Em selvagem:

CENA – Bananada 2017 rola nesta semana em Goiânia. Popload monta QG no festival

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia, terra de Fabríco Nobre. A partir de hoje e por toda a semana, até domingo, vamos ter a…

poploadbananada2017

Começa “pequeno” hoje, às 20h, em cinco lugares espalhados por Goiânia, Centro Oeste do Brasilzão, o 19º festival Bananada, um dos mais importantes festivais independentes do Brasil em uma de suas mais importantes edições. Até domingo, a cidade, prosaicamente conhecida como a terra do sertanejo, vai ser inundada por rock, eletrônico e nova-MPB e hip hop dos bons, até soul e funk, conduzidos por um line-up de respeito que terá do clássico Os Mutantes até os sanguinhos novos Rakta e Plutão Já Foi Planeta, de Selvagem a Barro, de Mano Brown e Karol Conka a Ventre e FingerFingerrr. Céu, Liniker, Hierofante Púrpura, Luiza Lian e Terno Rei. Maria Gadú, JP Cardoso, DJ Patife, Tulipa Ruiz, Far from Alaska e Forgotten Boys. Tem a esquadra goiana jogando em casa: Boogarins, Carne Doce, Black Drawing Chalks, Brvnks, Hellbenders e Overfuzz. E tem muito mais.

mutantes

As principais atrações farão suas performances em palcos espalhados no epicentro do festival, o suntuoso Centro Cultural Oscar Niemeyer.

A programação desta noite de estreia do Bananada está assim disposta:

Captura de Tela 2017-05-08 às 6.01.32 PM

Além da música, o Bananada montou programação que inclui artes visuais, ação de moda, cultura urbana (encontro de skate e tattoo) e um circuito gastronômico (Goiânia Rock City) que já está em sua quinta edição e conta com 30 espaços gastronômicos alimentando os locais e os visitantes que vieram à cidade para o Bananada.

A Popload já está instalada no centro nervoso da inteligência do Bananada, no espaço cultural Centopéia, em Goiânia, para cobrir o festival. E a batelada de shows começa daqui a pouco.

Ingressos para o Bananada, que vai crescer dia-a-dia no número de shows e tamanho das atrações, são encontrados no site do festival, que ainda traz todas as informações sobre esta 19ª edição. Acompanhe o Bananada pelo Instagram do festival.

>>

Até que enfim o Rock in Rio acertou na escalação. A Black Madonna toca no festival

>>

black

* Brincadeira, naturalmente. Mas entre Maroons 5s e Deffs Leppards o überfestival do Rio de Janeiro, que tem rock no nome, soltou agora o digníssimo line-up eletrônico. As duas principais atrações fazem história, cada um no seu nível e cada um a seu tempo.

A incrível DJ e produtora bombator de Chicago, Black Madonna, bola da vez há algum tempinho de tendas eletrônicas de bons festivais pelo mundo, vem ao Brasil em uma primeira oportunidade de bagunçar a pista do RiR com house divertida, para cima, “uplifting” como dizem lá fora, aliada a sua excelente escolha de repertório. Ela foi eleita pela revista “Mixmag” como a melhor DJ do mundo em 2016, no ano passado.

Outro nome obrigatório (e histórico) da lista é o do veterano DJ-lenda Grandmaster Flash, pioneiro do hip hop americano, personagem onipresente em qualquer dessas séries de hip hop recentes pela importância, criador do “scratch”, inventor do “rap” propriamente dito e outras coisas mais. Absurdo.

Entre outros nomes a serem destacados na electrolista, agora olhando para o lado nacional, o Rock in Rio acerta a chamar bombadas festas de São Paulo para o festival, como os sempre ótimos duo Selvagem, o Tessuto e os caras da Gop Tun. Os phynos do Fatnotronic estão escalados. O L_cio também. E, cereja do bolo, vai ter um back to back do Marky com o Mau Mau. Tem até o popularérrimo Vintage Culture, brasileiro de 23 anos cujo público para vê-lo no último Lollapalooza deu um certo medo, pelo tamanho. Com uma carreira de pouco mais de três anos, o cara já foi mais convidado para viajar o mundoo planeta do que as blogueiras de moda.

Não tivesse o resto, para todos os gostos e tamanhos, o Rock in Rio já valeria pela balada.

Captura de Tela 2017-04-05 às 10.36.41 AM

>>

Apple Music, mais precisamente a Beats1, cai em um Carnaval Selvagem

>>

Screen Shot 2017-02-24 at 15.22.54

Millo & Trepanado, da Selvagem

Não é só o Brasil que entra na zoeira de Carnaval! A Beats1, rádio da Apple Music disponível em mais de 100 países, 24 horas por dia, e uma das nossas favoritas nesse mundo incrível de rádios, também entrou na vibe de folia. Enquanto a Popload Radio não chega, a emissora online americana chegou à nossa #CENA (e, por que não, à Popload) com dois especiais sobre Carnaval, que serão transmitidos ao mundo nas próximas horas.

IMG_4248

O primeiro deles é com os gênios Millos Kaiser e Augusto Olivani (aka Trepanado), da bombadíssima festa Selvagem, comandando o programa cool OneMix, que chama os melhores DJs do mundo para criarem sets especiais na Beats1. Nesse especial que rola na madrugada de hoje para amanhã, às 04h da manhã, os meninos focaram em um set para a galera curtir o Carnaval – e para os gringos tentarem entrar na nossa onda, claro.

