhando programação bem escolhida pelo Teatro Margarida Schivasappa, pela Estação das Docas e no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia.

Das 27 atrações, a Popload destaca os brasileiros Silva, Aldo the Band (foto abaixo), Vanguart, os ainda vivos Violeta de Outono (SP) e Pelvs (RJ) e a reunião exclusiva do famoso Acabou La Tequila, importante grupo experimental (entre outras cosias) carioca dos anos 90 que tem na sua formação o rapper Nervoso, Renato (banda Canastra), Kassin e Rodrigo Barba, dos Los Hermanos. Fora a rica cena local “fusion”.

Tem muito mais. A escalação total e os horários dos shows do Se Rasgum estão aqui.

aldo-the-band

A parte internacional do evento de Belém reluz nos nomes da tradicional e bem boa banda indie-punk argentina El Mató a un Policía Motorizado, ou apenas El Mató, que vira e mexe dá o ar da graça em palcos brasileiros. É a primeira vez que o grupo, que é de La Plata e não de Buenos Aires, aparece por Belém.

Outro nome gringo que não só aparece pela primeira vez em Belém como estreia em shows no Brasil é o grupo americano Bass Drum of Death, do Misissippi, trio lo-fi de dois discos que desde que foi criado, em 2009, não para de excursionar nos EUA e Europa. E já teve música, tipo essa “Crawling after You” abaixo, do disco homônimo do ano passado, bastante tocada em rádios cool como a KEXP de Seattle e a Triple J australiana.

Com atrações internacionais que sugerem morte em seus nomes, o Se Rasgum mostra em 2014 que está mais vivo do que nunca. Já aguardamos a programação do ano 10, o que vem.

>>