Domingo às 20h vai ao ar o segundo especial, um programa apresentado pela nossa poploader Isadora Almeida, trazendo o lançamento de um remix feito pelo DJ OMULU para a música “A Mulher do Fim do Mundo”, da Elza Soares, uma entrevista com as meninas do Bloco Pagu (o primeiro criado por mulheres e só com meninas na bateria) e muitos clássicos que ficaram famosos nas vozes de mulheres. Além disso, vão rolar várias entrevistas, entre elas uma com o grupo-sensação BaianaSystem, um papo com os próprios caras da Selvagem e com muita gente ~treta~. O programa será reprisado na segunda-feira às 8:00, horário ingrato aqui para os foliões, mas os dois especiais ficam disponíveis na Beats1 para ouvir depois da ressaca!

Quem tem iPhone ou Mac o caminho é curto, presta atenção: entra em música (ou no iTunes), clica em rádio, vai em Beats1 e dá o play, simples assim!

Com ingressos quase esgotados, transmissão ao vivo e “preparado para a chuva”, festival Dekmantel SP começa… hj?

>>

* Todos os olhos e ouvidos desta semana estão no Dekmantel Festival São Paulo 2017 (a não ser que você vai dividir esses órgãos e atenções, porque conseguiu um dos ingressos para o show sexta e sábado das garotas do Warpaint no evento da Heineken no MAC).

O festival, eminentemente eletrônico mas não só, produzido em conjunto pelos festeiros paulistanos da Gop Tun junto com os produtores holandeses do evento original, que pela primeira vez sai de Amsterdã, acontece lindo durante o dia (Jockey Club) e à noite (Fabriqueta) no sábado e domingo agora.

Jeff

Por estes dois dias, o Dekmantel vai juntar nomes absurdos da eletrônica moderna de tempos recentes com alguns mais clássicos. Vai ter o velho Hermeto Pascoal e o novo Bixiga 70. Vai ter Azymuth!!!! Nicolas Jaar e banda, Jeff Mills (foto), Nina Kraviz (foto na hoje), John Talabot, Ben Klock e Palms Trax estão dentro. Os brasileiros e “brasileiros” Carrot Green, Selvagem, L_cio, Tessuto, Marcio Vermelho, Zopelar e os DJs da própria Gop Tun não poderiam faltar.

Mas o evento mais ou menos começa hoje, na real. Nesta noite acontece uma festa do Dekmantel no clube Jerome, em Higienópolis, que marca a chegada da primeira edição do festival holandês ao Brasil.

A Eclectrica Pista Panamericana, festa desta noite, vai reunir os DJs Gui Scott, da Gop Tun, mais um elenco de DJs latinos como Damian Levensohn (Buenos Aires), Daniel Klauser (Santiago) e Mansvr & Leeon (Bogotá).

Para o evento do fim de semana, o grandão, os “weekend tickets” estão esgotados, restando apenas as entradas para cada dia.

* Transmissão ao vivo –
Parte dos shows do Dekmantel São Paulo vão ter exibição direta online, pelo Boiler Room e pelo canal paulistano de rádio e TV online Na Manteiga. A programação do Boiler Room para o primeiro dia inclui as apresentações de Azymuth, Bixiga 70 e Tom Trago. No segundo dia, o domingo, tem a transmissão das performances de Hermeto Pascoal, Palms Trax e Carrot Green, entre outros.

* Chuva – Sobre as tempestades que têm caído na cidade absolutamente todos os dias, o povo do Dekmantel SP diz que “chuva não será um problema” para o festival. Há, segundo eles, um “plano de contingência” para as hecatombes pluviométricas de SP. Cacique Cobra Coral?

>>

Dekmantel SP divulga os horários do festival e avisa que os ingressos estão acabando

>>

* Um dos primeiros grandes eventos de música do ano, o eletrônico (não só) Dekmantel Festival São Paulo 2017, que acontece pela primeira vez fora de seus domínios holandeses (Amsterdã), avisa que seus ingressos, tanto para as edições de dia e a de noite, estão acabando.

nicolas-jaar

O Dekmantel SP será realizado nos dias 4 e 5 de fevereiro agora, em dois lugares: no Jockey Club de São Paulo (sábado e domingo de dia) e na Fabriketa (sábado à noite, com possibilidade de uma programação menor no domingo, para finalizar o festival). Para os “weekend tickets”, por exemplo, só restam 50%.

As atrações são bárbaras e aos montes: vão do show do bombado chileno Nicolas Jaar (foto) com banda tocando seu novo álbum até uma apresentação dos brasileiros Hermeto Pascoal, Azymuth e Bixiga 70. Nomes imperdíveis como Jeff Mills, Nina Kraviz (a imagem da homepage), Joy Orbison e John Talabot, mais as presenças dos nossos Selvagem, L_cio e Renato Cohen, fora a galera da festeira Gop Tun, que está na cabeça da produção do evento, também fazem parte do line-up.

Captura de Tela 2017-01-17 às 4.15.22 PM

>>